curso de politicas publicas - professor tadeu

Download Curso de politicas publicas - professor Tadeu

Post on 19-Dec-2014

1.272 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Curso preparatório para concurso Professor Moacir

TRANSCRIPT

  • 1. Curso de Polticas PblicasSegunda ParteGrupo do Prof. MoacirMAIO/2013

2. Definio dePoltica pblica: o conjunto de aes desencadeadas pelo Estado, nasescalas federal, estadual e municipal, com vistas aoatendimento a determinados setores da sociedade civil.Elas podem ser desenvolvidas em parcerias comorganizaes no governamentais e, como se verificamais recentemente, com a iniciativa privada. 3. Os tipos de Polticas PblicasAs polticas pblicas podem ter vrios objetivos e particularidadesdistintas.A princpio, poltica pblica so as atitudes tomadas ou no pelogoverno e os impactos dessas aes e omisses.Sendo assim, as polticas pblicas podem serdivididas em trs tipos:Polticas Pblicas DistributivasPolticas Pblicas Redistributivas;Polticas Pblicas Regulatrias. 4. Polticas Pblicas Distributivas;Possuem objetivos pontuais relacionados ao oferecimento deservios do estado e equipamentos.-A doao de cadeiras de rodas para deficientes fsicos;-Pavimentao de ruas.Essas polticas passaram a ser aplicadas de uma maneira maisigualitria aps a criao das LOAS Lei Orgnica deAssistncia Social, criada em 1988, que d sustentao legala assistncia social.Aps a criao das LOAS os programas de assistncia socialpassaram a ser contnuos, os cidados devem ter acesso aosservios, exigir os direitos reservados por lei e d autonomiapara os usurios. 5. Polticas Pblicas Redistributivas;So aquelas que visam redistribuir a renda em forma definanciamento em servios e equipamentos e na forma derecursos.- Iseno do IPTU para determinados cidados em detrimentoao aumento desse imposto para pessoas com maior poderaquisitivo;- Programas habitacionais para populao de baixa renda.As polticas redistributivas atingem uma grande parte da populaoe so vistas como direitos sociais.Nesses casos as chances de discordncia so maiores, pois a parteda populao que penalizada, costuma ser mais organizadapoliticamente. 6. Polticas Pblicas Regulatrias.As polticas regulatrias so criadas para avaliar alguns setores nointuito de criar normas ou implementar servios e equipamentos. essa poltica a responsvel pela normatizao das polticasdistributivas e redistributivas, est mais relacionada legislao.Esses casos atingem pequenos grupos da sociedade noexatamente um grande grupo social.Ou seja, elas incidem de maneira diferente em cada segmentosocial. Grande parte da sociedade no tem cincia do que so aspolticas regulatrias e muitas vezes s reclamam quando soprejudicados de alguma forma-Limitao das vendas de determinados produtos. 7. Os atores envolvidosSo chamados de atores polticos ou atores sociais os membros dosgrupos que integram o sistema poltico. Em todo o procedimento daspolticas pblicas, desde o questionamento at a execuo, h basicamentedois tipos de atores: os estatais ou pblicos provenientes do Governo oudo Estado e os privados provenientes da sociedade civil, compostos porsindicatos dos trabalhadores, empresrios, grupos de presso, centros depesquisa, imprensa, associaes da Sociedade Civil Organizada (SCO)TrabalhadoresA fora deste grupo resulta da ao organizada, pois atuam atravs de seussindicatos, que geralmente so ligados a partidos, ONGs e, s vezes, atmesmo igrejas. Dependendo da importncia do setor no qual atuam, podemter um maior poder de presso;EmpresriosEste grupo exerce uma enorme capacidade de influir nas polticas pblicas,visto que podem afetar a economia do pas. Os empresrios mobilizamseus lobbies (do termo lobby, que significa a atividade de presso que temcomo objetivo inferir diretamente nas decises do poder pblico em favorde interesses privados) para encaminhar suas demandas aos atorespblicos. Podem se manifestar como atores isolados ou coletivos; 8. Grupos de interesse e grupos de pressoOs grupos de interesse so formados por pessoas que compartilham omesmo desejo e trabalham para conquistar seus objetivos. J os grupos depresso so formados por pessoas que possuem o objetivo de influenciardeterminada deciso de carter pblico. Muitas vezes, esse tipo de pressoacontece de forma direcionada ao Legislativo, porm, pode incidir tambmsobre os meios de comunicao, o Judicirio e o Executivo. Tambm comum tais grupos apoiarem determinados partidos polticos e algunspossuem recursos financeiros e organizacionais;Organizaes de PesquisaPodem ser formadas por universidades ou organizaes especializadas empesquisas relacionadas s polticas pblicas. Com essas pesquisas, elespropem solues prticas para problemas sociais e assim, influenciam noprocesso de polticas pblicas;MdiaA mdia possui grande influncia quando o assunto a definio deimpasses relacionados ao governo. So formadores de opinio quepossuem credibilidade na sociedade e por isso so capazes de mobilizarum grande nmero de pessoas. Alm disso, possuem certo domnio sobreas polticas pblicas. 9. As fases:a)Formao da agendaMomento em que so selecionadas as prioridades;Dada a impossibilidade de que todos os problemas existentes na sociedadesejam atendidos, pois os recursos necessrios para tal ao so escassosem relao quantidade de problemas, a primeira fase correspondente formao de agenda necessria para que sejam estipuladas as questesa serem discutidas pelo governo.Portanto, este processo de se estabelecer uma listagem dos principaisproblemas da sociedade envolve a emergncia, o reconhecimento e adefinio dos problemas em questo e, consequentemente, os que nosero atendidos. 10. b)FormulaoMomento em que so apresentadas solues ou alternativas;A partir do momento em que os problemas so inseridos na agenda, preciso planejar eorganizar as alternativas que sero colocadas em prtica para a soluo dos mesmos. oinstante em que se deve definir o objetivos das polticas pblicas, as aes que serodesenvolvidas e suas metas. Sendo assim, muitas propostas de ao so descartadas, oque provoca embates polticos, visto que determinados grupos teriam tais aes queforam deixadas de lado, favorveis a eles.Pode-se definir como necessrios a uma boa formulao de polticas os seguintes passos:a transformao de estatsticas em dados importantes para a soluo dos problemas;identificao dos principais atores envolvidos e a avaliao das preferncias dos mesmos;e ao com base nas informaes adquiridas.A avaliao das alternativas deve acontecer de forma objetiva, levando-se em contaalgumas questes, como viabilidade financeira, legal e poltica, e tambm os riscostrazidos pelas alternativas em estudo. Desta forma, opta-se por aquelas que seriam maisconvenientes para o cumprimento do objetivo. 11. c)ImplementaoMomento em que so executadas as polticas; na implementao que os planos e escolhas so convertidos em aes, resultados.Durante este perodo, as polticas podem sofrer diversas transformaes dependendo daposio do corpo administrativo, que o responsvel pela execuo da poltica.Nesta fase, alguns elementos podem prejudicar o processo das polticas, como porexemplo: disputa pelo poder entre organizaes; contexto social, econmico e tecnolgicodas polticas; recursos polticos e econmicos; treinamento do setor administrativoresponsvel pela execuo e o apoio poltico disposio.H dois modelos de implementao das Polticas Pblicas:o de Cima para Baixo (modelo centralizado, aplicao do governo para a sociedade) e ode Baixo para Cima (modelo descentralizado, aplicao da sociedade para o governo).No modelo de Cima para Baixo, poucos funcionrios participam das decises e formasde implementao.No modelo de Baixo para Cima, os favorecidos pelas polticas, atores pblicos eprivados, so chamados para participar do processo. 12. d)Monitoramento e AvaliaoQuando ocorre a anlise das aes tomadas.O fato da Avaliao ser colocada como a ltima fase, no quer dizer queela deve ser utilizada apenas no fim da atuao poltica.A avaliao pode/deve ser feita em todo o processo, contribuindo para umbom desenvolvimento das aes minimizando as chances de insucesso.Na avaliao ocorre o processo de coleta de dados e anlise do programaadotado, o que permite a percepo dos erros e pode levar aoaperfeioamento posteriormente. Portanto, esta fase: analisa os impactos, aeficincia, eficcia e sustentabilidade das aes desenvolvidas; possibilita acorreo, preveno de erros e a criao de novas informaes parafuturas polticas pblicas; permite que a administrao faa a devidaprestao de contas das atitudes tomadas; responde se os resultadosproduzidos esto se saindo da maneira esperada e identifica os obstculosque dificultam o desenvolvimento do processo; alm de fomentar acomunicao e a cooperao entre os diversos atores.Em relao aos responsveis pela avaliao, pode-se dividir de duasformas: avaliao interna feita pelos responsveis pela gesto doprograma, e avaliao externa feita por especialistas no participantesdo programa 13. FimdaSegundaparte 14. Atividade em sala de aula1- Escolham uma poltica pblica de inspirao liberal queconsideram inadequada ou equivocada e justifique:2-Escolham uma poltica pblica implementada pelo PTque consideram a mais importante para a sociedadebrasileira e justifique: 15. Na atividade, aps escolher a poltica pblica,organize seguindo o roteiro:2- Os atores envolvidos1- O tipo de polticapblica3- As fases:a)Formao daagendab)Formulaoc)Implementaod)Monitoramentoe AvaliaoIndustrial, agrcola, assistencial,educacional, monetria etc.Atores Pblicos PolticosEleitos, Burocratas,Tecnocratas etc.Atores Privados Empresrios,trabalhadores, estudantes etc.