Destinação da Receita Pública - ?· A receita, antes de consignada no orçamento, é objeto de lei.…

Download Destinação da Receita Pública - ?· A receita, antes de consignada no orçamento, é objeto de lei.…

Post on 29-Dec-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

TRANSCRIPT

1

Destinao da Receita Pblica A destinao da Receita Pblica o processo pelo qual os recursos pblicos so vinculados a uma despesa especfica ou a qualquer que seja a aplicao de recursos desde a previso at o efetivo pagamento das despesas constantes dos programas e aes governamentais. A destinao de Receita Pblica, para fins de aplicao, dividida em ordinria e vinculada.

a) Destinao Vinculada o processo de vinculao de fonte na aplicao de recursos em

atendimento s finalidades especficas estabelecidas pela legislao vigente;

b) Destinao Ordinria o processo de alocao livre de fonte parcial ou totalmente no

vinculada aplicao de recursos para atender s finalidades gerais do ente.

A despesa pblica nada mais do que a utilizao de dinheiro do errio para objetivos pblicos,

e podemos classific-la como: despesa corrente, que a despesa pblica usvel para manter

servios anteriormente institudos e, por isso, despesa corrente sob o ttulo de despesa de

custeio; e despesa de capital, que a despesa pblica de investimentos para execuo de obras,

inverses financeiras para aquisio de imveis etc.

Mas tanto para obter receitas quanto para realizar as despesas, o Poder Pblico dever obedecer

ao princpio da legalidade previsto no art. 37 da Constituio Federal; constitui regra consagrada

pela doutrina e textos constitucionais, estrangeiros e ptrios, consubstanciados nos direitos e

garantias individuais. Conforme esse dispositivo constitucional, "ningum obrigado a fazer ou

deixar de fazer alguma coisa a no ser em virtude de lei". Esse princpio visa combater o poder

arbitrrio do Estado. S a lei pode criar obrigao para o indivduo, isso significa um Estado de

Direito.

No mbito da administrao pblica, a autoridade s poder desempenhar as suas funes dentro

do que determina a lei. O servidor pblico, no exerccio de suas atribuies, somente poder

exigir que as pessoas faam ou deixem de fazer alguma coisa na hiptese da ocorrncia de lei que

as obrigue.

Agora que entendemos o que so receitas pblicas, ou seja, inserimos dinheiro nos cofres pblicos, como podemos compreender sobre as despesas pblicas, ou seja, j que o Estado arrecada dinheiro para o cumprimento do Bem Comum, o que se caracteriza para os cofres como despesa, para onde vai o dinheiro arrecadado? O que faz o Poder Pblico com o nosso dinheiro?

2

A receita, antes de consignada no oramento, objeto de lei. De igual forma, deve haver uma

legislao que determine ou autorize a despesa pblica, com base na lei, por exemplo, que um

tributo poder ser aumentado, excludo ou at mesmo extinto.

Segundo a categoria econmica, a despesa ser classificada em (art. 12, lei n 4320/64): Despesas

Correntes e Despesas de Capital. As despesas correntes dividem-se em Despesas de Custeio e

Transferncias Correntes. As despesas de Capital subdividem-se em Investimentos, Inverses

financeiras e Transferncias de Capital.

O art. 13 da mesma lei dispe tais despesas por elemento, observadas suas categorias econmicas.

O art. 12 da Lei n 4320/64 apenas classifica as Despesas quanto s categorias econmicas

representadas pelos grupos gerais, a saber:

1. Despesas Correntes, incluem as despesas de custeio e as transferncias correntes. As

despesas de custeio, em que considera as dotaes destinadas manuteno de servios

j existentes, inclusive as que devam atender conservao e adaptao de imveis, so,

por exemplo, as despesas com pessoal, material de consumo, servios de terceiros e outros

encargos, no includas em despesas especficas. As despesas correntes esto descritas nos

pargrafos 1 ao 3 do mesmo artigo da mencionada lei.

2. Despesas de Capital, tais como os Investimentos, as Inverses financeiras e as

Transferncias de Capital. Deste grupo, os Investimentos so as dotaes para o

planejamento e a execuo de obras, inclusive as destinadas aquisio de imveis

considerados indispensveis s mesmas obras, e ainda as despesas utilizadas na

programao especial de trabalho, aquisio de instalaes, equipamento e material

permanente e tambm a constituio e aumento de capital de empresas no comerciais

e/ou financeiras. As despesas de Capital esto descritas nos pargrafos 4 e seguintes do

art. 12 da lei.

O art. 13 classifica as despesas, observada a classificao das categorias econmicas, de acordo

com a especificao ou elemento.

3

Recommended

View more >