cris raquel

Download Cris Raquel

Post on 30-Jul-2015

527 views

Category:

Education

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

1. EDUCAO AEDUCAO A DISTNCIADISTNCIA TECNOLOGIA DA INFORMAOTECNOLOGIA DA INFORMAO CRISTIANE SCHMALFUSSCRISTIANE SCHMALFUSS RAQUEL GUIMARES BERTRANRAQUEL GUIMARES BERTRAN TURMA 126TURMA 126 2. Conceitos bsicos deConceitos bsicos de EADEAD H uma conexo conceitual entre educao e aprendizagem: no h educao sem queH uma conexo conceitual entre educao e aprendizagem: no h educao sem que ocorra aprendizagem. (Ou, invertendo, se no houver aprendizagem, no haver educao).ocorra aprendizagem. (Ou, invertendo, se no houver aprendizagem, no haver educao). A aprendizagem, por seu lado, pode resultar de um processo "de fora para dentro" (como oA aprendizagem, por seu lado, pode resultar de um processo "de fora para dentro" (como o ensino) ou de um processo gerado "de dentro para fora" (autoaprendizagem, ouensino) ou de um processo gerado "de dentro para fora" (autoaprendizagem, ou aprendizagem no decorrente do ensino). (Considero pacfico que aprendemos muitas coisasaprendizagem no decorrente do ensino). (Considero pacfico que aprendemos muitas coisas sem que algum n-las ensine).sem que algum n-las ensine). Tanto o ensino como a aprendizagem so conceitos moralmente neutros. Podemos ensinar eTanto o ensino como a aprendizagem so conceitos moralmente neutros. Podemos ensinar e aprender tanto coisas valiosas como coisas sem valor ou mesmo nocivas.aprender tanto coisas valiosas como coisas sem valor ou mesmo nocivas. A educao, porm, no um conceito moralmente neutro. Educar (algum ou a si prprio) ,A educao, porm, no um conceito moralmente neutro. Educar (algum ou a si prprio) , por definio, fazer algo que considerado moralmente correto e valioso. Usamos outrospor definio, fazer algo que considerado moralmente correto e valioso. Usamos outros conceitos para nos referir a processos de certo modo parecidos com a educao mas queconceitos para nos referir a processos de certo modo parecidos com a educao mas que no so moralmente aprovados, como, por exemplo, doutrinao.no so moralmente aprovados, como, por exemplo, doutrinao. A aprendizagem um processo que ocorre dentro do indivduo. Mesmo quando aA aprendizagem um processo que ocorre dentro do indivduo. Mesmo quando a aprendizagem decorrente de um processo bem-sucedido de ensino, ela ocorre dentro doaprendizagem decorrente de um processo bem-sucedido de ensino, ela ocorre dentro do indivduo, e o mesmo ensino que pode resultar em aprendizagem em algumas pessoas podeindivduo, e o mesmo ensino que pode resultar em aprendizagem em algumas pessoas pode ser totalmente ineficaz em relao a outras.ser totalmente ineficaz em relao a outras. 3. Conceitos bsicos deConceitos bsicos de EADEAD Por causa disso, e do nexo conceitual entre educao e aprendizagem, tem havido autoresPor causa disso, e do nexo conceitual entre educao e aprendizagem, tem havido autores que negam (contrariamente ao que afirma o senso comum) que possamos educar uma outraque negam (contrariamente ao que afirma o senso comum) que possamos educar uma outra pessoa. Paulo Freire mesmo, em Pedagogia do Oprimido, afirma que "ningum educapessoa. Paulo Freire mesmo, em Pedagogia do Oprimido, afirma que "ningum educa ningum" embora acrescente que ningum se educa sozinho. Segundo essa viso, aningum" embora acrescente que ningum se educa sozinho. Segundo essa viso, a educao, como a aprendizagem, de que ela depende, um processo que ocorre dentro doeducao, como a aprendizagem, de que ela depende, um processo que ocorre dentro do indivduo, e, que, portanto, s pode ser gerado pela prpria pessoa.indivduo, e, que, portanto, s pode ser gerado pela prpria pessoa. Mesmo que admitamos, porm, que a educao possa ser decorrente do ensino, aMesmo que admitamos, porm, que a educao possa ser decorrente do ensino, a aprendizagem continua sendo algo que se passa dentro da pessoa.aprendizagem continua sendo algo que se passa dentro da pessoa. Por isso, prefiro dizer que o que pode ocorrer a distncia o ensino, no a educao ou aPor isso, prefiro dizer que o que pode ocorrer a distncia o ensino, no a educao ou a aprendizagem: estas ocorrem sempre dentro do indivduo e, portanto, no podem seraprendizagem: estas ocorrem sempre dentro do indivduo e, portanto, no podem ser "remotizadas". O ensino, entretanto, pode. Daqui para frente, portanto, vou falar apenas em"remotizadas". O ensino, entretanto, pode. Daqui para frente, portanto, vou falar apenas em Ensino a Distancia (EAD), nunca em Educao a Distncia ou Aprendizagem a Distncia, queEnsino a Distancia (EAD), nunca em Educao a Distncia ou Aprendizagem a Distncia, que so expresses que, para mim, no fazem sentido.so expresses que, para mim, no fazem sentido. O ensino (presencial ou a distncia) uma atividade tridica que envolve trs componentes:O ensino (presencial ou a distncia) uma atividade tridica que envolve trs componentes: aquele que ensina (o ensinante), aquele a quem se ensina (vamos cham-lo de aprendente),aquele que ensina (o ensinante), aquele a quem se ensina (vamos cham-lo de aprendente), e aquilo que o primeiro ensina ao segundo (digamos, um contedo).e aquilo que o primeiro ensina ao segundo (digamos, um contedo). EAD, no sentido fundamental da expresso, o ensino que ocorre quando o ensinante e oEAD, no sentido fundamental da expresso, o ensino que ocorre quando o ensinante e o aprendente (aquele a quem se ensina) esto separados (no tempo ou no espao). No sentidoaprendente (aquele a quem se ensina) esto separados (no tempo ou no espao). No sentido que a expresso assume hoje (vamos cham-lo de sentido atual), enfatiza-se mais (ouque a expresso assume hoje (vamos cham-lo de sentido atual), enfatiza-se mais (ou apenas) a distncia no espao e se prope que ela seja contornada atravs do uso deapenas) a distncia no espao e se prope que ela seja contornada atravs do uso de tecnologias de telecomunicao e de transmisso de dados, voz (sons) e imagens (incluindotecnologias de telecomunicao e de transmisso de dados, voz (sons) e imagens (incluindo dinmicas, isto , televiso ou vdeo). No preciso ressaltar que todas essas tecnologias,dinmicas, isto , televiso ou vdeo). No preciso ressaltar que todas essas tecnologias, hoje, convergem para o computador.hoje, convergem para o computador. 4. O que EADO que EAD Educao a distncia (EaD, tambmEducao a distncia (EaD, tambm chamada de teleducao) achamada de teleducao) a modalidade de ensino que permite que omodalidade de ensino que permite que o aprendiz no esteja fisicamente presenteaprendiz no esteja fisicamente presente em um ambiente formal de ensino-em um ambiente formal de ensino- aprendizagem. Diz respeito tambm aprendizagem. Diz respeito tambm separao temporal ou espacial entre oseparao temporal ou espacial entre o professor e o aprendiz.professor e o aprendiz. 5. Histrico da EADHistrico da EAD Muitos autores, a exemplo de Joo Roberto Moreira Alves (1998), datam o surgimento daMuitos autores, a exemplo de Joo Roberto Moreira Alves (1998), datam o surgimento da EAD no mundo no sculo XV, quando Johannes Guttenberg inventou a imprensa naEAD no mundo no sculo XV, quando Johannes Guttenberg inventou a imprensa na Alemanha, utilizando caracteres mveis para a composio de palavras. At aqueleAlemanha, utilizando caracteres mveis para a composio de palavras. At aquele momento, a produo de livros era realizada manualmente e era extremamente onerosa,momento, a produo de livros era realizada manualmente e era extremamente onerosa, dificultando o acesso ao universo do conhecimento. Em pocas mais recentes, temosdificultando o acesso ao universo do conhecimento. Em pocas mais recentes, temos citaes de uma tentativa de estabelecer um curso por correspondncia na Inglaterra, comcitaes de uma tentativa de estabelecer um curso por correspondncia na Inglaterra, com direito a diploma, em 1880 (Niskier, 1999). Tal idia foi rejeitada pelas autoridades locais e osdireito a diploma, em 1880 (Niskier, 1999). Tal idia foi rejeitada pelas autoridades locais e os autores da proposta foram para os Estados Unidos, encontrando espao na Universidade deautores da proposta foram para os Estados Unidos, encontrando espao na Universidade de Chicago. Em 1882, surgiu o primeiro curso universitrio de EAD naquela instituio, comChicago. Em 1882, surgiu o primeiro curso universitrio de EAD naquela instituio, com material enviado pelo correio. Depois, em 1906, amaterial enviado pelo correio. Depois, em 1906, a Calvert SchoolCalvert School, em Baltimore, EUA, tornou-, em Baltimore, EUA, tornou- se a primeira escola primria a oferecer cursos por correspondncia.se a primeira escola primria a oferecer cursos por correspondncia. Segundo Alves (1998), a difuso da EAD no mundo se deve principalmente Frana,Segundo Alves (1998), a difuso da EAD no mundo se deve principalmente Frana, Espanha e Inglaterra, pois os centros educacionais destes pases contriburam bastante paraEspanha e Inglaterra, pois os centros educacionais destes pases contriburam bastante para que outros pudessem adotar os modelos desenvolvidos. Litto (2002) destaca que, aoque outros pudessem adotar os modelos desenvolvidos. Litto (2002) destaca que, ao contrrio do que acontece no Brasil, onde h um histrico de controle governamentalcontrrio do que acontece no Brasil, onde h um histrico de controle governamental centralizador sobre a educao superior, em outras naes havia possibilidades de inovaocentralizador sobre a educao superior, em outras naes havia possibilidades de inovao e, assim, o desenvolvimento de cursos e estratgias de ensino ocorreu mais rapidamente.e, assim, o desenvolvimento de cursos e estratgias de ensino ocorreu mais rapidamente. Com esta abertura, temos que a primeira universidade baseada totalmente no conceito deCom esta abertura, temos que a primeira universidade baseada totalmente no conceito de educao distncia foi a Open University (OU), na Inglaterra (www.open.ac.uk). Surgida noeducao distncia foi a Open University (OU), na Inglaterra (www.open.ac.uk). Surgida no final dos anos de