conselho regional de medicina do estado de sÃo paulo

Download CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO

Post on 07-Jan-2016

23 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO. I Jornada de Direito Médico do CREMESP. CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO. DENÚNCIAS CONTRA MÉDICOS NO CREMESP. Dr. Jarbas Simas Médico e Advogado Delegado do CREMESP da Vila Mariana. Criação. - PowerPoint PPT Presentation

TRANSCRIPT

  • CONSELHO REGIONAL DE MEDICINADO ESTADO DE SO PAULOI Jornada de Direito Mdico do CREMESP

  • DENNCIAS CONTRA MDICOS NO CREMESPDr. Jarbas SimasMdico e Advogado Delegado do CREMESP da Vila MarianaCONSELHO REGIONAL DE MEDICINADO ESTADO DE SO PAULO

  • CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCONSELHO FEDERAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCriao LEI N 3.268, DE 30 DE SETEMBRO DE 1957

    O PRESIDENTE DA REPBLICA, fao saber que o CONGRESSO NACIONAL decreta e eu sanciono a seguinte Lei:Art. 1 - O Conselho Federal e os Conselhos Regionais de Medicina, institudos pelo Decreto-lei n 7.955, de 13 de setembro de 1945, passam a constituir em seu conjunto uma autarquia, sendo cada um deles dotado de personalidade jurdica de direito pblico, com autonomia administrativa e financeira.

  • CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCONSELHO FEDERAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCriao LEI N 3.268, DE 30 DE SETEMBRO DE 1957

    Art. 2 - O Conselho Federal e os Conselhos Regionais de Medicina so os rgos supervisores da tica profissional em toda a Repblica e, ao mesmo tempo, julgadores e disciplinadores da classe mdica, cabendo-lhes zelar e trabalhar por todos os meios ao seu alcance, pelo perfeito desempenho tico da medicina e pelo prestgio e bom conceito da profisso e dos que a exeram legalmente.

  • CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCriao CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCriao LEI N 3.268, DE 30 DE SETEMBRO DE 1957

    Art. 3 - Haver na Capital da Repblica um Conselho Federal, com jurisdio em todo o Territrio Nacional, ao qual ficam subordinados os Conselhos Regionais, e, em cada capital de Estado e Territrio e no Distrito Federal, um Conselho Regional, denominado segundo sua jurisdio, que alcanar, respectivamente, a do Estado, a do Territrio e a do Distrito Federal.

  • CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCriao CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCriao CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCriao LEI N 3.268, DE 30 DE SETEMBRO DE 1957

    Art. 15 - So atribuies dos Conselhos Regionais:

    a) deliberar sobre a inscrio e cancelamento no quadro do Conselho;b) manter um registro dos mdicos, legalmente habilitados, com exerccio na respectiva Regio;c) fiscalizar o exerccio da profisso de mdico;d) conhecer, apreciar e decidir os assuntos atinentes tica profissional, impondo as penalidades que couberem;

    Continua...

  • CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCriao CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCriao CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCriao CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCriao LEI N 3.268, DE 30 DE SETEMBRO DE 1957

    e) elaborar a proposta do seu regimento interno, submetendo-a aprovao do Conselho Federal;f) expedir carteira profissional;g) velar pela conservao da honra e da independncia do Conselho, e pelo livre exerccio legal dos direitos dos mdicos;h) promover, por todos os meios e ao seu alcance, o perfeito desempenho tcnico e moral da medicina e o prestgio e bom conceito da medicina, da profisso e dos que a exeram;

    Continua...

  • CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCriao CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCriao CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCriao CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCriao LEI N 3.268, DE 30 DE SETEMBRO DE 1957

    i) publicar relatrios anuais de seus trabalhos e a relao dos profissionais registrados;j) exercer os atos de jurisdio que por lei lhes sejam concedidos;k) representar ao Conselho Federal de Medicina sobre providncias necessrias para a regularidade dos servios e da fiscalizao do exerccio da profisso.

  • CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULO

    Papel dos Conselhos de MedicinaLEI N 3.268, DE 30 DE SETEMBRO DE 1957

    Art. 21 - O poder de disciplinar e aplicar penalidades aos mdicos compete exclusivamente ao Conselho Regional, em que estavam inscritos ao tempo do fato punvel ou em que ocorreu, nos termos do art. 18, 1.

    Pargrafo nico - A jurisdio disciplinar estabelecida neste artigo no derroga a jurisdio comum quando o fato constitua crime punido em lei.

  • CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULO ESTRUTURA ORGNICA DO CREMESP

  • CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULO

    Papel dos Conselhos de MedicinaCONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOATRIBUIES

    Cartorial (certides, declaraes, DSV, Revalidaes Pessoa Jurdica, etc.)

    2. Fiscalizadora

    3. Normatizadora (Resolues, Portarias, etc.)

    4. Poltica (Termos de Cooperao com MP, CBHPM, PESC, etc.)5. Judicante (Sindicncias e Processos tico-Profissionais)

  • CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULO DENNCIAS SINDICNCIAS

  • CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOCONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOSINDICNCIASFORMALIDADES DAS REPRESENTAES

    Escritas, datadas, assinadas e identificadas.

    Nome, endereo e assinatura.

    Tomadas a termo. (pessoa incapacitada)

    Cremesp ex officio Portarias e Despachos.

  • CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOSINDICNCIASADMISSIBILIDADE

    Legitimidade de parte.

    Provenientes de rgos e instituies pblicas. (Requisies ministeriais, Judiciais, Polcia Judiciria, etc.).

  • CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOSINDICNCIASTRAMITAO

    Aps o recebimento da denncia, instaura-se uma Sindicncia, sendo nomeado um Delegado ou Conselheiro para averiguar se h indcios de infrao tica.

    O Delegado ou Conselheiro na instruo da Sindicncia poder realizar fiscalizaes, oitivas com as partes envolvidas, oficiar hospitais (RT), rgos pblicos, requerer documentos, etc.

    Aps realizada a instruo da denncia o Delegado ou Conselheiro elabora a Parte Expositiva

  • CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOSINDICNCIASPARTE EXPOSITIVA

    Descrio dos fatos e teor dos documentos contidos nos autos.

    Descrever a parte tcnica contida (pronturio, laudos, resultados de exames) que tenham pertinncia com a queixa.

    Inserir na parte expositiva cpia integral de documentos cuja visualizao seja importante para a concluso.

  • CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOSINDICNCIASPARTE CONCLUSIVA

    Proceder apreciao dos fatos j relatados na expositiva e que tenham pertinncia com a presena ou ausncia de indcios de faltas ticas ou profissionais.

    Diante da presena de indcios, passveis de apurao em sede de processo; correlacionar estes indcios s figuras descritas no Cdigo de tica Mdica e ou Resolues do CREMESP e CFM.

  • Quais so os caminhosdas queixas que chegamCREMESPArquivamento Conciliao Processo Disciplinar CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOSINDICNCIAS

  • Arquivamento fundamentado Conciliao Abertura de Processo DisciplinarDennciaParecer fundamentadoApuraoDeciso da Cmara de Sindicncia30 dias, prorrogveisRESULTADOS DA SINDICNCIAHomologao da ConciliaoMinistrio Pblico AnvisaTermo de Ajustamento de Conduta CREMESP

  • CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOTempo de Tramitao e Situaes Excepcionais Tempo de tramitao de 4 anos em mdia (CEM-Art. 60 prazo 5 anos) Nmero de conselheiros insuficientes (no mximo 42) Estado de So Paulo com aproximadamente 100.000 mdicos Os processos seguem a tramitao por ordem cronolgica de entrada Excepcionalmente, diante da gravidade do caso, pode ser agilizado Sempre que o mdico representar grave risco para a populao interdio cautelar (Resoluo CFM 1.789/2006) Alm do recurso no CFM, pode haver recurso Justia comumSINDICNCIAS

  • CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOSINDICNCIASPRAZOS PRESCRICIONAIS

    Quinquenal - a partir do conhecimento dos fatos pelo Conselho.

    Prescrio intercorrente trinio.

  • CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULODENNCIAS CONTRA MDICOS NO CREMESPRelao entre nmero de Mdicos Denunciados, Mdicos Inscritos no CREMESP e Aumento da Populao no Estado de So Paulo

  • CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULO

  • CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULO

  • CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SO PAULOPrincipais causas

    1 - Deficincias no ensino mdico2 - Nmero insuficiente de vagas de Residncia Mdica3 - Falta de atualizao profission

Recommended

View more >