curso para conserto de tv

Download Curso para conserto de tv

Post on 23-Jun-2015

6.779 views

Category:

Documents

23 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1. CURSO DE TVNesta parte do site teremos umas dicas de funcionamento e consertos dos circuitos dostelevisores. Esta matria ser um tanto resumida devido limitao de espao de hospedagem da pgina. Ao lado temos o menu para navegar pelos tpicos.A placa da TV LOCALIZAO DOS PRINCIPAIS COMPONENTES NA PLACA DO TVQuando abrimos o televisor para consertar, podemos identificar seus circuitos atravs de peasprincipais, inconfundveis. Nesta aula daremos uma noo de como identificar estes principais componentes na placa do televisor. Observe com ateno abaixo: O TUBO DE IMAGEM E OS CIRCUITOS DE TRAMAO tubo ou cinescpio o principal componente do TV. dividido em duas partes: A tela frontal feita de vidro chumbado. Atrs deste vidro tem milhares de pontos de fsforos que acendemquando atingidos com fora por um feixe de eltrons. Atrs da tela fica o canho de eltrons.Dentro do canho h um filamento que acende e aquece um tubinho chamado catodo que emite os eltrons com o calor gerado. Os eltrons so impulsionados com fora at a tela atravs deuma alta tenso (MAT) aplicada na parte de cima atravs de uma chupeta com presilhas. O cabo de MAT sai de um transformador de ferrite chamado "fly-back". Para que o feixe de eltrons se movimente rpido pela tela, no pescoo do tubo h um conjunto de bobinas defletoras ou yoke.A bobina defletora horizontal (BDH) movimenta o feixe 15.750 vezes por segundo da esquerdapara a direita na tela (525 linhas x 30 quadros que o padro da TV no Brasil). Para isto a BDH recebe uma corrente "dente-de-serra" de 15.750 Hz do circuito horizontal do TV. Este circuito tambm possui o fly-back para gerar a MAT para o tubo.

2. A bobina defletora vertical (BDV) movimenta o feixe 60 vezes por segundo de cima para baixo natela (30 quadros, porm cada quadro varrido duas vezes). A BDV recebe uma "dente-de-serra"de 60 Hz do circuito vertical. Veja abaixo o princpio bsico do tubo do TV: Veja abaixo uma foto de um tubo de TV com os detalhes j explicados e alguns que seroexplicados posteriormente nesta matria: IMPORTANTE - Para que o TV tenha trama (tela acesa) devem estar funcionando: A fonte dealimentao, o circuito horizontal e vertical, os circuitos que polarizam o tubo e o CI micro (nocaso dos TVs mais modernos) 3. FonteFONTE DE ALIMENTAO DO TELEVISORA fonte recebe a tenso alternada da rede e a transforma em contnua para alimentar os circuitosdo TV. dividida em duas partes: A fonte comum que transforma a tenso da rede em 150 VCCno estabilizada (m qualidade) e a fonte chaveada que transforma os 150 VCC em um ou vrios+B estabilizados (boa qualidade). Abaixo temos os menus para esta parte do TV:A FONTE COMUM E O CIRCUITO DE DESMAGNETIZAO DO TUBOA fonte comum encontrada atravs do cabo de fora e dos quatro diodos retificadores, tanto noesquema quanto na placa do TV. Tambm h o fusvel de proteo, o capacitor de filtro principal (o maior eletroltico do TV), o fusistor de entrada (resistor de potncia de fio de baixo valor quefunciona como um fusvel) e uma chave liga/desliga geral em alguns TVs. Veja abaixo o princpio da fonte comum:Os diodos transformam a tenso alternada da rede em pulsante e o capacitor de filtro, transformaem tenso continua de 150 V ou 300 V se a rede for 220 V. Esta tenso vai para a fonte chaveada. O fusistor de entrada o resistor grande de baixo valor j mencionado. Tem duas funes: Proteger a fonte chaveada do pico inicial da tenso de 150 V e abrir se algum componente entrar em curto na fonte. As duas bobinas e o capacitor de polister na entrada darede no permitem que a frequncia da fonte chaveada saia pela rede e interfira em outros aparelhos. Este filtro est presente em todos os tipos de fonte chaveada.Circuito de desmagnetizao - A bobina de desmagnetizao fica enrolada numa fita isolante em volta do tubo. Tem a funo de criar um campo magntico alternado com a tenso da rede para desmagnetizar a mscara de sombras (uma chapa de ferro que h dentro do tubo). Desta formaevita-se que a imagem apresente manchas coloridas nos cantos da tela. Esta bobina funciona por poucos segundos at que o termistor PTC se aquea, aumente sua resistncia e diminua bastante a corrente. Em alguns TVs o termistor PTC duplo, em outros simples. COMO ACHAR A FONTE COMUM NA PLACA DO TVConforme j explicado, a fonte comum pode ser encontrada na placa seguindo-se o cabo de fora. A seguir acharemos os diodos retificadores (h TVs que usam a ponte retificadora numapea s), o filtro principal, fusvel, fusistor, termistor e o conector da bobina de desmagnetizao.Veja abaixo dois exemplos: 4. FONTE CHAVEADA EM SRIENeste tipo um transistor chamado regulador fica em srie com a linha de +B do televisor. Elerecebe o +B de 150 V da fonte comum atravs do primrio de um transformador de ferritechamado "chopper". Atravs da oscilao deste transformador juntamente com algunscomponentes ligados, o transistor funciona como uma chave liga/desliga, conduzindo e cortandocerca de 15.000 vezes por segundo. Quando ele conduz, carrega o capacitor da sada com 100 V. Quando ele corta, a tenso deste capacitor mantm o TV alimentado. Veja o funcionamentoabaixo: 5. Quando o TV ligado, R2 polariza a base do regulador e este conduz, fazendo passar corrente no chopper que induz um pulso no secundrio, sendo aplicado na base atravs de R3 e C3. Oregulador ento corta, interrompe a corrente, e o chopper induz outro pulso para a base fazendo oregulador conduzir novamente e este ciclo se repete milhares de vezes por segundo. Portanto a fonte chaveada tambm pode ser chamada de fonte auto oscilante. O +B na sada desta fonte jest estabilizado (boa qualidade) e vai alimentar o circuito horizontal do TV. FONTE CHAVEADA EM SRIE COM CI STR aquela na qual o regulador fica dentro de um CI chamado STR junto com outros transistores evrios componentes para manter a tenso na sada da fonte estvel e no valor correto de 100 V. Tal CI possui 5 pinos, sendo que o pino 5 no est ligado ao circuito. Veja abaixo um exemplo:No pino 3 entra o +B no estabilizado de 150 V da fonte comum e no pino 4 sai o +B estvel de100 V. O pino 2 tem trs funes: disparo inicial, oscilao e sincronismo da fonte com o circuito 6. horizontal do TV atravs de pulsos de 15.750 Hz vindos do fly-back. Desta forma a fonte no ficaapitando nem produzindo uma "barrinhas" horizontais na imagem. Observe como os componentes que mantm a tenso estvel de 100 V na sada da fonte ficam todos dentro doSTR. Neste exemplo, como ocorre em vrias TVs, o chopper alm de manter a oscilao dafonte, tambm fornece uma tenso que ser retificada e alimentar outros circuitos. O capacitor CF entre os pinos 3 e 4 elimina os rudos gerados pelo chaveamento do CI. Tal rudo apareceriana tela em forma de "fumaa" preta no centro. Esta fonte j bivolt automtica. Quando o TV ligado em 220 V, a fonte comum fornece 300 V para o pino 3 do STR, mas ele muda a frequncia de oscilao e mantm os mesmos 100 V no pino 4. COMO IDENTIFICAR A FONTE COM STR NA PLACA DO TVVeja no desenho abaixo a estrutura bsica de uma fonte chaveada em srie que usa o CI STR de 5 pinos:Veja abaixo dois televisores onde esto identificados o chopper e o CI STR de 5 pinos: 7. FONTE CHAVEADA EM PARALELOEsta fonte a mais usada pelos TVs modernos devido ao seu menor consumo de energia eltricado que a fonte em srie. Aqui o transistor regulador liga e desliga o primrio do chopper atravsde uma onda quadrada (PWM) em sua base vinda de um circuito oscilador (CI ou outrostransistores). Veja abaixo o funcionamento:Quando o transistor conduz, o chopper cria um campo magntico. Quando ele corta, a energiamagntica armazenada no chopper induz um pulso de tenso no secundrio. Tal tenso retificada e filtrada, resultando num +B de boa qualidade para alimentar o televisor. Nesteexemplo, D2 e C2 mantm o oscilador alimentado e desta forma o funcionamento da fonte. PWMsignifica modulao por largura de pulso, ou seja, o valor do +B desta fonte depende da largurados pulsos na base do transistor. Quanto mais largos maior a tenso induzida no secundrio emaior o valor do +B. O circuito de controle altera a largura dos pulsos para corrigir qualqueralterao no valor do +B.FONTE EM PARALELO COM CI STR Como podemos observar abaixo, esta fonte tem o transistor regulador chaveador, o circuito oscilador e controle dentro de um nico CI STR de 9 pinos. 8. O +B de 150 V entra no pino 1 onde est o transistor chaveador. Tal transistor tem ligaes forado CI pelos pinos 1, 2 e 3. O CI gera os pulsos PWM internamente, saindo pelos pinos 4 e 5 eindo para a base do chaveador (pino 3). O pino 9 do CI recebe dois +B: Um deles vindo da ponteretificadora para o disparo da fonte e o outro retificado e estabilizado pelo transistor Q1,mantendo o CI alimentado.Estabilizao do +B - O fotoacoplador IC2 e o regulador IC3 retiram uma amostra do +B eenviam ao pino 7 do STR. Desta forma ele pode saber como anda a tenso na sada da fonte.Quando o +B aumenta, o LED do fotoacoplador acende mais forte e aumenta a tenso no pino 7do STR. Isto aumenta a frequencia do oscilador interno do STR, fazendo o chaveador cortar maisrpido e reduzir a tenso induzida no secundrio do chopper, e desta forma o valor do +B aonormal.IMPORTANTE - Defeito no IC2 ou IC3 pode deixar o +B muito baixo ou muito alto.Veja abaixo a estrutura da fonte em paralelo com STR: 9. ,EXEMPLO DE UM TELEVISOR COM FONTE CHAVEADA EM PARALELO COM STRVeja abaixo um televisor Mitsubishi usando um STR de 9 pinos na fonte. um componente fcilde encontrar, j que grande e est num dissipador. Tambm podemos ver o CI SE115, parecidocom um transistor de mdia potncia e o fotoacoplador (CI de 4 ou 6 pinos): FONTE EM PARALELO COM TRANSISTOR MOSFETEsta a fonte que vem sendo usada pelos televisores mais modernos devido sua simplicidadee um menor consumo de energia. Veja um exemplo abaixo: 10. O transistor chaveador desta fonte um MOSFET que consome menos energia que um transistorcomum para esta mesma finalidade. O oscilador e o controle da fonte esto dentro do IC1, um CIde 8 pinos. Ao