Design prova de futuro & Canvas de Gerao de Plataforma

Download Design  prova de futuro & Canvas de Gerao de Plataforma

Post on 21-Oct-2014

925 views

Category:

Design

2 download

DESCRIPTION

Esta apresentao foi feita como uma introduo de um workshop sobre a Canvas de Gerao de Plataforma durante o Barcelona Design Thinking Week no Elisava Design School. O objetivo do Canvas ajudar as pessoas disear Plataformas e Ecossistemas. O Canvas uma bifurcao do Canvas de Gerao de Modelos de negcio A Plataforma Projeto Canvas est atualmente em Editar ao vivo aqui http://goo.gl/wz615 Contexto: http://meedabyte.com/2013/06/26/the-platform-design-canvas-a-tool-for-business-design/

TRANSCRIPT

Diapositiva 1

Design prova de futuro

Ideias para projetar negocios (e produtos) resilientes, durveis e significativos

Simone Cicero meedabyte.com/@meedabyte Barcelona Design Thinking Week 13

crise

Demandas per capita

Uso/disponibilidade global

total uma confuso de idias supor que o uso

econmico de recursos equivalente a um consumo

menor.

O contrrio sim, verdadeiro.

William Stanley Jevons

Ns poderamos ter esperado

Uma crise qualquer evento que esperado, ou levado a uma situao instvel e perigosa, afetando um indivduo, grupo, comunidade, ou toda a sociedade. As crises so amaldioadas como mudanas negativas nos assuntos de segurana, economia, poltica, sociais ou ambientais, especialmente quando eles ocorrem abruptamente, com pouco ou nenhum aviso. Numa interpretao mais livre, um termo que significa uma poca desafiadora' ou um evento emergencial'.

*Este o nosso pas Ns vamos ocup-lo Estas so nossas ruas Ns vamos ocup-las. Ns estamos aqui. Ns estamos crescendo. Ns somos os 99%

*Os tumultos em Estocolmo deixam na fumaa os sonhos de uma sociedade perfeita na Sucia Uma semana de distrbios na capital da Sucia testou a reputao de tolerncia da nao Escandinava. Reportagem de Colin Freeman.

#occupygezipark

Um choque de vises

Um choque de poderes

Em uma poca em que as tecnologias reduziram drasticamente a escala eficiente de produo, o capital, em vez de se adaptar a essa realidade, se desviou em direo opacidade de securizao e vendas curtas em larga escala.

David De Ugarte, Las Indias

Despropriedade

De Albert Canigueral, http://www.consumocolaborativo.com/

Um discurso global

Os impactos das mudanas climticas do ltimo ano custaram Unilever mais de 200M. Mesmo que voc possa ignorar isto, voc no pode ignorar o crescimento das mdias sociais, que sero implacveis com os negcios que so julgados por fazerem um local pior, e no melhor. Existem muitas companias que esto acordando e percebendo que eles podem estar dentro do contexto, desenvolvendo solues, blindando seus negcios contra o futuro, estreitando laos com seus consumidores e conquistando novos.

Paul Polman CEO Unilever

No h como se esconder

De fato, a moralidade se tornou seu produto mais poderoso, forjando uma conexo duradoura com os constituintes pela sua competio ao se comportar.

Tim Leberecht CMO Frog Design

Houve uma poca em que voc podia projetar produtos idiotas, ineficientes,

absurdos, e ser bem sucedido.

Agora, voc no pode.

Projetando produtos para o

presente

tem essa complexidade

A Apple lanou a appstore, fazendo do

telefone uma plataforma para inovao de uso

10 de julho de 2008

Chega de produtos monolticos

Modularidade Customizao Hackabilidade

pioneiros

Faa & Venda

tools

Contextos/Canais Facilitados

Faa voc mesmo (e talvez venda)

Nahia: um biquini customizvel!

Permita que as pessoas criem para

outras pessoas (que podem fazer e vender)

Produtores-colaboradores

Um passo frente: o direito de acessar

isto no mais o suficiente

https://www.youtube.com/watch?v=E6rwQy75U8M Freekea

INOVAO: para onde ir?

Centralizado na Comunidade

Centralizado no usurio

co-criao

No mais apenas uma palavra bonita para se utilizar no

trabalho

Ns levamos a srio o que a nossa comunidade pensa de ns. um desafio ouvir a comunidade e tentar evoluir a partir disso. Ns aprendemos h muito tempo que, apesar de no podermos fazer todos felizes, ns deveramos ouvir o maior nmero possvel de pessoas. Nosso trabalho escolher o melhor caminho para sustentar essa comunidade. Eu posso te dar muitos exemplos em que nossa intuio nos disse uma coisa e a comunidade nos empurrou para uma outra direo, melhor.

Nathan Seidle, Fundador do Sparkfun

o melhor caminho para apoiar aquela comunidade

A arte de criar softwares e construir novas coisas comeou a ser celebrada nestas hackatons (maratonas de programao).

Onde existia uma hackathon, l estava a Twilio.

Jeff Lawson, CEO/Cofundador da Twilio

Deixando a comunidade direcionar

Ok, mas como?

identificar comportamentos

transaes relaes

observar novas mudanas de mercado

criao de capital social

facilitar interao e troca de valores

Atravs de canais

Uma plataforma

Uma plataforma que garante liberdade para permitir aos indivduos que adicionem valor.

Indivduos fazem mudanas e transaes.

Canais so fornecidos para facilitar.

Casos de Inovao de Uso acontecem no nvel dos usurios.

A criao de novos e melhores canais so a misso da parte que cuida das plataformas.

Illustrao feita por Simon Wardley - blog.gardeviance.org

ILC Cycle

Vamos supor que voc seja um fornecedor de servios de infraestrutura de informtica e um destes novos servios de sistemas de alta qualidade (p.ex. Sistemas big data construdos com hadoop) comeassem a se difundir voc poderia detectar esta difuso quase que em tempo real e por isso decidir rapidamente como comoditizar qualquer nova atividadeneste caso introduzindo algo como o Amazon Elastic Map Reduce (servio de armazanagem de arquivos em nuvem). Naturalmente, voc seria acusado de engolir o ecossistema se voc fizesse isso repetidas vezes, mas ao mesmo tempo o seu novo componente de servios iria ajudar este ecossistema a crescer e criar novos servios de alta qualidade.

Simon Wardley, a partir de blog.gardeviance.org

Quanto mais um jogador tem acesso direto base se consumo, mais ele iria comoditizar e repetir os ciclos ILC, ficando frente em novas ofertas de produtos.

Inovar as plataformas consiste em:

Comoditizao vs Massificao

Centralizadonas massas

Centralizado na comunidade

+

Capital distribudo quer dizer menor

interesse em renda

inerentemente aberto

Riscos em vatagem

competitiva

inovao compartilhada

Abertura uma estratgia resiliente

Sustentabilidade sobre descobrir como estar no mercado para sempre, evitando a tentao de dar um passo maior do que as prprias pernas, maximizar o equilbrio do lucros com o gasto de riqueza a longo prazo. sobre adaptar os negcios dinmica de mudanas do mercado. sobre construir uma equipe e uma cultura que possam sobreviver e continuar em frente.

Fred Wilson, VC

empresas so comunidades

Comunidades podem ser produtos

Communities are companies

Dentro da empresa, por outro lado, todos ns fazemos o papel que cabe ao trabalho que est em nossa frnete. Todos so designers. Todos podem questionar o trabalho do outro. Qualquer um pode recrutar o outro para o seu projeto. Todos precisam funcionar como estrategistas, o que realmente significa descobrir como fazer o que certo para nossos clientes. Todos ns nos envolvemos em anlises, medies, previses, avaliaes. A partir do livro Valves Handbook for new Employees

No apenas sobre design de produtos, tambm sobre

dedign de empreendimentos

a empresa o produto

veja-a como uma plataforma

1. Permita a criao de valores 2. Facilite a troca de valores

3. Extraia valores justos 4. Escute as comunidades

Canvas de Gerao de Plataforma

Uma bifurcao do Canvas de Gerao de Modelos de negcio

Este trabalho uma bifrucao da Canvas de Gerao de Modelos de Negcios, por Alex Osterwalder (http://www.businessmodelgeneration.com) e licenciado sob a Creative Commons Attribution-Share Alike 3.0 Unported License , Para ver uma cpia desta licena, visite http://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/. Canvas de Gerao de Plataforma est em edio ao vivo em http://goo.gl/wz615 Por favor d feebacks

Para ser utilizado:

Design com ecossistemas em mente Identificar contextos de valor de criao

Identificar segmentos comunitrios e agentes Identificar oportunidades (emergindo em

transaes.) Criar novos canais

Identificar servios de suporte comunidade Identificar elementos de mudana

Quais segmentos de indivduos esto presentes no ecossitema? Eles poderiam ser produtores, consumidores ou agentes que fazem ambos os papis

Como o valor criado? De que formas?

Quais so as transaes recorrentes entre os segmentos de indivduos que esto compondo o ecossistema?

Atravs de quais canais os segmentos de indivduos entram em contato e executam transaes?

Como feita a troca de valores e em quais formas?

Como as principais partes interessadas esto contribuindo para a operao e misso da plataforma?

Quais servios esto disponveis para que a comunidade apie a criao dos valores?

Quais so os componentes chave da plataforma? (recursos, formatos, infraestrutura)

Onde est o valor extrado e em quais formas?

Exemplos

iOS

App store

Developers

Indie studios

Dev houses

App purchase

App review

App recommen.

App store

IDE

App checking

Promotions

Apple

AD network

Payment GW

New Use Cases

Cash flows for

devs

Brand visibility

Ad interaction

Users

Tech Firms

SMBs

WWDC

30% fee on transactions Apps purchase / Money Reviews / Cred

IDE access fee

Wordpress

Developers

Bloggers

Agencies

Wp.org

Wordpress SW

Wordcamp

Runnnig Wp.org

Wordpress

New Use Cases

Brand visibility

Starting a blog

Fees for services WP.com upgrades / Money Reviews / Cred

Tech Firms

Premium Theme

purchhase

wp.com

Purchases on

Third party shops

Upgrading a blog

Wp.com

Third Party

marketplaces

Personalized L&F Third party

stores/ecosystem

Browser

providers

Developers

WP backends

LAMP Stack

WP.com Theme upgrades / Money Free Code

Primeiro teste do #Pdcanvas

@Barcelona Design Thinking Week 2013:

Projetando uma plataforma para a

socializao de jogos tradicionais

Obrigado! matenha contato!

@meedabyte workshops & consulting

Agradecimentos especiais para:

http://www.flickr.com/photos/monkeyatlarge/16645379/sizes/l/in/photostream/

Ana Lcia Cava Bacharel em Moda e trabalha na rea h 9 anos, tendo durante este tempo trabalhado em desenvolvimento de tecidos e modelagem para marcas como Idice, Osklen, Reserva e Vide Bula, e desenvolveu colees para Marisa, Renner, e marcas menores. diretora executiva e redatora da revista Passarella, primeira revista de moda e comportamento da cidade de Joinville-SC (atualmente em reformulao). Ainda deu aulas em instituies locais e no SENAI, assim como palestras. Atualmente desenha a marca masculina da Lunender, uma das maiores confeces do sul do Brasil, e faz projetos paralelos nas reas de moda e Design Grfico.

Ana Lcia Cava has a Bachelors degree in Fashion Design and works in this field for nine years. In this time has worked in fabrics and shaping design for brands like Idice, Osklen, Reserva and Vide Bula, and developed collections for Marisa and Renner, as for smaller brands. Is also Executive Director and writes for Passarella, first fashion and lifestyle magazine of Joinville-SC-Brazil (currently being reformulated). Has yet given classes in local school and at SENAI, one of the greatest brazilian techical institutions, and also given external lectures. Is currently designing the male collection of Lunender, one of the largest textiles factory in the south of Brazil, and also doing parallel projects in fashion and graphic design.

Portfolio: http://www.behance.net/analuciacava Facebook: Ana Lcia Cava Twitter: @ana__lolla Linkedin: Ana Lcia Cava Pinterest: analolla

Translated into Portuguese by Ana Lcia Cava, brazilian fashion designer who believes design is in everything

and everyone.

Traduzido para o portugus por Ana Lcia

Cava, estilista que acredita que o design est em tudo e todos.