Da Gestão da Informação à Inovação Organizacional nos modernos ambientes de Engenharia

Download Da Gestão da Informação à Inovação Organizacional nos modernos ambientes de Engenharia

Post on 18-Nov-2014

164 views

Category:

Leadership & Management

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Apresentao feita no Edoc Engenharia Rio de Janeiro em 18 de setembro de 2014.

TRANSCRIPT

<ul><li> 1. Da Gesto da Informao Inovao Organizacional nos modernos ambientes de Engenharia Jackson Pollock -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman </li> <li> 2. Obs. : Os pontos de vista aqui apresentados so exclusivamente do autor e no representam necessariamente os do eDOC, nem de qualquer instituio com a qual ele esteja, ou tenha estado, ligado por qualquer lao de afiliao, prestao de servios ou contratao. -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 2 </li> <li> 3. Quem o palestrante? Fernando L. Goldman D.Sc. em Polticas Pblicas, Estratgias e Desenvolvimento pelo Instituto de Economia da UFRJ, Consultor em Gesto do Conhecimento Organizacional e da Inovao, temas sobre os quais tem diversos trabalhos publicados. Engenheiro Eletricista formado pela UFRJ, com M.Sc. em Engenharia de Produo pela UFF, possui ainda Especializao em Gesto Empresarial pela FGV. Professor Titular das disciplinas de Sistemas de Apoio Deciso e Gesto da Inovao Tecnolgica no Unifeso. Foi Diretor Regional da Sociedade Brasileira de Gesto do Conhecimento SBGC-RJ (2007-2011). -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 3 </li> <li> 4. O contexto econmico atual; -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman Capitalismo Cognitivo? Abordagem Industrial X Evolucionria ; O conhecimento tcito e a Inovao; O real papel da Gesto da Informao; Comunidades de Prtica. 4 Nosso objetivo: P rovocar a discusso </li> <li> 5. O Conhecimento composto de; Contexto a palavra mais importante quando se fala em Conhecimento (Snowden) -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 5 O contexto Contedos Contexto Narrativas </li> <li> 6. "Sociedade da Informao? "Sociedade em Rede" ? "Capitalismo Cognitivo? -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 6 O contexto econmico atual </li> <li> 7. Capitalismo Cognitivo contempla as mudanas radicais que as TICs promovem em formas de : -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 7 Capitalismo Cognitivo? Produo Acumulao Organizao Social </li> <li> 8. Capitalismo Clssico -&gt; o que estava no cerne era a fabricao -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman de produtos (objetos); Capitalismo Cognitivo -&gt; antes de fabricar o produto preciso fabricar o desejo, a crena, as ideias, os modelos mentais adequados, em resumo, o conceito. 8 Capitalismo Cognitivo? </li> <li> 9. Exemplo: fabricao de um par de tnis. O calado produzido na China, onde o trabalho dos operrios custa 2% do custo total. O custo de produo mais transporte capitalismo clssico; -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 9 Capitalismo Cognitivo? </li> <li> 10. O restante do custo, marketing, publicidade, design, feito no Ocidente, produzem resultados altssimos. O capitalismo cognitivo convive com o capitalismo clssico; Capitalismos diferentes -&gt; Subjetividades diferentes, que convivem entre si. -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 10 Capitalismo Cognitivo? </li> <li> 11. -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman Um pouco de Rui Barbosa: Tratar com desigualdade a iguais, ou a desiguais com igualdade, seria desigualdade flagrante, e no igualdade real. preciso tratar as diferentes subjetividades dos diferentes capitalismos com diferena. 11 Capitalismo Cognitivo? </li> <li> 12. a parte mais importante do tempo dos trabalhadores no mais gasto na execuo dos processos, mas, sim, lidando com suas excees; O Papel do Trabalhador do Conhecimento. -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 12 Capitalismo Cognitivo? </li> <li> 13. As teorias da Organizao Industrial -&gt; o foco em processos que levam produo; A abordagem evolucionria -&gt; focada em rotinas (hereditariedade), inovao (mutao) e seleo (interna e de mercado); -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 13 Organizao Industrial X Abordagem Evolucionria </li> <li> 14. Nas teorias da Organizao Industrial -&gt; Princpio da Linearidade, Mtodo Cartesiano; Na abordagem evolucionria -&gt; Dois pressupostos bsicos Incerteza Knightniana e Racionalidade Limitada; -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 14 Organizao Industrial X Abordagem Evolucionria </li> <li> 15. A ferramenta capaz de lidar com a Incerteza Knightniana e Racionalidade Limitada -&gt; Teoria da Complexidade Diferenciando Complexo e Complicado. -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 15 Organizao Industrial X Abordagem Evolucionria </li> <li> 16. Na Abordagem Evolucionria-&gt; foco em Rotinas e Capacitaes -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 16 Organizao Industrial X Abordagem Evolucionria </li> <li> 17. Na Abordagem Evolucionria a Inovao a mutao que propicia novas Rotinas e Capacitaes -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 17 Organizao Industrial X Abordagem Evolucionria </li> <li> 18. Para Polanyi, a idia de que exista uma coisa tal como um conhecimento objetivo, autnomo e que possa ser separado e independente da ao humana errada e perniciosa, sendo todo conhecer pessoal e incorporado ao conhecedor. (POLANYI; PROSCH, 1975, p. 44). -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 18 O que o Conhecimento Tcito </li> <li> 19. O conhecimento tcito tem sido mal entendido em estudos da gesto, sendo tratado como conhecimento ainda no articulado, esperando por sua traduo ou converso em conhecimento explcito. -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 19 O que o Conhecimento Tcito </li> <li> 20. o conhecimento exige reflexo, raciocnio, estando em constante construo. -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 20 O que o Conhecimento Tcito </li> <li> 21. Conhecimento Explcito e Tcito www.kmgoldman.blogspot.com -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 21 O Conhecimento Expl-cito objetivo, organizado e estrutu-rado, podendo ser disponibilizado em documentos, bases de dados, vdeos de treinamento e outros canais, tradicionais ou no, de compartilha-mento de informaes. O Conhecimento Tcito subjetivo, sendo principalmente baseado na vivncia. Ele est incorporado nas pessoas na forma de memrias, modelos mentais, impresses, know-how prtico etc. No so dois tipos de conhecimento; So duas dimenses do mesmo conhecimento. </li> <li> 22. -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 22 Uma nova viso da Inovao </li> <li> 23. Objetividade &amp; Subjetividade A analogia da gua para o conhecimento no funciona; -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 23 </li> <li> 24. Objetividade &amp; Subjetividade o simples processamento ou acmulo de informaes no propicia a inovao; -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 24 </li> <li> 25. Objetividade &amp; Subjetividade todo o processo de inovao tem origem exatamente nas crenas subjetivas das pessoas ou em suas imagens do mundo; -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 25 </li> <li> 26. Educao Corporativa Gesto do Conhecimento e da Informao Conhecimento Organizacional -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman Trabalho Capacitaes intelectuais dos indivduos Capacitaes Dinmicas da empresa Contextualizando Fator de Produo Fator de Produo 26 </li> <li> 27. A inovao fruto da criao dinmica do Conhecimento Organizacional* -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman O que diz a TCCO ? 27 *NONAKA, I.; TOYAMA, R.; KONNO, N. SECI, Ba and Leadership: a unified Model of Dynamic Knowledge Creation, Long Range Planning, v.33, p. 5-34, 2000 </li> <li> 28. Knowledge Management ? Diferentes abordagens de KM Abordagens mais atuais K visto como esttico Dinmica do K No se sustentam Longevidade da empresa -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman Abordagens do Mainstream 28 </li> <li> 29. Qual a natureza da empresa ? Empresas processam informaes. -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman (Simon) Empresas criam conhecimento. (Nonaka) 29 </li> <li> 30. Embora individual, o conhecimento um produto social As pessoas que interagem , em determinado contexto histrico e social, compartilham informaes a partir das quais constroem o conhecimento social como uma realidade que, por sua vez, influencia seu discernimento, comportamento e atitude (Berger; Luckmann, 1966) -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 30 O paradoxo do Conhecimento ? O conhecimento no passvel de ser gerenciado no sentido usual da palavra Gesto. 30 </li> <li> 31. A viso da TCCO da Inovao -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 31 Os modelos mentais dos indivduos so transformados durante o processo informacional configurando novos estados de conhecimento. De forma anloga, as empresas criam continuamente conhecimento, configurando novos estados de Conhecimento Organizacional. </li> <li> 32. A Obsolescncia do Conhecimento Queda na Competitividade Produtos, Servios e Processos Obsoletos Incapacidade de inovar diante das informaes intra ou extra -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 32 Consequncias da Obsolescncia de Conhecimentos para as Organizaes Fonte: Adaptado de Drucker (1995) Organizao Obsoleta Grupos Obsoletos Pessoas Obsoletas organizao Perda da capacidade de reter talentos j existentes (pessoas) Diminuio nos resultados operacionais Presso dos Stakeholders Perda da capacidade de investimento em renovao (pessoas) 32 </li> <li> 33. A criao do conhecimento como fenmeno scio construtivista se d pela interao entre pessoas de uma comunidade. Ferramentas sociais possibilitam a comunicao de informaes, acelerando a troca e interao. Tudo que vivo se organiza em redes -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 33 Ferramentas sociais e redes </li> <li> 34. Comunidades de Prtica -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 34 Comunidade; Domnio; Prtica. 34 </li> <li> 35. So pessoas, atravs da criatividade, do dilogo, de discusses, do compartilhamento de experincias ou da observao, enfim da interao, que criam e desenvolvem novas capacitaes, as inovaes. -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 35 Comunidades de Prtica 35 </li> <li> 36. Artefatos Epistemolgicos -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 36 O que so Artefatos Epistemolgicos? 36 </li> <li> 37. -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 37 Gesto da Informao </li> <li> 38. -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman 38 Gesto da Informao </li> <li> 39. Dvidas ? www.kmgoldman.blogspot.com http://www.slideshare.net/goldman -18 de setembro de 2014 Apresentao Fernando Goldman Eng Fernando Goldman Email: fernandogoldman@yahoo.com.br 39 </li> </ul>