curadoria de informacao no ciberjornalismo

Download Curadoria de Informacao no Ciberjornalismo

Post on 15-May-2015

2.950 views

Category:

Technology

2 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Apresentação no III Seminário de Ciberjornalismo da UFMS

TRANSCRIPT

  • 1. Curadoria de Informao econtedo na WebContribuies possveis para o ciberjornalismo

2. Adriana AmaralPPG Cincias da Comunicao UNISINOS#Comdig #JornalismoPesquisadora CNPq 3. Roteiro! Papel da curadoria na cultura contempornea! Curadoria na web: amadores e prossionais ! Recomendao! Reconhecimento de padres: contedo e contexto! Jornalista-curador?! Crtica 4. Etimologia da palavra! Curar: zelar por; cuidar de;! Curador como vigia;! Curadoria religiosa ou monstica; 5. Mudana no papel docurador na sociedade 6. ! Segundo Oguibe (2004) at a segunda metade do sculo XX, a gura do curador no passava de um agente provinciano com uma referncia estrutural limitada;! Aumento do nmero de atribuies e de tipos de atributos sociais que extrapolam o conhecimento sobre histria da arte, esttica, etc. Atuao como mediador social;! Aumento de Status; 7. Relao e mediao coma instituio (museu), oartista e o pblico. 8. ! Connaisseur? Especialista? Explorador? Vigia? Corretor Cultural?! Anos 60 - relao com a Academia;! Resultado: visibilidade s obras e artistas. Legitimao. Construo de um discurso sobre a obra 9. Entre os anos 70 e 90, medida que os acadmicos ecrticos se tornaram menos inuentes nas decises sobreo destino da carreira do artista especialmente nacultura metropolitana , o curador comeou cada vezmais a denir a natureza e a direo do gosto na artecontempornea tanto assim que, na virada para osculo XXI, o curador passa ento a representar a guramais temida e talvez a mais odiada da artecontempornea. (Oguibe, 2004)! 10. Curadoria na Web! Para Rosenbaum (2011) e Beiguelman (2011) o volume de dados na web explica e justica o surgimento e o crescimento da atribuio de curadoria de informao nesses ambientes;! Jennings (2007) sublinha a atuao dos produtores de contedo especializados (nos blogs, por ex) como curadores da memria cultural 11. tsunami de dadosRosenbaum, 2011 12. Dadosfera 13. Blogs analisados:146.628, 598 14. Mobile 15. Durante 2010, o volume de dados mveis enviadofoi cerca de 2,6 vezes maior que no ano anterior,segundo dados da Previso do Trfego GlobalMvel da Cisco 16. At 2015, o volume de trfego de dados nainternet deve crescer 26 vezes alcanando 6,3exabytes por ms ou uma taxa anual de 75exabytes 17. Curadoria e Qualidade! Rosenbaum (2011) indica dois critrios para se compreender a curadoria:! 1 - Curadoria adiciona valor a partir dos humanos e o seu julgamento sobre o que est sendo coletado e organizado;! 2 - Curadoria Amadora, Curadoria Prossional - no h ameaas 18. ! Volume exaustivo de dados (textos, links, vdeos, udios, fotos) e formatos! Mecanismos de buscas (Altavista, Yahoo!, Google) como origem da organizao das buscas e recuperao de informao na web;! 1997/1998 - Jorn Barger - Blog - sites que colecionavam e divulgavam links interessantes (Amaral, Recuero e Montardo, 2009) 19. Mecanismo de Busca 20. Busca em tempo real 21. Blogs 22. Agregadores de Feeds 23. 3 Modelos de CuradoriaOn-line (Beiguelman, 2011) 24. ! Curador como ltrador! Curador como agenciador! A plataforma como dispositivo curatorial 25. Curador - Filtrador! Links! Relao humano-mquina! Efeito! Contexto 26. Curador - Agenciador! A forma do agenciamento se d pela combinao entre a sistematizao de categorias de contedo e suas relaes 27. Plataforma curatorial! A plataforma potencializa mas preciso o elemento humano;! A curadoria muito mais manual e estratgico, embora o suporte tambm ajude a condicionar a forma do consumo da informao. 28. Curador como crtico! Funo crtica! Contexto histrico/social do contedo! Democratizao da palavra curador 29. Recomendao (S, 2009)! Filtros de informao;! Atores humanos e no-humanos; (Latour, 1992)! Softwares de recomendao: agentes inteligentes, que tentam antecipar os interesses do consumidor no ambiente digital e prever seus gostos, a m de recomendar novos produtos;! Meetodologias de anlise: ltragem colaborativa, similariedade. 30. Prticas de curadoria! Folksonomia e escrita coletiva de tags (Amaral e Aquino, 2009) - Ex: Last.fm! Cultura da remixagem, spoofs e mistura entre materiais de arquivo e imagens novas! Visualizao de dados ! Crowdsourcing - Exs: videos feitos por fs, lmes e projetos nanciados atravs de plataformas coletivas 31. Novas funesjornalsticas em temposde redes 32. ! Otimizador de Manchetes (SEO)! Agregador de Mdia Social! Especialista em slideshow! Cientista das histrias (analytics)! Detetive dos dados! Editor-curador! Apurador-Produtor de virais! Networker! Produtor de ebooks 33. ! Fonte: Sustainable Journalism! http://sustainablejournalism.org/future-of- journalism/journalism-jobs-may-hold-future 34. Estratgias de curadoria de contedo no ciberjornalismo! Curadoria depende de tarefas manuais, do fator humano;! Anlise de fontes;! Avaliao de contedos baseado em critrios editoriais estabelecidos;! Publique contedo dentro de uma agenda;! Pese seu contedo em relao explicao dos contextos; 35. ! Jornalista como mediador dos ambientes sociais;! Conversao;! Apurao! Ir alm dos TT;! Observar os padres alm do quantitativo (no. de followers, likes, etc);! Gatewatching (Bruns) 36. #cadica! Antropologia (reconhecer e interpretar padres)! Histria das tecnologias! Arquivologia! Cincia da Informao (busca e recuperao)! Arquitetura da informao! Sistemas de recomendao! Interfaces Humano Computador! Digital Storytelling (multiplataforma) 37. Referncias! AMARAL, Adriana, AQUINO, Maria Clara. Eu recomendo... e etiqueto. Prticas de folksonomia dos usurios do Last.fm. Revista Lbero, n. 24, Ano XII, pp.117-129, Dez. 2009. Disponvel em http://www.revistas.univerciencia.org/index.php/libero/article/view/6779/6122 ! AMARAL, Adriana., RECUERO, Raquel., MONTARDO, Sandra. Blogs: mapeando um objeto. In: AMARAL, RECUERO & MONTARDO. Blogs.com: estudos sobre blogs e comunicao. SP: Momento Editorial, 2009. Disponvel em http://www.sobreblogs.com.br ! BEIGUELMAN, Gisele. Curadoria de informao. Palestra, USP, 2011. Disponvel em: http://www.slideshare.net/gbeiguelman/curadoria-informacao! JENNINGS, David. Net, blogs and rock nroll. How digital discovery works and what it means for consumers, creators and culture. Boston: Nicholas Brealey Publishing, 2007.! OGUIBE,Olu. O fardo da curadoria. In: Revista Concinnitas Virtual, n.6, UERJ, RJ, Julho 2004. Disponvel em http://www.concinnitas.uerj.br/resumos6/oguibe.htm ! ROSENBAUM, Steven. Curation nation. Why the future of context is context. NY: McGraw Hill, 2011.! S, Simone. Se voc gosta de Madonna tambm vai gostar de Britney! Ou no? Gneros, gosto e disputas simblicas nos sistemas de recomendao musical. Artigo Apresentado na Comps 2009, PUCMG, Belo Horizonte, 2009. Disponvel em http://www.compos.org.br 38. Obrigada!@adriaramaralavors.me/adriamaralwww.adriamaral.com