consenso dpoc sbpt 2006 - .consenso brasileiro sobre doen†a pulmonar obstrutiva cr”nica...

Download Consenso DPOC SBPT 2006 - .consenso brasileiro sobre doen‡a pulmonar obstrutiva cr”nica – dpoc

Post on 24-Dec-2018

214 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

1

CONSENSO BRASILEIRO SOBRE DOENA PULMONAR OBSTRUTIVA CRNICA DPOC SOCIEDADE BRASILEIRA DE PNEUMOLOGIA E TISIOLOGIA SBPT

REVISO DE ALGUNS ASPECTOS DE EPIDEMIOLOGIA E TRATAMENTO DA DOENA ESTVEL - 2006

PREFCIO

O II Consenso Brasileiro de DPOC foi publicado em novembro de 2004, com o

compromisso de ser um documento vivo, sujeito a atualizaes peridicas, em funo da

velocidade alucinante com que so observadas novas evidncias no mundo da medicina. Esta a

primeira reviso, ou atualizao, do Consenso de DPOC. Decidimos por fazer revises peridicas,

de aspectos pontuais do documento que tivessem apresentado alteraes significativas neste

perodo. Este documento contempla: 1) reviso da epidemiologia da DPOC no Brasil, luz dos

dados apresentados no estudo PLATINO, recentemente publicado no Lancet e Cadernos de

Sade Pblica do Rio de Janeiro, 2) reviso da importncia do volume expiratrio forado no

primeiro segundo (VEF1) na anlise evolutiva e avaliao do tratamento da DPOC em contraste

com a observao da importncia de novos desfechos clnicos e marcadores de evoluo e

resposta ao tratamento, segundo Documento do GOLD, 3) reviso das recomendaes de

tratamento da doena estvel em funo de novas evidncias trazidas tona recentemente, 4)

tratamento de reposio dos pacientes com deficincia de alfa1 antitripsina.

Jos Roberto Jardim, Jlio Abreu de Oliveira, Oliver Nascimento.

1. Dados epidemiolgicos da DPOC no Brasil 2. Desfechos clnicos e marcadores na DPOC 3. Reviso das diretrizes de tratamento doena estvel 4. Tratamento dos pacientes com deficincia de alfa1 antitripsina

1. Dados epidemiolgicos da DPOC no Brasil 1.1 - Fontes

Os nmeros apresentados a seguir foram extrapolados para todo o Brasil a partir dos

resultados do Projeto PLATINO - Projeto Latinoamericano de Investigao em Obstruo

Pulmonar (2005), realizado em So Paulo, e da pesquisa nacional do CEBRID - Centro Brasileiro

de Informaes Sobre Drogas Psicotrpicas (2002). Os dados populacionais so oriundos do

2

censo de 2000 do IBGE. Os dados relativos morbi-mortalidade foram extrados do DATASUS..

1.2 - Estudo PLATINO O Estudo PLATINO avaliou os indivduos com 40 ou mais anos de idade residentes na

rea metropolitana da Grande So Paulo. Ele foi um estudo transversal de base populacional,

criado para se avaliar a prevalncia da DPOC e analisar o impacto desta doena nesta amostra. O

estudo constou de aplicao de questionrios e espirometria pr e ps-broncodilatador em

pessoas vivendo em residncias escolhidas por randomizao, considerando como obstruo

brnquica o padro internacional de screening a relao VEF1/CVF (capacidade vital forada) <

0,70 ps-broncodilatador.

Nesse estudo a prevalncia total da DPOC foi de 15,8%, sendo 18% nos homens e 14%

nas mulheres.. A distribuio dos pacientes de acordo com o estdio de gravidade da DPOC e

segundo a classificao do GOLD e da SBPT, mostrou os seguintes resultados de prevalncia:

Estdio Prevalncia

I 10,1%

II 4,6%

III 0,9%

IV 0,2%

A distribuio de DPOC pela faixa etria foi : 40-49 anos, 8,4%; 50-59 anos, 16,2%; >60

anos, 25,7%. A distribuio de acometimento de DPOC foi diminuindo com o aumento do nmero

de anos de frequncia escola: 0-2 anos, 22,1%; 3-4 anos, 16,3%; 5-8 anos, 14,4%; > de 9 anos,

10,4%. Um dado interessante que 12,5% dos pacientes diagnosticados como DPOC nunca

haviam fumado. No entanto, 16,2% dos pacientes com DPOC j haviam sido expostos fumaa

de lenha e 22,1% ao carvo, como combustvel para aquecimento ou cozinhar. Embora no

significantes, as razes de prevalncia ajustada para exposio ps em local de trabalho foi de

1,36 e para carvo de 1,40

Na populao total estudada, a prevalncia de tabagismo ativo foi de 24%, enquanto

33,1% eram ex-tabagistas e 42,9% foram considerados como nunca tendo fumado. Entre os

indivduos fumantes com DPOC, o risco relativo ajustado foi de 2,04 e de 2,57 para os com

classificao II-IV. Utilizando a equao :

3

Frao etiolgica : __frequncia de exposio x (risco relativo - 1)___

1 + frequncia de exposio x (risco relativo - 1)

Assim, possvel afirmar que o fator atribuvel ao estado atual de fumante foi 26,2% para os

indivduos com classificao GOLD II-IV. Isto quer dizer que o controle do tabagismo preveniria o

desenvolvimento da DPOC em pelo menos um em cada quatro fumantes.

1.3 - Estudo do CEBRID O CEBRID publicou em setembro de 2002 dados que mostram os resultados de um

levantamento randomizado domiciliar sobre o tabagismo. Este levantamento refere-se s 107

cidades brasileiras com mais de 200 mil habitantes. De acordo com este inqurito, 51,5 % dos

brasileiros j fizeram uso alguma vez em sua vida do cigarro.

Das pessoas acima de 35 anos, 24% delas fumam regularmente (com intervalo de

confiana de 95% de 22 a 26%), sendo 28% (IC: 26-30%) dos homens e 20% (IC: 19-22%) das

mulheres.

Tabela 1 - Prevalncia projetada de tabagistas, DPOC e nmero de internaes e bitos nos estados do Brasil, segundo dados populacionais do IBGE, CEBRID, Estudo PLATINO e SUS.

Estado

Sexo e total

Populao com 40 ou mais anos de idade

Tabagistas

Portadores de DPOC (estdios I a IV)

Portadores de DPOC (estdio II a IV)

N de internaes no SUS, ano de 2004, por DPOC (indivduos com > 40 anos)

N de bitos por DPOC, ano de 2003, (indivduos com > 40 anos)

AC

Masc

Fem

Total

53.682

50.988

104.670

15.030

10.197

25.227

9.662

7.138

16.800

5.966

270

205

475

33

29

62

AL Masc Fem

Total

298.932

340.239

639.171

83.700

68.047

151.747

53.807

47.633

101.440

36.432

898

1.063

1.961

141

111

252

4

AP Masc Fem

Total

39.733

38.336

78.069

11.125

7.667

18.792

7.151

5.367

12.518

4.449

104

73

177

21

15

36

AM Masc Fem

Total

252.808

249.689

502.497

70.786

49.937

120.723

45.505

34.956

80.461

28.642

367

186

553

111

75

186

BA Masc Fem

Total

1.526.270

1.692.917

3.219.187

427.355

338.583

765.938

274.728

237.008

511.736

183.493

5.561

4.707

10.268

578

320

898

CE Masc Fem

Total

859.499

997.744

1.857.243

240.659

199.548

440.207

154.709

139.684

294.393

105.862

1.473

1.343

2.816

328

260

588

DF Masc Fem

Total

214.493

253.416

467.909

60.058

50.683

111.341

38.608

35.478

74.086

26.670

605

532

1.137

129

87

216

ES Masc Fem

Total

403.406

435.228

838.634

112.953

87.045

199.998

72.613

60.931

133.544

47.802

1.173

859

2.032

347

231

578

GO Masc Fem

Total

624.818

640.442

1.265.260

174.949

128.088

303.037

112.467

89.661

202.128

72.119

6.107

5.275

11.382

731

540

1.271

MA Masc Fem

Total

594.920

627.076

1.221.996

166.577

125.415

291.992

107.085

87.790

194.875

69.653

1.169

1.239

2.408

129

89

218

MT Masc Fem

Total

301.845

267.827

569.672

84.516

53.565

138.081

54.332

37.495

91.827

32.471

2.906

1.986

4.892

255

129

384

MS Masc Fem

Total

267.081

268.993

536.074

74.782

53.798

128.580

48.074

37.659

85.733

30.556

1.185

1.049

2.234

270

189

459

MG Masc Fem

Total

2.440.072

2.680.729

5.120.801

683.220

536.145

1.217.365

439.331

375.302

814.633

291.885

14.160

11.763

25.923

2.449

1.530

3.979

PA Masc Fem

Total

627.898

615.963

1.243.861

175.811

123.192

299.003

113.021

86.234

199.255

70.900

2.599

2.119

4.718

306

194

500