desenho tecnico | tecnoblogue 2011

Download Desenho tecnico | tecnoblogue 2011

Post on 11-Jul-2015

7.101 views

Category:

Education

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Educao Tecnolgica | 2010/2011

    Marco Correia http://tecnoblogue.blogspot.com/ 1

    Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/

    DESENHO TCNICOEducao Tecnolgica

    Prof. Marco Correiahttp://tecnoblogue.blogspot.com/

    Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/

    Desenho Tcnico 2

    ndice

    1. Conceitos e normas sobre desenho tcnico

    2. Projeces ortogonais mtodo europeu | 3 vistas

    3. Exemplos

    4. Lista de material

    5. Referncias

    Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/

    DESENHO TCNICOConceitos e normas.

    Prof. Marco Correiahttp://tecnoblogue.blogspot.com/

    Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/

    Desenho Tcnico 4

    Quando algum quer transmitir um recado, pode utilizar a fala ou passar seus

    pensamentos para o papel na forma de palavras escritas. Quando algum desenha,

    acontece o mesmo. A escrita, a fala e o desenho representam ideias e

    pensamentos.

    O profissional que planeia a pea/objecto o projectista.

    Primeiro ele imagina como a pea deve ser.

    Depois representa suas ideias por meio de um esboo, isto , um desenho

    tcnico mo livre. O esboo serve de base para a elaborao do desenho

    preliminar.

    Depois de aprovado, o desenho que corresponde soluo final do projecto

    ser executado pelo projectista.

    O desenho tcnico definitivo contm todos os elementos necessrios sua

    compreenso.

    O Que o Desenho Tcnico?

    Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/

    Desenho Tcnico 5

    O desenho tcnico, tal como ns o entendemos hoje, foi desenvolvido

    graas ao matemtico francs Gaspar Monge (1746-1818).

    O Que o Desenho Tcnico?

    em Superfcies planas (2D2D)

    comprimento e largura

    Representar objectos com 3 dimenses3 dimenses

    comprimento, largura e altura

    Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/

    Desenho Tcnico 6

    Desenho Tcnico Conjunto deregras e normas que visamsistematizar a representao

    grfica de objectos de forma

    exacta, completa e inequvoca.

    Desenho Artstico Permitegraus de subjectividade

    associada criao artstica,sem preocupaes de definio

    efectiva dos objectos

    Desenho tcnico / Desenho artstico

  • Educao Tecnolgica | 2010/2011

    Marco Correia http://tecnoblogue.blogspot.com/ 2

    Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/

    Desenho Tcnico 7

    NP Normas Portuguesas

    EN Normas Europeias

    ISO Normas internacionais (Organizao Internacional de Normalizao)

    Objectivos da normalizao

    Permitir a circulao de desenhos e projectos por pessoas de nacionalidades

    diferentes;

    Simplificar processos de produo (economia de esforos, materiais,

    energias);

    Unificar as caractersticas dos diversos objectos (facilitar substituio).

    OBS.

    Muitas normas so a conjugao de vrias siglas por ex. NP EN ISO o que indicaque se trata de uma transposio para o sistema normativo nacional de uma normainternacional.

    Normas (pg. 79)

    Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/

    Desenho Tcnico 8

    Dimenses do Papel

    (NP481968)

    Dimenses do papel

    Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/

    Desenho Tcnico 9

    Margens (NP EN ISO 5457:2002):

    Vamos adoptar

    20 mm: margem esquerda

    10 mm: margens direita, superior e inferior

    Margens

    Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/

    Desenho Tcnico 10

    Tipos de linhas

    Designao (tipo e espessura)

    Exemplo de utilizaoExemplo de execuo

    Trao contnuo grosso - Arestas e contornos visveis ____

    Trao contnuo fino

    -Linhas de cota-Linhas de chamada

    -Linhas de referncia-Tracejadas

    -Construes geomtricas auxiliares

    -Contornos e arestas fictcias

    _______

    Trao interrompido - Arestas e linhas de contorno encobertas ------------

    Trao misto fino

    -Eixos e traos de planos de simetria-Posies extremas de peas mveis

    -Zonas situadas frente de um plano de corte

    Tipos de linhas e grupos de traos (NP62:1961)

    Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/

    Desenho Tcnico 11

    Escrita normalizada

    Tipos de escrita normalizada:

    NP EN ISO 3098-0:2002NP EN ISO 3098-2:2002

    De eixo vertical ou redonda De eixo inclinado a 75 ou cursiva

    ABCDEFGHabcdefg1234

    ABCDEFGHabcdefg1234

    Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/

    Desenho Tcnico 12

    LEGENDA SIMPLES- NP-204 (1968)Adaptada para utilizao na sala de aula - exemplo

    Zona 1 designao do ttuloZona 2 indicaes complementares do ttuloZona 3 responsveis pela verificao do projectoZona 4 entidade que executa ou promove o desenhoZona 5 nmero de registo de desenho (X de Y)Zona 6 responsveis e executantes do projecto / data de concluso (dd/mm/aaaa)Zona 7 escala de execuo do desenhoZona 8 unidades (cotas)

  • Educao Tecnolgica | 2010/2011

    Marco Correia http://tecnoblogue.blogspot.com/ 3

    Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/

    Desenho Tcnico 13

    Escalas (pg. 81)

    Categoria Escalas (NP EN ISO 5455:2002)

    Escalas de reduo

    1:21:201:200 1:2000

    1:51:501:5001:5000

    1:101:1001:1000 1:10000

    Escala real ou natural 1:1

    Escalas de ampliao 2:120:1

    5:150:1

    10:1100:1

    ESCALA: Relao entre uma dimenso no desenho e a correspondentedimenso real do objecto representado.

    (mr) real medida

    (md) desenho medida escala

    md=mr Escala real ou natural

    md>mr Escala de Ampliao

    md

  • Educao Tecnolgica | 2010/2011

    Marco Correia http://tecnoblogue.blogspot.com/ 4

    Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/

    Desenho Tcnico 19

    Objectivo:

    Representar peas tridimensionais (3D) num plano (2D).

    Princpios de posicionamento:

    Observador objecto plano de projeco.

    Representao:

    O centro de projeco (observador) encontra-seinfinitamente afastado do objecto e do plano de projeco.

    Os raios visuais (linhas projectantes) tm direcoortogonal em relao ao plano de projeco, isto , formamcom o plano um ngulo de 90.

    As dimenses da projeco so iguais s do objecto.

    Projeces ortogonais

    Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/

    Desenho Tcnico 20

    Vista de frente alado principal *

    1

    2

    3

    4

    5

    6

    7

    8

    Vista de frente(Alado principal)

    1

    2

    Raio projectante

    1. Colocar o plano de projeco atrsda pea, paralelo face.

    2. Projectar cada vrtice passando porele um raio projectante. O ponto

    projectado obtm-se onde o raio

    projectante corta o plano deprojeco

    3. Unindo os vrtices obtemos a

    projeco das arestas da pea.

    4. Unindo as arestas obtemos a

    projeco das faces da pea.

    Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/

    Desenho Tcnico 21

    Vista de cima Planta *

    1

    2

    3

    4

    5

    6

    7

    8

    Vista de cima (Planta)

    34

    56

    1. Colocamos o plano deprojeco debaixo da pea,

    paralelo face.

    2. Projectamos cada vrtice

    passando por ele um raioprojectante. O ponto

    projectado obtm-se onde o

    raio projectante corta oplano de projeco

    3. Unindo os vrtices obtemos aprojeco das arestas da

    pea.

    4. Unindo as arestas obtemos a

    projeco das faces da pea.

    Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/

    Desenho Tcnico 22

    Vista lateral perfil *

    1

    2

    3

    4

    5

    6

    7

    8

    PLANO DE

    PERFIL DIREITO

    7

    1. Colocamos o plano deprojeco debaixo da pea,

    paralelo face.

    2. Projectamos cada vrtice

    passando por ele um raioprojectante. O ponto

    projectado obtm-se onde o

    raio projectante corta oplano de projeco

    3. Unindo os vrtices obtemos aprojeco das arestas da

    pea.

    4. Unindo as arestas obtemos aprojeco das faces da pea.

    Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/

    Desenho Tcnico 23

    1

    2

    45

    6

    3

    1

    2

    3

    45

    6

    7

    78

    Vista de frente (ALADO PRINCIPAL

    Vista lateral (PLANO DE PERFIL)

    Vista de Cima (PLANTA)

    Terminado o processo

    de projeco obtm-se

    as trs vistas sobre os

    planos correspondentes.

    Raio projectante

    3 vistas *

    Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/Marco Correia | http://tecnoblogue.blogspot.com/

    Desenho Tcnico 24

    3 vistas um processo

    1

    2

    4 5 6

    3

    7

    1

    2

    3

    45

    6

    7

    8

    VISTA DE FRENTE

    VISTA DE CIMA

    VISTA DE PERFIL

    451

    2

    4 5 6

    3

    7

  • Educao Tecnolgica | 2010/2011

    Marco Correia http://tecnoblogue.blogspot.com/ 5