danos morais: compensabilidade e quantificacã · pdf filemedida em que o direito...

Click here to load reader

Post on 01-Dec-2018

227 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JLIO DE MESQUITA FILHO

    FACULDADE DE HISTRIA, DIREITO E SERVIO SOCIAL

    JLIO CSAR SILVA DE MENDONA FRANCO

    DANOS MORAIS: COMPENSABILIDADE E QUANTIFICACO

    FRANCA

    2008

  • Livros Grtis

    http://www.livrosgratis.com.br

    Milhares de livros grtis para download.

  • JLIO CSAR SILVA DE MENDONA FRANCO

    DANOS MORAIS: COMPENSABILIDADE E QUANTIFICACO

    Dissertao apresentada ao programa de Ps-Graduao da Faculdade de Histria, Direito e Servio Social da Universidade Estadual Paulista Jlio de Mesquita Filho, para obteno de Ttulo de Mestre em Direito. rea de Concentrao: Direito Obrigacional Pblico e Privado. Orientador: Prof. Dr. Geraldo Jos Guimares da Silva

    FRANCA

    2008

  • Franco, Jlio Csar Silva de Mendona Danos morais : compensabilidade e quatificao / Jlio Csar Silva de Mendona Franco. Franca : UNESP, 2008 Dissertao Mestrado Direito Faculdade de Histria, Direito e Servio Social UNESP. 1. Direito Danos morais. 2. Dano moral Reparao. 3. Indenizao Danos morais. CDD 342.1513

  • JLIO CSAR SILVA DE MENDONA FRANCO

    DANOS MORAIS: COMPENSABILIDADE E QUANTIFICACO

    Dissertao apresentada ao programa de Ps-Graduao da Faculdade de Histria, Direito e Servio Social da Universidade Estadual Paulista Jlio de Mesquita Filho, para obteno de Ttulo de Mestre em Direito. rea de Concentrao: Direito Obrigacional Pblico e Privado.

    BANCA EXAMINADORA

    Presidente: _________________________________________________________________

    Prof. Dr. Geraldo Jos Guimares da Silva 1 Examinador(a): ___________________________________________________________

    Prof. Dr. Euclides Celso Berardo FD/Franca 2 Examinador(a): ___________________________________________________________

    Prof. Dr. Arthur da Silva Marques FHDSS/Unesp

    Franca, 9 de junho de 2008.

  • Dedico este trabalho minha esposa Maria Isabel, por quem nutro amor irrestrito, companheira de todas as horas, mulher de fibra, coragem e sabedoria, que tem sido a grande direcionadora dos meus passos ao longo da minha vida e com quem tenho tido a felicidade e a honra de dividir todos os momentos e experincias neste mundo. minha filha Priscila, que tem se mostrado um ser to especial e imprescindvel desde o dia em que me foi dado zelar pelo seu destino, que muito tem me ensinado e iluminado. Especialmente aos meus pais, Antnio Bellarmino, in memoriam, e Nelsina, que com amor e dedicao extrema conseguiram me moldar sua semelhana, com conscincia tica e social, apego incondicional famlia e devoo ao trabalho.

  • AGRADECIMENTOS

    Agradeo a Deus, pela iluminao recebida e pela fora Nele encontrada para chegar at este resultado final sem esmorecer, a despeito das muitas dificuldades enfrentadas. Tambm minha esposa Maria Isabel e minha filha Priscila, pela pacincia que tiveram diante das muitas horas tomadas de nosso precioso convvio. Ao meu orientador, Prof. Dr. Geraldo Jos Guimares da Silva, por todo o apoio prestado, pela confiana em mim depositada e pelos grandes ensinamentos transmitidos. A todos os meus familiares e amigos que de qualquer forma, direta ou indireta, contriburam para a concluso desta obra, permitindo-me atingir mais este projeto de minha vida. Aos professores e funcionrios da UNESP Campus de Franca/SP, notadamente Luzinete e Laura. Muito obrigado.

  • FRANCO, Jlio Csar Silva de Mendona. Danos morais: compensabilidade e quantificaco. 2008. 124f. Dissertao (Mestre em Direito) Faculdade de Histria, Direito e Servio Social, Universidade Estadual Paulista Jlio de Mesquita Filho, Franca, 2008.

    RESUMO O presente trabalho realiza uma abordagem geral sobre o candente tema da compensao das ofensas havidas ao patrimnio imaterial de qualquer pessoa, identificando, em um momento inicial, o que realmente pode ser considerado como dano moral indenizvel, pois muitos pretendem a extenso do conceito para toda e qualquer sensao de dissabor ou desconforto, as quais, muitas vezes, fazem parte das simples vicissitudes da vida e por isso mesmo devem ser suportadas sem maiores reflexos no campo da responsabilidade civil. Justifica-se, a seguir, a necessidade de reparao do dano moral e analisam-se as suas caractersticas informadoras (compensatria e ressarcitria), que devem ser levadas em conta para a quantificao correspondente. Na seqncia, o estudo se prende a uma verificao detalhada sobre os sujeitos do direito reparao do dano moral, fazendo um percurso que se inicia na pessoa natural, passa pela pessoa jurdica e chega at coletividade, debruando-se, tambm, sobre a possibilidade de sua transmisso para terceiros e as circunstncias em que isso poderia se verificar. Ato contnuo, a pesquisa avana sobre o ponto principal de toda a problemtica que envolve o dano moral, qual seja, a mensurao do montante indenizatrio e lana luzes sobre os sistemas norteadores existentes (aberto, fechado e hbrido), colocando-os em cena para uma dissecao detalhada e individualizada, para depois indicar uma quarta vertente que se mostra mais apropriada e justa, que seria a da mera regulao, nica capaz de permitir a escorreita quantificao do prejuzo moral em cada caso concreto. Por fim, a pesquisa acaba se espraiando em questes processuais que tm se mostrado relevantes no campo das demandas que envolvem a compensao do dano moral, onde so apontadas as principais correntes doutrinrias e jurisprudenciais. A contribuio cientfica que se busca trazer a tona a partir deste trabalho a elucidao dos pontos mais controvertidos ainda existentes acerca do dano moral, tendo a ousadia de pretender afastar as dvidas e incertezas que acabam fomentando verdadeira indstria de pleitos indevidos ou abusivos.

    Palavras-chave: dano moral. compensao. critrios informadores. sistemas orientadores.

  • FRANCO, Jlio Csar Silva de Mendona. Moral damages: compensability and quantification. 2008. 124f. Dissertation (Right Master) High School of History, Law and Social Work, University of So Paulo State Jlio de Mesquita Filho, Franca, 2008.

    ABSTRACT This work holds a general approach on the burning issue of compensation for harm held the intangible assets of any person, identifying, in an initial moment, what can be regarded as injury compensation, as many want to extend the concept to all and any sense of disorder or discomfort, which often are part of simple vicissitudes of life and therefore should be supported without major repercussions in the field of civil liability. It is, then the necessity to repair the damage to morale and analyze their characteristics of creation (compensatory and refund), which must be taken into account for the corresponding amount. Following, the study has to do a detailed check on the subject of the right to repair the moral, making a journey that begins in the natural person is through legal and reaches the community, and will focus also on the possibility of its transmission to others and the circumstances in which this could take place. Act continued, the search moves on the key point of the whole issue involving the moral, which is the measurement of the amount compensatory and casts light on the existing guiding systems (open, closed and hybrid) and putting them into play for a detailed dissection and individualized, and then indicate a fourth area that is most appropriate and fair, which would be the mere regulation, only able to allow the accurate quantification of damage morale in each case. Finally, the search has just been spread on procedural issues that have been shown in the relevant field of the complaints involving the compensation of moral damage, which are outlined the main current doctrinal and jurisprudential. The scientific contribution which seeks to bring forth from this work is the elucidation of the most controversial remaining on the moral, and the daring to want to allay the doubts and uncertainties that have just encouraging real industry of inappropriate or abusive litigation.

    Key words: moral damage. compensation. judgment of information. method of orientation.

  • SUMRIO

    INTRODUO.................................................................................................................... 9

    CAPTULO 1 ASPECTOS ELEMENTARES DO DANO MORAL............................... 12

    1.1 Noes gerais ................................................................................................................ 12

    1.2 Conceito e definio ..................................................................................................... 15

    1.3 Espcies de dano moral ................................................................................................ 21

    1.4 Objees reparao do dano moral .......................................................................... 23

    1.5 Razes de reparabilidade do dano moral .................................................................... 27

    1.6 Carter do dano moral e teoria do valor do desestmulo............................................ 30

    1.7 Dano esttico e dano moral .......................................................................................... 34

    CAPTULO 2 TITULARIDADE DO DIREITO MATERIAL REPARAO........... 39

    2.1 Dano moral e a pessoa natural..................................................................................... 39

    2.2 Dano moral e a pessoa jurdica.......................

View more