conselho regional de medicina veterinária do estado tecnico 83... · conselho regional de...

Download Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado tecnico 83... · Conselho Regional de Medicina…

Post on 01-Oct-2018

215 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Conselho Regional de Medicina Veterinria do Estado de Minas Gerais

    o CRMV-MG participando do processo de atualizaotcnica dos profissionais e levando informaes da

    melhor qualidade a todos os colegas.

    VALORIZAO PROFISSIONAL

    compromisso com voc

    www.crmvmg.org.br

    PROJETO DE EDUCAO CONTINUADA

    http://www.crmvmg.org.br
  • Universidade Federal de Minas Gerais

    Escola de Veterinria Fundao de Estudo e Pesquisa em Medicina Veterinria e Zootecnia - FEPMVZ Editora

    Conselho Regional de Medicina Veterinria do Estado de Minas Gerais - CRMV-MG

    www.vet.ufmg.br/editora

    Correspondncia:

    FEPMVZ Editora Caixa Postal 567 30161-970 - Belo Horizonte - MG Telefone: (31) 3409-2042

    E-mail: editora.vet.ufmg@gmail.com

    Conselho Regional de Medicina Veterinria do Estado de Minas Gerais

    o CRMV-MG participando do processo de atualizaotcnica dos profissionais e levando informaes da

    melhor qualidade a todos os colegas.

    VALORIZAO PROFISSIONAL

    compromisso com voc

    www.crmvmg.org.br

    PROJETO DE EDUCAO CONTINUADA

    Editorial

    Caros colegas,A Escola de Veterinria e o Conselho Regional de

    Medicina Veterinria de Minas Gerais tm a satisfao de encaminhar comunidade veterinria e zootcnica mineira um volume dos Cadernos Tcnicos com a te-mtica Introduo Medicina Veterinria do Coletivo: Aspectos do manejo populacional de ces e gatos.

    A sociedade humana est intimamente associada a di-versas espcies de animais domsticos, sendo as de com-panhia mais importantes o co e o gato. Especialmente no ambiente urbano, faz-se necessrio conhecer aspectos de manejo populacional para ambas as espcies, com forma de manter as condies ideais de sade para animais e hu-manos, um papel para o profissional em sade animal.

    Desde o alvorecer da sociedade humana, os registros documentam a convivncia com o co e o gato. Os estu-dos sugerem que os humanos no domesticaram o co, a aproximao ocorreu de iniciativa destes, algo semelhan-te ao que aconteceu depois com os gatos. Os humanos eram excelentes caadores e eliminaram todos os carn-voros competidores, incluindo o tigre-de-dente-de-sabre e hienas gigantes. Na evoluo da relao entre humanos e ces, os estudos sugerem que a sobrevivncia do co ferocidade humana pode estar ligada ao co mais amig-vel (friendliest) em vez do mais apto (fittest), uma vez que este no foi necessariamente fundamental na caa para os humanos primitivos. Em relao ao gato, a associao ocorreu pelo interesse felino na caa s pragas que consu-miam os depsitos de gros alimentares para os humanos.

    Consolida-se a parceria e o compromisso entre as duas instituies com relao Educao Continuada da comunidade dos mdicos veterinrios e zootecnistas de Minas Gerais.

    Prof. Nelson Rodrigo da Silva Martins - CRMV-MG 4809Editor dos Cadernos Tcnicos de Veterinria e Zootecnia

    Prof. Renato de Lima Santos - CRMV-MG 4577Diretor da Escola de Veterinria da UFMGProf. Antnio de Pinho Marques Jnior - CRMV-MG 0918Editor-Chefe do Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinria e Zootecnia (ABMVZ)

    Prof. Nivaldo da Silva - CRMV-MG 0747Presidente do CRMV-MG

    www.vet.ufmg.br/editoramailto:editora.vet.ufmg@gmail.com
  • Conselho Regional de Medicina Veterinria do Estado de Minas Gerais - CRMV-MG

    Presidente:

    Prof. Nivaldo da Silva

    E-mail: crmvmg@crmvmg.org.br

    CADERNOS TCNICOS DE VETERINRIA E ZOOTECNIA

    Edio da FEPMVZ Editora em convnio com o CRMV-MG

    Fundao de Estudo e Pesquisa em Medicina Veterinria e Zootecnia - FEPMVZ

    Editor da FEPMVZ Editora:

    Prof. Antnio de Pinho Marques Junior

    Editor do Cadernos Tcnicos de Veterinria e Zootecnia:

    Prof. Nelson Rodrigo da Silva Martins

    Editores convidados para esta edio:

    Danielle Ferreira de Magalhes Soares

    Revisora autnoma:

    Giovanna Spotorno

    Tiragem desta edio:

    1.000 exemplares

    Layout e editorao:

    Solues Criativas em Comunicao Ldta.

    Impresso:

    Imprensa Universitria da UFMG

    Cadernos Tcnicos de Veterinria e Zootecnia. (Cadernos Tcnicos da Escola de Veterinria da UFMG)

    N.1- 1986 - Belo Horizonte, Centro de Extenso da Escola deVeterinria da UFMG, 1986-1998.

    N.24-28 1998-1999 - Belo Horizonte, Fundao de Ensino e Pesquisa em Medicina Veterinria e Zootecnia, FEP MVZ Editora, 1998-1999

    v. ilustr. 23cm

    N.29- 1999- Belo Horizonte, Fundao de Ensino e Pesquisa em Medicina Veterinria e Zootecnia, FEP MVZ Editora, 1999Periodicidade irregular.

    1. Medicina Veterinria - Peridicos. 2. Produo Animal - Peridicos. 3. Produtos de Origem Animal, Tecnologia e Inspeo - Peridicos. 4. Extenso Rural - Peridicos.

    I. FEP MVZ Editora, ed.

    Permite-se a reproduo total ou parcial, sem consulta prvia, desde que seja citada a fonte.

    mailto:crmvmg@crmvmg.org.br
  • PrefcioDanielle Ferreira de Magalhes Soares

    A Medicina Veterinria do Coletivo uma rea em ascenso no Brasil. Envolve a medicina preventiva, a sade pblica, o controle de zoonoses, o comportamento e bem estar animal, o manejo populacio-nal canino e felino, a biotica, o gerencia-mento de recursos humanos, entre ou-tros importantes assuntos relacionados nossa profisso.

    O elevado nmero de ces e gatos em situao de rua representa atualmen-te um grande desafio para os municpios mineiros. Em 15 de janeiro 2016 foi pu-blicada a Lei 21.970 que dispe sobre a proteo, identificao e controle po-pulacional de ces e gatos no Estado de Minas Gerais. As estratgias de Manejo Populacional canino e felino sero abordadas neste volume introdutrio Medicina Veterinria do Coletivo, com o objetivo de promover conhecimento aos profissionais e fornecer subsdios tcni-cos que viabilizem a aplicabilidade da lei com benefcios para a sade de toda a sociedade.

  • Sumrio

    1. Controle populacional de ces e gatos .......................................................9

    Adriana Maria Lopes Vieira, Vania de Fatima Plaza Nunes

    Conhea a legislao federal sobre o controle populacional de ces e gatos.

    2. Proteo, identificao e controle populacional de ces e gatos, uma abordagem sobre a legislaes para animais de companhia ............15

    Gustavo de Morais Donancio Rodrigues Xaulim, Jos Honorato Begalli, Camila de Valgas e Bastos Cas-tros, Danielle Ferreira de Magalhes Soares, Vania de Fatima Plaza Nunes

    Entenda aspectos da legislao para animais de companhia

    3. Comportamento canino. ..........................................................................30

    Elen Monteiro da Silveira, Laiza Bonela Gomes, Sara Clemente Paulino Ferreira e Silva, Nstor Alberto Caldern Maldonado

    Descreve-se aspectos do comportamento individual e social dos ces.

    4. Aspectos do comportamento felino .........................................................39

    Paloma Carla Fonte Boa Carvalho, Vania de Fatima Plaza Nunes, Nstor Alberto Caldern Maldonado

    Entenda as peculiaridades do comportamento do gato.

    5. Precisamos falar sobre ces em Unidades de Conservao .....................49

    Mirella Lauria DElia, Joana Anglica Macdo, Pedro Lcio Lithg Pereira, Danielle Ferreira de Maga-lhes Soares

    Conhea os transtornos conservao que decorrem de ces invasores.

    6. Acumuladores de animais ........................................................................60

    Glendalesse Nunes Rocha de Faria Teixeira, Joana Anglica Macdo Costa Silva, Danielle Ferreira de Magalhes Soares

    A acumulao de animais algo comum na sociedade e de carter psicopatolgico.

    7. Sade nica e Atuao do Mdico Veterinrio do Ncleo de Apoio Sade da Famlia (Nasf) ............................................70

    Laiza Bonela Gomes, Sara Clemente Paulino Ferreira e Silva, Vania de Fatima Plaza Nunes, Virgnia Aguiar Sorice Lanzetta

    Sade nica: o novo paradigma para a sade.

  • 91. Controle populacional de ces e gatos

    Adriana Maria Lopes Vieira1 - CRMV-SP 6086Vania de Fatima Plaza Nunes2 - CRMV-SP 4119

    1 Mdica Veterinria Centro de Controle de Zoonoses de So Paulo2 Diretora tcnica do Frum Nacional de Proteo e Defesa Animal, Coordenadora de Medicina Veterinria do Coletivo do ITEC,

    presidente da Comisso de Mdicos Veterinrios de ONGs do CRMV-SP

    1. Controle populacional de ces e gatos

    bigstockphoto.com

    A historia humana e relao com os animais longa e complexa. O antropo-centrismo ainda est muito presente na sociedade atual em decorrncia de res-duos culturais que remontam o sculo IV, quando o homem era tido como ser excelso e as aes eram voltadas apenas para seu bem-estar. Tambm no sculo XVII, a concepo do Universo e dos seres vivos como mquinas, contribuiu com a viso reducionista de que os ani-

    mais no tm inteligncia, que agem apenas por instinto, toda e qualquer relao com os animais esteve sempre vinculada a commodities para valores e necessidades humanas.

    H que se buscar o equilbrio entre a sade humana, animal e equilbrio do meio ambiente, portanto, abandonar a viso antropocntrica em busca de mudanas para paradigmas biocntrico ou ecocntrico, tem sido cada vez mais

    Aspectos tcnicos e operacionais

  • 10 Cadernos Tcnicos de Veterinria e Zootecnia, n 83 - dezembro de 2016

    discutido em toda parte como uma necessidade premente de manuten-o da vida. Deve-se abandonar a instrumen-talizao dos animais, em benefcio das necessi-dades humanas. A socie-dade deve reconhecer e incluir em programas de polticas pblicas aes que viabilizem a segurana e o bem es-tar dos animais, incluindo os seres hu-manos e o ambiente natural (American Veterinary Medical Association, 2016).

    Com a urbanizao crescente em todo mundo e em especial no Brasil, a

    necessidade da criao e incluso de polticas de controle das populaes de animais de estimao como ces e gatos se faz cada vez m

Recommended

View more >