cultivando a inovação

Download Cultivando a Inovação

Post on 18-Nov-2014

3.252 views

Category:

Business

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

módulo 5 da disciplina de inovação e criatividade: Incentivando a cultura criativa; Gestão de idéias para inovação contínua; Incentivos e recompensas na inovação

TRANSCRIPT

  • 1. Criatividade e Inovao Mdulo 5 Cultivando a Inovao Graziela B. Mota Graziela Mota Inovao e Criatividade
  • 2. 8 passo para a mudana de valor Focar e cultivar Graziela Mota Inovao e Criatividade
  • 3. Fit estratgico da Inovao A inovao no deve determinar a estratgia, ao contrrio, a estratgia que deve ditar a direo a ser seguida pelo processo de inovao Graziela Mota Inovao e Criatividade
  • 4. Fit estratgico da Inovao A Inovao uma das maneiras pela qual uma empresa alcana sua viso Prazos, responsveis, KPIs, mtodos, recursos viso Aonde Queremos estar objetivos Para onde Vamos agora Estratgias Projetos, programas ou iniciativas Atividades Como Chegaremos l O que faremos Como faremos tarefas Como executaremos inovao Graziela Mota Inovao e Criatividade
  • 5. Foco e inovao Deve ser definido um arcabouo para a inovao, delineando os mercados geogrficos e os tipos de produto e servio em que a inovao desejada Focar no restringe a criatividade a criatividade nasce na delimitao do problema Inovao previsvel vs inovao exploratria Delimitando o arcabouo: Graziela Mota Inovao e Criatividade
  • 6. Foco e Inovao a) Processo de inovao aberto ou fechado? b) Grau de controle desejado sobre o processo? c) Quantidade de processos que podem ser realizados simultaneamente? Relao direta com a eficcia do processo de inovao : Necessidade de diviso e priorizao de recursos, tempo, investimentos, atividades... Graziela Mota Inovao e Criatividade
  • 7. Foco e Inovao Delinear o foco para que os resultados do processo de inovao fiquem de acordo com os objetivos estratgicos da empresa e os recursos disponveis Graziela Mota Inovao e Criatividade
  • 8. Foco e Inovao Diretrizes de Inovao Reduzir a quantidade de propostas submetidas considerao e aprovao e no exceder os riscos assumidos. Ex: a) O lanamento deve gerar vendas mnimas de... b) O payback deve ser em x tempo c) O lanamento deve utilizar marcas da empresa d) O processo de inovao no pode durar mais que x tempo e) O lanamento no pode canibalizar o atual portfolio de produto Graziela Mota Inovao e Criatividade
  • 9. Foco e Inovao Lista de verificao Check list do potencial de valor da inovao empresa Ex: a) b) c) d) e) f) Graziela Mota O projeto realmente necessrio? Quando concludo, que benefcios trar aos clientes? Temos que assumir o projeto agora ou haver alguma repercusso negativa se adiarmos? Trabalhar no projeto afetar as operaes da empresa e seus objetivos? Qual o perodo total, como mensurar seu progresso e qual o potencial para a empresa? Temos outros projetos de menor complexidade que podem substituir oprojeto em discusso? Inovao e Criatividade
  • 10. Foco e Inovao Objetivos de Inovao O que a empresa est buscando enderear com o lanamento de um novo produto, descrito de forma mensurvel. Ex: Queremos inovar para reduzir o tempo de atendimento ao cliente em x% Queremos inovar para atingir uma aumento de x% nas margens de lucro nos prximos y anos Queremos que as vendas do novo produto alcem x% das vendas totais planejadas em y anos Queremos que a inovao traga share incremental para a marca no ano 1 de x pp Graziela Mota Inovao e Criatividade
  • 11. Foco e Inovao Estratgias de inovao Baseado em 2 variveis: grau de transformao no modelo de negcio e uso de tecnologias novas e preexistentes. Determinar o tipo de inovao um modo de limitar o nvel de risco e indicar mudanas Funil de inovaes: Muitos projetos disruptivos = estratgia agressiva e arriscada; jogando para ganhar. EMPRESAS PROATIVAS Muitos projetos marginais = estratgia conservadora, defensiva: jogando para no perder. EMPRESAS REATIVAS Graziela Mota Inovao e Criatividade
  • 12. Foco e Inovao Decises de marca Sob qual marca a inovao deve ser lanada? Lanar sob uma marca existente ou criar uma nova? Extenso de linha: aproveitar a lembrana e imagem das marca estabelecidas. Normalmente inovao incremental. Nova marca: inovao radical quando; no comportada em termos de posicionamento e identidade pelas marcas existentes quando marca atual apresenta problemas de imagem. Quando a inovao inaugurar um novo mercado Quando a Cia quiser entrar em um novo mercado ou novo modelo de negcio Quando o lanamento for arriscado, podendo prejudicar a imagem das marca atuais Graziela Mota Inovao e Criatividade
  • 13. Tamanho do Crculo: representa o ganho gerado por cada projeto Foco e Inovao Recursos Devem ser programados e alocados recursos para todos os projetos O portfolio de projetos de inovao deve priorizado a fim de maior eficcia na gesto dos recursos disponveis. Risco D B C A E Dificuldade Roadmap de projetos Iniciativas SEM1 2012 Novos produtos SEM2 2012 SEM1 2013 Proj X $ 10MM SEM2 2013 SEM21 2014 Proj y $ 50MM Novos processos Proj z $ 0,5MM Reduo custos Proj k $ 1,5MM Novos servios Graziela Mota Proj w $ 1MM Proj r $ 0,7MM Inovao e Criatividade
  • 14. Foco e Inovao Recursos A inovao deve ser planejada considerando revises anuais de estratgia e alocao de recursos; Mudanas no mercado Mudanas tecnolgicas Mudanas regulatrias Movimentao da concorrncia Resultados obtidos com a inovao Graziela Mota Inovao e Criatividade
  • 15. Foco e Inovao Indicadores Indicadores econmicos (resultados) Vendas da empresa a partir dos lanamentos de novos produtos ou de inovaes que no envolvam novos produtos (processos) Lucro a partir do lanamento de novos produtos ou de inovaes que no envolvam novos produtos (processos) Redues de custos a partir de inovao Retorno do investimento total da inovao Representao das vendas resultantes dos lanamentos no ltimo ano Graziela Mota Inovao e Criatividade
  • 16. Foco e Inovao Indicadores Intensidade (quantidade) Quantidade de patentes Quantidades de inovaes em produtos, servios, esperincias no cliente, processos ou modelos de negcio Quantidade de marcas Quantidade de ideias geradas por ano Quantidade de projetos de inovao no funil de inovao Quantidade de projetos de inovao em andamento Investimento em P&D Peso do investimento em P&D vs vendas Graziela Mota Inovao e Criatividade
  • 17. Foco e Inovao Indicadores Eficcia (lucros vs recursos) Taxa de sucesso de novos produtos Tempo de comercializao Investimento mdio por projeto Impacto mdio do investimento por projeto bem sucedido Despesas mdias e ideias ou projetos rejeitados Quantidade de anos como lder no setor Graziela Mota Inovao e Criatividade
  • 18. Foco e Inovao Indicadores Cultura inovadora Percentual de funcionrios que produzem ideias Percentual de funcionrios que avaliam ideias Taxa anual de ideias por funcionrio Percentual de tempo investido em inovao Quantidade de departamentos que inovam em base contnua Quantidade de ideias apresentadas pelos funcionrios Tendncia de assumir risco Imagem inovadora no mercado Graziela Mota Inovao e Criatividade
  • 19. Cultura criativa e inovao Cultura no algo tangvel mas reconhecvel Transpira interesse, pro atividade e criatividade Construtores da cultura: CEOs, diretoria, alta gesto, time de inovao Graziela Mota Inovao e Criatividade
  • 20. Cultura criativa e inovao Inibidores organizacionais: Medo em geral Medo do erro Medo de retaliao Prazos finais e presso Percepo de concorrncia interna Downsizing e crise Falta de mtodo e processo Graziela Mota Inovao e Criatividade
  • 21. Cultura criativa e inovao Motivadores organizacionais: Entendimento do conceito de criatividade Comunicao clara e transparente Treinamento e engajamento Programas de estmulo sugestes, ideias... Reconhecimento dos protagonistas da inovao Comunicao de resultados obtidos Comunicao de ideias rejeitadas Valorizao da postura taking risk Graziela Mota Inovao e Criatividade
  • 22. Cultura criativa e inovao Etapas: CEO comunica da necessidade de transformaod a cultura construindo coalizo de apoio ideia CEO e a diretoria assinam a resoluo e se comprometem A organizao comunicada a respeito da mudana de cultura Eliminam-se os inibidores Implementam-se os motivadores Desenvolvimento do plano interno de comunicao de in