demonstrações financeiras aeroportos brasil viracopos s.a.· consequentemente, o passivo...

Download Demonstrações Financeiras Aeroportos Brasil Viracopos S.A.· Consequentemente, o passivo circulante

Post on 30-Nov-2018

214 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Demonstraes Financeiras

    Aeroportos Brasil Viracopos S.A.31 de dezembro de 2016com Relatrio do Auditor Independente

  • Aeroportos Brasil Viracopos S.A.

    Demonstraes financeiras

    31 de dezembro de 2016

    ndice

    Relatrio do auditor independente sobre as demonstraes financeiras .............................................. 1

    Demonstraes financeiras auditadas

    Balanos patrimoniais .......................................................................................................................... 5Demonstraes dos resultados ............................................................................................................ 7Demonstraes dos resultados abrangentes ....................................................................................... 8Demonstraes das mutaes do patrimnio lquido ........................................................................... 9Demonstraes dos fluxos de caixa ................................................................................................... 10Demonstraes do valor adicionado .................................................................................................. 11Notas explicativas s demonstraes financeiras .............................................................................. 12

  • Edifcio Trade TowerAv. Jos de Souza Campos, 9001 e 3 andares - Nova Campinas13092-123 - Campinas - SP - BrasilTel: +55 19 3322-0500Fax: +55 19 3322-0559ey.com.br

    Uma empresa-membro da Ernst & Young Global Limited

    1

    Relatrio do auditor independente sobre as demonstraes financeiras

    AosAdministradores e Acionistas daAeroportos Brasil Viracopos S.A.Campinas - SP

    Opinio com ressalva

    Examinamos as demonstraes financeiras individuais e consolidadas da Aeroportos Brasil ViracoposS.A. (Companhia), identificadas como controladora e consolidado, respectivamente, quecompreendem o balano patrimonial em 31 de dezembro de 2016 e as respectivas demonstraes doresultado, do resultado abrangente, das mutaes do patrimnio lquido e dos fluxos de caixa para oexerccio findo nessa data, bem como as correspondentes notas explicativas, incluindo o resumo dasprincipais polticas contbeis.

    Em nossa opinio, exceto pelo efeito do assunto descrito na seo intitulada Base para opinio comressalva, as demonstraes financeiras acima referidas apresentam adequadamente, em todos osaspectos relevantes, a posio patrimonial e financeira, individual e consolidada, da Aeroportos BrasilViracopos S.A. em 31 de dezembro de 2016, o desempenho individual e consolidado de suasoperaes e os seus respectivos fluxos de caixa individuais e consolidados para o exerccio findonessa data, de acordo com as prticas contbeis adotadas no Brasil.

    Base para opinio com ressalva

    Conforme detalhado na Nota Explicativa n 13, a Companhia mantm emprstimos e financiamentoscom o Banco Nacional de Desenvolvimento Econmico e Social e outras instituies financeirasrepassadoras no valor total de R$2.505.793 mil em 31 de dezembro de 2016. Naquela data aCompanhia deixou de cumprir com obrigaes relativas s clusulas restritivas existentes nessescontratos de financiamento, que determinam o vencimento antecipado da dvida em caso de nocumprimento. A Companhia no reclassificou o montante de R$2.286.738 mil registrado no passivono circulante para o passivo circulante. Consequentemente, o passivo circulante individual econsolidado esto demonstrados a menor por R$2.286.738 mil.

    Nossa auditoria foi conduzida de acordo com as normas brasileiras e internacionais de auditoria.Nossas responsabilidades, em conformidade com tais normas, esto descritas na seo a seguirintitulada Responsabilidades do auditor pela auditoria das demonstraes financeiras individuais econsolidadas. Somos independentes em relao Companhia e sua controlada de acordo com osprincpios ticos relevantes previstos no Cdigo de tica Profissional do Contador e nas normasprofissionais emitidas pelo Conselho Federal de Contabilidade e cumprimos com as demaisresponsabilidades ticas de acordo com essas normas. Acreditamos que a evidncia de auditoriaobtida suficiente e apropriada para fundamentar nossa opinio com ressalva.

  • 2

    Incerteza relevante relacionada com a continuidade operacional

    Sem ressalvar nossa concluso, chamamos ateno para a Nota Explicativa n 1 s demonstraesfinanceiras, que indica que a Aeroportos Brasil Viracopos S.A. incorreu no prejuzo, individual econsolidado, de R$164.506 mil durante o exerccio findo em 31 de dezembro de 2016 e que, naqueladata, apresenta insuficincia de capital circulante lquido de R$479.705 mil e de R$477.472 mil,individual e consolidado, respectivamente. Conforme descrito na referida nota explicativa, a Companhiaencontra-se em fase de reorganizao financeira e operacional, de forma a equalizar a insuficincia decapital circulante lquido, que decorre, principalmente, do elevado endividamento, em especial relativo outorga a pagar pela concesso e a financiamentos obtidos com terceiros. Essas condies indicam aexistncia de incerteza significativa que pode levantar dvida significativa quanto capacidade derealizao de seus ativos e de liquidao de seus passivos, caso o plano de reorganizao financeira eoperacional, que envolve, principalmente, a renegociao de suas obrigaes junto ao PoderConcedente e a credores, no seja concludo conforme esperado pela Administrao. Estasdemonstraes financeiras foram preparadas no pressuposto de continuidade normal das operaes daCompanhia e no incluem quaisquer ajustes relativos realizao e classificao dos valores de ativosou quanto aos valores e classificao de passivos que seriam requeridos na impossibilidade daCompanhia continuar operando.

    Outros assuntos

    Demonstraes do valor adicionado

    As demonstraes individual e consolidada do valor adicionado (DVA) referentes ao exerccio findoem 31 de dezembro de 2016, elaboradas sob a responsabilidade da Administrao da Companhia, ecuja apresentao no requerida pela legislao societria brasileira para companhias fechadas,foram submetidas a procedimentos de auditoria executados em conjunto com a auditoria dasdemonstraes financeiras da Companhia. Para a formao de nossa opinio, avaliamos se essasdemonstraes esto conciliadas com as demonstraes financeiras e registros contbeis, conformeaplicvel, e se a sua forma e contedo esto de acordo com os critrios definidos no PronunciamentoTcnico CPC 09 - Demonstrao do Valor Adicionado. Em nossa opinio, essas demonstraes dovalor adicionado foram adequadamente elaboradas, em todos os aspectos relevantes, segundo oscritrios definidos nesse Pronunciamento Tcnico e so consistentes em relao s demonstraesfinanceiras individuais e consolidadas tomadas em conjunto.

    Responsabilidades da Administrao e da governana pelas demonstraes financeirasindividuais e consolidadas

    A Administrao responsvel pela elaborao e adequada apresentao das demonstraesfinanceiras individuais e consolidadas de acordo com as prticas contbeis adotadas no Brasil epelos controles internos que ela determinou como necessrios para permitir a elaborao dedemonstraes financeiras livres de distoro relevante, independentemente se causada por fraudeou erro.

  • 3

    Na elaborao das demonstraes financeiras individuais e consolidadas, a Administrao responsvel pela avaliao da capacidade de a Companhia continuar operando, divulgando, quandoaplicvel, os assuntos relacionados com a sua continuidade operacional e o uso dessa base contbilna elaborao das demonstraes financeiras, a no ser que a Administrao pretenda liquidar aCompanhia e sua controlada ou cessar suas operaes, ou no tenha nenhuma alternativa realistapara evitar o encerramento das operaes.

    Os responsveis pela governana da Companhia e sua controlada so aqueles com responsabilidadepela superviso do processo de elaborao das demonstraes financeiras.

    Responsabilidades do auditor pela auditoria das demonstraes financeiras individuais econsolidadas

    Nossos objetivos so obter segurana razovel de que as demonstraes financeiras individuais econsolidadas, tomadas em conjunto, esto livres de distoro relevante, independentemente secausada por fraude ou erro, e emitir relatrio de auditoria contendo nossa opinio. Seguranarazovel um alto nvel de segurana, mas no uma garantia de que a auditoria realizada de acordocom as normas brasileiras e internacionais de auditoria sempre detectam as eventuais distoresrelevantes existentes. As distores podem ser decorrentes de fraude ou erro e so consideradasrelevantes quando, individualmente ou em conjunto, possam influenciar, dentro de uma perspectivarazovel, as decises econmicas dos usurios tomadas com base nas referidas demonstraesfinanceiras.

    Como parte da auditoria realizada de acordo com as normas brasileiras e internacionais de auditoria,exercemos julgamento profissional e mantemos ceticismo profissional ao longo da auditoria. Almdisso:

    Identificamos e avaliamos os riscos de distoro relevante nas demonstraes financeirasindividuais e consolidadas, independentemente se causada por fraude ou erro, planejamos eexecutamos procedimentos de auditoria em resposta a tais riscos, bem como obtemos evidncia deauditoria apropriada e suficiente para fundamentar nossa opinio. O risco de no deteco dedistoro relevante resultante de fraude maior do que o proveniente de erro, j que a fraude podeenvolver o ato de burlar os controles internos, conluio, falsificao, omisso ou representaesfalsas intencionais.

    Obtemos entendimento dos controles internos relevantes para a auditoria para planejarmosprocedimentos de auditoria apropriados s circunstncias, mas no com o objetivo deexpressarmos opinio sobre a eficcia dos controles internos da Companhia e sua controlada.

    Avaliamos a adequao das polticas contbeis utilizadas e a razoabilidade das estimativascontbeis e respectivas divulgaes feitas pela Admi