CONVNIO ICMS 03/97 - ? Ratificao Nacional DOU de 03.03.97 pelo Ato COTEPE-ICMS 03/97 ... DF,

Download CONVNIO ICMS 03/97 - ? Ratificao Nacional DOU de 03.03.97 pelo Ato COTEPE-ICMS 03/97 ... DF,

Post on 17-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

TRANSCRIPT

  • CONVNIO ICMS 03/97

    Publicado DOU de 07.02.97.Ratificao Nacional DOU de 03.03.97 pelo Ato COTEPE-ICMS 03/97Retificao no DOU de 06.03.97.O Conv. ICMS 63/97, com efeitos a partir de 01.07.97, exclui BA da relao da clusulaterceira.

    Introduz alteraes no Convnio ICMS105/92, de 25.09.92, que dispe sobre asubstituio tributria nas operaescom combustveis, lubrificantes ederivados de petrleo.

    O Ministro de Estado da Fazenda e os Secretrios de Fazenda,Finanas ou Tributao dos Estados e do Distrito Federal, na 33 ReunioExtraordinria do Conselho Nacional de Poltica Fazendria, realizada em Braslia,DF, no dia 3 de fevereiro de 1997, tendo em vista o disposto na Lei Complementarn 24, de 7 de janeiro de 1975, e nos artigos 102 e 199 do Cdigo TributrioNacional (Lei n 5.172, de 25 de outubro de 1966), resolvem celebrar o seguinte

    CONVNIO

    Clusula primeira Passam a vigorar com a seguinte redao osdispositivos adiantes indicados do Convnio ICMS 105/92, de 25 de setembro de1992:

    I - o item 1 do 2 da clusula primeira:

    1. s sadas a destinatrios definidos como substituto tributrio,comprovada esta condio nos termos da legislao da unidade daFederao de destino, ressalvado o disposto no item 3;

    II - os incisos II e III da clusula nona:

    II - elaborar relao mensal, em 4 (quatro) vias, por Estado de destino,contendo, no mnimo, as seguintes indicaes:a) srie, nmero e data da nota fiscal de sua emisso;b) quantidade e descrio da mercadoria;c) valor da operao;d) valor do imposto retido;e) identificao da empresa distribuidora fornecedora, com a indicaodo nome, endereo, inscries estadual e no CGC/MF;III - entregar, at o dia 5 de cada ms, uma via da relao, referente aoms imediatamente anterior, mediante aviso de recebimento, retendo a4 via:a) unidade federada de destino da mercadoria;b) unidade federada de origem da mercadoria;c) distribuidora que forneceu, com reteno do imposto, a mercadoriarevendida.

    Clusula segunda Ficam acrescentados ao Convnio ICMS 105/92,de 25 de setembro de 1992, os dispositivos a seguir indicados:

    I - o item 3 ao 2 da clusula primeira:

  • 3. operao de sada que destine combustvel derivado de petrleo aoutra unidade da Federao, cujo imposto j tenha sido retidoanteriormente do contribuinte remetente, ressalvado o contido no item 2e nas clusulas nona e dcima, e observado o disposto nas clusulasdcima primeira e dcima segunda.;

    II - as clusulas dcima primeira dcima terceira, renumerando-se aatual clusula dcima primeira para dcima quarta:

    Clusula dcima primeira O contribuinte substitudo que promover aoperao a que se refere o item 3 do 2 da clusula primeira dever:I - calcular o imposto a ser recolhido em favor da unidade federada dedestino da mercadoria sem, no entanto, destac-lo no campo prprio daNota Fiscal;II - indicar no campo INFORMAES COMPLEMENTARES da NotaFiscal a seguinte expresso: ICMS a ser recolhido nos termos daclusula dcima segunda do Convnio ICMS 105/92;III - elaborar relao mensal, por Estado de destino, contendo, nomnimo, as seguintes indicaes:a) srie, nmero e data da Nota Fiscal de sua emisso;b) quantidade e descrio da mercadoria;c) valor da operao;d) valor do imposto devido, a ser repassado unidade federada dedestino;e) identificao da empresa fornecedora, com a indicao do nome,endereo, inscries estadual e no CGC/MF;f) identificao do destinatrio da mercadoria, com a indicao do nome,endereo, inscries estadual e no CGC/MF;IV - remeter, at o dia 5 de cada ms, cpia do arquivo contendo arelao referente ao ms imediatamente anterior, mediante aviso derecebimento:a) unidade federada de destino da mercadoria;b) unidade federada de origem da mercadoria;V - remeter ao sujeito passivo por substituio, at o dia 5 de cada ms,um demonstrativo de acordo com o modelo constante do Anexo II,contendo um resumo das operaes realizadas para cada unidade daFederao. 1 A critrio do Fisco de circunscrio do contribuinte substitudo, aremessa determinada na alnea b do inciso IV poder:I - ser dispensada;II - ser exigida em papel. 2 O disposto nesta clusula no exclui a responsabilidade docontribuinte substitudo pela omisso ou pela apresentao deinformaes falsas constantes do demonstrativo referido no inciso V. 3 Fica facultado ao sujeito passivo por substituio ou unidadefederada de origem da mercadoria exigir que o contribuinte substitudo,para fins de repasse do imposto unidade federada de destino, remetao arquivo contendo a relao discriminada no inciso III.Clusula dcima segunda O sujeito passivo por substituio que tiveroriginalmente retido o imposto do contribuinte remetente, de posse dosdados mencionados nos incisos III ou V da clusula anterior, dever:

  • I - calcular o imposto a ser recolhido em favor da unidade federada dedestino da mercadoria, adotando os seguintes parmetros:a) tomar como preo de partida o valor por ele praticado na operaointerna original para o contribuinte substitudo, dele excludo orespectivo valor do ICMS;b) adicionar ao valor obtido, conforme o previsto na alnea anterior, opercentual de agregao especfico previsto para a operaointerestadual, pressupondo-se que a mesma fosse por ele realizada;c) aplicar ao resultado obtido, conforme o previsto na alnea anterior, aalquota vigente para as operaes internas com a mercadoria naunidade federada de destino;II - efetuar o repasse do imposto para a unidade federada de destino damercadoria at o 10 dia do ms subsequente quele em que tenhaocorrido a operao interestadual;III - deduzir o valor do imposto cobrado em favor da unidade federadade origem da mercadoria, abrangendo os valores do imposto incidentesobre a operao prpria e do imposto retido, do recolhimento seguinteque tiver que efetuar em favor dessa unidade federada. 1 Se o valor do imposto recolhido unidade federada de destino fordiverso do imposto cobrado na unidade de origem :I - se superior, o sujeito passivo por substituio far uma retenocomplementar do contribuinte substitudo para o necessrio repasse unidade federada de destino, nos termos do inciso II do caput destaclusula;II - se inferior, a diferena ser ressarcida ao contribuinte substitudopelo sujeito passivo por substituio, nos termos previstos na legislaoda unidade federada de origem. 2 Na hiptese da alnea a do inciso I do caput desta clusula,poder o sujeito passivo por substituio praticar, para efeito de repassedo imposto devido, os valores de referncia estatudos e vigentes naunidade federada de destino da mercadoria.Clusula dcima terceira A sistemtica prevista nas clusulas dcimaprimeira e dcima segunda tambm ser aplicada se o destinatrio damercadoria da unidade federada de destino realizar nova operaointerestadual.

    Clusula terceira O disposto no inciso III da clusula dcima segundado Convnio ICMS 105/92, de 25 de setembro de 1992, no se aplica aos Estadosdo Rio de Janeiro, Amazonas, Rio Grande do Norte, Sergipe e Bahia, queestabelecero regras prprias para regulamentar a deduo.

    Clusula quarta Fica alterada a denominao do Anexo nico doConvnio ICMS 105/92, de 25 de setembro de 1992, para Anexo I.

    Clusula quinta Este Convnio entra em vigor na data da publicaode sua ratificao nacional, produzindo efeitos a partir de 1 de maro de 1997.

    Braslia, DF, 3 de fevereiro de 1997.

  • Anexo II

    Demonstrativo de Operaes Interestaduais com Combustveis

    (Convnio ICMS ......./97) Perodo: de xx/xx/xxxx a xx/xx/xxxx

    Distribuidora:

    CGC:

    Inscrio Estadual:

    1. Repasse para o Estado destinatrio

    Estado: xxxxxxx

    BC da Substituio Alquota Valor Retido Total

    Vendas a consumidores 999,99 (valor da oper.) % 99,99

    Vendas a contribuintes 999,99 (valor do fornec.) % 99,99

    Valor a ser repassado para o Estado xxxxxxx 999,99

    (de acordo com os documentos fiscais lanados no Livro Reg. de Sadas n .....Fl.000)

    Estado: yyyyyyy

    BC da Substituio Alquota Valor retido Total

    Vendas a Consumidores 999,99 (valor da oper.) % 99,99

    Vendas a contribuintes 999,99 (valor do fornec.) % 99,99

    Valor a ser repassado para o Estado xxxxxxx 999,99

    (de acordo com os documentos fiscais lanados no Livro Reg. de Sadas n .....Fl.000)

    Valor total a ser repassado para outros Estados 999,99 (1)

    2. Deduo do Estado remetente

    qtde vendida (3) Valor aquisio (4) BC Substituio (3 x 4

    + 2 5)

    Valor retido (6)

    1. Mercadoria xxxx 000 999,99 999,99 99,99

    Alquota % (1) Margem % (2)2. Mercadoria xxxx 0000 999,99 999,99 99,99

    Alquota % (1) Margem % (2)

    Valor total a ser deduzido deste Estado 999,99 (2)(de acordo com os docs. fiscais de aquisio lanados no Livro Reg. de Entradas n ..... F. 000)

    3. Complemento/Ressarcimento

    Complemento (1-2) 999,00Ressarcimento (2-1) 999,00

    Declarao: Declaramos que os valores constantes deste demonstrativo correspondem aos lanamentos

    efetuados nos livros fiscais e so de nossa responsabilidade.

    Data/assinatura

Recommended

View more >