correio not­cias - edi§£o 1090

Download Correio Not­cias - Edi§£o 1090

Post on 05-Apr-2016

223 views

Category:

Documents

4 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Correio Notícias - Edição 1090

TRANSCRIPT

  • 1Quarta-Feira - 22 de Outubro de 2014Edio 1090

    22Quarta-FeiraOutubro / 2014

    Edio 1090

    Homens so presos aps assaltos empostos de combustveis em Siqueira Campos

    Aps seis dias de investigao, as Polcias Civil e Militar prenderam na manh desta tera-feira (21), os autores do assalto ao Posto Cana Verde e Posto HS. Kleber Reis Olivetti, 26 anos e Sandro da Silva Ramos, mais conhecido como Sandrinho, de 40 anos, foram presos acusados de realizar os assaltos. Pgina 6

    Jogos Regionais dos Idosos acontece neste sbado em Ibaiti

    Pgina 4

    Pole Dance migra para Pole Sport e atrai novos

    adeptos na regio

    O Pole Dance que figurou por muitos anos no conceito dos brasileiros, como uma dana ertica, agora comea a ganhar uma nova conotao, a de Fitness. O corpo per-feito, tanto nas mulheres, como nos homens, faz com eles estejam permanentemente em busca de novas modalida-des e alternativas que possam oferecer o que eles tanto almejam, um corpo sarado. Pgina 5

    Prefeito de Tomazina afirma que Acio deve aumentar a vantagem sobre Dilma

    O prefeito de Tomazina Gui-lherme Cury Saliba Costa, afirma que o candidato a pre-sidente da Repblica, Acio Neves deve aumentar ainda mais a sua vantagem sobre a candidata Dilma Rousseff. Cury justifica afirmandoque os votos dos indecisos, nulos e brancos registrados no primeiro turno,-devam se posicionar em favor do candidato Tucano agora no segundo turno e que esses votos sosinnimos do des-contentamentocom o governo Dilma. Esse eleitor vai para as urnas agora no segundo turno e vai votar contra o poder numa clara demonstrao de insatisfao atual, aponta o prefeito. Pgina 3

    Polcia Civil prende um dos suspeitos de matar mascate

    com mais de 10 tiros em SAP

    A Polcia Civil de Santo Antnio da Platina prendeu no final da tarde desta segunda-feira (20), Siziomar Flvio Rodrigues, 44, mais conhecido por 'Platina', acusado de envolvimento na morte do mascate Rodolfo Car-neio Giraldes, 24, executado com 14 tiros na noite do dia 11 de setembro. Pgina 6

    Estado aumenta em 35% auxlio-transporte de

    funcionrios da educaoO Governo do Paran aumentou em 35% o valor do auxlio-transporte dos funcio-nrios de escolas estaduais. A medida foi determinada pelo governador Beto Richa e atende, dentro do prazo, as negociaes entre governo estadual e o sindicato da categoria. Pgina 7

  • Quarta-Feira - 22 de Outubro de 2014Edio 10902 OPINIO

    Siqueira CamposCornlio ProcpioCuritibaIbaitiJapiraJabotiSalto do ItararCarlpolisJoaquim TvoraGuapiramaQuatiguJacarezinhoConselheiro MairinckPinhalo

    DIreOElizabete GoisJOrNalIsta resPONsvelCamila Consulin - MTB: 0010182/PRreDaOIsaele Machado, Camila Consulin, Regiane RomoDIaGraMaOAndr MachadoaDMINIstratIvOClaudenice, Isamara MachadoCOlUNIstaGnesis Machado

    CIrCUlaO

    rePreseNtaOMERCONET Representao de Veculos de

    Comunicao LTDARua Dep. Atilio de A. Barbosa, 76 conj. 03Boa Vista - Curitiba PRFone: 41-3079-4666 | Fax: 41-3079-3633

    FIlIaDO a

    Associao dos Jornais Dirios do Interior do Paran

    jornalstica correio do norte s/c ltda cnpj: 07.117.234/0001-62

    REDAO jORNALRua Piau, 1546Bairro Santa IsabelSiqueira Campos - Paran(43) 3571-3646 | (43) 9604-4882

    Site: www.correionoticias.com.br

    ESCRITRIO ARAPOTIAv. Vicente Gabriel da Silva, 369Jardim Ceres - Arapoti - Paran(43) 3557-1925 | (43) 9979-9691

    diagramacao@correionoticias.com.br

    TomazinaCurivaFigueiraVentaniaSapopemaSo Sebastio da AmoreiraNova Amrica da ColinaNova Santa BrbaraSanta Ceclia do PavoSanto Antnio do ParasoCongoinhasItambaracSanta MarianaLepolis

    SertanejaRancho AlegrePrimeiro de MaioFlorestpolisSo Gernimo da SerraSanto Antnio da PlatinaArapotiJaguariavaSengsSo Jos da Boa VistaWenceslau BrazSantana do ItararJundia do SulAndir

    AbatiCambarRibeiro do PinhalNova FtimaBarra do JacarSanta AmliaSertanpolisBela Vista do ParasoRibeiro Claro

    Por Maria Tereza Uille Gomes*

    A ONU publicou, no ltimo dia 30 de junho, um relatrio a res-peito da situao prisional brasi-leira. Resultado de uma inspeo feita pelo Grupo de Trabalho em Detenes Arbitrrias, que visitou estabelecimentos penais em cinco estados do Brasil, o documento reconhece os difceis desafios que o pas enfrenta no confronto com uma cultura autoritria, o legado de seu passado colonial e os 21 anos de ditadura militar.

    O relatrio faz uma consider-vel radiografia do sistema nacional e aponta sugestes concretas para enfrentar os problemas. Todas as recomendaes feitas pela ONU esto presentes no Projeto de Lei 513/13, que tramita no Senado, para reforma da Lei de Execuo Penal, de 1984.

    Entre as constataes, o rela-trio da ONU destaca que: a priva-o de liberdade est sendo usada no Brasil como o primeiro recurso em vez do ltimo, como exigido

    pelos padres internacionais de direitos humanos; h uso exces-sivo da priso preventiva, contri-buindo para a superlotao; h um grande nmero de pessoas presas por delitos menores, como peque-nos furtos, e um excessivo nmero de presos que so, na realidade, dependentes qumicos. Mais de 146 mil dos 574 mil presos brasi-leiros esto detidos por trfico de drogas, mas em sua grande maio-ria so usurios, afirma o relatrio.

    Entre as recomendaes da ONU, destaca-se o emprego de medidas alternativas priso, entre outras de igual importncia. O projeto de lei que tramita no Senado Federal contempla todas as propostas feitas pela Comisso da ONU e vai alm, apresentando diversas inovaes no sentido de uma ao articulada e permanente entre todos os poderes Judici-rio, Executivos e Legislativos fede-rais, estaduais e municipais e a sociedade civil.

    H ainda o compromisso de aes concretas de ressocializa-

    o e que levem a uma melhor gesto por meio de informaes atualizadas de todo o sistema pri-sional, pois no possvel fazer uma boa gesto a partir de informa-es com at dois anos de atraso, como ocorre hoje com o sistema de informaes do governo federal.

    Quanto ressocializao, o Paran hoje o estado com o maior nmero de presos trabalhando e estudando, somando 54% do total. Aqui tambm desenvolvemos um sistema atualizado de gesto que possibilitou reduzir a populao carcerria de 30,5 mil para 28,4 mil detentos, enquanto ela aumentou em outros 22 estados. Reduzimos ainda a superlotao carcerria: de 11.660 presos, em janeiro de 2011, para 5,2 mil, representando hoje 2% da superlotao brasileira antes era de 5%.

    Com a contratao de 5 mil tornozeleiras eletrnicas, j em operao, ter fim a superlotao carcerria que dura mais de trs dcadas no estado. E, com as 20 construes que esto em anda-

    mento e vo criar 6.670 novas vagas, o Paran vai esvaziar de vez as delegacias de polcia. Alis, de todas as vagas que esto sendo construdas hoje no Brasil, 35% esto no Paran.

    Portanto, as bases legais para a soluo do problema carcerrio brasileiro, que se agravou com a nova legislao sobre drogas de 2006, tornando nossa popu-lao carcerria a quarta maior do mundo, esto tramitando no Senado, para alm das exigncias do documento do Grupo de Traba-lho da ONU.

    Por isso, pedimos que os sena-dores do Paran envidem todos os esforos para que o Senado paute e aprove, em carter de urgncia, esse conjunto de propostas elabo-radas por uma comisso de juristas especialmente nomeada pela pre-sidncia do Senado, e da qual tive a honra de ser a relatora.

    *Maria Tereza Uille Gomes secretria de Estado da justia, Cidadania e Direitos Humanos.

    O sistema penal brasileiro em xeque

    CHARGE DO DIA

    ABC da Sade

    Os benzodiazepnicos com-pem uma classe de medica-mentos muito util izados para combater a insnia e ansie-dade. relativamente comum o uso crnico dessas drogas em pessoas de idade, apesar das diretrizes internacionais recomendarem o uso somente por perodos curtos.

    Estudos tm demonstrado que mesmo o uso espordico produz um efeito agudo preju-dicial memria e cognio.

    A demncia uma das principais causas de invalidez e dependncia nas pessoas de idade e afeta mais de 36 milhes de pessoas no mundo todo. O problema toma uma dimenso ainda maior com o aumento da expectativa mdia de vida da populao.

    Recentemente foi publi-cada uma pesquisa na revista mdica British Medical Journal

    que investigou a relao entre o risco de doena de Alzheimer e a util izao de benzodiazep-nicos. Em um estudo classifi-cado como caso-controle uma amostra de 1796 indivduos com diagnstico de Alzheimer foi comparada com um grupo controle de 7184 pessoas sem a doena. O uso de benzodia-zepnicos nos ltimos 5 anos foi computado em ambos os grupos.

    Os resultados demons-traram uma forte correlao entre o uso prvio de ben-zodiazepnicos e o risco do indivduo desenvolver doena de Alzheimer. Risco este que pode aumentar em 50% com-parado com os indivduos que no usaram o medicamento. A associao maior quanto maior o uso. Por outro lado, os participantes que util iza-ram a medicao por menos de trs meses no tiveram risco aumentado.

    Uso de benzodiazepnicos aumenta o risco de Alzheimer

    E QUANDO A CHUVA CAIU

    E quando a chuva caiu molhou minha roupa. Corre meu filho entra depressa!, disse uma me preocupada a um garotinho de oito anos. Uniforme de escola em horrio de almoo.

    A criana entra no carro e vo pela rua molhada com cheiro de chuva e uma fumacinha de asfalto quente.

    Minha roupa molha, ensopa, encharca o que no me incomoda. Imagino o sol ardido que vem logo depois exi-bindo a mentira do cu azul.

    As noites me lembram voc. Trazem memria os beijos, suspiros e juras de amor. Promessas infindveis pro meu corao. Queria eu que noite agora fosse. dia e tambm penso em voc. J disse que penso em voc o tempo todo?

    Lembra da gente juntos tambm? Nunca vou me esquecer e prometa que jamais esquecer?

    Mais carros cruza a rua molhada e joga gua em mim, o que no faz diferena porque j estou molhado at raiz. Passo em frente a escola e ning