descobrimentos portugueses mip

Download Descobrimentos portugueses mip

Post on 30-Jun-2015

1.213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Descrição dos momentos fulcrais dos descobrimentos portugueses.

TRANSCRIPT

  • 1. Os Descobrimentos Portugueses

2. Sendo as necessidades de expanso comunsa toda a Europa, porque foi Portugal oprimeiro pas a levar a bom termo estaaventura dos descobrimentos? 3. Portugal fica situado no extremo ocidental daEuropa, perto da costa de frica e dosarquiplagos atlnticos. Possui, alm disso, umaboa fachada martima e bons portos naturais. Devido ao comrcio a longa distncia existiamem Portugal marinheiros experientes capazes deconstituir as tripulaes nas viagens dedescoberta. Alm disso, no sculo XV Portugal gozava de paze, com a revoluo de 1383/1385 dera-se oreforo do poder rgio e uma renovao dosquadros dirigentes. 4. Ao longo dos sculos as culturas muulmana ejudaica, que passaram pelo pas, transmitiram osseus conhecimentos e tcnicas de domnio danavegao. No sculo XIV foram introduzidos em Portugal abssola, o quadrante e o astrolbio, divulgadospelos Muulmanos. O uso de instrumentoscomo o astrolbio e o quadrante exigiam bonsconhecimentos de matemtica que foramtransmitidos por sbios judeus e muulmanos. 5. Bssola Quadrante Astrolbio 6. No domnio da construo naval, em Portugal aperfeioou-se na construo da caravela -uma embarcao de leme fixo popa e velatriangulares, o que permite ao barco navegarna presena de ventos contrrios. 7. A expanso portuguesainiciou-se em 1415 com aconquista de Ceuta, cidadeMuulmana do Norte defrica, que se tratava de umponto estratgico para asrotas do comrciointernacional e de transportede cereais. Os portugueses pretendiam,igualmente, expandir a fcrist num territriomuulmano. 8. Ceuta no era a cidade que os portuguesesidealizavam pois as rotas do comrcio foramdesviadas pelos Muulmanos e a cidade j seencontrava vandalizada pelos seus sucessivosataques. Nasceu o desejo de atingir no asrotas de cereais mas as rotas do ouro. E aqui que comea a verdadeira aventura dosdescobrimentos! 9. Foi o Infante D. Henrique I,filho de D. Joo I, um grandeimpulsionar dosdescobrimentos que, em 1416a 1460 se realizaram, emespecial, costa africana. As primeiras viagens foramrealizadas vista da costa eno exigiam, por isso, grandesconhecimentos. No entanto, medida que se viajava para sul,as viagens tornavam-se cadavez mais longas e difceis. 10. Foi numa das viagens em direco Costa defrica que os portugueses localizaram osarquiplagos da Madeira (em 1419) e dos Aores(cerca de 1427). Algumas ilhas desses arquiplagos j aparecemrepresentadas em mapas do Sculo XIV. No setrata de uma descoberta mas de umreconhecimento. Foram os portugueses que no sculo XVprocederam ocupao e povoamento dosAORES e da MADEIRA. 11. At chegada dos portugueses os arquiplagosdos Aores e da Madeira eram desabitados. Na Madeira a criao de condies para aagricultura implicou o abate de densa florestaque a cobria e a construo de canais de gua, apartir das suas abundantes nascentes. Alm daproduo de cereais foi introduzida a produode cana de acar e da vinha. Para trabalharnessas culturas, em especial na cultura do acarvieram escravos de Marrocos e da costa africana. Com o clima hmido dos Aores apostaram naproduo de cereais e na criao de gado. 12. Machim era um jovem ingls que se ter apaixonado por umarapariga da sua idade, mas nobre e muito rica. Seus paisqueriam cas-la com um rapaz da mesma condio social.Vendo os seus amores contrariados os dois jovens decidiramfugir para Frana. No entanto, o navio em que viajavam,apanhado por uma tempestade, foi parar s proximidades dailha da Madeira, que era, ento, uma ilha desconhecida. Arapariga, que se sentia doente, pediu para desembarcar. Onamorado concordou e ambos chegaram costa num bote.Entretanto a tempestade levou o navio para a costa africana,sendo que os seus tripulantes foram feitos refns pelos Mourose os dois jovens ficaram sozinhos na ilha deserta. A jovemsucumbiu doena e trs dias depois acabou por morrer.Machim sepultou-a na ilha, colocando uma cruz sobre asepultura. O rapaz pouco tempo sobreviveu. Ter sido Machimque derivou o actual nome da vila da Madeira Machico. 13. Ao mesmo tempo que seprocedia colonizao dosAores e da Madeira, procedia-se explorao da costa africana. Em 1434 foi ultrapassado o CaboBojador por Gil Eanes, que atento o ltimo ponto navegadopelos europeus 14. As viagens realizadas nos anos seguintes no foramvantajosas pois, para alm do solo ser estril, as terrasestavam despovoadas. A situao alterou-se com a passagem do CaboBranco, em 1441, pelo navegador Nuno Tristo. Apartir da comeava uma regio frtil e populosa,onde os portugueses puderam comerciar escravos e,finalmente, ouro. Em 1460 a expanso portuguesa j tinha ultrapassadoa Guin e chegara serra leoa. Houve, porm, a partirde ento, um abrandamento, por causa da morte doInfante D. Henrique e o desinteresse do rei Afonso V. 15. Aps a morte do Infante D. Henrique a aventura dosdescobrimentos ficou entregue iniciativa particular. Em contrapartida, pressionado pelos interesses dosnobres, Afonso V promoveu vrias expedies ao norte defrica. Desta forma, foram conquistadas no litoralmarroquinho, as cidades de Alccer Ceguer (1458) e deArzila e Tnger (1471). Em 1469 o comrcio africano foi arrendado por cinco anosa Ferno Gomes, um rico mercador de Lisboa. Em troca,alm do pagamento em dinheiro, este comprometi-se adescobrir, cada ano, cem lguas de costa. Essa obrogaofoi cumprida. Durante esse contrato (1469-1474) foiexplorado todo o golfo da Guin, entre a Serra Leoa e oCabo de Santa Catarina, incluindo a costa da Mina, ondeabundava o ouro. 16. D. Joo II s se tornou rei em 1481, no entanto,j desde 1474 era responsvel pela expanso.Sob a sua orientao a expanso traou oobjectivo claro de atingir a ndia, contornando ocontinente africano. O ouro que alcanariampodia permitir a D. Joo II a manuteno dasviagens. Alm disso, os conhecimentos acercada geografia e astronomia que foram sendodesenvolvidos permitiam cada vez maissegurana e estabilidade nas expedies. 17. Com este esprito, Diogo Co, com duasexpedies chegou em, 1482-1483/1485-1486 actual Nambia. 18. Bartolomeu Dias navegadocom trs caravelas foi alm dolimite que Diogo Co chegarae continuou ao longo da costa.Depois de uma violentatempestade ultrapassou em1488 o Cabo da BoaEsperana. Estabelecia-se,assim, a ligao entre osoceanos Atlntico e ndico ecom ela a esperana de chegar ndia. 19. A competio entre Portugal e Castela, pela posse dosterritrios comeou ainda no sculo XIV, com adisputa acerca do arquiplago das Canrias. Maistarde os castelhanos quiseram participar no comrciocom a costa de frica o que provocou um demoradoconflito. Em 1479 o tratado de Alcovas estabeleceu oprimeiro entendimento entre os dois pases: Portugaldesistia de qualquer pretenso das Ilhas Canrias eCastela cedia a exclusividade dos territrios suldaquelas ilhas. No entanto, voltou a complicar-se porcausa da descoberta da Amrica por CristvoColombo. 20. Colombo era um mercadorgenovs que viveu muitotempo em Portugal onderecolheu muitas informaessobre a possvel existncia deterras a ocidente dos Aores.Com esses dados e sabendo-se j que a terra era redonda,elaborou um plano paraatingir a ndia navegandopara Ocidente. 21. D. Joo II no mostrou interesse nesteprojecto. Foi ento oferecer os seus serviosa Castela que, depois de muitas hesitaeslhe concederam uma frota de trs pequenosnavios. Em 1492, ao atingir terrasdesconhecidas, pensou ter chegado ndiamas, apenas tinha chegado s Antilhas, umarquiplago da Amrica Central. 22. A quem pertenciam as novas terras descobertas porColombo? O rei de Portugal, fazendo a suainterpretao do Tratado de Alcovas consideravaque deveriam ser portuguesas. Posio contrriatinham os reis de Espanha. Em 1494 foi assinado o Tratado de Tordesilhas, sob agide do Papa, a autoridade mxima conhecida,estabelecendo a diviso do mundo em doishemisfrios. As terras e os mares descobertos ou a descobrir paraoriente dessa linha ficariam para Portugal; os queestivessem para Ocidente ficariam para Espanha. 23. Depois de obtido o consentimento com oTratado de Tordesilhas, D. Joo II iniciou apreparao da expedio para a ndia. Os portugueses j tinham recolhido informaosobre os ventos e desenvolvido novas artes denavegao. Os cartgrafos desenvolveramnovas cartas de nuticas que, de forma rigorosatraavam os contornos da costa e as linhas derumo. Contudo, o Rei D. Joo II morreu em 1495, antesde ver concretizado o seu projecto. Segue amisso pelo seu sucessor D. Manuel I. 24. Para comandar aexpedio foi escolhidoVasco da Gama, quetinha, ento, menos de 30anos. A armada eracomposta por quatronavios e 150 homens esaiu do Restelo, emLisboa, a 8 de Julho de1497. 25. Os portugueses no foram bem acolhidosnos vrios portos da costa oriental africana,cujo comrcio era dominado pelosmuulmanos. Excepto em Melinde, ondecontaram com a colaborao de um pilotoconhecedor dos mares do ndico. Chegaramfinalmente em 20 de Maio de 1498, sendo odesembarque efectuado em Calecute, umimportante porto indiano. 26. Um ano depois da expediode Vasco da Gama foienviado Pedro lvares Cabral,numa poderosa frota, com oobjectivo de assegurar odomnio portugus noOriente e trazer o primeirogrande carregamento deespeciarias. 27. Contudo, a dada altura osnavios fizeram um grandedesvio e, em 22 de Abril de1500 foi avistada terra.Estava descoberto,oficialmente, o Brasil. Oitodias depois a expedioseguiu o seu rumo. Contudo,h quem considere que oBrasil j havia sidodescoberto antes de 1494 eque este desvio ter sidopropositado.

Recommended

View more >