curso policia comunitária

Download Curso Policia Comunitária

If you can't read please download the document

Post on 15-Jan-2015

10.649 views

Category:

Documents

88 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

  • 1. Curso Polcia Comunitria Mdulo 1SENASP/MJ - ltima atualizao em 08/02/2008 Pgina 0

2. IntroduoAs estratgias de policiamento ou de prestao de servio, que funcionaram no passado, noso mais eficazes. A meta pretendida, um aumento na sensao de segurana e bem-estar,no foi alcanada. A sociedade e o cidado esto mais exigentes.Tanto o grau e a natureza do crime e o carter dinmico das comunidades fazem com que apolcia busque mtodos mais eficazes para prestar o seu servio. Muitas comunidadesurbanas enfrentam graves problemas, como: drogas ilegais (e legais, como: o cigarro, olcool, dentre outras), violncia de gangues, assassinatos, roubos e furtos.Nesse ambiente em rpida mudana, em que a polcia lida com problemas epidmicos dedroga, atividade de gangues e nveis cada vez mais altos de violncia, a Polcia Comunitriatem se firmado, como a alternativa mais eficiente e eficaz. As organizaes policiais devem auxiliar na construo de comunidades mais fortes eauto-suficientes, comunidades nas quais o crime e a desordem no podem atingir padresintolerveis. A implementao da Polcia Comunitria e do policiamento comunitriopressupe alteraes fundamentais na estrutura e na administrao das organizaespoliciais. As comunidades devem tomar uma posio unificada contra o crime, a violncia e odesrespeito lei, e devem se comprometer a aumentar a preveno contra o crime e asatividades de interveno. O policiamento comunitrio difere do tradicional com relao forma como acomunidade percebida, e com relao s suas metas de expanso do policiamento. Embora o controle e a preveno do crime permaneam sendo as prioridades centrais, asestratgias de policiamento comunitrio utilizam uma ampla variedade de mtodos paraalcanar essas metas.A polcia e a comunidade se tornam parceiras no tratamento dos problemas de desordem edescuido (atividade de gangues, abandono de automveis e janelas quebradas) que, talvezainda no sejam necessariamente criminais, mas podem levar ao cometimento de crimesgraves. Na medida em que o lao entre a polcia e a comunidade se fortalece, com o tempo, anova parceria se torna mais capaz de apontar e abrandar as causas subjacentes ao crime.Curso Polcia Comunitria Mdulo 1SENASP/MJ - ltima atualizao em 08/02/2008 Pgina 1 3. Este curso tem como base o material desenvolvido pela SENASP para dar suporte formaodo Promotor e do Multiplicador dos cursos presenciais de Polcia Comunitria.O curso tem por objetivo criar condies para que o aluno possa: Identificar as estratgias utilizadas na implantao da Polcia Comunitria; Apontar estratgias de mobilizao da comunidade por meio de aes que possibilitem aparticipao da comunidade; Utilizar ferramentas da gesto da qualidade no processo de resoluo de problemas e namelhoria dos processos realizados; e Aplicar tcnicas de resoluo de conflitos de forma pacfica.Curso Polcia Comunitria Mdulo 1SENASP/MJ - ltima atualizao em 08/02/2008 Pgina 2 4. Mdulo 1Polcia Comunitria: discutindo o conceito Seu guarda, eu no sou vagabundo Eu no sou delinqente,Sou um cara carente.Eu dormi na praa, pensando nela (Bruno e Marrone)Jorge no precisava explicar. Lo sabia. Apenas estava assim, porque havia discutido comRosa.Naquela altura da madrugada, no adiantava lembrar para Jorge, que Lo um sargento dobatalho da Polcia Militar que atuava naquela comunidade e no o Joaquim, o GuardaMunicipal que cuidava do trnsito durante o dia. O melhor a fazer era levar Jorge para casa.No outro dia, ele e Jorge estariam juntos, pois havia organizado junto com Jorge e o ldercomunitrio, uma palestra para as escolas do bairro sobre algo que andava tirando o sono eo dinheiro de muitos moradores: pichao.Para voc, Lo agiu como um policial comunitrio?A resposta correta sim, no s pelo fato de o policial Lo conhecer Jorge, mas porquetrabalham juntos nas demandas da comunidade. Quando policiais, comunidade e lideranascomunitrias atuam juntas de verdade todos saem ganhando. A polcia, porque tem maiorcrdito junto comunidade; a comunidade, porque conhece o trabalho da polcia e atua emparceria com ela, nas solues dos problemas cotidianos de segurana ou que venham a setornar problemas de segurana. O trabalho em conjunto da polcia e da comunidade trazbons frutos.Neste mdulo, voc ter acesso a definies e a caractersticas da Polcia Comunitria e dopoliciamento comunitrio, bem como aos princpios e s tarefas para implantao domodelo de Polcia Comunitria.Curso Polcia Comunitria Mdulo 1SENASP/MJ - ltima atualizao em 08/02/2008 Pgina 3 5. ObjetivosAo final deste mdulo, voc ser capaz de: Estabelecer comparao entre os conceitos de Polcia Comunitria e policiamentocomunitrio; Compreender as principais interpretaes sobre Polcia Comunitria; Apontar os princpios da Polcia Comunitria; e Analisar as condies favorveis para a implantao de Polcia Comunitria.Este mdulo est dividido em 4 aulas: Aula 1 Polcia Comunitria: iniciando a discusso Aula 2 Diferenas bsicas entre a Polcia Tradicional e a Polcia Comunitria Aula 3 Os 10 princpios da Polcia Comunitria Aula 4 Implantao do modelo de Polcia Comunitria Tarefas bsicasAula 1 - Polcia Comunitria: iniciando a discussoEm primeiro lugar, importante se ter clara a noo de que Polcia Comunitria no tem osentido de assistncia policial, mas sim, o de participao social. Nessa condio entende-seque todas as foras vivas da comunidade devem assumir um papel relevante na sua prpriasegurana e nos servios ligados ao bem comum. Acredita-se ser necessria esta ressalva,para evitar a interpretao de que pretende-se criar uma nova polcia ou credenciar pessoasextras nos quadros da polcia como policiais comunitrios.Vale lembrar que a Constituio Federal no seu Art. 144, alm de definir as cinco polcias quetm existncia legal, no deixando qualquer dvida a respeito, diz que a Segurana Pblica direito e responsabilidade de todos, o que nos leva a inferir que alm dos policiais, cabe aqualquer cidado uma parcela de responsabilidade pela segurana. O cidado na medida desua capacidade, competncia e da natureza de seu trabalho, bem como em funo dassolicitaes da prpria comunidade, deve colaborar, no que puder, na segurana e no bemestar coletivo.Murphy (1993) argumenta que numa sociedade democrtica, a responsabilidade pelaCurso Polcia Comunitria Mdulo 1SENASP/MJ - ltima atualizao em 08/02/2008 Pgina 4 6. manuteno da paz e a observncia da lei e da comunidade, no somente da polcia. necessria uma polcia bem treinada, mas o seu papel o de complementar e ajudar osesforos da comunidade, no de substitu-los.Vale salientar o que foi destacado por CARVALHO:Ao tentar implantar este modelo, governo e lderes da sociedade acreditaram que estapoderia ser uma forma de democratizar as instituies responsveis pela Segurana Pblica,isto , medida que se abre para a sociedade, congregando lderes locais, negociantes,residentes e todos quantos puderem participar da segurana local, a polcia deixa de ser umainstituio fechada e que, estando aberta s sugestes, permite que a prpria comunidadefaa parte de suas deliberaes. (CARVALHO, 1989, p.49)A pretenso da Polcia Comunitria procurar congregar todos os cidados da comunidadeatravs do trabalho da polcia, no esforo da segurana.Ento... O que a Polcia Comunitria? Existe diferena entre Polcia Comunitria e policiamento comunitrio?Chegando mais prximo das definiesPolcia ComunitriaNa prtica, Polcia Comunitria (como filosofia de trabalho) difere do policiamentocomunitrio (ao de policiar junto comunidade). Polcia Comunitria deve ser interpretadacomo:Filosofia organizacional, indistinta a todos os rgos de policia, pertinente s aes efetivascom a comunidade.A idia central da Polcia Comunitria propiciar uma aproximao dos profissionais desegurana junto comunidade onde atua, como um mdico, um advogado local ou umcomerciante da esquina, ou seja, criar condies para que a polcia possa ser vista noapenas como um nmero de telefone ou uma instalao fsica referencial. Para isto istonecessrio um amplo trabalho sistemtico, planejado e detalhado.Veja as definies a seguir:Segundo TROJANOWICZ e BUCQUEROUX Polcia Comunitria pode ser descrita como:Uma filosofia e uma estratgia organizacional que proporcionam uma nova parceria entre apopulao e a polcia. Baseia-se na premissa de que tanto a polcia quanto comunidadedevem trabalhar juntas para identificar, priorizar e resolver problemas contemporneos, taisCurso Polcia Comunitria Mdulo 1SENASP/MJ - ltima atualizao em 08/02/2008 Pgina 5 7. como: crime, drogas, medo do crime, desordens fsicas e morais e, em geral, a decadncia dobairro, com o objetivo de melhorar a qualidade geral da vida na rea. (TROJANOWICZ, Roberte BUCQUEROUX, Bonnie, 1994, p.4, grifo nosso)De acordo com FERREIRA:A Polcia Comunitria resgata a essncia da arte de polcia, pois apia e apoiada por toda acomunidade, acolhendo expectativas de uma sociedade democrtica e pluralista, onde asresponsabilidades, pela mais estreita observncia das leis e da manuteno da paz, noincumbem apenas polcia, mas, tambm a todos os cidados. (FERREIRA, 1995, p.58) Sobre Polcia Comunitria, FERREIRA (1995, p.56) apresenta ainda, definies de algunsChefes de Polcia bastante esclarecedoras que confirmam o que dizem TROJANOWICZ eBUCQUEROUX:Polcia Comunitria uma atitude, na qual o policial, como cidado, aparece a servio dacomunidade e no como uma fora. um servio pblico, antes de ser uma fora pblica.CHIEF MATHEW BOGGOT Inspector Metropolitan London Police Department Polcia Comunitria uma filosofia organizacional assentada na idia de uma polciaprestadora de servios, agindo para o bem comum, para junto com a comunidade criaremuma sociedade pacfica e ordeira. No um programa e, muito menos, Relaes Pblicas.CHIEF CORNELIUS J. BEHAN Baltimore County Police Department Polcia Comunitria o policiamento mais sensvel aos problemas de sua rea,identificando todos os problemas da comunidade, que no precisam ser s os dacriminalidade. Tudo o que possa afetar as pessoas passa pelo exame da polcia. umagrande parceria entre a polcia e a comunidade.CHIEF BOB KERR Toronto Me