Content Marketing - 4h

Download Content Marketing - 4h

Post on 26-Jun-2015

534 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<ul><li> 1. Lucas Amadeu formado em Jornalismo, com ps-graduao em Marketing pelo Mackenzie e cursandoMBA em Gesto Empresarial pela FIA.Sete anos de experincia em Marketing eComunicao Online. Especializado no planejamentoe gerenciamento de projetos de campanhas online emdias sociais.Participao no programa Produtor de reportagem e redatorBBC Experience e estgio de telejornais, reprter e editor deno SixOClock News.contedo de Internet.Responsvel pela equipe de Responsvel por projetosMdia e criao de digitais da empresa nacampanhas especiais. Europa e Oceania.Campanha de reposicionamento Responsvel pelas reas deda marca em ambientes digitais Mdia Online e Mdias Sociaisno Brasil. da Multiplus Fidelidade.</li></ul><p> 2. Apresentar os principais conceitossobre Content Marketing e usar oestudo de casos para demonstrar aspossibilidades dessa importanteferramenta de Marketing.O curso tem como principal objetivoformar profissionais aptos a atuarna gesto e criao de plataformasde contedo, que agreguem valorpara o negcio. 3. Lucas Amadeu 4. Brasileiro gastaem mdia 48hpor ms nainternetFonte: Ibope/Nielsen OnlineLucas Amadeu 5. 1 a cada 5internautas afirmaacessar a internetpara buscarcontedo.Fonte: ComScore 6. 58% - Entretenimento40% - Estudo e Pesquisa25% - Trabalho18% - Pesquisas em GeralFonte: Ibope Inteligncia Jun/2012Lucas Amadeu 7. Parafernalha ocanal brasileiro noYouTube com o maiornmeros de inscritos.Fonte: YouTube/Fev-2012Lucas Amadeu 8. O marketing de contedo consiste em entregar uma experincia nica ao usurio que tem como objetivo inform-lo ou entret-lo. H dois tipos bsicos de marketing de contedo: Contedo proprietrio Contedo espontneo ou colaborativoLucas Amadeu 9. Objetivos mais comuns: Aumentar awareness; Divulgar produtos/servios; Criar engajamento.Lucas Amadeu 10. Lucas Amadeu 11. preciso,primeiro,entender quemest falando.Lucas Amadeu 12. preciso,primeiro,entender quemest falando.Lucas Amadeu 13. E ter claramentedefinida aPersonificao daMarca.Lucas Amadeu 14. Uma srie de caractersticas humanas atribudas smarcas, tais como: sexo, idade, perfil social,personalidade. preciso informar o contedo necessrio,embalado da maneira correta, nos canaisadequados, para que o mercado perceba a marca damaneira desejada. Todos os pontos de contato com a marca devemestar alinhados a esse posicionamento: comerciaisde TV, anncios em revistas, rdio, site, redes sociais,ambientao de PDV, call center, embalagens, etc. Lucas Amadeu 15. Exemplos de Personificao de MarcasLucas Amadeu 16. Exemplos de Personificao de MarcasLucas Amadeu 17. Exemplos de Personificao de MarcasLucas Amadeu 18. Exemplos de Personificao de MarcasLucas Amadeu 19. CASEVIVOMARCA preciso, primeiro, entender quem est falando.S: melhor cobertura e sinal;W: percebida como cara e arrogante;O: consolidar liderana de mercado;T: forte comunicao da Oi.Lucas Amadeu 20. CASEVIVOMARCA preciso, primeiro, entender quem est falando. Comunicao gerava percepo de marca indesejada. 21. CASEVIVOMARCA preciso, primeiro, entender quem est falando. Comunicao gerava percepo de marca indesejada. 22. CASEVIVOMARCA preciso, primeiro, entender quem est falando. Executivo; 40 a 50 anos; Bem-sucedido; Arrogante.Lucas Amadeu 23. CASEVIVOMARCA preciso, primeiro, entender quem est falando. Mudana na linguagem de marca. 24. CASEVIVOMARCA preciso, primeiro, entender quem est falando. Mudana na linguagem de marca. 25. CASEVIVOMARCA preciso, primeiro, entender quem est falando. Objetivo: Mulher; 25 a 30 anos; Antenada e Descolada.Lucas Amadeu 26. CASE VIVOMARCAO novo posicionamento de marca foi replicado em todos os canaisde relacionamento e pontos de contato com a empresa.Lucas Amadeu 27. CASEVIVO MARCAE, se a empresa queria ser percebida como antenada, erapreciso liderar o movimento de presena nas redes sociais.A Vivo foi uma das primeiras grandesempresas do Brasil a aderir aoTwitter, lanando o perfil@vivoemrede, com novidades sobrea marca, concursos e atendimentoem tempo real. Lucas Amadeu 28. CASEVIVO MARCAE, se a empresa queria ser percebida como antenada, erapreciso liderar o movimento de presena nas redes sociais.A empresa lanou tambm oVivo Blog, que trazianovidades sobre a marca enotcias sobre tecnologia einternet em geral. Lucas Amadeu 29. CASEVIVO MARCAE, se a empresa queria ser percebida como antenada, erapreciso liderar o movimento de presena nas redes sociais.E tambm um canal noYouTube, com tutoriais sobreos servios, bastidores dasgravaes de comerciais ediversos webshows. Lucas Amadeu 30. CASEVIVOMARCAE, se a empresa queria ser percebida como antenada, erapreciso liderar o movimento de presena nas redes sociais.E usando esseobjetivoinstitucional paragerar contedo.Lucas Amadeu 31. CASE VIVOMARCA E, se a empresa queria ser percebida como antenada, era preciso liderar o movimento de presena nas redes sociais. Passou a promover encontros e fruns de discusso sobre o tema.Lucas Amadeu 32. CASE VIVOMARCA E, se a empresa queria ser percebida como antenada, era preciso liderar o movimento de presena nas redes sociais.E patrocinar o maior eventode cultura digital do pas,gerando contedo: vdeosde cobertura, transmisso aovivo e promovendo interaovia hotsite.Lucas Amadeu 33. CASE VIVOMARCA E, se a empresa queria ser percebida como antenada, era preciso liderar o movimento de presena nas redes sociais. Aps 1 ano, a Vivo estava consolidada como uma das marcas mais atuantes em redes sociais, aumentou os ndices de brand awareness, brand recall e recomendao de marca.Lucas Amadeu 34. Depois, precisoentender paraquem se estfalando.Lucas Amadeu 35. preciso responder algumas perguntas: Qual a faixa etria? Quais o sexo? Qual a classe social? Quais so as aspiraes? Qual os interesses? Qual a relao com a marca?Lucas Amadeu 36. Identifique os 5 principaisassuntos relacionados marca e faa testes paramedir o engajamento dopblico com cada um deles.Exemplos:Produtos, novidades do mercado, dicas sobretemas relacionados, tutoriais, testemunhos. Lucas Amadeu 37. Em geral, recomenda-se seguir asseguintes propores de contedossobre produtos/empresa/marca: 40-50% - Para marcas em construo/reposicionamento; 20-30% - Para marcas consolidadas.Lucas Amadeu 38. CASEPANASONICMARCA Caractersticas da marca: Lder em inovao tecnolgica; Produtos com apelo eco; Fbricas sustentveis; Ampla gama de produtos.Lucas Amadeu 39. CASEPANASONICMARCA Percepo de mercado: Credibilidade; Sbia; Ultrapassada.Lucas Amadeu 40. CASE PANASONIC MARCAStrengths:Weaknesses: Lder em inovao Tecnolgica; Percepo de ultrapassada; Produtos com tecnologia Eco; Baixos ndices de brand recall e Alta durabilidade de produtos;brand awareness. Fbricas sustentveis.Opportunities:Threats: Ganhar mercado por meio de um Crescimento das coreanas;call to action forte; Aumento dos investimentos da Patrocnio mundial das OlimpadasSony.h mais de 20 anos. 41. CASEPANASONICMARCA Era preciso gerar uma mudana na percepo de marca.Lucas Amadeu 42. CASEPANASONICMARCA Passou a gerar contedos sobre: Inovao tecnolgica (40%); Sustentabilidade (10%); Demonstrao de produtos (40%); Testemunho de clientes (10%).Lucas Amadeu 43. CASEPANASONICMARCA A mensagem escolhida convidou o mercado a [re]pensar suas escolhas.Lucas Amadeu 44. CASEPANASONICMARCA Todos os canais digitais incorporaram essa nova comunicao. 45. CASEPANASONICMARCA Todos os canais digitais incorporaram essa nova comunicao. 46. CASEPANASONICMARCA Todos os canais digitais incorporaram essa nova comunicao. 47. CASEPANASONICMARCA Todos os canais digitais incorporaram essa nova comunicao. 48. CASEPANASONICMARCA Todos os canais digitais incorporaram essa nova comunicao. 49. CASEPANASONICMARCA Todos os canais digitais incorporaram essa nova comunicao. 50. CASEPANASONICMARCA Todos os canais digitais incorporaram essa nova comunicao. 51. CASEPANASONICMARCA Todos os canais digitais incorporaram essa nova comunicao. 52. CASEPANASONICMARCA Todos os canais digitais incorporaram essa nova comunicao.Resultados:Mais de 200.000 likes e45.000 compartilhamentossomados nas aes decampanha de lanamento ea Panasonic chegou a ser amaior fanpage do segmentode eletrnicos no Facebook. 53. Canal que o pblicoAgrega vriasj acessa. plataformas; Canal de Fanpage noBlog Corporativo Menor visibilidade;reclamaes; Ativao via site,Facebook Ativao via ads, SEO e SEM. sponsored stories eoutros. Menor visibilidade Textos curtos;espontnea; Utilizao em queda;Perfil no TwitterCanal no YouTube Gera mais Poucas opes deengajamento;ativao. Ativao cara. 54. Canal customizado em Aes de seeding com blogueiros:portais: Consistem na contratao na Contedo elaboradodivulgao de publieditoriais porpelo portal sobre umblogueiros/twiteiros influentes emtema determinadoum determinado segmento depelo anunciante.interesse da empresa. Deve se tomar Necessriocuidado para no parecer artificial.investimento mdiode R$ 300.000,00 porum perodo de trsmeses, 55. Social OS SETE PRINCPIOS Indito MultiplataformaInterativoRelevanteQualidadeAlinhado ao propsito de marca 56. Conversa informalOs contedos em ambientesdigitais so conversas entre pessoase no de empresas para um perfilde mercado. Pense num bate-papoentre amigos, uma conversainformal, olho no olho. Uselinguagem natural, humana. 57. Simples e diretoAs relaes em meios digitais sosimples e diretas. No use termostcnicos, palavras complicadas, oufrases desnecessrias para enfeitaro texto. Ir direto ao ponto umademonstrao de educao econsiderao com seu pblico. Evitaperda de tempo e cria uma relaode confiana e empatia. 58. EntusiasmoMuitos usurios veem os canais derelacionamento digitais comopontos de descontrao. Por isso,sempre que possvel, seuscontedos devem ser carregadosde entusiasmo, capaz de abrirportas e estimular relaes. Evite ouso de termos negativos comoproblema, dificuldade, erro. 59. TransparnciaNos ambientes digitais, os consumidoressabem mais do que as empresas sobre osprprios produtos e tm o poder deinfluenciar as outras, recomendando oudenegrindo marcas. Em um ambiente to ricoem opinies, relaes que no sejamtransparentes se tornam insustentveis. Crieuma conexo de confiana. Se um assunto importante, por mais delicado que seja, deveser abordado. Esta uma demonstrao derespeito pelo seu pblico e pela prpriaempresa. 60. Torne-se refernciaDentre as possibilidades deterritrios que sua empresaocupa, identifique um deles parase apropriar, gerando contedorelevante. Com um trabalho bem-feito, sua empresa poder setornar referncia nesta rea. 61. CASENIKEMARCAObjetivoConsolidar aNike comoreferncia emmaterialesportivo paraprtica decorrida. 62. CASENIKEMARCAObjetivoConsolidar aNike comoreferncia emmaterialesportivo paraprtica decorrida. 63. CASENIKEMARCAObjetivoConsolidar aNike comoreferncia emmaterialesportivo paraprtica decorrida. 64. CASENIKEMARCAObjetivoConsolidar aNike comoreferncia emmaterialesportivo paraprtica decorrida. 65. CASENIKEMARCAObjetivoConsolidar aNike comoreferncia emmaterialesportivo paraprtica decorrida. 66. CASENIKEMARCAObjetivoConsolidar aNike comoreferncia emmaterialesportivo paraprtica decorrida. 67. CASENIKEMARCAObjetivoConsolidar aNike comoreferncia emmaterialesportivo paraprtica decorrida. 68. CASENIKEMARCAObjetivoConsolidar aNike comoreferncia emmaterialesportivo paraprtica decorrida. 69. CASEITAMARCAObjetivoCriar apercepo deque o Ita obanco queoferece crdito,mas de formaracional. 70. CASEITAMARCAObjetivoCriar apercepo deque o Ita obanco queoferece crdito,mas de formaracional. 71. CASEITAMARCAObjetivoCriar apercepo deque o Ita obanco queoferece crdito,mas de formaracional. 72. CASEITAMARCAObjetivoCriar apercepo deque o Ita obanco queoferece crdito,mas de formaracional. 73. CASEITAMARCAObjetivoCriar apercepo deque o Ita obanco queoferece crdito,mas de formaracional. 74. CASEITAMARCAObjetivoCriar apercepo deque o Ita obanco queoferece crdito,mas de formaracional. 75. CASECOLGATE CANALObjetivoConsolidar aColgate comoreferncia emSade Bucal naInternet.SoluoCriao deportal cominformaesdetalhadassobre osprincipais temasrelacionados. 76. CASECOLGATE CANALObjetivoConsolidar aColgate comoreferncia emSade Bucal naInternet.SoluoCriao deportal cominformaesdetalhadassobre osprincipais temasrelacionados. 77. CASECOLGATE CANALSEOO projeto dearquitetura doportal foi concebidoseguindo asmelhores prticasde SEO. Assim, nasbuscas feitas sobreno Google sobre osprincipais temasrelacionados sobreSade Bucal, oportal da Colgateest sempre nasprimeiras posies. 78. CASECOLGATE CANALAlm disso, parafacilitar acompreenso dosusurios, o siteconta com diversosrecursos multimdiapara apoio, comovdeos, infogrficose at jogos. 79. CASECOLGATE CANALAlm disso, parafacilitar acompreenso dosusurios, o siteconta com diversosrecursos multimdiapara apoio, comovdeos, infogrficose at jogos. 80. CASECOLGATE CANALAlm disso, parafacilitar acompreenso dosusurios, o siteconta com diversosrecursos multimdiapara apoio, comovdeos, infogrficose at jogos. 81. CASECOLGATE CANALVendaDurante anavegao, ousurio tambmreceberecomendaesde produtos quepodem ajud-loa combater oproblemapesquisado. 82. Em um ambiente 2.0, o consumidor est protegido pela exposio a que a marca est submetida e encontra na sua plataforma de contedo o lugar perfeito para fazer reclamaes. preciso estar preparado para isso. Um atendimento ruim pode acabar com a imagem de um canal de comunicao. Este o momento de surpreender e reverter a percepo negativa.Lucas Amadeu 83. Lucas Amadeu 84. Demonstre Interesse VerdadeiroSe coloque no lugar do cliente paraentender o que ele precisa. D asensao de um atendimentopersonalizado, sem o uso de frasesprontas, robticas. Aps o problemater sido resolvido, entre em contatonovamente para saber se o clienteficou satisfeito e se coloque disposio para ajud-lo sempre quefor preciso.Lucas Amadeu 85. Oriente, EnsineDemonstre prazer em ensinar, ofereainformaes completas e atualizadas.Ajude a escolher o melhorproduto/servio, que combine com asnecessidades e estilo de vida docliente. Sempre que possvel, oferealinks de ferramentas na internet parafacilitar o entendimento.Lucas Amadeu 86. Estabelea Relao de ConfianaTenha conscincia da importnciados produtos/servios que suaempresa oferece na vida dosclientes e faa de tudo para nodeix-los na mo. Transmitacredibilidade e tranquilidade. Faacom que o cliente sinta que voc oconhece de verdade e confia nele.Assim, a confiana do cliente naempresa aumentar a cada dia.Lucas Amadeu 87. Aproprie-se deesquemas de cores,fontes, termos eestilos de textodiferenciados paradestacar-se dosdemais.Lucas Amadeu 88. Aproprie-se deesquemas de cores,fontes, termos eestilos de textodiferenciados paradestacar-se dosdemais.Lucas Amadeu 89. Aproprie-se deesquemas de cores,fontes, termos eestilos de textodiferenciados paradestacar-se dosdemais.Lucas Amadeu 90. Aproprie-se deesquemas de cores,fontes, termos eestilos de textodiferenciados paradestacar-se dosdemais.Lucas Amadeu 91. Aproprie-se deesquemas de cores,fontes, termos eestilos de textodiferenciados paradestacar-se dosdemai...</p>