DECLARAÇÃO UNIVERSAL SOBRE OS ARQUIVOS

Download DECLARAÇÃO UNIVERSAL SOBRE OS ARQUIVOS

Post on 02-Feb-2016

219 views

Category:

Documents

0 download

DESCRIPTION

Aprovada na assemblia geral do Conselho Internacional de Arquivos realizada em 2010, em Oslo. Traduo para o portugus acordada entre o Arquivo Nacional (Brasil) e o Arquivo Nacional da Torre doTombo (Portugal).

TRANSCRIPT

  • DECLARAO UNIVERSAL SOBRE OS ARQUIVOS*

    Arquivos registram decises, aes e memrias. Arquivos so um patrimnio [patrimnio] nico e insubstituvel transmitido de uma gerao a outra. Documentos de arquivo so geridos desde a criao para preservar seu valor e significado. Arquivos so fontes confiveis de informao para aes administrativas responsveis e transparentes. Desempenham um papel essencial no desenvolvimento das sociedades ao contribuir para a constituio e salvaguarda da memria individual e coletiva. O livre acesso aos arquivos enriquece o conhecimento sobre a sociedade humana, promove a democracia, protege os direitos dos cidados e aumenta a qualidade de vida.

    Por isso reconhecemos

    o carter singular dos arquivos como evidncia autntica das atividades administrativas, culturais e intelectuais e como um reflexo da evoluo das sociedades;

    o carter fundamental dos arquivos no apoio conduo eficiente, responsvel e transparente de negcios, proteo dos direitos dos cidados, fundamentao da memria individual e coletiva, compreenso do passado, documentao do presente e orientao das aes futuras;

    a diversidade dos arquivos ao registrarem todas as reas da atividade humana;

    a multiplicidade de suportes e formatos em que os documentos so produzidos, incluindo papel, audiovisual, digital e outros;

    o papel dos arquivistas, profissionais qualificados, com formao apropriada e contnua, que servem as suas sociedades, apoiando a produo, seleo e conservao dos documentos, e os tornam disponveis para uso;

    a responsabilidade de todos, cidados, gestores e autoridades pblicas, proprietrios ou detentores de arquivos pblicos ou privados, arquivistas e outros profissionais do campo da informao, na gesto de arquivos.

    Por isso nos comprometemos a trabalhar juntos, para que

    sejam adotadas e aplicadas nacionalmente polticas e legislao arquivstica adequadas;

    a gesto de arquivos seja valorizada e realizada com competncia por todos os organismos, pblicos ou privados, que produzem e usam documentos de arquivo na conduo de seus negcios;

    sejam disponibilizados os recursos necessrios para apoiar a adequada gesto dos arquivos, inclusive a contratao de profissionais capacitados;

    os arquivos sejam geridos e conservados de forma a garantir a sua autenticidade, confiabilidade, integridade e uso;

    os arquivos sejam acessveis a todos, respeitando a legislao pertinente e os direitos dos indivduos, produtores, proprietrios e usurios;

    os arquivos sejam utilizados de modo a contribuir para a promoo de uma cidadania responsvel.

    * Aprovada na assemblia geral do Conselho Internacional de Arquivos realizada em 17 de setembro de 2010, durante a 42 CITRA, em Oslo. Traduo para o portugus acordada entre o Arquivo Nacional (Brasil) e o Arquivo Nacional da Torre do Tombo (Portugal).

Recommended

View more >