correio rural 13 de novembro de 2015

Click here to load reader

Post on 24-Jul-2016

229 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Correio Rural 13 de novembro de 2015

TRANSCRIPT

  • FUNDADO EM 25 DE NOVEMBRO DE 1912 | ANO 103 | NMERO 5.264 | 13 DE NOVEMBRO DE 2015 | R$ 1,00

    www.correiorural.com.br

    H 102 anos o seu jornal de Viamo

    Moo para

    Barbosa e Pedrinho

    ContracapaNOVO ENDEREO

    Av. Sen. Salgado Filho, 9908 Pda. 57 Fone 3054.0504 - Em frente ao Cabritos

    LAVA SECA PASSAEspecializados em: edredons - tapetes

    Conferncia de Cultura dia 21

    Pgina 3

    Carros Antigos tomaram conta

    da avenida Pgina 4

    Nos 105 anos da ETA, inaugurado busto de Brizola

    Contracapa

    Cavalgada no Caminho das Tropas

    Pgina 3

    Tributo ao roncador Pgina 3 Rua Bento Gonalves, 891 Centro

    TELE-buSCA: 3446.5433

    APrESEnTE ESTE AnnCio E gAnhE umA

    hidrATAo PArA o SEu Amiguinho.

    Rede Municipal ter uniforme em 2016

    Pgina 3

    figuRiNo EsColAR

  • 13 DE novEmBRo DE 2015WWW.CoRREIoRURAL.Com.BR2

    Da mesma forma que Ou-tubro Rosa, o Novembro Azul uma campanha de conscientizao realizada por di-versas entidades durante o ms de novembro com o objetivo de alertar a sociedade e os homens sobre a im-portncia da preveno e do diag-nstico precoce do cncer de prsta-ta e tambm de outras doenas que afetam o pblico masculino.

    Apesar de ser pouco lembrado, o movimento teve origem na Aus-trlia no ano de 2003, aproveitando as comemoraes do Dia Mundial de Combate ao Cncer de Prstata, realizado a 17 de novembro. E tra-dicionalmente dedicado ao Diabetes Mellitus. Em outros pases, a campa-nha mais intensa e existem reuni-es entre os homens com o cultivo de bigodes (ao estilo Mario Bros), smbolo da campanha, onde so debatidos, alm do cncer de prs-tata, outras doenas como o cncer de testculos, depresso entre os ho-mens, cultivo da sade do homem, entre outros.

    Para alertar os homens sobre a importncia do diagnstico precoce do cncer de prstata, diversas Pre-feituras como a de Viamo - ilu-minaram pontos significativos de suas cidades e distribuem panfletos explicativos do movimento.

    Dados do Instituto Nacional do Cncer (Inca) informam que no ano passado foram identificados mais de 60 mil novos casos da do-ena. O instituto considera cncer de prstata uma doena da terceira idade, porque cerca de trs quartos dos casos no mundo surgem a partir dos 65 anos. O cncer de prstata o segundo mais comum entre os ho-mens, atrs do cncer de pele. Em valores absolutos, o sexto tipo mais comum no mundo e o mais preva-lente em homens, representando 10% do total de cnceres.

    Portanto, homens, fiquem em alerta e previnam-se!

    EDITORIAL

    Novembro Azul

    EXPEDIENTE

    CORREIO RURAL uma publicao da MV Santos Editora Ltda.

    CNPJ 15308385/0001-26.

    Rua Marechal Deodoro, 274- Centro - Viamo - RS - Fone (51) 3485.1313 -

    CEP 94410-000

    [email protected] www.correiorural.com.br

    Diretor e Editor MILTON ZANI DOS SANTOS Jornalista Reg. MTb n 4506

    [email protected]

    Circulao: Semanal Tiragem: 3.000 exemplares

    Editorao: MV Santos Editora Impresso: Grupo CG

    O Jornal no se responsabiliza por conceitos emitidos em matrias assinadas.

    Detalhes As crnicas do cotidiano e as informaes de bastidoresPOR MILTON SANTOS

    Ah!... Que fome!...Voc j ouviu falar em gourmet? Pois esta palavra francesa significa discrio, requinte, paladar, conhecimento. Em sntese, gourmet um conhecedor de pratos e vinhos finos. Existe, tambm, a palavra gourmand, que significa um cidado quase gluto, algum que gosta de comer em demasia e beber at cair. A histria deixa nesta conta alguns nomes como o rei Henrique VIII, o ator Marlon Brando, alm de muitos que conheo por a...

    Galeto EscoteiroNo domingo, 8, ao meio-dia, realizou-se atividade social j tradicional no calendrio viamonense: o 27 Galeto Escoteiro organizado pelo Grupo Escoteiro Marista Irmo Dionysio Tonial. O evento foi realizado no Centro Cultural Marista Graas e reuniu centenas de pessoas. Presidido pelo chefe Marcos Gonalves, o grupo escoteiro apresentou comunidade um excelente almoo com cardpio da chefe Alzira Bitencourth e produzido pela Patrulha Coruja. Programe-se! O prximo evento do GEMIDT ser no dia 10 de abril de 2016.

    A casa vai cair

    OMASKARA

    Te liga Bonatto!Do site da Cmara Municipal: Armando decidiu (...) que

    devolva o projeto ao prefeito para que no prazo regimental faa todas as correes necessrias, afim de reconstruo do projeto do novo Plano de Carreira (..).

    Ouviu Bonatto? O Armandou decidiiu que tu corrijas o Pla-no, e rapidamente. No demora os 16 anos que o PT demorou para (no) fazer esse Plano.

    O asfalto que se esfarelouTambm do site da Cmara. Ddo Machado: O asfalto da

    rua atrs da Prefeitura e Cmara est completamente deteriora-do e sabemos que, por cinco anos, a empresa responsvel pela obra obrigada a refazer, ou, quem sabe, o Governo fizesse a retirada daquele resto de asfalto, mas no, prefervel deixar assim e ficar batendo no Governo passado.

    Pelo que fiquei sabendo o dito asfalto seria alvo de inves-tigao, na esfera federal. Reconstruir poderia ser, digamos, destruir as provas.

    Chapa nica na OAB ViamoParece que, ao contrrio da eleio de 2013, a disputa na

    OAB Viamo deste ano ser tranquila. Nilson Pinto da Silva, atual presidente, deve concorrer em chapa nica. Dr. Nilson tem sido figura importante na sustentao do governo.

    Ningum v o seu rosto,mas ele est em todos os lugares

    Brizola no atraiu todo o PDTChamou ateno a ausncia da nica vereadora do PDT

    em Viamo, Eda Giendrukzac, na cerimnia de inaugurao do busto de Leonel Brizola, nas comemoraes dos 105 anos da ETA. Nada menos que o presidente nacional da sigla, Car-los Lupi estava presente, alm de toda a cpla estadual dos trabalhistas Vieira da Cunha, Pompeo de Mattos, Ciro Si-moni e Giovani Cherini. Leonel Rocha, presidente municipal, de grande vivncia entre esses nomes, circulou com naturali-dade, e foi um excelente anfitrio, demonstrando que o PDT agora tem um presidente de alto nvel, educado e com expe-rincia poltica. Bateu um papo animado com Andr Pacheco, Edson Brum, Jos Stdlie, enfim, honrou o sobrenome que carrega e a historia do PDT de Viamo.

    Rede formadaDivulgada na rede social do jornalista Mrio Dutra, a foto

    oficial de formao do diretrio municipal da Rede Susten-tabilidade. Resta saber se realmente a Rede vai decolar em Viamo, atraindo algum vereador.

    FICO: Uma vez, num conglomerado de casas e edifcios, na localidade chamada de pas das maravilhas, comeou a ser construdo um prdio majestoso. Sob o comando de seu idealizador e administrador, ganhou as manchetes, subindo a tal ponto de tornar-se o mximo em questo de abrigar o maior nmero de pessoas. Pronto, apto para uso, no seu interior alojaram-se os mais diversos tipos de indivduos. Adorado por todos, o administrador, envolvente, de fcil palavra mas no muito letrado, foi guindado condio de sndico do local e ali ficou por oito anos. Ao retirar-se, teve a condio e obrigao de eleger uma substituta, destacada senhora que ali residia andando de alto a baixo.

    Com o correr do tempo, no entanto, muitos daqueles moradores passaram a mostrar seus desejos, suas ganncias e arrogncias, numa amostragem em negcios no to limpos que vieram a aparecer nas pginas policiais. Houve brigas internas e muitos estavam acolherados com moradores de outros edifcios vizinhos. Com este quadro, esqueceram-se de cuidar da estrutura fsica do prdio que, assim, passou a ter as paredes rachadas, portas arrancadas, pintura desbotada, reboco corrodo, fatos que levaram os entendidos da poltica de engenharia a prever o seu desmoronamento.

    O (ainda) administrador e ex-sndico tremeu dos ps cabea e passou a dar pitacos para que o pior no viesse a acontecer. Alis, ele estava sendo apontado como um dos culpados pelo caos. Afinal, fora ele o grande idealizador da obra. Mas ningum lhe dava ouvidos e at o colocavam como envolvido nas trapalhadas. Um dia, em reunio com a presena de todos moradores e interessados, ele conclamou pela melhoria das estruturas sob pena de desabamento. Envolvido na culpa total, sentenciou: - Se tudo cair, eu vou sobreviver!

    REALIDADE: Discursando em reunio do diretrio nacional do PT, o ex-presidente Lula, um dos idealizadores do partido, reagiu s investigaes de sua famlia por supostos crimes de corrupo. Disse: - Aprendi a enfrentar adversidades. Podem ficar certos que eu vou sobreviver.

    Foto: Rita PinheiRo

  • 13 DE novEmBRo DE 2015WWW.CoRREIoRURAL.Com.BR 3

    PANOpra manga

    POr PANO TerrA

    S chegamos em 2015 por causa dos roncadores.

    Tributo ao roncadorDizem que o lcool um dos maiores desagregadores de fam-

    lias. Concordo. um grande inimigo do homem mas, tambm, se diz que um homem que no enfrenta seus inimigos um covar-de. Porm existe um inimigo nada silencioso e que, tambm, sepa-ra casais. Um inimigo difcil de se enfrentar: o ronco. O ronco um dos mais injustiados feitos masculinos de todos os tempos. Nunca vers algum falando bem do ronco ou de um roncador. Inmeros casais dormem em quartos sepa-rados por causa do ronco. No h nada de abonador em um ronco. S aspectos negativos. Dizem: fu-lano ronca como um urso; para de comer seno vai roncar como um porco. Quando tem algo mais ou menos sobre o ronco, no dos homens e sim sobre bugios, como o Festival Ronco do Bugio realizado anualmente em So Francisco de Paula e que j est na 24 edio. Meu tio Zezinho era um grande roncador. Carlo Morrone tambm famoso por seus roncos. Dlcio Dornelles tem cara de quem ronca muito. Minha irm obrigou meu cunhado a fazer uma cirurgia para ele parar de roncar. Quase matou o rapaz. Esses dias levantei, fui tomar caf, nos sentamos, e a Fbia ligou o gravador do celular: l estava eu roncando. Algo entre um gnu se afogando e um bombardeio nuclear. Me senti poderoso. Di-zem que Getlio Vargas e Brizola roncavam m