contabilidade prof. corsino. objeto e finalidade objeto o objeto da contabilidade é o patrimônio...

Download Contabilidade Prof. Corsino. OBJETO E FINALIDADE OBJETO O objeto da contabilidade é o patrimônio das entidades. FINALIDADE Controle – é o acompanhamento

Post on 16-Apr-2015

103 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Slide 1
  • Contabilidade Prof. Corsino
  • Slide 2
  • OBJETO E FINALIDADE OBJETO O objeto da contabilidade o patrimnio das entidades. FINALIDADE Controle o acompanhamento das atividades da organizao. Planejamento o conjunto de linhas de ao e a maneira de execut-las para alcance dos objetivos.
  • Slide 3
  • PRINCPIOS CONTBEIS A observncia dos Princpios Fundamentais de Contabilidade obrigatria no exerccio da profisso e constitui condio de legitimidade das Normas Brasileiras de Contabilidade. PRINCPIO DA ENTIDADE reconhece o patrimnio como objeto da contabilidade e afirma autonomia patrimonial, a necessidade da diferenciao de um Patrimnio particular no universo dos patrimnios existentes, independentemente de pertencer a uma pessoa, um conjunto de pessoas, uma sociedade ou instituio de qualquer natureza ou finalidade, com ou sem fins lucrativos.
  • Slide 4
  • PRINCPIOS CONTBEIS PRINCPIO DA CONTINUIDADE A continuidade ou no da entidade, bem como sua vida estabelecida ou provvel, devem ser consideradas quando da classificao das mutaes patrimoniais, quantitativas e qualitativas. Quando se faz contabilidade de uma entidade, parte-se do pressuposto de que a mesma continuar existindo por tempo indeterminado.
  • Slide 5
  • PRINCPIOS CONTBEIS PRINCPIO DA OPORTUNIDADE Refere-se simultaneamente, tempestividade e integridade do registro das mutaes patrimoniais, determinando que este seja feito no tempo certo e com a extenso correta.
  • Slide 6
  • PRINCPIOS CONTBEIS PRINCPIO DO REGISTRO PELO VALOR ORIGINAL Os componentes do patrimnio devem ser registrados pelos valores originais das transaes com o mundo exterior, expressos a valor presente na moeda do Pas, que sero mantidos na avaliao das variaes patrimoniais posteriores, inclusive quando configurem agregaes ou decomposies no interior da entidade.
  • Slide 7
  • PRINCPIOS CONTBEIS PRINCPIO DA ATUALIZAO MONETRIA Os efeitos da alterao do poder aquisitivo da moeda nacional devem ser reconhecidos nos registros contbeis atravs do ajustamento de expresso formal dos valores dos componentes patrimoniais.
  • Slide 8
  • PRINCPIOS CONTBEIS PRINCPIO DA COMPETNCIA As receitas e as despesas devem ser includas na apurao do resultado do perodo em que ocorrem, sempre simultaneamente quando se correlacionarem, independentemente de recebimento ou pagamento.
  • Slide 9
  • PRINCPIOS CONTBEIS PRINCPIO DA PRUDNCIA Determina a adoo do menor valor para os componentes do ativo e do maior para os do passivo, sempre que se apresentem alternativas igualmente vlidas para a quantificao das mutaes patrimoniais que alterem o patrimnio lquido.
  • Slide 10
  • CAMPO DE APLICAO As principais reas de atuao so: Contabilidade Fiscal participa do processo de elaborao de informao para o fisco, e responsvel pelo planejamento tributrio da empresa. Contabilidade Pblica rea de controle e gesto das finanas pblica.
  • Slide 11
  • CAMPO DE APLICAO Contabilidade de Custos fornece importantes informaes na formao de preo da empresa. Contabilidade Gerencial voltada para a melhor utilizao dos recursos econmicos da empresa, por meio de adequado controle dos insumos efetuado por um sistema de informao contbil.
  • Slide 12
  • CAMPO DE APLICAO Auditoria por meio de empresas de auditoria ou de setores internos da empresa, controla a confiabilidade das informaes e a legalidade dos atos praticados pelos administradores. Percia Contbil atua na elaborao de laudos em processos judiciais ou extrajudidiciais.
  • Slide 13
  • CAMPO DE APLICAO Contabilidade Financeira responsvel pela elaborao e consolidao das demonstraes contbeis para fins externos. Anlise Econmico-financeira atua na elaborao de anlises da situao patrimonial de uma organizao com base em seus relatrios contbeis. Avaliao de Projetos elaborao e anlise de viabilidade de longo prazo, com a estimativa do fluxo de caixa e o clculo de sua atratividade para a empresa.
  • Slide 14
  • CAMPO DE APLICAO Contabilidade Atuarial responsvel pela contabilidade de fundos de penso e empresas de previdncia privada. Contabilidade Ambiental responsvel por informaes sobre o impacto ambiental da empresa no meio ambiente. Contabilidade Social dimensionando o impacto social da empresa, com sua agregao de riqueza e seus custos sociais, produtividade, distribuio da riqueza. Contabilidade de Empresas Transacionais.
  • Slide 15
  • Slide 16
  • PATRIMNIO
  • Slide 17
  • PATRIMNIO A Escola Patrimonialista define a Contabilidade como: a cincia que estuda o patrimnio, em seus aspectos esttico e dinmico. A Escola Patrimonialista define a Contabilidade como: a cincia que estuda o patrimnio, em seus aspectos esttico e dinmico. o objeto da Contabilidade, seu componente bsico. o objeto da Contabilidade, seu componente bsico.
  • Slide 18
  • CONCEITO O Patrimnio o conjunto de bens, direitos e obrigaes, susceptveis de avaliao em moeda, vinculados a uma empresa ou pessoa fsica, num determinado momento. O Patrimnio o conjunto de bens, direitos e obrigaes, susceptveis de avaliao em moeda, vinculados a uma empresa ou pessoa fsica, num determinado momento.
  • Slide 19
  • COMPONENTES Bem tudo aquilo que satisfaz as necessidades do homem e que pode ser avaliado monetariamente. Direitos so bens que nos pertencem, mas no esto em nosso poder. Obrigaes So bens em nosso poder que pertencem a terceiros.
  • Slide 20
  • ATIVO e PASSIVO Os direitos, elementos positivos, fazem parte do ATIVO e as obrigaes, elementos negativos, do PASSIVO. ATIVO PASSIVO = SITUAO LQUIDA ATIVO PASSIVO = SITUAO LQUIDA
  • Slide 21
  • O PATRIMONIO Bens: dinheiro, estoques, terrenos, mveis, etc. Direitos: duplicatas a receber, saldo bancrio Obrigaes: duplicatas a pagar, emprstimos, impostos a pagar Tipos... Representao Grfica do Patrimnio: Bens Direitos Obrigaes ATIVOS Bens + DireitosObrigaes PASSIVOS AplicaesOrigens $$
  • Slide 22
  • EQUAO BSICA DO PATRIMNIO PATRIMONIO LQUIDO (PL) = ATIVO(A) - PASSIVO(P) PL = A - PA = P + PLP = A - PL A > PPL > 0 A > P e P = 0A = PL A = PPL = 0 P > APL < 0 P > A e A = 0PL < 0 e PL = P 1 2 3 4 5 >
  • 3 SITUAO LQUIDA S.L. Positiva (favorvel): A>P S.L. Negativa (desfavorvel): A
  • Slide 28
  • Situao Lquida Positiva, Favorvel ou Superavitria ATIVO ATIVO PASSIVO PASSIVO SITUAO LQUIDA ( + ) ( + ) ATIVO > PASSIVO = SITUAO LQUIDA > ZERO
  • Slide 29
  • Situao Lquida Negativa, Desfavorvel ou Deficitria ATIVO ATIVO PASSIVO PASSIVO SITUAO LQUIDA ( + ) ( + ) ATIVO < PASSIVO = SITUAO LQUIDA < ZERO
  • Slide 30
  • ATIVO ATIVO PASSIVO PASSIVO Caixa $ 1.000,00 Capital $ 1.000,00 Constituio de uma empresa com capital inicial de $ 1.000,00 integralizado em espcie. EXEMPLO EXEMPLO
  • Slide 31
  • ATIVO ATIVO PASSIVO PASSIVO CaixaMquinas 4.000, 4.000, 9.000, 9.000,EmprtimoCapital 12.000, 12.000, 1.000, 1.000, TOTAL13.000,TOTAL 13.000, 13.000, A Empresa contrata um emprstimo de $ 12.000,00, adquirindo uma mquina por $ 9.000,00, permanecendo o saldo restante no Caixa.
  • Slide 32
  • ATIVO ATIVO PASSIVO PASSIVO CaixaMquinas 2.000, 2.000, 9.000, 9.000,EmprtimoCapitalDespesas 12.000, 12.000, 1.000, 1.000,(2.000,) TOTAL11.000,TOTAL 11.000, 11.000, A Empresa paga despesas de $ 2.000,00.
  • Slide 33
  • Situao Lquida Nula ou Equilibrada Situao Lquida Nula ou Equilibrada ATIVO ATIVO PASSIVO PASSIVO ATIVO = PASSIVO, ento SITUAO LQUIDA = ZERO
  • Slide 34
  • Situao Lquida Nula ou Equilibrada Situao Lquida Nula ou Equilibrada ATIVO = PASSIVO, ento SITUAO LQUIDA = ZERO ATIVO ATIVO PASSIVO PASSIVO Caixa $ 3.000, Mquinas $ 9.000, TOTAL $ 12.000, Emprstimo $ 12.000, Capital $ 2.000, Despesas $ (2.000,) TOTAL $ 12.000, EXEMPLO
  • Slide 35
  • ALTERAES DA SITUAO LQUIDA As variaes decorrentes dos fatos administrativos do margem a trs tipos de alteraes no Patrimnio: As variaes decorrentes dos fatos administrativos do margem a trs tipos de alteraes no Patrimnio: Fatos Permutativos; Fatos Permutativos; Fatos Modificativos; Fatos Modificativos; Fatos Mistos. Fatos Mistos.
  • Slide 36
  • FATOS PERMUTATIVOS So aqueles que no alteram o Patrimnio Lquido, ocorrendo somente trocas. Exemplos: Compra de mercadoria a vista (bens por bens); Compra de instalaes a prazo (bens por obrigaes); Recebimento de direitos (direito por bens); Pagamento de obrigaes (bens por obrigaes).
  • Slide 37
  • FATOS MODIFICATIVOS So aqueles que alteram o Patrimnio Lquido. Podem ser: AUMENTATIVOS aumenta com as AUMENTATIVOS aumenta com as receitas; receitas; DIMINUTIVOS diminui com as DIMINUTIVOS diminui com as despesas. despesas.Exemplos: Receitas de aluguel modificativo aumentativo; Despesas de salrios modifivo diminutivo.
  • Slide 38
  • FATOS MISTOS So aqueles que provocam alteraes no Ativo, no Passivo e no Patrimnio Lquido, simultaneamente. Exemplos: Venda de mercadorias com lucro; Pagamento de duplicatas com juros.
  • Slide 39
  • ASPECTOS DO PATRIMNIO O Patrimnio analisado sob os aspectos: QUALITATIVO so classificados de acordo com a natureza e sua participao na consecuo dos objetivos. QUALITATIVO so classificados de acordo com a natureza e sua partici

Recommended

View more >