Desenho Técnico

Download Desenho Técnico

Post on 22-Jun-2015

124 views

Category:

Documents

6 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<p>TTULO DA APRESENTAO (CAIXA ALTA) NOME DA REA OU CAMPUS RESPONSVEL PELA APRESENTAO (TUDO EM CAIXA ALTA)Rio de Janeiro, xx de xxxxxxxxx de xxxx (caixa alta e baixa) TCNICO EM SEGURANA DO TRABALHO 2 CURSOS TCNICOS ESTCIO Nome da rea INTRODUO AO ESTUDO DO DESENHO TCNICO TCNICO EM SEGURANA DO TRABALHO Nome da rea Padronizaodos Desenhos Tcnicos Definio de Desenho Tcnico Odesenhotcnicoumaformadeexpressogrfica quetemporfinalidadearepresentaodeforma, dimensoeposiodeobjetosdeacordocomas diferentesnecessidadesrequeridaspelasdiversas modalidades de engenharia e tambm da arquitetura.Nome da rea Padronizaodos Desenhos Tcnicos Nome da rea Padronizaodos Desenhos Tcnicos </p> <p>Conhecendo-seametodologiautilizadaparaelaboraodo desenho bidimensional possvel entender e conceber mentalmente a forma espacial representada na figura plana.Nome da rea Padronizaodos Desenhos Tcnicos O que Viso Espacial Viso espacial um dom que, em princpio todos tm, dacapacidadedepercepomentaldasformas espaciais.Percebermentalmenteumaformaespacial significaterosentimentodaformaespacialsemestar vendo o objeto.Nome da rea Padronizaodos Desenhos Tcnicos Nome da rea Padronizaodos Desenhos Tcnicos A Origem do Desenho Tcnico Arepresentaodeobjetostridimensionaisem superfcies bidimensionais evoluiu gradualmente atravs dos tempos. Conforme histrico feito por HOELSCHER, SPRINGER E DOBROVOLNY (1978) um dos exemplos maisantigosdousodeplantaeelevaoestincludo nolbumdedesenhosnaLivrariadoVaticano desenhado por Giuliano de Sangalo no ano de 1490.Nome da rea Padronizaodos Desenhos Tcnicos NosculoXIX,comaexplosomundialdo desenvolvimentoindustrial,foinecessrionormalizara formadeutilizaodaGeometriaDescritivapara transform-lanumalinguagemgrficaque,anvel internacional, simplificasse a comunicao e viabilizasse o intercmbio de informaes tecnolgicas.Destaforma,aComissoTcnicaTC10da InternationalOrganizationforStandardizationISO normalizouaformadeutilizaodaGeometria Descritivacomolinguagemgrficadaengenhariaeda arquitetura, chamando-a de Desenho Tcnico. Nome da rea Padronizaodos Desenhos Tcnicos Nosdiasdehojeaexpressodesenhotcnico representatodosostiposdedesenhosutilizadospela engenhariaincorporandotambmosdesenhosno- projetivos (grficos, diagramas, fluxogramas etc.).Nome da rea Padronizaodos Desenhos Tcnicos Tipos de Desenho TcnicoO desenho tcnico dividido em dois grandes grupos:Desenho projetivo So os desenhos resultantes de projees do objeto em umoumaisplanosdeprojeoecorrespondems vistas ortogrficas e s perspectivas. Nome da rea Padronizaodos Desenhos Tcnicos Desenho Projetivo Nome da rea Padronizaodos Desenhos Tcnicos Tipos de Desenho TcnicoDesenho no-projetivo Namaioriadoscasoscorrespondeadesenhos resultantesdosclculosalgbricosecompreendemos desenhos de grficos, diagramas etc. Nome da rea Padronizaodos Desenhos Tcnicos Tipos de Desenho TcnicoNome da rea Padronizaodos Desenhos Tcnicos Desenhos Projetivos Projetoefabricaodemquinas,equipamentosede estruturas nasindstriasdeprocessoedemanufatura(indstrias mecnicas,aeroespaciais,qumicas,farmacuticas, petroqumicas, alimentcias etc.).Projetoeconstruodeedificaescomtodososseus detalhamentos eltricos, hidrulicos, elevadores etc.. Nome da rea Projetoeconstruoderodoviaseferrovias mostrandodetalhesdecorte,aterro,drenagem,pontes, viadutos etc..Projetoemontagemdeunidadesdeprocessos, tubulaesindustriais,sistemasdetratamentoe distribuiodegua,sistemadecoletaetratamentode resduos. Padronizaodos Desenhos Tcnicos Desenhos Projetivos Nome da rea Representao de relevos topogrficos e cartas nuticas. Desenvolvimento de produtos industriais.Projetoeconstruodemveiseutilitrios domsticos.Promoodevendascomapresentaode ilustraes sobre o produto.Desenhos Projetivos Padronizaodos Desenhos Tcnicos Nome da rea Padronizaodos Desenhos Tcnicos Formas de Elaborao e Apresentao do Desenho Tcnico Nas reas de atuao das diversas especialidades de engenharias, osprimeirosdesenhosquedaroincioviabilizaodasideias so desenhos elaborados mo livre, chamados de esboos.Apartirdosesboos,jutilizandocomputadores,soelaborados osdesenhospreliminaresquecorrespondemaoestgio intermedirio dos estudos que so chamados de anteprojeto. Nome da rea Padronizaodos Desenhos Tcnicos O Desenho Tcnico e a Segurana do TrabalhoNome da rea 21 A Padronizao dos Desenhos Tcnicos TCNICO EM SEGURANA DO TRABALHO A Padronizao dos Desenhos Tcnicos Odesenhotcnico,mesmopresopornormaseprocedimentos necessita que o projetista use sua criatividade para mostrar com clareza todos os aspectos, sem deixar dvidassobre suas suas idias. Apessoaqueestlendoprecisacompreenderossmbolos bsicosutilizadosparasimplificaralinguagemgrfica,utilizando o mximo de detalhes possveis. A Padronizao dos Desenhos Tcnicos Para transformar o desenho tcnico em uma linguagem grfica foi necessriopadronizarseusprocedimentosderepresentao grfica. Essapadronizaofeitapormeiodenormastcnicas seguidaserespeitadas.Dependendodombitodoseuprojeto, vocpoderencontrarnormasinternacionais,nacionaisou internas de sua empresa que visam padronizar os desenhos. A Padronizao dos Desenhos Tcnicos So guias para padronizao de procedimentos.CaberessaltarqueNormasnosoleis.O profissional pode no se prender a todos os aspectos da norma, mas dever se justificar e responsabilizar-se por isso. Normas A Padronizao dos Desenhos Tcnicos Nome da rea 25 esto em consonncia com as normas internacionais aprovadas pela ISO (International Organization for Standardization). As normas tcnicas que regulam o desenho tcnico so: editadas pela ABNT (Associao Brasileira de Normas Tcnicas); registradas pelo INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Normalizao e Qualidade Industrial) como normas brasileiras -NBR e; A Padronizao dos Desenhos Tcnicos Cadapaselaborasuasnormastcnicaseestasso acatadasemtodooseuterritrioportodososqueesto ligados, direta ou indiretamente, a este setor. Asnormastcnicassoresultantesdoesforocooperativo dosinteressadosemestabelecercdigostcnicosque regulemrelaesentreprodutoreseconsumidores, engenheiros, empreiteiros e clientes.A Padronizao dos Desenhos Tcnicos NoBrasilasnormassoaprovadaseeditadaspelaAssociao Brasileira de Normas Tcnicas ABNT, fundada em 1940. 27 A Padronizao dos Desenhos Tcnicos Asprincipaisnormasaplicadasaodesenhotcnicono Brasil so as seguintes: NBR 10647 - DESENHO TCNICO NORMA GERAL; NBR 10068 - FOLHA DE DESENHO LAY-OUT E DIMENSES; NBR 13142. 28 A Padronizao dos Desenhos Tcnicos Parafavorecerodesenvolvimentodapadronizao internacionalefacilitarointercmbiodeprodutose serviosentreasnaes,osrgosresponsveispela normalizaoemcadapas,reunidosemLondres, criaramem1947aOrganizaoInternacionalde Normalizao(InternationalOrganizationfor Standardization ISO). Nome da rea 30 Normas da ABNT Normas da ABNT 31 NBR 10647 DESENHO TCNICO NORMA GERAL O objetivo definir os termos empregados em desenho tcnico.Normas da ABNT 32 A norma define os tipos de desenho da seguinte forma:- Quanto ao graude elaborao (Esboo, Desenho Preliminar e Definitivo); - Quanto ao grau de pormenorizao (Desenho de Detalhes e Conjuntos);- Quanto tcnica de execuo ( mo livre ou utilizando computador). Normas da ABNT 33 Quanto ao grau de elaborao (Esboo, Desenho Preliminar e Definitivo) Normas da ABNT 34 Quanto ao grau de pormenorizao (Desenho de Detalhes e Conjuntos);Normas da ABNT 35 Quanto tcnica de execuo ( mo livre ou utilizando computador). Normas da ABNT NBR 10068 FOLHA DE DESENHO LAY-OUT E DIMENSES Oobjetivopadronizarasdimensesdasfolhasutilizadasna execuo de desenhos tcnicos e definir seu lay-out com suas respectivas margens e legenda. DIMENSES DAS FOLHASNormas da ABNT Normas da ABNT LAY-OUT COM SUAS RESPECTIVAS MARGENS E LEGENDA. 39 LAY-OUT COM SUAS RESPECTIVAS MARGENS E LEGENDA. Normas da ABNT Normas da ABNT FORMATOS E DIMENSES DA FOLHA Normas da ABNT LEGENDA 42 Normas da ABNT FORMATOS E DIMENSES DA LEGENDA NBR 13142 DESENHO TCNICO DOBRAMENTO DE CPIAS Normas da ABNT Fixa a forma de dobramento de todos os formatos de folhas de desenho. Para facilitar a fixao em pastas, eles so dobrados at as dimenses do formato A4. 44 Normas da ABNT Normas da ABNT Normas da ABNT Normas da ABNT NBR10582 - Legenda Alegendade umdesenhotcnicodeveconteras seguintes informaes: 1. Ttulo do desenho; 2. Nmero; 3. Escala ; 4. Firma; 5. Data e nome; 6. Material, normas, dimenses Normas da ABNT Normas da ABNT Ttulo do desenho NmeroEscalaFirma Data e nome Material,normas,dimenses NBR 8402 - Caligrafia Tcnica Umdosmaisimportantesrequisitosdosdesenhos tcnicos a caligrafia tcnica. Normas da ABNT Ela busca sempre uma escrita simples, perfeitamentelegvelefacilmente desenhvel.Comoobjetivodeevitarprejuzosnaclarezadodesenhoeminimizarapossibilidadedeinterpretaes erradas,fixou-seascaractersticasdeescritaem desenhos tcnicos.Normas da ABNT Legibilidade e Uniformidade so as principais exigncias na escrita em desenhos tcnicos.Normas da ABNT Para escrever mo livre, necessrio traar linhas-guias horizontais (para manter os caracteres com altura uniforme). Dessa forma, a escriturao nunca se apoia nas linhas do prprio desenho.Caractersticasde escrita em desenhos tcnicos Letras e algarismos soinclinados para adireita, Normas da ABNT Caractersticasde escrita em desenhos tcnicos Formandoumngulode75 grauscom alinha horizontal Caractersticasde escrita em desenhos tcnicos Normas da ABNT Normas da ABNT Caractersticasde escrita em desenhos tcnicos CURIOSIDADE: Segundo o NBR 6492/1994 da ABNT, a dimenso das entrelinhas no deve ser inferior a 2 mm e as letras e cifras das coordenadas devem ter altura de 3 mm.Tipos de linhas Aslinhasdequalquerdesenhodevem serfeitastodasalpisouananquim,uniformementenegras,densase ntidas.Normas da ABNT Sonecessriastrs espessurasdelinhas: grossa, mdia, fina. Mdia demetadedaespessurada grossa, Normas da ABNT Grossa deespessuralivre,Fina commetadeda espessurada mdia. Tipos de linhasNormas da ABNT Normas da ABNT So de espessura grossa e de trao contnuo.Linhas para arestas e contornos visveis: Normas da ABNT So de espessura mdia e tracejadasLinhas para arestas e contornos no visveis Normas da ABNT Sodeespessuramdia,traocontnuoesinuosoeservem para indicar pequenas rupturas e cortes parciais.Para rupturas curtasNormas da ABNT Normas da ABNT Para rupturas longas So de espessura fina, trao contnuo e com zigue-zague. Normas da ABNT Linha de centro e eixo de simetria So de espessura fina, e formada por traos e pontos. Normas da ABNT EXERCCIOS 1.Complete os espaos abaixo com o alfabeto e letras tcnicas.Normas da ABNT Normas da ABNT Linhas de Representao Linhas de contorno: contnuas . A espessura varia com a escala e a natureza do desenho. A espessura 0,6 mm (indicada no exemplo a seguir) refere-se s espessuras de canetas nanquins. Ao utilizar a lapiseira como instrumento de desenho, esta linha pode ser desenhada com grafite 0,7 mm ou 0,9 mm. Usualmente elas indicam linhas de contorno em corte. Linhas de contorno contnuas. Normas da ABNT A linha contnua mais fina (caneta nanquim de 0,4 mm) deve ser usada para linhas que esto em vista. Essa espessura equivale ao grafite de espessura 0,5 mm. Linhas de Representao Linha contnua mais fina. Nome da rea Normas da ABNT Linhas de Representao Linhas situadas alm do plano do desenho: tracejadas Equivale ao grafite de 0,5 mm de espessura. Linhas tracejadas. Nome da rea Normas da ABNT Linhas de Representao Linhas de projeo: trao e dois pontos. A espessura dessa linha depende do valor da projeo. Usualmente utiliza-se a mesma espessura das linhas de contorno. Para caneta nanquim, a norma indica espessura de 0,2 mm, que equivale ao grafite 0,5 mm. Linhas de projeo. Nome da rea Normas da ABNT Linhas de Representao Linhas de eixo ou coordenadas: trao longo e ponto. Essas linhas demarcam tambm a simetria do objeto desenhado. So firmes, definidas e podem ser executadas com lapiseira 0,3 mm (correspondente espessura de 0,2 mm da caneta nanquim). Linhas de eixo ou coordenadas Nome da rea Normas da ABNT Linhas de Representao Linhas de cotas: contnuas. So firmes, definidas, porm com espessura de grafite 0,3 mm. Incluem-se as linhas de chamadas, que compem a execuo da cota. Linhas de cotas contnuas Nome da rea Normas da ABNT Unhas auxiliares: contnuas. Essas linhas so desenhadas com caneta nanquim 0,1 mm ou com grafite 0,3 mm. So tambm chamadas de linhas de construo. Devem ser desenhadas com trao o mais leve possvel e no precisam ser apagadas do desenho final. Linhas de Representao Linhas auxiliares contnuas Nome da rea Normas da ABNT Linhas de interrupo de desenho: mesmo valor que as linhas de eixo Linhas de Representao Linhas de interrupo de desenho Nome da rea PROJETO ARQUITETNICO Nome da rea PROJETO ARQUITETNICO MONTAGEM GRFICA DE UM PROJETO Oprojetorelativoaqualquerobradeconstruo, reconstruo,acrscimoemodificaodeedificao,constar, conforme a prpria natureza da obra que se vai executar, de uma srie de desenhos: Nome da rea PROJETO ARQUITETNICO Nome da rea PROJETO ARQUITETNICO Plantascotadasdecadapavimento,dotelhadoedas dependnciasaconstruir,modificarousofreracrscimo. Nessas plantas devem ser indicados os destinos e reas de cada compartimento e suas dimenses. Nome da rea Plantas cotadasPROJETO ARQUITETNICO Nome da rea PROJETO ARQUITETNICO Desenho da elevao ou fachada ou fachadas voltadas para vias pblicas. Numlotedemeiodequadraobrigatriaarepresentao deapenasumafachada.Nocasodelotedeesquina obrigatria a representao de pelo menos duas fachadas. Nome da rea PROJETO ARQUITETNICO Desenho da elevaoNome da rea PROJETO ARQUITETNICO A planta de situao em que seja indicado: a) Posio do edifcio em relao s linhas limites do lote. b) Orientaoemrelaoaonortemagntico Indicaodalarguradologradouroedopasseio, localizandoasrvoresexistentesnoloteeno trechodologradouro,posteeoutrosdispositivos de servios de instalaes de utilidade publica. c) Corteslongitudinaletransversaldoedifcio projetado Nome da rea PROJETO ARQUITETNICO planta de situaoNome da rea PROJETO ARQUITETNICO Escalas mais utilizadas: a. Planta baixa.............. 1:50 b. Cortes........................ 1:50 c. Fachadas.................... 1:50 d. Situao..................... 1:200 / 1: 500 e. Localizao................ 1:1000 / 1:2000 f. Cobertura................... 1:100 Nome da rea PROJETO ARQUITETNICO Nome da rea PROJETO ARQUITETNICO PLANTA BAIXA umcortetransversaledificao,aumaalturade 1,50m.Atravsdaplantabaixa,podemosvisualizaros ambientes que compe o projeto. Nome da rea PROJETO ARQUITETNICO Itens que compe a planta baixa: Paredes Janelas Portas Cotas Cotas de nvel Projees Indicao dos cortes Indicao do norte Escada Rampas PLANTA BAIXA Nome da rea PROJETO ARQUITETNICO PLANTA BAIXA Nome da rea PROJETO ARQUITETNICO CORTES E FACHADAS Na maioria dos casos, as plantas e fachadas no so suficientes paramostrarasdivisesinternasdeumprojeto,bemcomoos elementosconstrutivoscomoasvigas,fundamentaisnoprojeto adequado da futura rede de dutos para condicionamento de ar. Desta forma temos os cortes transversais e longitudinais, obtidos atravsdeumplanodesecoatravessandoaconstruo verticalmente.JaFachadanadamaisdoqueaelev...</p>