despacho nº 37/r/2013

Download Despacho Nº 37/R/2013

Post on 13-Feb-2017

215 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Covilh | Portugal

    DESPACHO N.37/R/2013

    Assunto: Regulamento de Direitos Decorrentes de Situaes Especficas do Estudante

    da Universidade da Beira Interior

    Com o objetivo de regulamentar os direitos decorrentes de Estatutos e de outras

    situaes especficas dos estudantes da Universidade da Beira Interior, ao abrigo de

    regimes legalmente regulados e de situaes que a UBI julga pertinentes, com o

    intuito de promover uma melhor aprendizagem e integrao dos seus estudantes, de

    acordo com as competncias que me so conferidas pela alnea o), do n. 1 do artigo

    24 dos Estatutos da UBI, ouvido o Senado, aprovo o seguinte Regulamento.

    Seco I

    Disposies gerais

    Nesta seco disposto o mbito da aplicao do presente Regulamento e os direitos

    decorrentes de situaes especficas de estudantes da Universidade da Beira Interior

    (UBI), assim como a formalizao do pedido, prazos e o reconhecimento do estatuto.

    So ainda regulamentados os direitos conferidos ao estudante, nomeadamente, e

    entre outros, regalias no regime de frequncia e avaliao, incluindo o acesso

    poca de exames especiais, a contagem de pontos para efeitos de prescrio, e ainda

    o texto base, em portugus e em ingls, a ser inserido no ponto 6.1 do Suplemento

    ao Diploma (SD).

    Artigo 1.

    mbito de aplicao

    1. O presente Regulamento disciplina a concesso de estututos decorrentes de

    situaes especficas dos estudantes da UBI, e aplicvel a todos os seus

    estudantes que frequentam os diferentes ciclos de estudos e o requeiram,

    quando necessrio.

    2. As situaes requeridas sero analisadas, tendo em conta o regime legal fixado

    ou pertinncia concedida pela UBI, sendo-lhes reconhecido o estatuto, prazos

    de formalizao e regras, caso-a-caso.

  • UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Covilh | Portugal

    Artigo 2.

    Concesso de Direitos decorrentes de situaes especficas

    1. Consideram-se abrangidos pelo presente Regulamento os estudantes que se

    enquadrem, dentro de cada ano/semestre acadmico, numa das seguintes

    situaes:

    a. Estudante atleta da UBI;

    b. Estudante agente desportivo de alto rendimento;

    c. Estudante bombeiro;

    d. Estudante com necessidades educativas especiais;

    e. Estudante dirigente associativo jovem;

    f. Estudante membro de rgo da UBI;

    g. Estudante finalista;

    h. Estudante integrado em atividades culturais da UBI ou com

    participao em atividades de reconhecido mrito universitrio;

    i. Estudante integrado em programas de mobilidade estudantil;

    j. Estudante militar;

    k. Estudante que ingresse ou tenha sido colocado aps o inicio das

    atividades letivas;

    l. Estudante em regime de voluntariado;

    m. Estudante beneficirio de regime de maternidade ou parentalidade;

    n. Trabalhador estudante.

    2. So ainda consideradas as seguintes situaes pontuais:

    a. Situao de doena;

    b. Situao de falecimento de cnjuge, parente ou afim at ao 3. grau

    na linha reta e 2. grau na linha colateral;

    c. Situao de necessidade de comparncia perante autoridade policial,

    judicial ou militar.

  • UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Covilh | Portugal

    Artigo 3.

    Formalizao do pedido

    1. O estudante que pretenda beneficiar de estatutos decorrentes de situaes

    especficas deve requer-lo, exclusivamente atravs do preenchimento de

    minuta prpria, disponibilizado para o efeito, on-line no Balco Virtual dos

    Servios Acadmicos da UBI (BVSA-UBI), com exceo dos estudantes nas

    situaes referidas nas alneas a), e) [pertencentes Associao Acadmica da

    UBI (AAUBI) ou a um Ncleo de Estudantes da UBI], f) a i) e k) que tal ficam

    dispensados.

    2. A anlise do estatuto, em cada caso, fica condicionada apresentao

    atempada on-line dos documentos indicados para cada situao, logo que

    exigidos, salvo nas situaes dispensadas para o efeito referidas no ponto

    anterior, por reconhecimento oficioso pelos Servios Acadmicos da UBI (SA-

    UBI), sendo necessrio nalguns casos o envio das listagens de estudantes por

    uma das seguintes entidades: AAUBI, Gabinete de Programas e Relaes

    Internacionais da UBI (GPRI-UBI), Ncleo de Estudantes da UBI, Provedoria do

    Estudante (PE), SASUBI (Servios de Ao Social da UBI), ou por outras

    entidades pblicas definidos na Seco II do presente Regulamento.

    3. O pedido de relevao de faltas s aulas, em sesses de contato cuja atividade

    no sejam consideradas pelo Diretor de Curso como imprescindveis, para a

    aquisio de competncias definidas para as unidades curriculares/ciclos de

    estudo, ou outras atividades, no mbito do processo de ensino-aprendizagem,

    acompanhada da respetiva justificao, ser formalizado junto do Secretariado

    do Departamento (SD) responsvel pelo ciclo de estudos em que o estudante se

    encontra inscrito, num prazo at 5 dias teis aps o impedimento, aps o qual

    far chegar cpia da mesma, por email ou outro meio eletrnico, junto do(s)

    docente(s) responsvel(eis) das unidades curriculares (UCs) devidas, num prazo

    at ao dia til seguinte, para conhecimento e eventual relevao das faltas

    justificadas.

  • UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Covilh | Portugal

    Artigo 4.

    Prazos para solicitao do estatuto

    1. O requerimento do estatuto referido nas alneas b) a e) [exceto os estudantes

    pertencentes Associao Acadmica da UBI (AAUBI) ou a um Ncleo de

    Estudantes da UBI], j), l) a n) do n. 1 do artigo 2., com exceo dos

    restantes casos do mesmo n., dispensados por conhecimento oficioso, deve

    ser feito no ato de inscrio ou no mximo at 30 dias consecutivos aps o

    incio do semestre respetivo.

    2. O requerimento do estatuto relativamente s situaes referidas no n. 2 do

    artigo 2. deve ser efetuado at 10 dias consecutivos aps o incio da situao

    que determinou a sua solicitao.

    3. Sero ainda aceites os pedidos referidos no n. 1 do artigo 2., num prazo at

    30 dias consecutivos aps o incio da situao, desde que o incio do perodo a

    que o pedido se refere no tenha ultrapassado 8 semanas letivas, aps incio

    dos semestres letivos a que respeitem.

    4. Nos casos em que cesse a situao conferente do estatuto durante o ano

    letivo, o estudante ter direito a manter os direitos do referido estatuto (no

    1. e/ou 2. semestre letivo), desde que a data do trmino ultrapasse as 8

    semanas letivas aps incio de cada um dos semestres letivos.

    5. O estudante pode ainda requerer o estatuto, em datas posteriores s

    regulamentadas, ficando sujeito ao pagamento de taxa suplementar pelo no

    cumprimentos de prazos.

    6. O processo formalizado por qualquer das entidades previstas no n.2 do artigo

    3. obedece aos mesmos prazos previstos nos nmeros 1 a 5 do presente

    artigo.

    Artigo 5.

    Avaliao e reconhecimento do estatuto

    1. O reconhecimento do estatuto em cada caso fica condicionado apresentao

    e entrega, pelo estudante, dos documentos originais, requeridos em cada

    caso, no Balco dos Servios Acadmicos (BSA-UBI), at 10 dias teis aps o

    despacho favorvel do pedido, sob pena daquele no lhe ser reconhecido.

  • UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Covilh | Portugal

    2. As situaes de reconhecimento condicionado, reconhecimento definitivo ou o

    seu no reconhecimento, sero comunicadas ao estudante atravs do

    endereo de correio eletrnico disponibilizado pelo estudante, bem como no

    endereo de correio eletrnico constante na rea do BVSA-UBI na rea

    pessoal, e sero do conhecimento do Diretor de Curso (DC) e docentes

    envolvidos nas atividades de ensino-aprendizagem do estudante no ano letivo

    respetivo.

    3. O no reconhecimento ou anulao do estatuto implicar a nulidade de todos

    os atos curriculares, entretanto praticados, e a cessao dos direitos de que o

    estudante beneficiaria, ao abrigo daquele estatuto.

    4. Os direitos concedidos pelo estatuto ao estudante no so cumulativos.

    Artigo 6.

    poca de exames especiais

    1. Tm direito a poca especial os estudantes que se encontram ao abrigo de

    regimes legalmente regulados, e/ou de situaes reconhecidas pela UBI, nos

    termos dos nos 1 e 2 do artigo 2., com o objetivo de promover o aumento do

    sucesso escolar, nomeadamente:

    a. O trabalhador estudante e o estudante militar, referidos nas alneas j)

    e n) do n. 1 do artigo 2., a todas as unidades curriculares (UCs) a que

    tenha estado inscrito no ano letivo decorrente;

    b. Nas situaes referidas nas alneas a) a f), h), k) a m) do n. 1 do artigo

    2., at duas unidades curriculares, desde que no excedam quinze

    unidades de crdito do Sistema Europeu de Transferncia e

    Acumulao de Crditos (ECTS) no total, ou at uma unidade curricular

    com um volume de trabalho superior a quinze unidades de crdito

    ECTS;

    c. Nas situaes referidas no n. 2 do artigo 2., at duas UCs, desde que

    no excedam quinze ECTS no total, ou at uma UC com um volume de

    trabalho superior a quinze ECTS;

    d. Na situao referida na alnea g) do n. 1 do artigo 2., aqui

    considerado para os devidos efeitos como aquele que tenha por

  • UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Covilh | Portugal

    concluir at duas UCs, desde que no excedam quinze ECTS no total,

    ou at uma UC com um volume de trabalho superior a quinze ECTS,

    podendo requerer exames dessas UCs de forma a concluir o ciclo de

    estudos;