CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - crmpr.org.br ?· CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARANÁ…

Download CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - crmpr.org.br ?· CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARANÁ…

Post on 09-Feb-2019

212 views

Category:

Documents

0 download

TRANSCRIPT

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARAN Rua Victrio Viezzer, 84 - Vista Alegre - Curitiba - PR - CEP 80810-340

Telefone: (041) 3240-4000 - Fax: (041) 3240-4001 - Email: protocolo@crmpr.org.br

Site: www.crmpr.org.br

Pgina 1

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR

EDITAL DE PREGO PRESENCIAL N 15/2015 PARA REGISTRO DE PREOS

MODALIDADE: PREGO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREOS

DATA DO RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS e SESSO DO PREGO: 17/12/2015, S

14:00 horas

LOCAL DA REUNIO: RUA VICTORIO VIZZER, 84 MERCS 80810-340

Prezados Senhores,

A COMISSO PERMANENTE DE LICITAO do Conselho Regional de

Medicina, leva ao conhecimento pblico que ser realizada Licitao na modalidade de Prego

Presencial para Registro de Preo, conforme descrito neste Edital e seus anexos, e de conformidade

com Lei 10520 de 17 de julho de 2002, que regulamenta o prego, bem como o tratamento

diferenciado s microempresas e empresas de pequeno porte.

Os envelopes contendo as Propostas de Preos definido no objeto deste Edital e seus

Anexos, devem ser entregues no local, data e horrio acima indicados.

1 - DO OBJETO:

1.1 O Prego Amplo tem por objeto a aquisio dos seguintes Materiais de Consumo de Gnero Alimentcios:

*LOTE 01: GUA MINERAL GARRAFO 20 LITROS;

*LOTE 02: GUA MINERAL COPOS DE 200 ML;

*LOTE 03: LEITE EM P LATA 400 G;

*LOTE 04: ACAR PACOTE 1 KG;

Todos conforme especificaes constantes no Termo de Referncia em anexo.

2 - DAS CONDIES PARA PARTICIPAO:

2.1 - Podero participar deste Prego Presencial, os interessados que se fizerem presentes na

sesso (comprovando poderes para dar lances ver item 03) e atenderem a todas as exigncias,

inclusive quanto documentao, constantes deste Edital e seus anexos.

2.2 - No podero participar os interessados que se encontrem sob falncia, concordata, concurso

de credores, dissoluo, liquidao ou em regime de consrcio, qualquer que seja sua forma de

constituio, empresas estrangeiras que no funcionem no Pas, nem aqueles que tenham sido

declarados inidneos para licitar ou contratar com a Administrao Pblica ou punidos com

suspenso do direito de licitar e contratar pelo CONTRATANTE.

3 DO CREDENCIAMENTO:

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARAN Rua Victrio Viezzer, 84 - Vista Alegre - Curitiba - PR - CEP 80810-340

Telefone: (041) 3240-4000 - Fax: (041) 3240-4001 - Email: protocolo@crmpr.org.br

Site: www.crmpr.org.br

Pgina 2

3.1 - O credenciamento far-se- atravs de instrumento de procurao com firma reconhecida, com

poderes para formular ofertas e lances de preos e praticar todos os demais atos pertinentes

ao certame, em nome do Proponente. Em sendo scio, proprietrio, dirigente ou assemelhado da

empresa proponente, dever apresentar cpia do respectivo Estatuto ou Contrato Social, no qual

estejam expressos seus poderes para exercer direitos e assumir obrigaes em decorrncia de tal

investidura. O documento de identidade dever ser apresentado obrigatoriamente no ato do

credenciamento junto ao Pregoeiro.

4 - DA PROPOSTA DE PREO

4.1 - A Proposta de Preo e os documentos que a instrurem devero ser apresentados no local, dia

e hora determinados, em 2 (dois) envelopes devidamente fechados e rubricados no fecho, contendo

em sua parte externa os dizeres:

ENVELOPE N 01 PROPOSTA DE PREO

PREGO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREOS N 15/2015 CRM-PR

RAZO SOCIAL DO PROPONENTE

ENVELOPE N 02 DOCUMENTAO

PREGO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREOS N 15/2015 CRM-PR

RAZO SOCIAL DO PROPONENTE

4.2 O Envelope 01 - Preo, dever conter a proposta de preos e o Envelope 02 Documentos de

Habilitao, dever conter os documentos de habilitao exigidos no item 7 deste Edital e seus

anexos;

4.3 - A Proposta de Preo dever ser apresentada em 01(uma) via, impressa, sem emendas, rasuras

ou entrelinhas, preferencialmente em papel timbrado do proponente e redigida com clareza em

lngua portuguesa, salvo quanto a expresses tcnicas de uso corrente, devidamente datada e

assinada na ltima folha e rubricada nas demais, pelo proponente ou seu representante legal.

4.4 - Indicar nome ou razo social do proponente, endereo completo, telefone, telex, fax e

endereo eletrnico (e-mail), este ltimo se houver, para contato, bem como: nome, estado civil,

profisso, CPF, Carteira de Identidade, domiclio e cargo na empresa, para fins de assinatura das

Condies de fornecimento.

4.5 - Ter validade no inferior a 60 (sessenta) dias corridos, a contar da data de sua apresentao.

4.6 - A Proposta de Preo com o menor preo GLOBAL LOTE A LOTE DOS PRODUTOS

CONSTANTES NO TERMO DE REFERNCIA (anexo I deste edital) ser declarada

vencedora.

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARAN Rua Victrio Viezzer, 84 - Vista Alegre - Curitiba - PR - CEP 80810-340

Telefone: (041) 3240-4000 - Fax: (041) 3240-4001 - Email: protocolo@crmpr.org.br

Site: www.crmpr.org.br

Pgina 3

4.7 - Ser de inteira responsabilidade da licitante contratada, as despesas diretas ou indiretas, tais

como: salrios, transportes, alimentao, dirias, encargos sociais, fiscais, trabalhistas,

previdencirios e de ordem de classe, indenizaes civis e quaisquer outras que forem devidas aos

seus empregados no desempenho dos servios objeto desta licitao ficando, ainda, o Contratante,

isento de qualquer vnculo empregatcio com os mesmos, sem qualquer solidariedade do CRMPR.

4.8 Quaisquer tributos, custos e despesas diretos ou indiretos omitidos da proposta ou

incorretamente cotados, sero considerados como inclusos nos preos, no sendo considerados

pleitos de acrscimos a esse ou a qualquer ttulo, devendo os servios respectivos, serem fornecidos

ao CONTRATANTE sem nus adicionais;

4.9 - J ser retido na fonte os impostos: IR, PIS, COFINS, CSLL, consoante a Instruo Normativa

SRF n. 306/03 bom como a Instruo Normativa SRF 480/04.

4.10 - Conter oferta firme e precisa para que no haja qualquer outra condio que induza o

julgamento a ter mais de um resultado.

4.11 - No ser aceita a oferta de descontos escalonados, condicionados a prazos de pagamentos.

4.12 - A proposta ser considerada completa, abrangendo todos os custos com mo- de- obra para a

instalao, necessrios boa execuo dos servios constantes no objeto desta licitao.

4.13 - A omisso de qualquer despesa necessria a execuo dos servios constantes do objeto ser

interpretada como j inclusa no preo, no podendo o licitante pleitear acrscimo aps a abertura

das propostas, ou durante a prestao do servio.

4.14 - Sero desclassificadas as propostas que no atenderem s exigncias do presente Edital e

seus anexos, seja omissa ou apresente irregularidade ou defeitos capazes de dificultar o julgamento.

4.15 Na proposta de preos, o proponente dever levar em conta o menor preo GLOBAL

PARA CADA LOTE COTADO NO ANEXO I DESTE EDITAL, sendo que o preo inclui o

produto e sua entrega na sede do CRM-PR, que ser realizada de acordo com a necessidade

deste, que estipular o quantitativo a cada solicitao, a qual ocorrer mensalmente.

4.16 - A forma de pagamento ser em at cinco dias teis aps o ACEITE dado na nota fiscal por

parte do funcionrio especialmente designado, SR. JAIR FORTUNA FILHO, ou em caso de sua

ausncia, de outro funcionrio especialmente designado, estando o objeto desta licitao apto para o

seu uso e dentro das especificaes. Em hiptese alguma sero aceitos produtos fora da

especificao, o que motivar o retardo do pagamento at sanada a irregularidade ou

incompatibilidade do servio com o Edital.

4.17 - A apresentao das propostas implicar na plena aceitao, por parte do proponente, das

condies estabelecidas neste Edital e seus anexos.

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARAN Rua Victrio Viezzer, 84 - Vista Alegre - Curitiba - PR - CEP 80810-340

Telefone: (041) 3240-4000 - Fax: (041) 3240-4001 - Email: protocolo@crmpr.org.br

Site: www.crmpr.org.br

Pgina 4

5 - DO RECEBIMENTO E DA ABERTURA DOS ENVELOPES

5.1 - A reunio para recebimento e para abertura dos envelopes contendo, a Proposta de Preo e os

documentos que a instrurem, ser pblica, dirigida por um Pregoeiro e realizada de acordo com a

Lei que regulamenta o Prego, e em conformidade com este Edital e seus anexos, no local e horrio

j determinados.

5.2 - Declarada a abertura da sesso pelo Pregoeiro, no mais sero admitidos novos proponentes,

dando incio ao recebimento dos envelopes.

5.3 - Sero abertos os envelopes contendo a "PROPOSTA DE PREO, sendo feita sua

conferncia e posterior rubrica.

6 - DO JULGAMENTO DAS PROPOSTAS

6.1 Sero proclamados pelo Pregoeiro, os proponentes que apresentarem as propostas de menor

preo global e os proponentes que apresentarem as propostas com taxas at 10% inferiores quele.

Se no houver pelo menos trs ofertas de acordo com essa condio, sero proclamados os

proponentes que apresentarem as melhores ofertas, at no mximo de 3 (trs) ofertas, quaisquer que

sejam os preos oferecidos.

6.2 A classificao das propostas ser pelo critrio de menor preo GLOBAL, lote a lote, para

o cumprimento pleno do objeto.

6.3 - Aos licitantes proclamados ser dada oportunidade para nova disputa, por meio de lances

verbais e sucessivos, de valores distintos e decrescentes em relao ao menor preo.

6.4 No poder haver desistncia dos lances ofertados, sujeitando-se o proponente desistente

s penalidades constantes deste Edital.

6.5 Aps esse ato, ser encerrada a etapa competitiva e ordenadas as ofertas definidas no objeto

deste Edital e seus anexos.

6.6 - Sendo apta e aceitvel a oferta, ser verificado o atendimento das condies habilitatrias do

proponente que a tiver formulado.

6.7 - Constatado o atendimento pleno s exigncias editalcias, ser declarado o proponente

vencedor, sendo-lhe adjudicado o objeto deste Edital e seus anexos.

6.8 - Se a oferta no for aceitvel ou se o proponente no atender s exigncias editalcias, o

Pregoeiro examinar as ofertas subseqentes, na ordem de classificao, at a apurao de uma

proposta, sendo o respectivo proponente declarado vencedor e a ele adjudicado o objeto deste

Edital e seus Anexos.

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARAN Rua Victrio Viezzer, 84 - Vista Alegre - Curitiba - PR - CEP 80810-340

Telefone: (041) 3240-4000 - Fax: (041) 3240-4001 - Email: protocolo@crmpr.org.br

Site: www.crmpr.org.br

Pgina 5

6.9 - Da reunio lavrar-se- ata circunstanciada, na qual sero registradas as ocorrncias relevantes

e que, ao final, ser assinada pelo Pregoeiro e os licitantes presentes.

6.10 - Verificando-se, no curso da anlise, o descumprimento de requisitos estabelecidos neste

Edital e seus anexos, a Proposta ser desclassificada.

6.11 - Em caso de divergncia entre informaes contidas em documentao impressa e na

Proposta especfica, prevalecero as da proposta.

6.12 - No se considerar qualquer oferta de vantagem no prevista no objeto deste Edital e seus

anexos.

6.13 As Microempresas tero tratamento de acordo com o previsto no Decreto 6204/07.

7 - DA HABILITAO

7.1 Os Documentos de Habilitao devero ser entregues em envelope individual, devidamente

fechado e rubricado no fecho, identificado conforme indicado no edital.

7.2 O licitante dever apresentar os seguintes Documentos de Habilitao, para participar da

presente licitao:

Relativos Habilitao Jurdica:

a- Registro comercial, para empresa individual;

b- Ato constitutivo, estatuto ou contrato social em vigor, devidamente registrado, para as

sociedades comerciais, e, no caso de sociedades por aes, acompanhado dos documentos

comprobatrios de eleio de seus administradores;

c- Certido negativa de falncia ou concordata, expedida pelo distribuidor da sede da pessoa

jurdica.

d- O proponente lavrar declarao, sob as penalidades cabveis, a inexistncia de fato superveniente

que possa impedir a sua habilitao neste certame, inclusive na vigncia contratual caso venha a ser

contratado pelo CONTRATANTE.

e- Declarao de que se responsabiliza por todos os custos inerentes resolubilidade de quaisquer

problema/sinistro dos produtos durante o tempo de garantia dos produtos ofertados.

Relativos Regularidade Fiscal:

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARAN Rua Victrio Viezzer, 84 - Vista Alegre - Curitiba - PR - CEP 80810-340

Telefone: (041) 3240-4000 - Fax: (041) 3240-4001 - Email: protocolo@crmpr.org.br

Site: www.crmpr.org.br

Pgina 6

a- Prova de inscrio no Cadastro de Pessoas Fsicas (CPF) ou no Cadastro Nacional de Pessoa

Jurdica (CNPJ);

b- Declarao de regularidade perante as Fazendas Federal (inclusive certido negativa da dvida

ativa), Estadual e Municipal do domiclio ou sede do licitante;

c- Declarao de regularidade perante a Seguridade Social (INSS) e Fundo de Garantia por Tempo

de Servio (FGTS);

Relativo Habilitao Tcnica:

Apresentao de, no mnimo, trs Atestados de Capacidade Tcnica fornecidos por empresas que

tenham adquirido equipamento anlogo ao objeto deste.

As declaraes desse tpico 07, que foram disponibilizadas pela internet, tero plena validade

desde que dentro do prazo de 30 dias, salvo especificao prpria referente validade. As demais

certides em que NO CONSTE prazo de validade tero validade de 90 (noventa) dias.

8 DISPOSIES GERAIS DA HABILITAO

8.1- Os documentos necessrios habilitao podero ser apresentados em original, em qualquer

processo de cpia autenticada atravs de cartrio competente, ou publicao em rgo da imprensa

oficial ou de cpias, desde que acompanhadas dos originais para conferncia pelo Pregoeiro.

8.2 A empresa ou sociedade estrangeira em funcionamento no pas dever apresentar tambm, o

decreto de autorizao ou o ato de registro ou autorizao para funcionamento expedido pelo rgo

competente, quando a atividade assim o exigir.

8.3 No sero aceitos protocolos de entrega ou solicitao de documento em

substituio aos documentos requeridos no presente Edital e seus anexos.

8.4 - Se a documentao de habilitao no estiver completa e correta ou contrariar qualquer

dispositivo deste Edital e seus anexos dever o Pregoeiro considerar o proponente inabilitado.

8.5 - Documentos apresentados com a validade expirada acarretaro na inabilitao do proponente.

8.6 Como condio para celebrao do contrato, o licitante vencedor dever apresentar no prazo

fixado para sua assinatura, certides negativas da seguridade social, bem como de tributos federais,

estaduais e municipais.

09 - DA IMPUGNAO DO ATO CONVOCATRIO

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARAN Rua Victrio Viezzer, 84 - Vista Alegre - Curitiba - PR - CEP 80810-340

Telefone: (041) 3240-4000 - Fax: (041) 3240-4001 - Email: protocolo@crmpr.org.br

Site: www.crmpr.org.br

Pgina 7

9.1 - At 03 (trs) dias antes da data fixada para recebimento das propostas, qualquer pessoa poder

peticionar contra o ato convocatrio.

9.2 O pregoeiro deve decidir sobre a petio no prazo de 24 horas.

9.3 Se for acolhida a petio contra o ato convocatrio, ser designada nova data para realizao

do certame.

10 - DOS RECURSOS

10.1 Todos os recursos sero interpostos no final da sesso, com registro em ata da sntese das

suas razes e contrarrazes, podendo os interessados juntar memoriais no prazo de 3 (trs) dias

teis.

10.2 - Em casos especiais, quando complexas as questes debatidas, o Pregoeiro conceder queles

que manifestarem a inteno de recorrer, prazo suficiente para apresentao das correspondentes

razes, ficando os demais desde logo intimados para apresentar contra-razes em igual nmero de

dias, que comearo a contar do trmino do prazo do recorrente, sendo-lhes assegurada vista

imediata dos autos.

10.3 - O recurso contra deciso do Pregoeiro no ter efeito suspensivo.

10.4 - O acolhimento do recurso importar a invalidao apenas dos atos insuscetveis de

aproveitamento.

10.5 - Os autos do processo permanecero com vista franqueada aos interessados, Comisso

Permanente de Licitao do CRMPR.

11. DAS SANES ADMINISTRATIVAS

11.1. Se o proponente vencedor recusar-se a assinar o contrato injustificadamente, a sesso ser

retomada e os demais proponentes chamados, na ordem de classificao, para faz-lo nas mesmas

condies da proposta vencedora, sujeitando-se o proponente desistente s penalidades seguintes,

sem prejuzo da aplicao de outras cabveis:

a- Suspenso temporria de participao em licitaes e impedimento de contratar com o

CONTRATANTE, por prazo no superior a 2 (dois) anos;

b- declarao de inidoneidade para licitar ou contratar com a Administrao Pblica;

c- Multa pecuniria de R$ 500,00 (quinhentos reais).

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARAN Rua Victrio Viezzer, 84 - Vista Alegre - Curitiba - PR - CEP 80810-340

Telefone: (041) 3240-4000 - Fax: (041) 3240-4001 - Email: protocolo@crmpr.org.br

Site: www.crmpr.org.br

Pgina 8

12- DO PAGAMENTO E CONDIES

12.1 O pagamento ser efetuado da seguinte forma:

a) O pagamento ser na modalidade vista, ou seja, em at cinco dias teis aps a entrega e do

produto, com o ACEITE dado na nota fiscal por parte do funcionrio especialmente designado, SR.

JAIR FORTUNA FILHO, ou, em sua ausncia, por outro funcionrio especialmente designado para

tal funo, na qual incidir os impostos cabveis espcie.

b) Havendo erro no documento de cobrana, ou outra circunstncia que impea a liquidao da

despesa, a mesma ficar pendente e o pagamento sustado at que o contratado providencie as

medidas saneadoras necessrias, no ocorrendo, neste caso, quaisquer nus por parte do Contratante.

c) Caso o Conselho no cumpra os pagamentos no prazo estipulado, pagar Contratada atualizao

financeira de acordo com a variao da UFIR, proporcionalmente aos dias de atraso.

e) Nenhum pagamento ser feito pelo CRM-PR contratada, antes de paga ou relevada qualquer

multa que porventura lhe tenha sido aplicada, ou pendncia em resolver problemas tcnicos.

f) Os pagamentos decorrentes do fornecimento do objeto deste Prego Presencial ocorrero por

conta dos recursos da dotao oramentria n. 6.2.2.1.1.33.90.30.002 Gnero de Alimentao.

13 - DAS DISPOSIES GERAIS

13.1 - Fica assegurado ao CONTRATANTE o direito de, no interesse da Administrao, anular ou

revogar, a qualquer tempo, no todo ou em parte, a presente licitao, dando cincia aos

participantes, na forma da legislao vigente;

13.2 - Os proponentes assumem todos os custos de preparao e apresentao de suas propostas e o

CONTRATANTE no ser, em nenhum caso, responsvel por esses custos, independentemente da

conduo ou do resultado do processo licitatrio.

13.3 - Os proponentes so responsveis pela fidelidade e legitimidade das informaes e dos

documentos apresentados em qualquer fase da licitao.

13.4 - Aps apresentao da proposta, no caber desistncia, salvo por motivo justo decorrente de

fato superveniente e aceito pelo Pregoeiro.

13.5 - No havendo expediente ou ocorrendo qualquer fato superveniente que impea a realizao

do certame na data marcada, a sesso ser automaticamente transferida para o primeiro dia til

subsequente, no horrio e local aqui estabelecidos, desde que no haja comunicao do pregoeiro

em contrrio.

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARAN Rua Victrio Viezzer, 84 - Vista Alegre - Curitiba - PR - CEP 80810-340

Telefone: (041) 3240-4000 - Fax: (041) 3240-4001 - Email: protocolo@crmpr.org.br

Site: www.crmpr.org.br

Pgina 9

13.6 - Acompanham este edital os seguintes anexos:

Anexo I Termo de Referncia;

Anexo II Proposta de Preo;

Anexo III Minuta de Contrato.

13.7 As normas que disciplinam este prego sero sempre interpretadas em favor da ampliao da

disputa entre os interessados, sem comprometimento da segurana do futuro contrato.

13.8 - Qualquer pedido de esclarecimento em relao a eventuais dvidas na interpretao do

presente Edital e seus anexos dever ser encaminhado por escrito ao Pregoeiro, no endereo

constante no timbre deste edital, at dois dias teis antes da data de abertura do Edital.

13.9 - A homologao do resultado desta licitao no implicar direito contratao ou a

obrigatoriedade de serem utilizados os servios.

13.10 - O foro para dirimir questes relativas ao presente Edital ser o foro da Justia Federal,

Seo Judiciria do Paran, em Curitiba, com excluso de qualquer outro.

14 - DAS CONDIES GERAIS DE RECEBIMENTO DO OBJETO DA LICITACAO

14.1 - As obrigaes resultantes do presente certame licitatrio devero ser executadas fielmente

pelas partes, de acordo com as condies avenadas e as normas legais pertinentes, respondendo

cada uma pelas consequncias de sua inexecuo total ou parcial.

14.2 - A fiscalizao dos servios ser efetuada na forma estabelecida na anexa minuta de contrato,

cabendo administrao rejeitar, no todo ou em parte, os servios executados em desacordo com as

condies contratuais.

Curitiba, 07 de Dezembro de 2015.

ADV. MARTIM AFONSO PALMA

Pregoeiro Oficial do CRMPR

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARAN Rua Victrio Viezzer, 84 - Vista Alegre - Curitiba - PR - CEP 80810-340

Telefone: (041) 3240-4000 - Fax: (041) 3240-4001 - Email: protocolo@crmpr.org.br

Site: www.crmpr.org.br

Pgina 10

ANEXO I

TTEERRMMOO DDEE RREEFFEERRNNCCIIAA

AAQQUUIISSIIOO DDEE GGUUAA MMIINNEERRAALL EE GGNNEERROO AALLIIMMEENNTTCCIIOO

1. OBJETO

O presente Termo de Referncia do Conselho Regional de Medicina do Paran CRMPR

tem como objeto o Prego Presencial com REGISTRO DE PREOS, em 5 (cinco) lotes, dos itens

mencionados abaixo, visando atender o consumo interno anual da sede:

1.1 - gua Mineral, sem gs, acondicionada em garrafo de 20 (vinte) litros cada;

1.2 - gua Mineral, sem gs, acondicionada em copos de 200 (duzentos) mililitros

cada.

1.3 - Leite em p integral instantneo Lata 400g

1.4 - Acar refinado branco pacote 1kg

1.5 - Ch sabores camomila, erva-doce, hortel (caixa contendo 10 saches).

Lotes Quantidade

Estimada/ms

Quantidade

Estimada/ano

Discriminao Sumria do

Material/Servio

1 58 gales de

20lt

700 gales de

20lt

gua Mineral, sem gs, acondicionada

em garrafo de 20 (vinte) litros cada.

2 500 copos de

200ml

6.000 copos

de 200ml

gua Mineral, sem gs, acondicionada

em copos de 200 (duzentos) mililitros

cada.

3 29 latas 350 latas Leite em p integral instantneo

Lata 400g

4 29 pacotes 350 pacotes Acar refinado branco pacote 1kg

5 1.166 saches 14.000

saches

Ch sabores camomila, erva-doce,

hortel, (caixa contendo 10 saches)

Esclarecemos que a quantidade mencionada estimada, no configurando nenhuma

obrigatoriedade de consumo pelo CONTRATANTE, sendo passveis de acrscimos ou

supresses que se fizerem necessrias.

2. ESPECIFICAES, QUANTIDADES ESTIMADAS AO MS, ANO, VALOR UNITRIO E

VALOR DE CADA LOTE.

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARAN Rua Victrio Viezzer, 84 - Vista Alegre - Curitiba - PR - CEP 80810-340

Telefone: (041) 3240-4000 - Fax: (041) 3240-4001 - Email: protocolo@crmpr.org.br

Site: www.crmpr.org.br

Pgina 11

Lote

Produtos e

Especificaes

Qtde.

Estimada

para 12

meses

Pedido

Estimado para

Fornecimento

Mensal

Valor

Unitrio

Estimado

Valor Total

Estimado do

Lote

1

gua Mineral, sem gs, acondicionada em garrafo de 20 (vinte) litros cada.

700 gales

58 gales

R$ 10,80

R$ 7.560,00

2

gua Mineral, sem gs, acondicionada em copos de 200 (duzentos) mililitros cada.

6.000 copos

500 copos

R$ 0,55

R$ 3.300,00

3

Leite em p integral instantneo Lata 400g. Leite em p integral instantneo, acondicionado em lata, lacrada, contendo 400 gramas cada. Prazo de validade a vencer em perodo mnimo de 4 (quatro) meses. Referncia: Ninho ou Itamb.

350 latas

29 latas

R$ 15,00

R$ 5.250,00

4

Acar refinado branco pacote 1kg. Acar branco refinado, sem glten. Acondicionado em pacote com peso lquido de 1 kilo. Prazo de validade a vencer em perodo mnimo de 4 (quatro) meses. Referncia: Alto Alegre, Unio e Da Barra.

350 pacotes

29 pacotes

R$ 2,37

R$ 830,00

5

Ch sabores camomila, erva-doce, hortel, saches (caixa contendo 10 saches). Ch - sabores: camomila, erva- doce, hortel, Composto de ingredientes naturais, sem corantes, conservantes e sem glten. Sachs acondicionados em caixas, envoltas com plstico, contendo 10 saches cada. Prazo de validade a vencer em perodo mnimo de 4(quatro) meses. Referncias: Real, Leo e Dr. Oetker.

14.0000

sachs

1.166 sachs

R$ 0,29

R$ 3.500,00

VALOR TORAL ESTIMADO: R$ 20.440,00 (vinte mil, quatrocentos e quarenta reais).

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARAN Rua Victrio Viezzer, 84 - Vista Alegre - Curitiba - PR - CEP 80810-340

Telefone: (041) 3240-4000 - Fax: (041) 3240-4001 - Email: protocolo@crmpr.org.br

Site: www.crmpr.org.br

Pgina 12

3. ESPECIFICAO MNIMA PARA OS LOTES 01 E 02.

gua mineral alcalino-terrosa, com captao direta da fonte, ph entre 7 e 7,6, ausncia de

coliformes totais e fecais, embalada em frascos higienizados atravs de lavagem em temperatura

superior a 60oC, esterilizados; de acordo com a Resoluo RDC no 275 de 22.09.2005 Agncia

Nacional de Vigilncia Sanitria.

4. ENTREGA

A entrega dos produtos ser realizada de acordo com a necessidade deste CRMPR, que

estipular o quantitativo a cada solicitao, conforme a necessidade da Sede, na Rua Victrio

Viezzer n. 84, Bairro Vista Alegre, CEP. 80.810-340 em Curitiba- PR.

Observao para o lote 01: A empresa CONTRATADA deve OBRIGATORIAMENTE

dispor de 40 (quarenta) garrafes de 20 (vinte) litros em COMODATADO e em conformidade

com as normas NBR 14222 / 2005 ABNT.

5. JUSTIFICATIVA

A presente contratao se d devido necessidade do CRMPR na aquisio de GUA

MINERAL, para abastecer os bebedouros existentes em sua Sede. imprescindvel a

contratao dos servios considerando que no possumos filtro de gua, em nenhuma

quantidade, para suprir a necessidade de gua apropriada para consumo no perodo de 1 (um )

ano.

E tambm para a aquisio dos gneros alimentcios LEITE EM P INTEGRAL

INSTANTNEO, ACAR REFINADO BRANCO e CH, serviro para o abastecimento do Setor

de Copa, sendo utilizados para suprir as necessidades dos usurios do CRMPR pelo perodo de 1

(um) ano.

A contratao tem natureza de prestao de servio continuada, sem a dedicao

exclusiva dos trabalhadores da contratada neste rgo.

6. OBRIGAES DAS PARTES

6.1 A CONTRATADA obriga-se a:

6.1.1 Entregar a gua mineral nas quantidades e prazo estipulados;

A gua dever ser entregue com um prazo de validade mnimo de 03 (trs) meses e

somente ser aceito com mximo de deste prazo de validade j transcorrido, o prazo dever

estar impresso na embalagem, no sendo aceitas etiquetas que no sejam do prprio fabricante.

A contratada dever atentar quanto qualidade do produto. No ser aceito produto com

qualidade inferior, data de fabricao e validade defasada.

A gua mineral dever ter o selo de qualidade, havendo qualquer irregularidade com o

material, dever ele ser encaminhado para laudo do fabricante;

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARAN Rua Victrio Viezzer, 84 - Vista Alegre - Curitiba - PR - CEP 80810-340

Telefone: (041) 3240-4000 - Fax: (041) 3240-4001 - Email: protocolo@crmpr.org.br

Site: www.crmpr.org.br

Pgina 13

Cumprir e fazer cumprir as normas regulamentadoras sobre Medicina e Segurana do

Trabalho, nos termos da N.R. 04, aprovada pela Portaria N. 3.214, de 08.06.78, do Ministrio do

Trabalho;

Arcar com todas as despesas decorrentes do fornecimento do objeto do presente ajuste,

tais como impostos, frete, taxas, seguros, materiais incidentes, enfim, tudo que for necessrio ao

fornecimento e entrega do produto ao CRMPR;

Responsabilizar-se por quaisquer danos pessoais ou materiais causados por seus

empregados e acidentes causados a terceiros, bem como pelo pagamento de salrios, encargos

sociais e trabalhistas, tributos e demais despesas eventuais, decorrentes do objeto deste termo;

Manter, durante toda a execuo do contrato, em compatibilidade com as obrigaes por

ela assumidas, todas as condies de habilitao e qualificao quando da dispensa da licitao;

Abster-se de quaisquer iniciativas que impliquem em nus para o CRMPR, se no

previstos neste instrumento e expressamente autorizados pelo CRMPR;

Apresentar juntamente com a nota fiscal referente prestao dos servios, Certido

Negativa de

Dbito de INSS, FGTS, Certido de regularidade fiscal perante a Fazenda Federal e

Divida Ativa da Unio, Estadual/Distrital e Municipal, quando houver.

6.1.2 Entregar dos produtos de gnero alimentcio nas quantidades e prazo estipulados;

Efetuar a entrega dos materiais, de acordo com as especificaes e prazos estabelecidos

neste Termo de Referncia;

Responder, integralmente, por perdas e danos que vier a causar ao CRMPR ou a terceiros

em razo de ao ou omisso, dolosa ou culposa, sua ou dos seus prepostos,

independentemente de outras cominaes contratuais ou legais a que estiver sujeita;

Em nenhuma hiptese poder a empresa fornecedora veicular publicidade acerca do

objeto a que se refere a presente licitao;

A empresa fornecedora sujeitar-se- s disposies do Cdigo de Defesa do Consumidor,

institudo pela Lei n 8.078, de 11 de setembro de 1990;

As despesas decorrentes da entrega dos materiais de consumo e sua posterior devoluo,

caso seja necessria, sero de inteira responsabilidade da empresa fornecedora;

Aceitar, nas mesmas condies pactuadas, os acrscimos ou supresses que fizerem

necessrias, at 25% (vinte e cinco por cento) do valor inicial atualizado contratado, conforme o

pargrafo primeiro do art. 65 da Lei n. 8.666, de 1993;

Arcar com todas as despesas com tributos, fretes, tarifas e as despesas decorrentes da

execuo do objeto, enquanto perdurar a vigncia do contrato, sem qualquer nus ao

CONTRATANTE;

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARAN Rua Victrio Viezzer, 84 - Vista Alegre - Curitiba - PR - CEP 80810-340

Telefone: (041) 3240-4000 - Fax: (041) 3240-4001 - Email: protocolo@crmpr.org.br

Site: www.crmpr.org.br

Pgina 14

Manter, durante toda a vigncia do contrato todas as condies de habilitao e

qualificao exigidas;

Responsabilizar-se pelos encargos trabalhistas, previdencirios, fiscais e comerciais

resultantes da execuo contratual;

Responsabilizar-se por quaisquer acidentes que venham a serem vtimas os seus

empregados ou prepostos quando em servio, por tudo quanto s leis trabalhistas e

previdencirias lhes assegurem e demais exigncias legais para o exerccio das atividades;

A ao ou omisso, total ou parcial, da fiscalizao do CONTRATANTE no eximir a

CONTRATADA de total responsabilidade quanto ao cumprimento das obrigaes pactuadas entre

as partes;

A CONTRATADA dever atender s necessidades do CRMPR quanto ao fornecimento do

material de consumo conforme especificado neste Termo de Referncia, sendo vedada a entrega

de material com data de validade vencida;

O CRMPR no aceitar, sob nenhum pretexto, a transferncia de responsabilidade da

CONTRATADA para outras entidades, sejam fabricantes, representantes ou quaisquer outras.

6.2 O CONTRATANTE obriga-se a:

Proporcionar todas as facilidades para que o fornecedor possa cumprir as suas obrigaes

dentro das normas e condies estabelecidas neste Termo;

Rejeitar, por intermdio do fiscal, o todo ou em parte, a gua mineral entregue em

desacordo com as especificaes descritas no Termo;

Atestar a Nota Fiscal correspondente execuo dos servios prestados, por intermdio

do fiscal;

Efetuar o pagamento do objeto nos termos do contrato mediante Nota Fiscal devidamente

atestada.

7. DA VIGNCIA

O prazo de vigncia do presente contrato fixado a partir da data da sua assinatura e ter

a durao de 12 (doze) meses, conforme dispe o artigo 57, da Lei n 8.666/93. O prazo previsto

no "caput" desta clusula poder ser prorrogado na ocorrncia de quaisquer das hipteses

descritas nos incisos I a IV do 1 do artigo 57 da Lei n. 8.666/93, desde que seja apresentada

justificativa, por escrito, at o 10 (dcimo) dia til anterior ao termo final do prazo pactuado.

8. DA FISCALIZAO E ACEITAO

A fiscalizao e aceitao sero realizadas pelo Sr. JAIR FORTUNA FILHO, Funcionrio

designado pelo CRMPR, e na sua ausncia outro funcionrio ser especialmente designado para

tal funo.

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARAN Rua Victrio Viezzer, 84 - Vista Alegre - Curitiba - PR - CEP 80810-340

Telefone: (041) 3240-4000 - Fax: (041) 3240-4001 - Email: protocolo@crmpr.org.br

Site: www.crmpr.org.br

Pgina 15

9. DO PAGAMENTO

O pagamento pelas guas e gneros alimentcios, entregues e aceitas ser efetuado

pelo CRMPR em ate 10 (dez) dias teis aps a entrega da Nota Fiscal, devidamente atestada

pelo Funcionrio Fiscal, conforme citado no Item 8.

Havendo qualquer divergncia ou irregularidade na nota fiscal esta ser devolvida ao

respectivo emitente para as devidas correes, ficando suspenso o prazo mencionado no item

anterior at a devoluo do documento corrigido.

Curitiba, 20 de Outubro de 2015.

Deadm - Departamento de Administrao

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARAN Rua Victrio Viezzer, 84 - Vista Alegre - Curitiba - PR - CEP 80810-340

Telefone: (041) 3240-4000 - Fax: (041) 3240-4001 - Email: protocolo@crmpr.org.br

Site: www.crmpr.org.br

Pgina 16

ANEXO II

PPRROOPPOOSSTTAA DDEE PPRREEOO

A proposta de preo apresentado pela empresa a ser contratada dever ser por LOTE e

dever incluir TODOS os custos relacionados com a remunerao, encargos sociais incidentes

sobre os servios, alm das despesas, bem como todos os demais custos diretos e indiretos.

Lote

Produtos e

Especificaes

Qtde.

Estimada

para 12

meses

Valor para o

Fornecimento

Mensal

Valor

Unitrio

Valor Total

do Lote

1

gua Mineral, sem gs,

acondicionada em

garrafo de 20 (vinte)

litros cada.

700 gales

58 gales

R$:________

R$:________

2

gua Mineral, sem gs,

acondicionada em

copos de 200

(duzentos) mililitros

cada.

6000 copos

500 copos

R$:________

R$:________

3

Leite em p integral

instantneo Lata

400g. Leite em p

integral instantneo,

acondicionado em lata,

lacrada, contendo 400

gramas cada. Prazo de

validade a vencer em

perodo mnimo de 4

(quatro) meses.

Referncia: Ninho ou

Itamb.

350 latas

29 latas

R$:________

R$:________

4

Acar refinado branco

pacote 1kg. Acar

branco refinado, sem

glten. Acondicionado

em pacote com peso

lquido de 1 kilo. Prazo

de validade a vencer

em perodo mnimo de

350

pacotes

29 pacotes

R$:________

R$:________

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARAN Rua Victrio Viezzer, 84 - Vista Alegre - Curitiba - PR - CEP 80810-340

Telefone: (041) 3240-4000 - Fax: (041) 3240-4001 - Email: protocolo@crmpr.org.br

Site: www.crmpr.org.br

Pgina 17

4 (quatro) meses.

Referncia: Alto Alegre,

Unio e Da Barra.

5

Ch sabores camomila,

erva-doce, hortel,

(caixa contendo 10

saches). Ch - sabores:

camomila, erva- doce,

hortel, Composto de

ingredientes naturais,

sem corantes,

conservantes e sem

glten. Sachs

acondicionados em

caixas, envoltas com

plstico, contendo 10,

saches cada. Prazo de

validade a vencer em

perodo mnimo de

4(quatro) meses.

Referncias: Real,

Leo e Dr. Oetker.

14.000

sachs

1.166 sachs

R$:________

R$:________

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARAN Rua Victrio Viezzer, 84 - Vista Alegre - Curitiba - PR - CEP 80810-340

Telefone: (041) 3240-4000 - Fax: (041) 3240-4001 - Email: protocolo@crmpr.org.br

Site: www.crmpr.org.br

Pgina 18

ANEXO III

MINUTA DE CONTRATO

CONTRATO N _____-2015, DE AQUISIO DE MATERIAL DE

CONSUMO GENERO ALIMENTICIO, QUE CELEBRAM ENTRE SI,

O CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO PARAN E

______________________________.

O CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO PARAN, Entidade de Fiscalizao da

Profisso Mdica, instituda pela Lei n 3.268, de 30 de setembro de 1957, com sede na Victrio Viezzer ,84,

CEP 80810-340 Curitiba -PR, CNPJ sob o n. 75060129/0001-94, por intermdio de seu representante legal,

consoante delegao de competncia conferida pela Lei n. 3.268/57, neste ato representado pelo seu

Presidente Dr. XXXXX XXXX,, mdico regularmente inscrito no CRMPR sob n XXXX, doravante

denominado CONTRATANTE e do outro lado a empresa XXXX, devidamente inscrita no CNPJ sob n.

/0001-XX, Rua XXXXX PR, representada neste ato pelo Sr. XXX, brasileiro, casado, scio-gerente, RG n

00000000000, CPF 00000000000000, doravante denominada CONTRATADA, resolvem celebrar o presente

contrato, com fulcro na Lei n. 8.666, de 21 de junho de 1993 e suas alteraes mediante as seguintes

Clusulas e condies:

1. CLUSULA PRIMEIRA - DO OBJETO

1.1 Este Contrato tem por objeto a aquisio de Material de Higiene e Descartveis, visando atender o

consumo da Sede.

1.2 Faz parte integrante deste contrato o Termo de Referncia e o edital 015/2015-CRM-PR, bem como a

proposta realizada no prego.

2. CLUSULA SEGUNDA DA FUNDAMENTAO LEGAL

2.1 O presente contrato firmado atravs de processo licitatrio Registro de Preos n 15/2015, nos termos

da Lei 8666/93, aplicveis execuo deste Contrato.

3. CLUSULA TERCEIRA DOS DOCUMENTOS INTEGRANTES DO CONTRATO

3.1 Constituem parte integrante do contrato os seguintes documentos, cujo teor as partes declaram ter pleno

conhecimento:

a) Edital do Registro de Preos n 15/2015 - CRM-PR;

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARAN Rua Victrio Viezzer, 84 - Vista Alegre - Curitiba - PR - CEP 80810-340

Telefone: (041) 3240-4000 - Fax: (041) 3240-4001 - Email: protocolo@crmpr.org.br

Site: www.crmpr.org.br

Pgina 19

b) Propostas e documentos que integram o processo, firmado pela CONTRATADA.

3.2 Em caso de divergncia entre os documentos integrantes e o contrato, prevalecer este ltimo.

3.3 Os documentos supracitados so considerados suficientes para, em complemento deste contrato, definir a

sua inteno e, desta forma, reger a execuo adequada do objeto contratado dentro dos mais altos padres

da tcnica atual.

3.4 Em caso de dvidas da CONTRATADA na execuo deste contrato, estas devem ser dirimidas pela

CONTRATANTE, de modo a entender s especificaes apresentadas como condies essenciais a serem

satisfeitas.

3.5 O presente contrato poder ser objeto de aditamento, mediante instrumento especfico, que importe em

alterao de qualquer condio contratual, desde que sejam assinados por representantes legais das partes,

observando os limites e as formalidades legais.

4. CLUSULA QUARTA DO VALOR DO CONTRATO

4.1 Pela aquisio do objeto, o CONTRATANTE pagar CONTRATADA o valor de R$ XXXX,XX.

5. CLUSULA QUINTA DO LOCAL E PRAZO DE ENTREGA

5.1 O local das entregas ser na Sede do CRM-PR, sito Rua Victrio Viezzer, n 84, Bairro Vista Alegre,

CEP 80.810-340, em Curitiba PR.

5.2 A entrega do materiais ser realizada de acordo com a necessidade do CONTRATANTE, que estipular

o quantitativo a cada solicitao, a qual ocorrer mensalmente.

5.3 O fornecedor dever entregar os materiais no prazo mximo de 03(trs) dias teis, contados da data do

recebimento da Ordem de Compra (OC), sob pena de aplicao das sanes previstas no ato convocatrio.

5.4 As prorrogaes para as entregas dos materiais somente sero aceitas se houver contato prvio com o

Fiscal do contrato.

5.5 Os materiais sero recebidos da seguinte forma: PROVISORIAMENTE, no ato da entrega, para efeito de

posterior verificao da conformidade dos materiais com as especificaes constantes no proposta da

empresa, referente marca e DEFINITIVAMENTE 24 (vinte e quatro) horas aps a aceitao do Fiscal.

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARAN Rua Victrio Viezzer, 84 - Vista Alegre - Curitiba - PR - CEP 80810-340

Telefone: (041) 3240-4000 - Fax: (041) 3240-4001 - Email: protocolo@crmpr.org.br

Site: www.crmpr.org.br

Pgina 20

5.6 No sero aceitos materiais cujos prazos de validade estejam a vencer em um perodo mnimo de 03

(trs) meses ou que j estejam vencidos.

6. CLUSULA SEXTA DA FISCALIZAO E ACEITAO

7.1 A fiscalizao e aceitao dos materiais sero realizadas pelo Sr. *******, Funcionrio do CRM-PR,

lotado no Setor de Almoxarifado, e na sua ausncia, outro funcionrio ser especialmente designado para tal

funo.

7. CLUSULA STIMA - DA INEXECUO E DA RESCISO DOS CONTRATOS

7.1 A inexecuo total ou parcial do contrato enseja a sua resciso, com as conseqncias contratuais e as

previstas em lei ou regulamento.

7.2 Constituem motivo para resciso do contrato:

I - o no cumprimento de clusulas contratuais;

II - o cumprimento irregular de clusulas contratuais;

III - a paralisao do servio sem justa causa e prvia comunicao Administrao;

IV - o desatendimento das determinaes regulares da autoridade designada para acompanhar e fiscalizar a

sua execuo, assim como as de seus superiores;

V - o cometimento reiterado de faltas na sua execuo, anotadas pelo gestor do contrato.

VI- a decretao de falncia ou a instaurao de insolvncia civil;

VII - a alterao social ou a modificao da finalidade ou da estrutura da empresa, que prejudique a

execuo do contrato;

VIII - razes de interesse pblico, de alta relevncia e amplo conhecimento, justificadas e determinadas pela

mxima autoridade da esfera administrativa a que est subordinado o contratante e exaradas no processo

administrativo a que se refere o contrato;

IX - o atraso superior a 90 (noventa) dias dos pagamentos devidos pela Administrao decorrentes do

servios ou fornecimento, ou parcelas destes, j recebidos ou executados, salvo em caso de calamidade

pblica, grave perturbao da ordem interna ou guerra, assegurado ao contratado o direito de optar pela

suspenso do cumprimento de suas obrigaes at que seja normalizada a situao;

Pargrafo nico. Os casos de resciso contratual sero formalmente motivados nos autos do processo,

assegurado o contraditrio e a ampla defesa.

8. CLUSULA OITAVA - DO REGIME TRIBUTRIO

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARAN Rua Victrio Viezzer, 84 - Vista Alegre - Curitiba - PR - CEP 80810-340

Telefone: (041) 3240-4000 - Fax: (041) 3240-4001 - Email: protocolo@crmpr.org.br

Site: www.crmpr.org.br

Pgina 21

8.1 Nos preos contratados esto inclusos todos os tributos incidentes e demais encargos inerentes

atividade do objeto, e sero descontados na fonte todos os tributos cabveis espcie, consoante instrues

normativas exaradas pelo Ministrio da Fazenda.

9. CLUSULA NONA SANOES

9.1 O atraso injustificado na execuo do contrato sujeitar o contratado multa de mora, na forma prevista

no instrumento convocatrio ou no contrato.

9.2 A multa a que alude este artigo no impede que a Administrao rescinda unilateralmente o contrato e

aplique as outras sanes previstas nesta Lei.

9.3 A multa, aplicada aps regular processo administrativo, ser descontada da garantia do respectivo

contratado.

9.4 Se a multa for de valor superior ao valor da garantia prestada, alm da perda desta, responder o

contratado pela sua diferena, a qual ser descontada dos pagamentos eventualmente devidos pela

Administrao ou ainda, quando for o caso, cobrada judicialmente.

9.5. Pela inexecuo total ou parcial do contrato a Administrao poder, garantida a prvia defesa, aplicar

ao contratado as seguintes sanes:

I - advertncia;

II - multa, na forma prevista no instrumento convocatrio ou no contrato;

III - suspenso temporria de participao em licitao e impedimento de contratar com a Administrao,

por prazo no superior a 2 (dois) anos;

IV - declarao de inidoneidade para licitar ou contratar com a Administrao Pblica enquanto

perdurarem os motivos determinantes da punio ou at que seja promovida a reabilitao perante a

prpria autoridade que aplicou a penalidade, que ser concedida sempre que o contratado ressarcir a

Administrao pelos prejuzos resultantes e aps decorrido o prazo da sano aplicada com base no inciso

anterior.

10. CLUSULA DCIMA DA PUBLICAO

10.1 O extrato de contrato ser publicado no Dirio oficial, a expensas do CONTRATANTE.

11. CLUSULA DCIMA PRIMEIRA DOTAO ORAMENTRIA

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARAN Rua Victrio Viezzer, 84 - Vista Alegre - Curitiba - PR - CEP 80810-340

Telefone: (041) 3240-4000 - Fax: (041) 3240-4001 - Email: protocolo@crmpr.org.br

Site: www.crmpr.org.br

Pgina 22

11.1 Rubrica n 6.2.2.1.1.33.90.30.002 Gnero Alimentcio.

12. CLUSULA DCIMA SEGUNDA DA VIGNCIA

12.1 A vigncia do contrato est vinculada ao fornecimento do objeto ora contratado, observadas as

condies da GARANTIA.

13. CLUSULA DCIMA TERCEIRA - DO FORO

13.1 Fica eleito o Foro da comarca da Justia Federal de Curitiba, com excluso de qualquer outro, por mais

privilegiado que seja, para dirimir quaisquer dvidas ou divergncias que possam surgir na execuo do

presente CONTRATO, o qual ser impresso em trs vias e publicado em Dirio Oficial s expensas do

CRMPR.

Curitiba, ** de **** de 2015

PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO PARAN

CONTRATANTE

SR. XXXXXX

CONTRATADA

02 TESTEMUNHAS:

Recommended

View more >