desdobrável da exposição "sob (ul)trajes e gozos"

Download Desdobrável da Exposição

Post on 27-Jul-2016

214 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Museu Júlio Dinis – Uma Casa Ovarense, Ovar, Portugal.

TRANSCRIPT

  • crd

    itos:

    Tale

    s Fr

    ey

    SOB (UL)TRAJES E GOZOSde Cia. Excessos (Paulo Aureliano da Mata e Tales Frey)Curadoria Suianni Macedo

    Sob os nossos trajes, produ-zamos crtica aos ultrajes dire-cionados a ns. Gozemos livres com os nossos fa(c)tos que ex-teriorizam a nossa subjetividade. Fruamos desprovidos de amar-ras e permitamos que nossos corpos gozem livres e obten-ham o prazer sem terem de trajar mscaras, fantasias, cami-sas de fora to caractersticas de um modelo social ainda am-parado por uma lgica hetero-centrada, ainda submetido produo em srie de trajes iguais para corpos to distintos, ainda facilitador da produo de gozo que signifique achincalho e no deleite. Trajemos o que somos sem medo de quem quer nos despir da nossa ver-dade. Trajemos o nosso verda-deiro traje. Desnudemos e de-nunciemos com o nosso gozo, com nosso escrnio mais irni-co, o ultraje.

    Cia. Excessos

    MUSEU JLIO DINISU M A C A S A OVA R E N S E

    SOB (UL)TRAJES

    E GOZOS Paulo Aureliano da Mata

    e Tales Frey

    01 a 30 | abrEXPOSIO

    Curadoria de Suianni Macedo

  • A. SALA POLIVANTE1) Tales Frey (Cia. Excessos), O Beijo, 2006-15. Vdeo, 5242) Tales Frey (Cia. Excessos), O Beijo III, 2015. Vdeo, 30253) Tales Frey (Cia. Excessos), O Outro Beijo no Asfalto Porto, 2009. Vdeo, 659 | Tales Frey (Cia. Excessos), O Outro Beijo no Asfalto Chicago, 20124) Tales Frey (Cia. Excessos), Reciprocidade Desalmada, 2012. Vdeo, 413 | Tales Frey (Cia. Excessos), Beija-se, 2012. Vdeo,

    215 | Cia. Excessos (Paulo Aureliano da Mata e Tales Frey),

    Aliana, 2013. Vdeo, 235 | Tales Frey (Cia. Excessos), Vende-se:

    aceita-se carto de dbito, 2009. Vdeo, 937

    5) Tales Frey (Cia. Excessos), Re-banho, 2010. Vdeo, 11336) Tales Frey (Cia. Excessos), -Terra-Dor, 2014. Vdeo, 3137) Tales Frey (Cia. Excessos), Segundo Bate-Boca, 2014. Vdeo, 610

    8) Tales Frey (Cia. Excessos), Entrar no Samba, 2013. Vdeo, 905

    9) Paulo Aureliano da Mata (Cia. Excessos), El nacimiento del Minotauro (El Minotauro #4), 2015. Vdeo, 146 | Paulo Aureliano da Mata (Cia. Excessos), El Minotauro #4, 2015. Vdeo, 11410) Tales Frey (Cia. Excessos), (Tra)vestir um Fa(c)to, 2015. Vdeo, 45

    11) Tales Frey (Cia. Excessos) e Cristine gape, O Beijo, 2006. Vdeo, 524 | Tales Frey (Cia. Excessos), O Beijo II, 2007. Vdeo, 421

    12) Tales Frey (Cia. Excessos), Vidrar, 2015. Vdeo, 1232

    B. CORREDOR1) Paulo Aureliano da Mata (Cia. Excessos), Eu Gisberta. Body art realizada no Porto, Portugal. Maio de 2015. Fotografia de Tales

    Frey

    2) Paulo Aureliano da Mata (Cia. Excessos), El Minotauro #3, 2014. Carto-postal, 10 x 15 cm | Paulo Aureliano da Mata (Cia.

    Excessos), Depoimentos El Minotauro #3, 2011, 29,7 x 63 cm

    3) Paulo Aureliano da Mata (Cia. Excessos) e Manuel Vason, El Minotauro #2, Campinas, SP, Brasil, 2014. Fotografia, 100 x 70 cm

    4) Paulo Aureliano da Mata (Cia. Excessos), Texto-conceitual da body art Romance Violentado | CARTA #1: de C. C. A. P. para M. A. A. F. | CARTA #2: de P. C. V. V. para J. (Trptico), 2011, 29,7 x 21 cm cada

    5) Estudo para a fonte Romance Violentado (2010), de Paulo Aureliano da Mata e Miguel Ambrizzi, 17,5 x 12,1 cm

    6) Paulo Aureliano da Mata (Cia. Excessos), Romance Violentado (Trptico). Body art realizada no Porto, Portugal. Janeiro de 2011. Fotografias de Daniel Polari, 60 x 40

    cm cada

    7) Paulo Aureliano da Mata (Cia. Excessos), Romance Violentado. Body art realizada no Porto, Portugal. Janeiro de 2011. Fotografia de Daniel Polari, 60 x 40 cm cada

    8) Tales Frey (Cia. Excessos), ARTificial, 2008. Carto Postal, 10 x 15cm

    9) Tales Frey (Cia. Excessos), Dias Ordinrios Extraordinrios, 2009. Polaroides, 26,5 x 18,5 cm

    10) Paulette (Paulo Aureliano da Mata/ Cia. Excessos), O negcio pensar em nada, Irm Matilde!, disse Mood, Porto, Portugal, 2010. Polaroides, 36,5 x 18,5 cm

    11) Tales Frey (Cia. Excessos), Cadelas, 2009. Polaroides, 26,5 x 31 cm

    12) Tales Frey (Cia. Excessos), Vestido. Performance realizada no Porto, Portugal. Outubro de 2014; Maio de 2015. Fotografias de

    Tales Frey, 120 x 50,7 cm

    NOTAS BIOGRFICAS

    PAULO AURELIANO DA MATA (Inhumas GO, Brasil. 1987) vive e trabalha entre o Brasil e Portugal. historiador da arte, membro fundador da Cia. Excessos e da eRevista Performatus, organizador e diretor da Mostra Performatus, e performer. Atualmente, mestrando em Prticas Artsticas Contem-porneas na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto em Portugal. Licen-ciou-se em Histria da Arte na Faculdade de Letras da Universidade do Porto.Participou das coletivas nacionais e internacio-nais: XVIII Bienal Internacional de Arte de Cerveira: Olhar o passado para construir o futuro (Vila Nova de Cerveira, Portugal, 2015); Maria de Todos Ns: 50 anos de Maria Bethnia (Pao Imperial, Rio de Janeiro, Brasil, 2015); Mltiplas Perspectivas e no menos Contradies e Sonhos (I Bienal da Maia: Lugares de Viagem, Maia, Portugal, 2015); Under the Subway Video Art Night (The ANNEX Art Social Space, Nova York, Estados Unidos; Project Space Kleiner Salon, Berlim, Alemanha; 2015); Rapid Pulse Festival Performance Art 2015 (Defibrillator Perfor-mance Art Gallery, Chicago, Estados Unidos, 2015); (Tra)vestir um fa(c)to (Espao MIRA, Porto, Portugal, 2015); Beija-me (SESC Ribeiro Preto, Brasil, 2015; Estao Cultura, Catanduva, SP, Brasil, 2013); 18 Salo de Artes Plsticas de Catanduva (Estao Cultura, Catanduva, SP, Brasil, 2014); Vitrine de Projetos: Ensaios sobre a Fronteira (Fundao Memorial da Amrica da Latina, So Paulo, Brasil, 2014); Corpo (i)materializado (Mostra Performatus #1, Central Galeria de Arte, So Paulo, Brasil, 2014); Moda e Religiosidade em Registros Corporais (Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura CAAA, Guimares, Portugal, 2013; SESC Campinas e SESC Rio Preto, SP, Brasil, 2013-14); Dzie wiata 2012 (Galeria Otwarta, Wrocaw, Polnia, 2012); entre outras.Em 2015, com Tales Frey, fez curadoria da exposio guaAr de Suzana Queiroga no CAAA em Guimares e da exposio Trabalha-dores do Cu no Espao de Interveno Cultural Maus Hbitos no Porto, ambas cidades de Portugal. J em 2014, com Tales Frey, realizou e fez curadoria da MOSTRA PERFORMATUS #1 na Central Galeria de Arte em So Paulo. Tambm, nesse mesmo ano, com Tales Frey, fez curadoria da exposio Priscilla Davanzo: Lugares da Escrita no CAAA em Guimares, Portugal. E em 2013, com Tales Frey, fez curadoria da exposio Beija-me na Estao Cultura em Catanduva, SP, Brasil.

    TALES FREY (Catanduva SP, Brasil. 1982) vive e trabalha entre o Brasil e Portugal. Performer, videoarti-sta, crtico de arte e encenador, realiza obras amparadas tanto pelas artes visuais como pelas cnicas. Concluiu um doutorado em Estudos Teatrais e Performativos pela Universidade de Coimbra em Portugal, onde desenvolveu a tese-projeto (Practice-led Research) Performance e Ritualizao: Moda e Religiosidade em Registros Corporais. Fez Mestrado em Estudos Artsticos Teoria e Crtica da Arte pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto e uma especial-izao em Prticas Artsticas Contemporneas pela mesma instituio. Sua formao em Artes Cnicas com habilitao em Direo Teatral pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, instituio onde manteve vnculo para cursar uma graduao em Indumentria na Escola de Belas Artes da UFRJ.Alguns de seus trabalhos integram perma-nentemente acervos como o Museu de Arte Contempornea da Universidade de So Paulo (MAC-USP), o Instituto Municipal de Arte y Cultura de Puebla no Mxico e a Pinacoteca Joo Nasser em Catanduva.Dentre os principais espaos e eventos, Tales apresentou trabalhos artsticos em: DARC em Londres; Teatro Acadmico de Gil Vicente em Coimbra; SESC Ipiranga no programa Perfor-mapa; SESC Santos; Pao das Artes em So Paulo (durante o Perfor6); Teatro Municipal Rivoli no Porto; I Bienal da Maia; Performance Platform Lublin 2013 na Galeria Labirynt em Lublin (Polnia); Rapid Pulse International Performance Art Festival na Defibrillator Performance Art Gallery em Chicago; Stockholm Fringe Fest 2011 em Estocolmo (Sucia); Caixa Cultural do Rio de Janeiro; Kuala Lumpur 7th Triennial Barricade em Kuala Lumpur (Malsia); XVIII Bienal Internacional de Arte de Cerveira; I Bienal de Arte de Gaia 2015; tpa Exchange na Galleria Moitre (Turim, Itlia); I Bienal Internacional de Videoarte y Animacin Puebla 2014 (Puebla, Mxico); The Kichen em New York no lanamento do Emergency Index 2011; Short Fim Corner do Festival de Cannes; KLEX in Georgetown Festival em Penang (Malsia); The Biennial 6th Bangkok Experimental Film Festival (BEFF6) e KLEX The Kuala Lumpur Experimental Film and Video Festival, ambos na Malsia; Direct Action no Institut Fr Alles Mgliche em Berlim; Videoforms Festival em Clermont-Fer-rand (Frana); entre outros. E, recentemente, realizou uma residncia artstica no Fjk Arts Centre em Hsavk na Islndia.Tales membro fundador da eRevista Performatus e da Cia. Excessos e autor do livro Discursos crticos atravs da potica visual de Mrcia X. e organizador, com Paulo Aureliano da Mata, da catalogao Evocaes da Arte Performtica (2010-2013).

    Ficha Tcnica (Exposio)

    Cia. Excessos (Paulo Aureliano da Mata e Tales Frey): Sob (Ul)Trajes e Gozos

    Curadoria _ Suianni Macedo

    Produo, concepo e montagem _ Cia. Excessos (Paulo Aureliano da Mata e Tales Frey)

    Realizao _ eRevista Performatus

    Organizao _ Cmara Municipal de Ovar | Museu Jlio Dinis Uma Casa Ovarense