curitiba por dentro e por fora

Download Curitiba por dentro e por fora

Post on 19-Mar-2016

230 views

Category:

Documents

9 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Curitiba Por Dentro e Por Fora Um passeio pelos principais pontos turísticos e opções de lazer e entretenimento de Curitiba

TRANSCRIPT

  • 03

  • 05

  • 08

    Curitiba

    Considerada referncia internacional em planejamento urbano e qualidade de vida, Curitiba a capital do estado do Paran. Cidade Sorriso, Capital Ecolgica do brasil e Capital das araucrias, so alguns dos adjetivos que identificam essa cidade to peculiar frente a outras capitais bra-sileiras, seja pela organizao ou pelo clima europeu, Curitiba encanta tanto quem visita, quanto quem mora e se enamora por ela. Podemos dizer que uma roa sofisticada, pois a tecnologia e a modernidade vivem lado a lado com jeitos, ares e vantagens de pequenas cidades do interior. possvel, ainda hoje, ver casas de madeira ladeadas por enormes edifcios de apartamentos. Seu projeto urbanstico, posterior ao de braslia-DF e considerado um dos mais importantes na histria do brasil, foi iniciado na dcada de 1970 e permitiu que o crescimento demogrfico pro-vocado pelas migraes do campo, resultado da substituio da mo de obra agrcola pelas m-quinas, no transformasse a cidade num caos generalizado. Pelo contrrio, a mtica imigrante do trabalho (observao do poeta Paulo Leminski, falecido no sculo passado) combinada a gestes municipais com foco na continuidade, acabou gerando uma Curitiba planejada e premiada inter-nacionalmente, em gesto urbana, meio ambiente e transporte coletivo.

    rea: 434,967 km2

    Populao: 1.851.215 habitantes (ibGE/2009)bairros: 75relevo: Levemente onduladorea verde por habitante: 51 mClima: Subtropicalaltitude: 945 mLatitude: 252548 SulLongitude: 491615 OesteFuso horrio: braslia (utC -3)Clima: temperadoPluviosidade: 1.500 mm/ano

    Fonte: Prefeitura Municipal de Curitiba Dados de 2009

    Curitiba

    Curitiba, the capital of the state of Paran, is an international reference in urban planning and life quality. Smiling City, Ecological capital of brazil and Capital of araucrias. these are some names that identify this peculiar city compared to others brazilian capitals. Due to its organization or its European weather, Curitiba enchants visitors and those who live there and fall in love with it. Curitiba is like a sophisticated rural place, because technology and modernity live together with the way of life and advantages of small cities. its even possible, actually, to see wooden houses beside huge buildings. its urban design, after braslias project and considered one of the most important in the country history, was started on 1970`s and allowed that the demographic growth, caused by internal migrations as a result of the substitution of farm labor by the machines, didn`t turn the city into a generalized chaos. On the contrary, the work immigrant mythical (an observa-tion from the poet Paulo Leminski, who died in the last century) associated to municipal govern-ments that focused in continuity, permitted to create a planned Curitiba and an international city recognized and awarded in urban management, environment and public transportation.

    area: 434.967 km2Population: 1.851.215 inhabitants (ibGE/2009)Districts: 75relief: Slightly wavyPer capita green area: 51 mClimate: Subtropicalaltitude: 945 mLatitude: 25 2548SouthLongitude: 49 1615Westtimezone: GMt (utC -3)Climate: temperaterainfall: 1500 mm / year

    Source: Curitiba City Hall - Data from 2009

  • HiStria

    a hiptese mais popular para a origem do nome da cidade a de que este derivaria das palavras em tupi, cor que seria algo como pinheiro e etuba que um sufixo que indica ajuntamento, portanto seria algo como ajuntamento de pinheiros. Sua fundao oficial data de 29 de maro de 1693, quando foi criada a Cmara. as primeiras incurses em territrio curitibano se deram atravs de Paranagu e ocorreram em consequencia de expedies de bandeiras que vinham procura de ouro. a primeira expedio oficial para explorao de minas de ouro foi chefiada por Eleodoro bano Pereira, que tido como fundador da cidade. No sculo XVii, sua principal atividade econmica era a minerao, aliada agricultura de subsistncia. O ciclo seguinte, que perdurou pelos sculos XViii e XiX, foi o da atividade tropeira, derivada da pecuria. Os tropeiros conduziam o gado entre o rio Grande do Sul e So Paulo, cujo destino final eram as Minas Gerais. O longo caminho e as intempries faziam com que eles fizessem invernadas, espera do fim dos invernos rigorosos, em fazendas locais. aos tropeiros se devem costumes como o fogo de cho para assar a carne e contar causos, a fala escandida o sotaque leite quente , o chimarro, o uso de ponchos de l, a abertura de caminhos e a formao de povoados. No final do sculo XiX, com o ciclo da erva-mate e da madeira em expanso, dois acontecimentos foram bem marcantes: a chegada em massa de imigrantes europeus e a construo da Estrada de Ferro Paranagu-Curitiba. Os imigrantes, ao longo do sculo XX, deram nova conotao ao cotidiano de Curitiba. Suas culturas se incorporaram de tal maneira cidade que hoje ela conta com festas cvicas e religiosas de diversas etnias, alm dos diversos memoriais da imigrao, em espaos pblicos. Curitiba, formada num altiplano a 934 metros acima do nvel do mar, carente de marcos de paisagem oferecidos pela natureza, acabou criando suas principais referncias pela cincia e pela mo humana. No sculo XX, no cenrio da cidade planejada, a indstria se agregou forte-mente ao perfil econmico antes embasado nas atividades comerciais e do setor de servios. Seu povo, uma mistura que reuniu estrangeiros de todas as partes do mundo e brasileiros de todos os recantos, ensina no dia a dia a arte do encontro e da convivncia. Como nas alvoradas de seus pioneiros, Curitiba renasce a cada dia com a esperana e o trabalho nas veias.

    HiStOrY

    the most popular hypothesis for the origin of the name Curitiba is that it derived from the words in tupi, cor that would mean something like pine and etuba which is a suffix that indicates gathering, so it would be something like gathering of pines. its official foundation dates to March 29th, 1693, when it was created the Cmara. the first incursions into Curitiba territory were through Paranagu and occurred as a consequence of the expeditions done by the bandeirantes that came looking for gold. the first official expedition to the exploitation of gold mines was led by Eleodoro bano Pereira, who is regarded as the founder of the city. in the seventeenth century, its main economic activity was mining, combined with subsistence farming. the next cycle, which lasted for the eighteenth and nineteenth centuries, was the tropeira activity, derived from live-stock. the tropeiros led the cattle from rio Grande do Sul to So Paulo, whose final destination was Minas Gerais. the long road and the weather conditions made them take shelter on local farms, waiting for the harsh winters to end. From tropeiros we can attribute traditions such as a ground fire to roast the meat and telling causos, the punctuated speech - the leite quente ac-cent - the mate, the use of wool ponchos, the pioneering and the creation of villages. in the late nineteenth century, the mate and wood cycle, two events were quite remarkable: the mass arrival of European immigrants and the construction of the Paranagu-Curitiba railroad. immigrants over the twentieth century, gave new meaning to daily life in Curitiba. their cultures were incorporated into the city so much, that today it has civic and religious festivities among various ethnic groups, as well as various immigration memorials in public spaces. Curitiba, formed in a plateau at 934 meters above sea level, lacking landscape landmarks provided by nature, has created its own visual references by human activity. in the twentieth century, in a planned city context, the industry strongly aggregated to its economic profile, until then based on commercial activities and the service sector. their inhabitants, a mix of foreigners from all over the world and every corner of brazil, teach daily the art of meeting and mutual living. as the dawn of their pioneers, Curitiba is reborn each day with hope and pleasure on work.

    11

  • SEtOr HiStriCO

    Localizado no bairro de So Francisco, possui o conjunto das mais antigas edificaes de Cu-ritiba, delimitado por decreto municipal de 1971. um passeio por suas ruas um mergulho na histria e na cultura do povo curitibano. O Largo da Ordem, ponto fundamental do trajeto e fechado para trfego de veculos na dcada de 1970, sempre foi o palco de intenso e variado comrcio, desde o sculo XViii, quando os colonos traziam seus produtos de carroa e faziam compras nas casas comerciais existentes. ainda hoje, existe o famoso bebedouro que servia aos cavalos e mulas dos tropeiros. Construdo em pedra, com uma bacia de ferro, fica entre a igreja da Ordem (1737), a Casa romrio Martins, considerada a mais antiga da cidade que, atualmente, um centro de informaes tursticas e referncia histrica e a Casa Vermelha (1891) que, a partir de 1993, tornou-se um espao cultural. Subindo a rua Claudino dos Santos em direo Praa Garibaldi, alm do Memorial de Curitiba, podemos perceber a influncia da arquitetura portuguesa e algumas caractersticas da arquitetura alem de meados do sculo XiX, nas edi-ficaes que, atualmente restauradas e adaptadas, em sua maioria, tm por utilidade funes culturais, instituies de ensino, comrcios, restaurantes, pubs, galerias de arte, etc. Mais acima, a igreja Presbiteriana, a igreja do rosrio, a Fonte da Memria, com sua cabea de cavalo ao centro, o relgio das Flores, a Sociedade Garibaldi, as runas de So Francisco e o Museu Para-naense, formam o cenrio da j tradicional Feira de artesanato do Largo da Ordem que, desde 1973, acontece todos os domingos de manh, sendo animado ponto de encontro com msica ao vivo, apresentaes de teatro e manifestaes artsticas das mais variadas.

    HiStOriCaL CENtEr

    Located in So Francisco District, the Historical Center has the oldest buildings