CONCURSO PÚBLICO – EDITAL 001/2018 - ?· CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SANTA CATARINA…

Download CONCURSO PÚBLICO – EDITAL 001/2018 - ?· CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SANTA CATARINA…

Post on 13-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

TRANSCRIPT

  • CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SANTA CATARINA CRM-SC

    CONCURSO PBLICO EDITAL 001/2018

    O Conselho Regional de Medicina do Estado de Santa Catarina, pessoa jurdica de direito pblico, situado Rodovia Jos Carlos Daux, n 3890, SC 401 Km 4,

    Florianpolis, SC, neste ato representado por seu Presidente, Dr. Nelson Grisard, torna pblico que far realizar Concurso Pblico, para preenchimento de vagas e cadastro de reserva tcnica de seu Quadro de Empregados, que se reger pelas normas e condies estabelecidas neste Edital.

    1. DOS EMPREGOS E DAS VAGAS

    1.1. O Concurso Pblico destina-se ao preenchimento das vagas existentes atualmente e das que ocorrerem dentro do prazo de validade do Concurso.

    1.2. Os empregos objeto deste Concurso Pblico, as respectivas lotaes, as cargas horrias, os vencimentos, as vagas e reservas tcnicas (RT) esto indicados.

    a. No item 1 do anexo I, para os empregos de nvel superior. b. No item 2 do anexo I, para os empregos de nvel mdio.

    1.3. A escolaridade e demais requisitos exigidos para os cargos objeto deste Concurso Pblico esto indicados: a. No item 1 do anexo II, para os empregos de nvel superior. b. No item 2 do anexo II, para os empregos de nvel mdio.

    1.4. As atribuies e responsabilidades para os empregos objeto deste Concurso Pblico esto indicados: a. No item 1 do anexo III, para os empregos de nvel superior. b. No item 2 do anexo III, para os empregos de nvel mdio.

    1.5. Aps o preenchimento das vagas indicadas, os candidatos aprovados e classificados podero ser contratados para o preenchimento das vagas que vierem a surgir, dentro do prazo de validade do Concurso.

    2. DAS DISPOSIES PRELIMINARES

    2.1. O Concurso Pblico ser realizado sob a responsabilidade do Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul - IESES, obedecidas s normas do presente Edital.

    3. DAS INSCRIES

    3.1. O processo de inscrio a este Concurso Pblico dar-se- atravs da Internet. 3.2. O Processo de inscrio ao Concurso Pblico previsto neste Edital pela Internet, ocorrer em 2 (duas) etapas distintas,

    devendo o candidato proceder conforme descrito nos itens 3.2.1. e 3.2.2. a seguir: 3.2.1. A primeira etapa do processo de inscrio ao Concurso Pblico Edital 001/2018 pela Internet consiste em

    acessar o site www.crmsc2018.ieses.org apontando para INSCRIES ONLINE e, a partir do link especfico, preencher a Ficha de Inscrio e indicar a forma de pagamento que pretende adotar, no perodo de 10:00h de segunda-feira, 05 de fevereiro de 2018 s 16:00h de sexta-feira, 09 de maro de 2018.

    3.2.2. A segunda etapa do processo de inscrio ao Concurso Pblico Edital 001/2018 pela Internet consiste em efetuar o pagamento da taxa de inscrio na forma escolhida, at o ltimo dia de inscries, sexta-feira, 09 de maro de 2018. 3.2.2.1. Em caso de feriado ou evento que acarrete o fechamento de agncias bancrias na localidade em que

    se encontra o candidato, o boleto dever ser pago antecipadamente. 3.2.3. O candidato que optar em realizar a inscrio ao presente certame fica ciente e aceita tacitamente que:

    a. O IESES no se responsabiliza por solicitaes de inscrio via Internet no recebidas por motivos de ordem tcnica dos computadores, falhas de comunicao, congestionamento das linhas de comunicao, bem como outros fatores de ordem tcnica que impossibilitem a transferncia de dados;

    b. A taxa de inscrio dos candidatos inscritos via Internet dever ser paga por meio de Boleto Bancrio; c. As inscries efetuadas atravs da Internet somente sero acatadas aps a efetivao do respectivo

    pagamento. O simples agendamento e o respectivo demonstrativo no se constituem em documento comprovante de pagamento do Valor de Inscrio;

    d. O inteiro teor do Edital estar disponvel no endereo eletrnico indicado no item 3.2.1, sendo de responsabilidade exclusiva do candidato a obteno desse documento; e,

    e. Os candidatos inscritos via Internet no devero enviar cpia de documento de identidade, sendo de responsabilidade exclusiva dos candidatos, a insero de seus dados cadastrais, informados no ato de inscrio.

  • EDIEDITAL 001/2018 Pgina 2

    3.3. Os candidatos que atendam s condies do 1 do Decreto Federal 6.593, de 02.10.2008, devero efetuar sua

    inscrio nos termos do item 3.2.1, imprimindo o respectivo boleto bancrio, no efetuar seu pagamento e entregar a seguinte documentao para a obteno da iseno da taxa de inscrio, protocolando estes documentos na Sede do Conselho, em seu horrio de atendimento externo (vide Anexo V), at sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018.

    a. Cpia do Boleto bancrio impresso; b. Indicao do Nmero de Identificao Social NIS, atribudo pelo Cadnico; c. Declarao de que atende condio de famlia de baixa renda, estabelecida pelo item II do Art. 4 do

    Decreto Federal 6.135, de 26.06.2007 (vide Anexo VI ao Edital). 3.3.1. Alternativamente, por opo do candidato, este poder remeter os documentos solicitados no item 3.3. para

    CONCURSO CRM-SC EDITAL 001/2018 PEDIDO DE ISENO, A/C INSTITUTO IESES Rod. SC401, 8600 Conj. 6/6 Corporate Park Santo Antnio de Lisboa CEP 88050-001 Florianpolis (SC), por SEDEX-ECT, com postagem at sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018.

    3.3.2. At s 18 horas de quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018, ser disponibilizado no site do concurso, ato deferindo ou indeferindo os pedidos de iseno nos termos do item 3.3.

    3.3.3. Os candidatos cujos pedidos forem indeferidos devero efetuar o pagamento do respectivo boleto bancrio, at a data limite estabelecida no item 3.2.2 deste Edital.

    3.3.4. As informaes prestadas no requerimento de iseno sero de inteira responsabilidade do candidato, que responder civil e criminalmente pelo teor das afirmativas.

    3.4. So condies mnimas de inscrio: a. Ser brasileiro nato ou naturalizado; b. Encontrar-se no pleno gozo de seus direitos civis e polticos; c. Estar quite com as obrigaes militares e eleitorais (brasileiro nato); e, d. Conhecer e estar de acordo com as exigncias do presente Edital.

    3.5. No preenchimento da Ficha de Inscrio so campos obrigatrios: a. Nome do candidato; b. Data de nascimento; c. Cdigo do emprego - lotao; d. Nmero de inscrio no Cadastro Nacional de Pessoas Fsicas (CPF) vlido e em nome do candidato; e. Endereo completo ou endereo eletrnico (e-mail).

    3.6. O Processo de Inscrio somente se completa e se efetiva: a. Com o atendimento s condies estabelecidas no item 3.4; b. Com o correto preenchimento dos campos obrigatrios estabelecidos no item 3.5; c. Com o pagamento correto do Valor de Inscrio para o emprego a que o candidato concorre ou com o

    deferimento ao pedido de iseno apresentado no item 3.3; d. Com a concordncia do candidato no requerimento de inscrio, efetuada por marcao especfica no

    processo de inscrio. 3.7. O valor de inscrio para este Concurso Pblico o constante da tabela a seguir apresentada:

    Nvel de Escolaridade Valor

    Superior R$ 90,00

    Mdio R$ 75,00

    3.7.1. O pagamento da taxa de inscrio dever ser feito em moeda corrente nacional (dinheiro). 3.7.2. O valor da inscrio, uma vez pago, no ser restitudo. 3.7.3. Sero canceladas as inscries com pagamento efetuado por um valor menor do que o estabelecido e as

    solicitaes de inscrio cujos pagamentos forem efetuados aps a data de encerramento das inscries. 3.8. Cada candidato poder efetuar 1 (uma) inscrio para este Concurso Pblico.

    3.8.1. Havendo mais de 1 (uma) inscrio, em desacordo com o item 3.8, sero canceladas as mais antigas, permanecendo a mais recente.

    3.9. Ser indeferida a inscrio do candidato que no atender aos itens 3.4 e/ou 3.5 e/ou 3.6. 3.10. Ao preencher sua Ficha de Inscrio e efetuar o pagamento do respectivo boleto, o candidato est declarando tcita,

    expressa e formalmente que preenche as condies de inscrio relacionadas neste Edital. 3.11. Ao completar e efetivar sua inscrio, o candidato est declarando tcita, expressa e formalmente que conhece e

    aceita as condies estabelecidas no inteiro teor deste Edital e demais instrues especficas, expedientes dos quais no poder alegar desconhecimento.

    3.12. So considerados desistentes os candidatos que tenham realizado sua inscrio via Internet e no efetivado o pagamento do valor de inscrio, nos termos do item 3.2.2.

    3.13. Uma vez efetuada a inscrio, no sero aceitos pedidos de alterao quanto identificao do candidato, quanto ao emprego lotao escolhido ou quanto ao local de prova escolhido pelo candidato.

    3.14. O candidato que necessitar de condies especiais para a realizao de provas dever remeter para CONCURSO CRM-SC EDITAL 001/2018 CONDIO ESPECIAL DE PROVA, A/C INSTITUTO IESES Rod. SC401, 8600 Conj. 6/6 Corporate Park Santo Antnio de Lisboa CEP 88050-001 Florianpolis (SC), por SEDEX-ECT, com postagem at sexta-feira, 09 de maro de 2018, requerimento dirigido ao IESES indicando as condies especiais de que necessita (vide Anexo VII ao Edital), juntando-o fotocpia de seu comprovante de pagamento e cpia do Boleto bancrio impresso.

  • EDIEDITAL 001/2018 Pgina 3

    3.14.1. Observando os estritos termos do Decreto 3.298/1999, os candidatos com deficincia que necessitarem de

    tratamento diferenciado no dia da prova, ao requer-lo, devero indicar as condies diferenciadas de que necessitem para a realizao das mesmas.

    3.14.2. Aos deficientes visuais, candidatos que requererem nos termos do subitem 3.14.1, provas em Braile, sero oferecidas provas no referido sistema, devendo suas respostas para a prova objetiva serem respondidas em Braile pelo prprio candidato. Os referidos candidatos devero levar para esse fim, no dia da aplicao da prova, reglete e puno, podendo ainda, utilizar-se de soroban.

    3.14.3. Aos deficientes visuais, candidatos que requererem nos termos do item 3.14.1, provas ampliadas sero entregues carto de respostas e provas ampliadas, com tamanho de letra correspondente fonte 20, cabendo aos candidatos sua leitura e marcao das respostas no respectivo carto.

    3.14.4. No haver realizao de provas fora do local e horrio marcados para todos os candidatos, todavia, o candidato com deficincia que necessitar de tempo adicional para realizao das provas dever requer-lo, com justificativa acompanhada de parecer emitido por especialista da rea de sua deficincia, no prazo estabelecido no edital do concurso.

    3.14.5. A deciso dos requerimentos previstos no item 3.14 caber ao IESES, dentro da razoabilidade e disponibilidade. 3.14.6. O requerimento a que se refere o item 3.14 no se identifica com o requerimento previsto no item 7.1. (vagas

    reservadas a PcD), nem com ele guarda qualquer relao. 3.15. A no veracidade de declarao apresentada na Ficha de Inscrio ou em decorrncia deste Edital, verificada a

    qualquer tempo, implicar no cancelamento da respectiva inscrio ou na eliminao do candidato do Concurso Pblico, se a inscrio j estiver homologada.

    3.16. vedada a inscrio neste Concurso Pblico de quaisquer membros, conjunges, companheiros ou parentes, at quarto grau, da Comisso do Concurso, tanto do CRM-SC, como do IESES.

    3.17. No haver inscrio condicional e nem por correspondncia. 3.18. Verificado, a qualquer tempo, o recebimento de inscrio que no atenda a todos os requisitos, ser ela cancelada.

    4. DA CONFIRMAO DAS INSCRIES, LOCAL E HORRIO DE PROVAS E DO INDEFERIMENTO DE INSCRIES

    4.1. O deferimento e o indeferimento de inscrio sero efetivados por ato do IESES, disponibilizado na pgina do concurso, endereo eletrnico indicado no item 3.2.1, at as 18 (dezoito) horas de quarta-feira, 4 de abril de 2018. 4.1.1. No ato de indeferimento das inscries, somente sero informados a causa do indeferimento e o CPF do

    candidato e, na falta deste, do nmero do documento de identidade e/ou da ficha de inscrio, no sendo informado o nome do mesmo.

    4.2. O local e horrio de provas se far por documento onde estaro indicados o horrio, a sala e o estabelecimento em que o candidato far a prova objetiva, expedido at at as 18 (dezoito) horas de quarta-feira, 11 de abril de 2018, para o endereo eletrnico que o candidato indicou ao efetuar sua inscrio. 4.2.1. A comunicao feita por intermdio de email meramente informativa. O candidato dever acompanhar no

    site do concurso o seu deferimento ou no deferimento de inscrio, bem como seu documento de confirmao de inscrio e local de realizao de suas provas.

    4.3. Os candidatos que no tiverem recebido o Documento de Confirmao de Inscrio at as 18 (dezoito) horas de quinta-feira, 12 de abril de 2018, devero retir-lo no endereo eletrnico indicado no item 3.2.1, com a indicao de seu CPF e data de nascimento.

    4.4. O candidato responsvel pela conferncia do Documento de Confirmao de Inscrio que receber. 4.4.1. Em caso de ocorrncia de divergncia do Documento de Confirmao de Inscrio, o candidato dever solicitar

    a correo ao IESES, indicando o campo a ser corrigido, atravs do e-mail correcao@ieses.org e, obrigatoriamente, indicando seu nome, seu nmero de inscrio e emprego a que concorre.

    4.4.2. Ser indeferido qualquer pedido relativo ao item anterior (4.4.1), quando o mesmo se constituir em alterao das condies expressas na Ficha de Inscrio, nos termos do item 3.13 deste Edital.

    5. DAS PROVAS

    5.1. O Concurso Pblico ser efetuado mediante aplicao de provas objetivas e sero avaliados os conhecimentos e/ou habilidades dos candidatos sobre as matrias relacionadas aos empregos objeto deste Concurso Pblico.

    5.2. No sero fornecidas, por telefone, informaes a respeito de datas, locais e horrios de realizao das provas. 5.3. Todos os programas objetos das provas e respectivos quantitativos de questes constam do Anexo IV ao presente

    Edital. 5.4. O candidato que requerer condio especial de prova nos termos do item 3.14 participar do Concurso em igualdade

    de condies com os demais, no que se refere ao contedo, avaliao, ao horrio e aplicao das provas. 5.5. Para a entrada nos locais de prova, os candidatos devero apresentar Cdula de Identidade ou carteira expedida por

    rgos ou conselhos de classe que tenham fora de documento de identificao (CRA, CRC, CREA, OAB, etc.), RNE, carteira de trabalho e previdncia social, carteira nacional de habilitao com foto, passaporte brasileiro ou certificado de reservista com foto. 5.5.1. O documento apresentado dever estar em perfeitas condies, de forma a permitir, com clareza, a

    identificao do candidato. 5.5.2. No sero aceitos protocolos ou quaisquer outros documentos (como crachs, carteira estudantil, identidade

    funcional, ttulo de eleitor, carteira nacional de habilitao ou certificado de reservista sem fotografia, etc.), diferentes dos estabelecidos no item 5.5.

  • EDIEDITAL 001/2018 Pgina 4

    5.5.3. No sero aceitas cpias de documentos ou papis em substituio aos exigidos nos itens 5.5, quer eles

    estejam autenticados ou no. 5.6. As provas objetivas sero realizadas na cidade tubaro, para os candidatos inscritos ao emprego de Assistente

    Administrativo Lotao Tubaro e de Florianopolis (SC), para os inscritos para os demais empregos Lotao Florianpolis. 5.6.1. O IESES reserva-se o direito de, na hiptese de fora maior, convenincia administrativa ou falta de locais

    adequados, com a devida aprovao da Comisso do Concurso, realizar a Prova Objetiva em outras cidades prximas quelas definidas no item anterior (5.6).

    5.7. Os portes dos locais de prova sero fechados s 14 (quatorze) horas do dia da prova. 5.7.1. Recomenda-se que os candidatos compaream aos locais de prova, com antecedncia mnima de 30 (trinta)

    minutos em relao ao horrio de fechamento dos portes. 5.8. As provas objetivas sero realizadas no domingo, 15 de abril de 2018, no local que constar do Documento de

    Confirmao de Inscrio, e tero durao de 4 (quatro) horas. 5.8.1. O tempo necessrio ao preenchimento do carto-respostas, por parte do candidato est incluso na durao

    prevista da prova, no sendo concedido tempo adicional algum. 5.8.2. O IESES reserva-se o direito de, na hiptese de fora maior, convenincia administrativa ou falta de locais

    adequados, com a devida aprovao da Comisso do Concurso, realizar a Prova Objetiva em outra data, diferente daquela apresentada no item anterior (5.8), comunicando aos candidatos a referida alterao com prazo no inferior a 15 dias, ressalvado motivo de fora maior ou de calamidade pblica, no qual o referido prazo pode no ser respeitado.

    5.9. O incio das provas ser autorizado quando todos os candidatos presentes estiverem alocados nas respectivas salas de prova.

    5.10. No haver segunda chamada para nenhuma das provas, qualquer que seja a causa ou hiptese. 5.11. Durante a realizao das provas vedada qualquer tipo de consulta, ou seja, a livros, revistas, folhetos, anotaes,

    etc. 5.12. No dia de realizao das provas, no ser permitido ao candidato entrar e/ou permanecer na sala de provas com

    aparelhos eletrnicos (telefones celulares, pagers, walkman, agenda eletrnica, notebook, handheld, receptor, gravador, mquina fotogrfica, mquina de calcular, relgios com qualquer uma das funes anteriormente citadas, etc.) ou armas de qualquer tipo. Caso o candidato esteja portando algum destes itens, este dever ser entregue aos fiscais de sala antes do incio das provas e somente sero devolvidos sada do candidato da sala de provas.

    5.13. O descumprimento dos itens 5.11 ou 5.12 implicar na eliminao sumria do candidato, constituindo-se em tentativa de fraude.

    5.14. Os candidatos somente podero se retirar do local de provas aps 2 (duas) horas do incio das mesmas. 5.14.1. Os 3 (trs) ltimos candidatos de cada sala de provas somente podero entregar as respectivas provas e

    retirar-se do local, simultaneamente. 5.14.2. O candidato, ao encerrar as provas, entregar ao fiscal de prova/sala:

    a. O carto de respostas da prova objetiva, devidamente assinado no local especificado para tanto; b. A folha de respostas da redao, para os empregos de nvel superior e; c. O caderno de provas.

    5.14.3. O candidato poder reter para si, apenas, a cpia do carto de respostas (rascunho do candidato). 5.15. O IESES, visando preservar a veracidade e autenticidade do Concurso Pblico, poder proceder, no momento da

    aplicao das provas, autenticao digital dos cartes ou de outros documentos pertinentes. 5.16. O Conselho Regional de Medicina do Estado de Santa Catarina e o IESES no assumem qualquer responsabilidade

    quanto ao transporte, alimentao e/ou alojamento dos candidatos, quando da realizao das provas deste Concurso Pblico.

    5.17. DA PROVA OBJETIVA 5.17.1. A Prova Objetiva composta de 2 (duas) provas: Prova de Conhecimentos Gerais e Prova de Conhecimentos

    Especficos. 5.17.2. As provas objetivas tero questes com 4 (quatro) alternativas de resposta cada uma, sendo 1 (uma), e apenas

    1 (uma), a correta, sendo o nmero de questes da prova e de cada matria especificado junto aos programas, no Anexo IV deste Edital.

    5.17.3. Para a realizao das provas objetivas, respondidas em carto de respostas, os candidatos devero dispor de caneta esferogrfica preta ou azul.

    5.17.4. O preenchimento do carto de total responsabilidade do candidato, sendo expressamente vedado o auxlio de terceiro ou de equipamentos na execuo desta tarefa, por qualquer que seja o pretexto, sob pena de ser atribuda nota 0 (zero) s provas.

    5.17.5. As provas objetivas sero avaliadas na escala de 0 (zero) a 10 (dez), com duas decimais, tendo todas as questes de cada prova igual valor.

    5.17.6. Ser considerado aprovado na Prova Objetiva, o candidato que obtiver, isoladamente, em cada uma das provas de Conhecimentos Gerais e de Conhecimento Especfico, nota igual ou superior a 5,00 (cinco inteiros).

    5.17.7. Na hiptese de anulao de questo(es) da prova objetiva, quando de sua avaliao, a(s) mesma(s) ser(o) considerada(s) como respondida(s) corretamente pelo candidato.

    5.17.8. Nas provas objetivas, ser atribuda nota 0 (zero): a. (s) questo(es) da prova que contenha(m) emenda(s) e/ou rasura(s), ainda que legvel(is);

  • EDIEDITAL 001/2018 Pgina 5

    b. (s) questo(es) da prova que contenha(m) mais de uma opo de resposta assinalada; c. (s) questo(es) da prova que no estiver(em) assinalada(s) no carto de respostas; e, d. (s) prova(s) objetiva(s) e/ou questo(es) da prova cujo carto de respostas for preenchido fora das

    especificaes contidas no mesmo ou nas instrues da prova, ou seja, preenchidas com canetas no esferogrficas ou com canetas esferogrficas de cor diferente de azul ou preta, ou ainda, com marcao diferente da indicada no modelo previsto no carto;

    e. (s) questo(es) incorreta(s).

    5.18. DA PROVA DISCURSIVA 5.18.1. A Prova Discursiva, para os cargos de nvel superior, constar de uma redao, com tema relacionado s

    atividades a serem desenvolvidas no exerccio do emprego no Conselho, e versaro sobre as disciplinas e respectivos programas indicados no Anexo IV do Edital. a. A redao prevista dever ter no mnimo 20 (vinte) linhas e no mximo 30 (trinta) linhas, sendo

    atribuda nota zero mesma, caso no atenda ao limite mnimo de linhas e, sendo desconsiderado o que ultrapassar o limite mximo.

    5.18.2. Para a realizao da prova discursiva, respondidas em folha de respostas individualizada, os candidatos devero dispor de caneta esferogrfica preta ou azul.

    5.18.3. O preenchimento da folha de respostas de total responsabilidade do candidato, sendo expressamente vedado o auxlio de terceiro ou de equipamentos na execuo desta tarefa, por qualquer que seja o pretexto, sob pena de ser atribuda nota 0 (zero) prova.

    5.18.4. O candidato que rubricar, assinar ou identificar, por qualquer forma, sua Prova Discursiva ter nota 0 (zero) nesta prova e ser excludo do Concurso.

    5.18.5. Somente sero objeto de correo, as provas discursivas dos candidatos aprovados nas Provas de Conhecimentos Gerais e de Conhecimento Especfico, pr-classificados at a posio 15 para cada emprego, adicionando-se os que tenham a mesma mdia nesta ltima posio.

    5.18.6. Para a pr-classificao ser calculada a mdia ponderada das provas de Conhecimento Geral e de Conhecimento Especfico, sendo considerados os pesos destas provas conforme 6.1.1 deste Edital.

    5.18.7. A Prova Discursiva ser avaliada na escala de 0 (zero) a 10 (dez), admitindo-se as notas de intervalo 0,5 (meio). 5.18.8. Na correo da Prova Discursiva ser, tambm, considerado o uso correto da Lngua Portuguesa (forma

    redacional, coerncia, coeso, ortografia, concordncia e pontuao). 5.18.9. Ser considerado aprovado na Prova Discursiva, o candidato que obtiver, nota igual ou superior a 5,00 (cinco

    inteiros).

    6. DA CLASSIFICAO

    6.1. Os candidatos aprovados na Prova Objetiva de Conhecimentos Gerais, na Prova Objetiva de Conhecimento Especfico e na Prova Discursiva (quando houver) sero classificados por emprego e lotao, em ordem decrescente de pontos, calculados a partir da mdia aritmtica ponderada das notas obtidas nestas provas, expressos estes pontos com 2 (duas) casas decimais, calculados pelas seguintes frmulas: 6.1.1. Para os cargos de nvel superior com prova discursiva:

    Pontos = (Nota da Prova Objetiva de Conhecimentos Gerais x 0,25 + Nota da Prova Objetiva de Conhecimento Especfico x 0,45 + Nota da Prova Discursiva x 0,30.)

    6.1.2. Para os cargos de nvel mdio sem prova discursiva: Pontos = (Nota da Prova Objetiva de Conhecimentos Gerais x 0,4 + Nota da Prova Objetiva de Conhecimento Especfico x 0,6)

    6.2. Ocorrendo empate na mdia aritmtica ponderada, aplicar-se-, para o desempate, o disposto no pargrafo nico do artigo 27 da Lei Federal 10.741/03, para os candidatos que se enquadrarem na condio de idoso nos termos do artigo 1 da mencionada Lei (possurem 60 anos completos ou mais na data do trmino das inscries, sexta-feira, 9 de maro de 2018).

    6.3. Para os candidatos que no esto sob o amparo do item anterior, o desempate beneficiar, sucessivamente, o candidato que tenha:

    a. Maior nota na prova de conhecimentos especficos; b. Maior nota na prova discursiva (se houver); c. Maior idade.

    6.4. Sero considerados aprovados neste Concurso Pblico os candidatos classificados at 25 (vinte e cinco) vezes o nmero das vagas previstas no Anexo I, respeitado o nmero mnimo de 25 (vinte e cinco), que ser aplicado a todos os empregos cujo nmero de vagas seja igual a 1 (uma) e para os empregos com Reserva Tcnica (RT).

    6.5. O candidato que, mesmo tendo obtido a nota mnima nas provas objetivas a que se submeteu, no obtiver a classificao at a posio limite referida nos itens 6.4, ser considerado reprovado no presente Concurso Pblico, sendo consignada tal reprovao como Reprovado por corte.

    7. DAS VAGAS RESERVADAS A PESSOAS COM DEFICINCIA E A CANDIDATOS NEGROS

    7.1. Sero reservadas vagas a Pessoas com Deficincia - PcD, na proporo de 5% (cinco por cento) das respectivas vagas

  • EDIEDITAL 001/2018 Pgina 6

    que surgirem ou forem criadas no prazo de validade do concurso.

    7.1.1. Consideram-se Pessoas com Deficincia - PcD aquelas que se enquadrarem nas categorias discriminadas no artigo 4 do Decreto Federal n 3.298, de 20 de dezembro de 1999, que regulamenta a Lei n 7.853, de 24 de outubro de 1989 e suas alteraes, na Smula 377 do Superior Tribunal de Justia STJ e no Enunciado AGU n 45, de 14 de setembro de 2009.

    7.2. O candidato com deficincia dever remeter para CONCURSO CRM-SC EDITAL 001/2018 VAGAS RESERVADAS PCD, A/C INSTITUTO IESES Rod. SC401, 8600 Conj. 6/6 Corporate Park Santo Antnio de Lisboa CEP 88050-001 Florianpolis (SC), por SEDEX-ECT, com postagem at sexta-feira, 9 de maro de 2018, requerimento ao IESES com os seguintes documentos:

    a. Solicitao de enquadramento para concorrer vaga reservada a pessoas com deficincia, e seu nmero de inscrio (vide Anexo VIII ao Edital);

    b. Cpia do Boleto bancrio impresso; c. Laudo Mdico, original, expedido no prazo mximo de 90 (noventa) dias antes do trmino das

    inscries, atestando a espcie e o grau de deficincia, com expressa referncia ao cdigo correspondente da Classificao Internacional de Doena CID, com indicao do nome do mdico e seu registro no CRM. 7.2.c.1. O laudo mdico apresentado ter validade somente para este Concurso e no ser devolvido.

    7.2.1. A relao dos requerimentos para concorrer s vagas reservadas s pessoas com deficincia deferidos e indeferidos ser publicada na forma do item 4.1.

    7.3. O deferimento do requerimento indicado no item 7.2 levar em conta: a) o deferimento do pedido de inscrio do candidato; b) o cumprimento do disposto no mesmo item (7.2) e c) a qualificao do candidato como Pessoa com Deficincia, avaliada a partir do atestado mdico apresentado e respectivo nmero de CID indicado.

    7.4. Os candidatos que se declararem deficientes, caso aprovados no concurso, sero convocados, quando de sua contratao, para submeter-se percia por equipe multiprofissional de responsabilidade da CRM-SC, constituda na forma do art. 43 do Decreto n. 3.298/1999, com vistas confirmao da deficincia declarada, bem assim anlise da compatibilidade ou no da deficincia com as atribuies do cargo e, ainda, da viabilidade das condies de acessibilidade e da adequao do ambiente de trabalho para execuo das tarefas. 7.4.1. A deciso da equipe multiprofissional indicada no item anterior (7.4) ter carter de deciso terminativa. 7.4.2. O no-comparecimento do candidato classificado acarretar a perda do direito vaga reservada.

    7.5. Em caso de no confirmao da deficincia declarada, da no compatibilidade da deficincia com as atribuies do cargo ou da no viabilidade das condies de acessibilidade e da adequao do ambiente de trabalho para execuo das tarefas importar na perda do direito ao pleito da vaga reservada a Pessoas com Deficincia - PcD. 7.5.1. A perda do direito ao pleito da vaga reservada a PcD tambm ser aplicada inobservncia do disposto nos

    itens 7.1.1 e/ou 7.2 e/ou 7.3. 7.5.2. Ser demitido por justa causa o candidato com deficincia que, no decorrer de suas atividades, tiver verificada

    a incompatibilidade de sua deficincia com as atribuies do Emprego. 7.5.3. Aps a contratao, a deficincia no poder ser arguida para justificar a concesso de readaptao, licena

    por motivo de sade ou aposentadoria por invalidez. 7.6. O candidato PcD participar tanto da classificao geral, como da classificao dos candidatos que concorrem a vagas

    reservadas a Pessoas com Deficincia. 7.6.1. Os candidatos com Deficincia, respeitada a respectiva classificao especfica de PcD, sero chamados para

    ocuparem a 5 (quinta) e a 25 (vigsima quinta), e assim sucessivamente, em intervalos de vinte vagas que ocorrerem, de modo a se respeitar o percentual definido no item 7.1.

    7.7. No provida a vaga destinada a pessoas com deficincia, por falta de candidatos, por reprovao no concurso ou na avaliao da equipe multiprofissional, ser ela preenchida pelos demais concursandos, observada a ordem de classificao.

    7.8. O requerimento a que se refere o item 7.2 no se constitui no requerimento previsto para pedidos de condio especial de prova, referido no item 3.14, nem com ele guarda qualquer relao.

    7.9. Sero reservadas s pessoas negras, na proporo de 20% (vinte por cento) das respectivas vagas que surgirem ou forem criadas no prazo de validade do concurso. 7.9.1. Consideram-se pessoas negras aquelas que se enquadrarem nas categorias discriminadas no artigo 2 da Lei

    Federal n 12.990, de 09 de junho de 2014. 7.10. O candidato negro dever remeter para CONCURSO CRM-SC EDITAL 001/2018 VAGAS RESERVADAS AOS NEGROS,

    A/C INSTITUTO IESES Rod. SC401, 8600 Conj. 6/6 Corporate Park Santo Antnio de Lisboa CEP 88050-001 Florianpolis (SC), por SEDEX-ECT, com postagem at sexta-feira, 9 de maro de 2018, requerimento ao IESES com os seguintes documentos:

    a. Solicitao de enquadramento para concorrer vaga reservada a pessoas negras, e seu nmero de inscrio (vide Anexo IX ao Edital);

    b. Cpia do Boleto bancrio impresso; c. Auto declarao do candidato de ser preto ou pardo, nos termos do artigo 2 da Lei Federal n 12.990,

    de 09 de junho de 2014.

  • EDIEDITAL 001/2018 Pgina 7

    d. 01 (uma) foto 5x7 (cinco por sete), de rosto inteiro: do topo da cabea at o final dos ombros, com

    fundo neutro, sem sombras e datadas h, no mximo, 30 (trinta) dias da data da postagem (a data deve ser estampada na frente da foto);

    7.10.1. A relao dos requerimentos para concorrer s vagas reservadas a negros deferidos e indeferidos ser publicada na forma do item 4.1.

    7.11. O deferimento do requerimento indicado no item 7.10 levar em conta: a) o deferimento do pedido de inscrio do candidato e; b) o cumprimento do disposto no mesmo item (7.10).

    7.12. Em caso de declarao falsa, o candidato ser eliminado do concurso e, se houver sido nomeado, ficar sujeito anulao da sua admisso ao servio ou emprego pblico, aps procedimento administrativo em que lhe sejam assegurados o contraditrio e a ampla defesa, sem prejuzo de outras sanes cabveis. 7.12.1. A perda do direito ao pleito da vaga reservada a negros tambm ser aplicada inobservncia do disposto nos

    itens 7.9.4 e/ou 7.10 e/ou 7.11. 7.13. O candidato negro participar tanto da classificao geral, como da classificao dos candidatos que concorrem a

    vagas reservadas a pessoas negras. 7.13.1. Os candidatos negros, respeitada a respectiva classificao especfica, sero chamados para ocuparem a 3

    (terceira), a 8 (oitava), a 13 (dcima terceira), a 18 (dcima oitava), e assim sucessivamente, em intervalos de cinco vagas que ocorrerem, de modo a se respeitar o percentual definido no item 7.9.

    7.14. Os candidatos negros aprovados dentro do nmero de vagas oferecido para ampla concorrncia no sero computados para efeito do preenchimento das vagas reservadas.

    7.15. Em caso de desistncia de candidato negro aprovado em vaga reservada, a vaga ser preenchida pelo candidato negro posteriormente classificado.

    7.16. No provida a vaga destinada a pessoas negras, por falta de candidatos ou por reprovao no concurso, ser ela preenchida pelos demais concursandos, observada a ordem de classificao.

    8. DAS EXIGNCIAS PARA A CONTRATAO

    8.1. Os candidatos aprovados sero contratados, obedecendo-se a ordem de classificao por emprego. 8.2. A aprovao e classificao neste Concurso Pblico no asseguram ao candidato o direito de ingresso automtico no

    Quadro do CRM-SC. A contratao de competncia do Presidente do CRM-SC, dentro do interesse e convenincia da administrao, observada a ordem de classificao dos candidatos.

    8.3. A escolaridade e requisitos exigidos para o emprego, indicados no item 1.3, devero ser comprovados at a data limite estabelecida no ato convocatrio para a contratao. 8.3.1.1. O candidato que no comprovar a escolaridade e os requisitos exigidos, nos termos do item 8.3.1, ser

    eliminado do Concurso Pblico. 8.4. Os candidatos aprovados e classificados, quando convocados, tm um prazo mximo de 30 (trinta) dias para assumir

    suas atividades. 8.4.1. Para efetivar sua contratao, o candidato dever apresentar a seguinte documentao:

    a. CTPS Carteira de Trabalho e Previdncia Social; b. Atestado do Exame Mdico Admissional (a ser realizado no dia da apresentao) c. 1 Foto 3x4 d. Cpia da Cdula de Identidade (RG) e. Cpia da Carteira de Habilitao f. Cpia do Carto de Identificao do Contribuinte (CPF) g. Cpia do Ttulo de Eleitor h. Cpia do Certificado de Alistamento Militar ou Reservista i. N do PIS/PASEP j. Comprovante de Residncia k. Cpia da Certido de Casamento (quando casado) l. Cpia das Certides de Nascimento dos filhos e dependentes (se aploicvel) m. Cpia do Carto da Criana dos filhos menores de 6 anos e Relao de dependentes identificados pelo

    nome, grau de parentesco e idade n. Certido de Quitao Eleitoral o. Certido de Antecedentes Criminais para fins empregatcios; p. Certido de Distribuio de Aes e Execues Cveis e Fiscais e de Execues Criminais q. Cpia da Carteira de Identidade Profissional do CRM-SC para o emprego de Mdico Fiscal.

    8.4.2. So caractersticas da relao de emprego com o CRM-SC: a. Os empregados do CRM-SC sero contratados pelo regime em vigor na data da contratao. b. Quando da publicao deste edital o Regime de Contratao vigente o regido pela Consolidao das

    Leis Trabalhistas CLT; 8.5. Ficam cientes os candidatos aprovados que podero, a bem do interesse do CRM-SC, serem deslocados para eventuais

    atividades em todo o estado de Santa Catarina, para prestao de servios pertinentes ao cargo, podendo, inclusive, pernoitar na cidade em que estiverem realizando suas atividades.

    9. DOS PEDIDOS DE REVISO E DOS RECURSOS 9.1. admitido pedido de reviso quanto:

    a. Ao no deferimento do pedido de iseno da taxa de inscrio;

  • EDIEDITAL 001/2018 Pgina 8

    b. Ao no deferimento de inscrio; c. Ao no deferimento de condies especiais de prova; d. Ao no deferimento do enquadramento para concorrer a vagas reservadas Pessoa com Deficincia PcD ou

    Pessoa Negra; e. formulao das questes e respectivos quesitos; f. opo considerada como certa na prova objetiva; g. avaliao das provas objetivas de Conhecimentos Gerais e de Conhecimentos Especficos e da prova

    discursiva redao; h. s classificaes finais do Concurso Pblico.

    9.2. Os pedidos de reviso relativos ao item 9.1.a devero ser interpostos das 9 (nove) horas de quinta-feira, 1 de maro de 2018 at as 18 (dezoito) horas de sexta-feira, 2 de maro de 2018.

    9.3. Os pedidos de reviso relativos ao item 9.1.b, 9.1.c e 9.1.d devero ser interpostos das 9 (nove) horas de quinta-feira, 5 de abril de 2018 at as 18 (dezoito) horas de sexta-feira, 6 de abril de 2018.

    9.4. O gabarito oficial das provas objetivas ser tornado disponvel no endereo eletrnico indicado no item 3.2.1, at as 10 (dez) horas de segunda-feira, 16 de abril de 2018; 9.4.1. As provas objetivas sero disponibilizadas no endereo eletrnico indicado no item 3.2.1, at as 10 (dez) horas

    de segunda-feira, 16 de abril de 2018, ali permanecendo at as 18 (dezoito) horas do segundo dia til subsequente.

    9.4.2. O candidato que desejar interpor pedido de reviso quanto formulao das questes e respectivos quesitos (item 9.1.e) ou quanto opo considerada como certa na prova objetiva (item 9.1.f) dever faz-lo a partir das 10 (dez) horas de segunda-feira, 16 de abril de 2018 at as 18 (dezoito) horas de quarta-feira, 18 de abril de 2018.

    9.5. As notas das provas objetivas e discursiva, para os que tiveram avaliada esta prova, sero disponibilizadas no endereo eletrnico indicado no item 3.2.1, at s 18 (dezoito) horas de quarta-feira, 23 de maio de 2018. 9.5.1. Os candidatos podero obter seu Boletim Individual de Desempenho, acessando o endereo eletrnico

    indicado no item 3.2.1, cone Resultados e informando seu CPF e data de nascimento, no formato solicitado. 9.5.2. Os pedidos de reviso relativos ao item 9.1.g (notas das provas) devero ser interpostos das 9 (nove) horas

    de quinta-feira, 24 de maio de 2018 as 18 (dezoito) horas de sexta-feira, 25 de maio de 2018. 9.6. As classificaes finais sero disponibilizadas no endereo eletrnico indicado no item 3.2.1, at s 18 (dezoito) horas

    de quarta-feira, 6 de junho de 2018. 9.6.1. Os pedidos de reviso relativos ao item 9.1.h (classificaes finais) devero ser interpostos das 9 (nove)

    horas de quinta-feira, 7 de junho de 2018 s 18 (dezoito) horas de sexta-feira, 8 de junho de 2018. 9.7. Os pedidos de reviso relativos ao item 9.1 sero respondidos nos seguintes prazos e formas:

    9.7.1. Se relativos ao no deferimento do pedido de iseno da taxa de inscrio, atravs de ato tornado disponvel o endereo eletrnico indicado no item 3.2.1, at s 18 horas de quarta-feira, 7 de maro de 2018.

    9.7.2. Se relativos ao no deferimento de inscrio, ao no deferimento ao pedido para condies especiais de prova e no deferimento do enquadramento para concorrer as vagas reservadas s pessoas portadoras de necessidades especiais, atravs de ato tornado disponvel o endereo eletrnico indicado no item 3.2.1, at as 18 horas de quarta-feira, 11 de abril de 2018.

    9.7.3. Se relativos formulao das questes e respectivos quesitos de prova e opo considerada como certa nas provas objetivas de forma conjunta para todos os candidatos em relao a cada uma das questes da Prova Objetiva de um mesmo cargo lotao, objeto de Pedido de Reviso, por ato disponibilizado no momento da divulgao das notas das provas.

    9.7.4. Se relativos s notas das provas, por ato disponibilizado no momento da divulgao das classificaes finais do Concurso Pblico.

    9.7.5. Se relativos s classificaes finais do Concurso Pblico por documento individual a cada candidato, encaminhado ao endereo eletrnico que constar de sua ficha de inscrio, at dez dias teis aps o encerramento do prazo de interposio dos pedidos de reviso.

    9.8. Somente sero apreciados os pedidos de reviso expressos em termos convenientes e que apontarem as razes e circunstncias que os justifiquem, interpostos no prazo estipulado para a fase a que se referem, bem como observarem rigorosamente o procedimento estabelecido neste Edital. 9.8.1. Os pedidos de reviso devero ser elaborados exclusivamente atravs de formulrio digital disponibilizado no

    cone Pedidos de Reviso do endereo eletrnico indicado no item 3.2.1, a partir da indicao do CPF e data de nascimento do candidato.

    9.8.2. Nos formulrios digitais no haver necessidade de qualificao do candidato ou de seu procurador, tendo em vista que cada formulrio estar vinculado diretamente ao registro do recorrente.

    9.8.3. Ao optar por pedido de reviso, o candidato dever proceder conforme orientao no referido formulrio. 9.8.3.1. No haver hiptese de preparao do pedido de reviso por outro meio seno aquele

    disponibilizado para tal na respectiva pgina, considerando-se deserto o pedido cujo preparo seja efetuado de outro modo.

    9.8.4. As razes do pedido e os respectivos requerimentos devero ser elaborados previamente em processador de texto de escolha do candidato; uma vez concludos (razes e requerimentos), estes devero ser trasladados do arquivo do processador de textos para a respectiva rea no formulrio digital.

  • EDIEDITAL 001/2018 Pgina 9

    9.8.4.1. As razes do pedido e os respectivos requerimentos devero ser desprovidos de qualquer identificao do

    recorrente, timbre de escritrio e/ou empresa, etc., permitindo-se assim a sua anlise sem a identificao do postulante.

    9.8.4.2. No permitida qualquer identificao no corpo das razes do pedido ou de seus respectivos requerimentos, sendo indeferidos sumariamente os que no atenderem a esta condio.

    9.8.4.3. O reconhecimento e a consequente considerao de marca distintiva como elemento de identificao do pedido de reviso est contido no poder discricionrio do julgador.

    9.8.5. Uma vez terminado o procedimento de formulao do pedido de reviso em seu formulrio eletrnico, dever o candidato, imprimi-lo e remet-lo, devidamente assinado, para CONCURSO CRM-SC EDITAL 001/2018 PEDIDO DE REVISO, A/C INSTITUTO IESES Rod. SC401, 8600 Conj. 6/6 Corporate Park Santo Antnio de Lisboa CEP 88050-001 Florianpolis (SC), por SEDEX-ECT, com postagem at o ltimo dia de cada um dos prazos de pedido de reviso.

    9.9. Os pedidos de reviso interpostos fora do respectivo prazo no sero conhecidos, sendo para tanto consideradas as datas de expedio do SEDEX-ECT.

    9.10. Pedidos de Reviso inconsistentes e/ou fora das especificaes estabelecidas neste edital sero preliminarmente indeferidos.

    9.11. A Banca Examinadora constitui ltima instncia para pedido de reviso, sendo soberana em suas decises, razo pela qual no cabero pedidos de reviso adicionais.

    9.12. O gabarito divulgado poder ser alterado, em funo dos pedidos de reviso interpostos, e as provas sero corrigidas de acordo com o gabarito oficial definitivo.

    9.13. Na ocorrncia do disposto nos itens 9.10 e 9.11 e/ou em caso de provimento de pedido de reviso, poder ocorrer a classificao ou desclassificao do candidato que obtiver, ou no, a nota mnima exigida para a prova.

    9.14. As decises dos pedidos de reviso sero levadas ao conhecimento dos candidatos por meio do site do concurso, no tendo carter didtico, e ficaro disponveis pelo prazo de 07 (sete) dias a contar da data da publicao do respectivo Edital ou Aviso.

    9.15. admitido recurso quanto: a. homologao dos resultados finais.

    9.16. Os recursos relativos aos itens 9.15.a. devero ser interpostos at o primeiro dia til aps a publicao e cincia do respectivo aviso ou ato. 9.16.1. Os recursos relativos aos itens 9.15.a. devero ser protocolados junto sede do Conselho Regional de Medicina

    do Estado de Santa Catarina, no horrio das 08 s 17 horas, com a meno expressa que se relacionam a este Edital.

    9.17. Somente sero apreciados os recursos expressos em termos convenientes e que apontarem as circunstncias que os justifiquem, bem como tiverem indicados o nmero deste Edital, o nome do candidato, seu nmero de sua inscrio e endereo para correspondncia.

    10. DO FORO JUDICIAL 10.1. O foro para dirimir qualquer questo relacionada com o Concurso Pblico de que trata este Edital o da Subseo

    Judiciria Federal de Santa Catarina (SC).

    11. DELEGAO DE COMPETNCIA 11.1. Fica delegada competncia ao IESES para:

    11.1.1. Divulgar o Concurso; 11.1.2. Receber as inscries e respectivos valores das inscries; 11.1.3. Deferir e indeferir as inscries, os pedidos de condies especiais de prova e os pedidos para concorrer a vaga

    reservada a pessoas com deficincia; 11.1.4. Elaborar, aplicar, julgar e avaliar as provas objetivas e discursivas; 11.1.5. Julgar os pedidos de reviso previstos no item 9.1 deste Edital; 11.1.6. Prestar informaes sobre o Concurso.

    12. DISPOSIES FINAIS 12.1. O Concurso Pblico ter validade de 01 (um) ano, a contar da data do ato de homologao do resultado para cada

    emprego, podendo ser prorrogado por igual perodo, a critrio do Conselho Regional de Medicina do Estado de Santa Catarina.

    12.2. A homologao do resultado deste Concurso Pblico ser efetuada por emprego ou agrupamentos destes, a critrio do Conselho Regional de Medicina do Estado de Santa Catarina.

    12.3. O extrato deste Edital (Aviso de Abertura) ser afixado no hall de entrada da Sede do Conselho Regional de Medicina do Estado de Santa Catarina e publicado em jornal de circulao estadual e no Dirio Oficial da Unio.

    12.4. O inteiro teor deste Edital ser disponibilizado o endereo eletrnico indicado no item 3.2.1 e afixado no quadro de avisos da Sede do Conselho Regional de medicina do Estado de Santa Catarina.

    12.5. O resultado final (Ato de Homologao do Concurso) ser publicado Dirio Oficial da Unio apenas dos candidatos aprovados no Concurso Pblico.

    12.6. Aps a homologao do resultado final do concurso, as demais etapas sero precedidas de convocaes e nomeaes por parte do CRM-SC, publicadas no site do CRM-SC.

    12.7. de inteira responsabilidade do candidato acompanhar as convocaes e os atos de nomeao disponibilizados no

  • EDIEDITAL 001/2018 Pgina 10

    site do CRM-SC aps homologao do Concurso Pblico.

    12.8. A convocao dos candidatos poder ocorrer por correio eletrnico e por carta com AR, no endereo indicado no ato da inscrio.

    12.9. A nomeao e posse dos candidatos aprovados no concurso dependero da disponibilidade oramentria e, especialmente, da observncia dos limites estabelecidos para despesas com pessoal, previstos pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

    12.10. Ser excludo do Concurso o candidato que fizer, em qualquer fase ou documento, declarao falsa ou inexata; 12.11. O candidato dever manter atualizado seu endereo. Em caso de alterao do endereo constante da "FICHA DE

    INSCRIO", o candidato dever encaminhar documento ao Conselho Regional de Medicina do Estado de Santa Catarina indicando seu emprego, nmero de inscrio e fazendo meno expressa que se relacione ao Concurso Pblico objeto deste Edital.

    12.12. A legislao com vigncia aps a data de publicao deste Edital, bem como as alteraes em dispositivos constitucionais, legais e normativos a ela posteriores no sero objeto de avaliao nas provas do Concurso.

    12.13. No sero fornecidos atestados, declaraes, certificados ou certides relativas habilitao, classificao ou nota de candidatos, valendo para tal fim o boletim de desempenho individual disponvel no endereo eletrnico do site do concurso, conforme item 3.2.1. deste Edital, e a publicao do Resultado Final e Homologao no Dirio Oficial da Unio.

    12.14. Ser excludo do Concurso, por Ato do IESES, o candidato que: 12.14.1. Tornar-se culpado de incorrees ou descortesias com qualquer membro da equipe encarregada da

    realizao das provas; 12.14.2. For surpreendido, durante a aplicao das provas, em comunicao com outro candidato, verbalmente, por

    escrito ou por qualquer outra forma; 12.14.3. For apanhado em flagrante, utilizando-se de qualquer meio, na tentativa de burlar a prova, ou for

    responsvel por falsa identificao pessoal; 12.14.4. Ausentar-se da sala de prova, sem o acompanhamento de fiscal; 12.14.5. Recusar-se a proceder a autenticao digital de documentos pertinentes ao Concurso.

    12.15. O Conselho Regional de Medicina do Estado de Santa Catarina e o IESES no se responsabilizam por eventuais prejuzos ao candidato decorrentes de:

    a. Endereo eletrnico errado ou no atualizado; b. Endereo residencial errado ou no atualizado; c. Endereo de difcil acesso; d. Correspondncia devolvida pela ECT por razes diversas, decorrente de informao errnea de

    endereo por parte do candidato; e. Correspondncia recebida por terceiros.

    12.16. Os itens deste Edital podero sofrer eventuais alteraes, atualizaes ou acrscimos enquanto no consumada a providncia ou evento que lhes disser respeito, at a data da convocao dos candidatos para as Provas correspondentes, circunstncia que ser mencionada em Edital ou aviso a ser publicado.

    12.17. As despesas relativas participao do candidato no Concurso e sua apresentao para contratao correro s expensas do prprio candidato.

    12.18. O Conselho Regional de Medicina do Estado de Santa Catarina e o IESES no se responsabilizam por quaisquer cursos, textos, apostilas e outras publicaes referentes a este Concurso.

    12.19. O no atendimento pelo candidato das condies estabelecidas neste Edital, a qualquer tempo, implicar sua eliminao do Concurso Pblico.

    12.20. Os casos no previstos, no que tange realizao deste Concurso Pblico, sero resolvidos, conjuntamente, pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de Santa Catarina e pelo IESES.

    Florianpolis (SC), 01 de fevereiro de 2018.

    Dr. Nelson Grisard Presidente do CRM-SC

  • EDIEDITAL 001/2018 Pgina 11

    ANEXO I CDIGOS, EMPREGOS, VAGAS E SALRIOS 1. NVEL SUPERIOR

    CDIGO EMPREGO LOTAO VAGAS SALRIO BASE (1) JORNADA SEMANAL

    1016 MDICO FISCAL FLORIANPOLIS 1 R$ 13.501,42 40 h

    1020 SECRETRIA EXECUTIVA FLORIANPOLIS 1 R$ 3.408,89 40 h

    2. NVEL MDIO

    CDIGO EMPREGO LOTAO VAGAS SALRIO BASE (1) JORNADA SEMANAL

    2018 ASSISTENTE ADMINISTRATIVO FLORIANPOLIS 4 R$ 2.169,23 40 h

    2021 ASSISTENTE ADMINISTRATIVO TUBARO 1 R$ 1.084,61 20 h

    2035 TCNICO EM INFORMTICA FLORIANPOLIS 1 R$ 2.537,70 40 h

    (1) Valores definidos pelo Plano de Cargos e Salrios PCS, vigentes no CRM-SC. O CREMESC fornece mensalmente, a ttulo de auxlio alimentao, na forma de pecnia, o valor de R$ 1.008,00 ( Um mil, e oito reais ). O CRM-SC fornece mensalmente vale transporte, com nus para o funcionrio do percentual de 6% (seis por cento) do salrio base. Alm do salrio base especificado, o CRM-SC mantm o patrocnio de Plano de Assistncia Mdica e Hospitalar, cabendo ao empregado o pagamento de percentuais.

  • EDIEDITAL 001/2018 Pgina 12

    ANEXO II CDIGOS, EMPREGOS, ESCOLARIDADE E DEMAIS REQUISITOS. 1. NVEL SUPERIOR

    CD EMPREGOS LOTAO ESCOLARIDADE REQUISITOS

    1016 MDICO FISCAL FLORIANPOLIS BACHARELADO EM MEDICINA REGISTRO NO CONSELHO DE CLASSE CNH B

    2 ANOS DE EXPERINCIA EM ATIVIDADE AFIM DE CARGO

    1020 SECRETRIA EXECUTVA FLORIANPOLIS BACHARELADO EM SECRETARIADO EXECUTIVO 2 ANOS DE EXPERINCIA EM FUNO CORRESPONDENTE AO

    CARGO

    2. NVEL MDIO

    CDIGO

    EMPREGOS LOTAO ESCOLARIDADE REQUISITOS

    2018 ASSISTENTE ADMINISTRATIVO

    FLORIANPOLIS ENSINO MDIO COMPLETO

    EXPERINCIA MNIMA DE 2 ANOS EM FUNO CORRESPONDENTE AO CARGO

    2021 ASSISTENTE ADMINISTRATIVO

    TUBARO ENSINO MDIO COMPLETO

    EXPERINCIA MNIMA DE 2 ANOS EM FUNO CORRESPONDENTE AO CARGO

    2035 TCNICO EM INFORMTICA FLORIANPOLIS ENSINO MDIO COMPLETO

    EXPERINCIA MNIMA DE 2 ANOS EM FUNO CORRESPONDENTE AO CARGO

  • EDIEDITAL 001/2018 Pgina 13

    ANEXO III ATRIBUIES DOS EMPREGOS

    1. Nvel Superior MDICO FISCAL

    Colaborar com o aperfeioamento da fiscalizao da profisso de mdico; Assistir na avaliao dos sistemas administrativo-operacionais implantados e em funcionamento, verificando as possveis

    mudanas, visando alcanar maior eficcia com menores custos operacionais;

    Participar ativamente de reunies para a elaborao de resolues reguladoras e/ou fiscalizadoras do exerccio da profisso de mdico;

    Preparar relatrio anual das atividades relativas ao exerccio de fiscalizao do CREMESC; Prestar assistncia aos diretores de instituies de sade sob o registro de empresas; Requisitar cpias de processos em trmite no CREMESC, quando necessrio; Instruir processos de fiscalizao, analisando os documentos necessrios; Manter contatos e aes conjuntas com outros rgos pblicos, visando a fiscalizao da profisso mdica; Supervisionar e orientar a execuo das atividades do mdico, inspecionando periodicamente a qualidade dos servios

    prestados, visando detectar e corrigir anormalidades ou solucionar problemas;

    Colaborar na elaborao de normas, regulamentos e procedimentos internos relacionados fiscalizao da profisso do mdico, quando solicitado;

    Prestar assistncia ao processo de implantao e manuteno do plano de fiscalizao, buscando informaes e feedback que possibilitem avaliao de programas e procedimentos implantados;

    Controlar as ocorrncias relacionadas com a fiscalizao, digitando dados, para elaborao de relatrios com estatsticas de produo;

    Participar da elaborao e redao de procedimentos relacionados com a fiscalizao; Ministrar treinamentos internos relacionados com a fiscalizao da profisso, quando necessrio; Elaborar instrues de fiscalizao, quando necessrio; Participar de comisses internas, visando a definir prioridades para o plano de implantao de sistema de fiscalizao, bem

    como para encontrar solues para aumento de produtividade, melhoria de qualidade, mudanas de processos e reduo de custos;

    Participar de reunies peridicas para avaliao dos ndices estatsticos e/ou registros a serem apresentados pelo departamento de fiscalizao, visando o acompanhamento dos procedimentos estabelecidos;

    Identificar a necessidade de treinamento considerando as aes realizadas e o desejvel para o CREMESC; Participar de comisses quando designado; Dirigir veculos do CREMESC, quando necessrio e no exerccio de suas atribuies, desde que devidamente habilitado para tal; Executar outras atividades correlatas. SECRETRIA EXECUTIVA

    Apoio administrativo ao Corpo de Conselheiros, Diretoria, Presidncia, gerencias e demais setores. Organizao de reunies, eventos, palestras e viagens.

    Agendar e controlar as atividades desenvolvidas pelos Conselheiros, Diretoria, Comisses e outros. Controle de correspondncias e documentos. Redigir e digitar cartas, ofcios, relatrios, pareceres e outros documentos especficos do setor. Digitar documentos com base em material previamente recebido da Presidncia. Experincia na elaborao de planilhas e relatrios. Experincia em informtica: Windows (Word, Excel, Power Point e Acess) e internet (explorer, Netscape e webmails). Executar tarefas que exijam um maior conhecimento da Instituio por designao da Diretoria, Coordenao, Conselhos e

    Gerncias.

    Expedir correspondncias, adotando os procedimentos necessrios para a postagem. Atualizar os dados no sistema de mala direta e no cadastro geral. Outras atividades correlatas. 2. Nvel Mdio ASSISTENTE ADMINISTRATIVO

    Realizar atividades burocrticas de abrir e manter processos, cadastrando-os para posterior anlise; Controlar e acompanhar a tramitao regular de sindicncias e processos; Atualizar o banco de dados dos registros realizados no CREMESC, visando o seu adequado controle; Colaborar na elaborao de normas, regulamentos e procedimentos internos relacionados aos servios do CREMESC; Elaborar relatrios relacionados s aes de fiscalizao/administrativos; Manter controle dos registros; Participar de comisses quando designado; Participar de reunies peridicas para avaliao dos ndices estatsticos e/ou registros a serem apresentados, visando o

    acompanhamento dos procedimentos estabelecidos;

  • EDIEDITAL 001/2018 Pgina 14

    Atender, com eficincia e urbanidade, ao pblico em geral, no balco de atendimento/recepo ou por telefone. Conferir e rever textos digitados. Cuidar e preparar a tramitao de processos administrativos. Digitar correspondncias e documentos que lhe forem passados pela chefia imediata. Fazer ligaes telefnicas. Levantar situaes (profissionais) processuais, quando os processos (de qualquer natureza) estiverem em trmite no Conselho. Manter o local de arquivo em ordem, de forma a facilitar as consultas. Operar equipamentos de digitalizao ou fax para transmisso de mensagens e manuteno de documentos. Separar, ordenar e arquivar os documentos, por tipo e origem, utilizando-se de pastas ou caixas apropriadas, observando as

    regras e procedimentos estabelecidos.

    Solicitar e manter controle do consumo de material de escritrio. Preparar relatrios; Controlar o envio de cobranas amigveis; Responder e-mails; Fazer identificao de depsitos bancrios. Analisar correspondncias recebidas, examinando o seu contedo, efetuando a triagem de acordo com as prioridades e

    registrando em livro apropriado, os dados necessrios a sua tramitao;

    Redigir correspondncias e elaborar documentos com a finalidade de obter e/ou prestar informaes; Coletar dados para a elaborao de documentos e relatrios das diversas atividades do CREMESC; Organizar arquivo de documentos, cartas, ofcios, memorandos, entre outros utilizados na rea de atuao; Levantar situaes profissionais de qualquer natureza quando constar de processos em trmite no CREMESC; Preparar materiais necessrios a reunies, exposies, seminrios e outros eventos providenciando transporte e acomodaes

    quando necessrio, a fim de fornecer o devido apoio s referidas atividades;

    Organizar processos, verificando os documentos necessrios sua composio e efetuando o registro; Organizar procedimentos para a realizao de reunies e sesses plenrias, prestando apoio tcnico-administrativo necessrio

    realizao;

    Organizar processo licitatrio com base em diretrizes superiores, para aquisio de materiais, equipamentos e servios; Elaborar minutas de editais de licitao, contratos, termos aditivos, ordens de fornecimento, ordens de servio e outros termos

    correlatos;

    Participar de reunies com fornecedores; Realizar pesquisa de preos junto a fornecedores; Registrar e acompanhar contratos e/ou outros termos correlatos firmados pelo CREMESC no perodo de sua vigncia. Atender aos fornecedores para realizar pagamentos de servios prestados ao CREMESC; Preparar pagamento de dirias e outros itens necessrios ao atendimento de viagem; Executar tarefas de pagamentos, recebimentos e cobranas, clculos de multas e juros e outros; Classificar documentos a serem contabilizados, verificando a: exatido das informaes, procedncia, natureza e identificando o

    nmero da conta onde devem ser lanados, a fim de possibilitar seus registros;

    Conferir saldo de contas, confrontando-as com o saldo do razo geral e recalculando em caso de divergncias; Revisar contas contbeis e balancetes, verificando e comparando os dados com a documentao originria e analisando a

    classificao contbil, a fim de promover reconciliao de saldos entre os controles contbeis sinttico e analtico;

    Executar servios relacionados autorizao e/ou solicitao de pagamentos e de recebimentos de materiais/prestao de servios, de acordo com a documentao apresentada;

    Elaborar demonstraes contbeis mensais e de encerramento de exerccio; Calcular impostos em geral; Acompanhar a execuo de contratos e convnios sujeitos ao controle contbil e financeiro, examinando processos de

    pagamento, conferindo seus valores, clusulas contratuais, cronogramas de desembolso, emitindo comprovantes e contas para liberao de garantia e correo;

    Elaborar relatrios sobre as atividades contbeis e lanamentos financeiros do CREMESC fornecendo-os aos rgos competentes;

    Participar da implantao de servios e da elaborao de normas contbeis; e Executar outras atividades correlatas.

    TCNICO EM INFORMTICA

    Operar equipamentos de informtica, carregando-os com os programas adequados e digitando os dados pertinentes, objetivando a formatao dos dados e facilitar trabalhos subsequentes.

    Efetuar pequenos reparos e a manuteno preventiva e corretiva dos equipamentos de sua rea de atuao. Efetuar pesquisas sobre mtodos e tcnicas de trabalho existentes, consultando bibliografias tcnicas e trocando informaes,

    visando maior eficincia na implantao e manuteno dos programas.

    Orientar e/ou instruir a utilizao de equipamentos de informtica, softwares entre outros. Ministrar programas de treinamentos aos usurios da organizao, com base em solicitaes, verificando suas necessidades,

    seguindo metodologia preestabelecida.

  • EDIEDITAL 001/2018 Pgina 15

    Providenciar a correo das informaes gravadas, interpretando erros e/ou tomando medias necessrias para sua correo, a

    fim de possibilitar trabalhos subsequentes;

    Verificar e avaliar as causas de interrupo no processamento de dados, informando as deficincias apresentadas nos dados, programas, sistema operacional e ou nos equipamentos de processamento.

    Conferir a exatido dos trabalhos processados, aplicando frmulas especficas, indicando, anotando as anormalidades, providenciando medidas para correo.

    Acompanhar o desempenho do sistema de rede de computadores da organizao, solucionando distores e propondo alteraes para melhorar o atendimento aos usurios.

    Efetuar a instalao e manuteno de programas para atender as solicitaes dos usurios. Realizar as rotinas de backup dos sistemas operacionais em geral, bem como a segurana interna do setor. Realizar a instalao e atualizao de aplicativos e sistemas, quando necessrio. Preparar as estaes de trabalho para instalar e configurar os programas necessrios para execuo dos aplicativos e sistemas. executar outras atividades correlatas. ANEXO IV PROVAS E PROGRAMAS

    Em todas as provas, quando da citao de legislao, devem ser consideradas as alteraes da legislao publicadas at 31 de

    dezembro de 2017.

    1. Nvel Superior PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS A Prova de Conhecimentos Gerais ser comum aos empregos de nvel superior e ter 20 (vinte) questes, como segue: Lngua Portuguesa 10 (dez) questes Ortografia. Acentuao. Flexo nominal e verbal. Classes de palavras. Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocao. Tempos e modos verbais. Vozes do verbo. Concordncia nominal e verbal. Regncia nominal e verbal. Crase. Pontuao. Significao das palavras. Homnimos e parnimos. Emprego de maisculas e minsculas. Redao. Compreenso e interpretao de texto. Matemtica e Raciocnio Lgico 05 (cinco) questes Estruturas lgicas. Lgica de argumentao: analogias, inferncias, dedues e concluses. Lgica sentencial (ou proposicional): proposies simples e compostas; tabelas-verdade; equivalncias; leis de De Morgan; diagramas lgicos. Princpios de contagem e probabilidade. Operaes com conjuntos. Raciocnio lgico envolvendo problemas aritmticos, geomtricos e matriciais. Operaes com nmeros: naturais, inteiros e racionais; razo e proporo; diviso proporcional; porcentagem; regra de trs; juros simples. Noes de Informtica 05 (cinco) questes Conceitos bsicos. Software e hardware. Noes do ambiente Windows. Editor de texto Word. Planilha de clculo Excel. Criao e operao com arquivo PDF. Conceitos de Internet e Intranet. Internet Explorer. Correio eletrnico. Cpias de segurana (backup). Conceitos e organizao de arquivos (pastas/diretrios). Tipos de arquivos. Noes bsicas de armazenamento de dados. Assinatura eletrnica. PROVAS DE CONHECIMENTO ESPECFICO A Prova de Conhecimentos Especficos ser especfica a cada um dos empregos de nvel superior e ter 20 (vinte) questes como segue: Parte Comum a todos os empregos: Legislao Especfica do CFM/CREMESC 6 (seis) questes Lei 3.268, de 30/09/1957. Decreto-Lei 44.045, de 25/07/58. Lei 11.000, de 15/12/2004. Parte especfica para cada um dos os empregos: MDICO FISCAL Noes de Direito - 6 (seis) questes comuns aos empregos de nvel superior Noes de Direito Administrativo: Administrao Direta e Indireta, Autarquias, Conselhos Profissionais. Procedimento e Processo Administrativo. Atos Administrativos: conceito; requisitos; atributos; classificao; espcies; invalidao. Noes de Normas, Legislao e Regulamentos da Profisso Mdica - 14 (quatorze) questes Lei 3.268, de 30/09/1957. Decreto-Lei 44.045, de 25/07/58. Lei 11.000, de 15/12/2004. Cdigo de tica Mdica Resoluo CFM 1931/2009 alterada pela CFM 1997/2012. Resoluo CFM 1.651/2002. Resoluo CFM 1974/2011. Resoluo CFM 1980/2011. Resoluo CFM 2056/2013. Resoluo CFM 2073/2014. Resoluo CFM 2153/2016. Resoluo CFM 2057/2013. Resoluo CFM 2165/2017. Resoluo CFM 2062/2013. Resoluo CFM 2120/2015. Resoluo CFM 2007/2013. Resoluo CFM 2114/2014. Resoluo CFM 2127/2015. Resoluo CFM 2021/2013. Resoluo CFM 2012/2013. Resoluo CFM 2110/2014. Resoluo CFM 2079/2014. Resoluo CFM 2077/2014. Resoluo CFM 2147/2016. Resoluo CFM 2149/2016. Resoluo CFM 2162/2017. Resoluo CRM-SC 117/2008. SECRETRIA EXECUTIVA Noes de Direito - 6 (seis) questes comuns aos empregos de nvel superior Noes de Direito Administrativo: Administrao Direta e Indireta, Autarquias, Conselhos Profissionais. Procedimento e Processo Administrativo. Atos Administrativos: conceito; requisitos; atributos; classificao; espcies; invalidao.

  • EDIEDITAL 001/2018 Pgina 16

    Secretariado - 14 (quatorze) questes Redao Oficial. Manual de redao da Presidncia da Repblica. Comunicaes oficiais. Arquivologia. Classificaes de Documentos Oficiais. Lei Federal n 7.377, de 30.09.1985 e Lei Federal n 9.261, de 10.01.1996. tica na atuao do Secretrio Executivo. Liderana, poder e conflitos na organizao. 2. Nvel Mdio PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS A Prova de Conhecimentos Gerais ser comum aos empregos de nvel mdio e ter 20 (vinte questes) como segue: Lngua Portuguesa 10 (dez) questes Ortografia. Acentuao. Flexo nominal e verbal. Classes de palavras. Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocao. Tempos e modos verbais. Vozes do verbo. Concordncia nominal e verbal. Regncia nominal e verbal. Crase. Pontuao. Significao das palavras. Homnimos e parnimos. Emprego de maisculas e minsculas. Redao. Compreenso e interpretao de texto. Matemtica e Raciocnio Lgico 05 (cinco) questes Resoluo de exerccios ou situaes problema envolvendo, individual ou conjuntamente: conjuntos; operaes com nmeros naturais, inteiros e racionais; razo e proporo; diviso proporcional; porcentagem; regra de trs; juros simples e compostos; equaes e inequaes; permetro, rea e volume das principais figuras geomtricas; pesos e medidas; sistema mtrico decimal; noes bsicas de lgica. Legislao Especfica do CFM/CRM-SC 5 (cinco) questes Lei 3.268, de 30/09/1957. Decreto-Lei 44.045, de 25/07/58. Lei 11.000, de 15/12/2004.

    PROVAS DE CONHECIMENTO ESPECFICO A Prova de Conhecimentos Especficos ser especfica a cada um dos empregos de nvel mdio e ter 20 (vinte) como segue:

    Parte especfica para cada um dos empregos: ASSISTENTE ADMINISTRATIVO Noes de Informtica 06 (seis) questes Conceitos bsicos. Software e hardware. Noes do ambiente Windows. Editor de texto Word. Planilha de clculo Excel. Criao e operao com arquivo PDF. Conceitos de Internet e Intranet. Internet Explorer. Correio eletrnico. Cpias de segurana (backup). Conceitos e organizao de arquivos (pastas/diretrios). Tipos de arquivos. Noes bsicas de armazenamento de dados. Assinatura eletrnica. Noes de Administrao 14 (quatorze) questes Noes de Administrao: conceitos bsicos; tipos de organizao; estruturas organizacionais; departamentalizao; organogramas e fluxogramas. Noes de Funes administrativas: planejamento, organizao, direo e controle. Noes de Relaes Humanas e Relaes interpessoais. Noes de Administrao Financeira, Administrao de Pessoas e Administrao de Materiais. tica e Responsabilidade Social. Noes de Procedimentos Administrativos e Manuais Administrativos. Noes de Organizao e Mtodos. Noes de atendimento a clientes e atendimento ao telefone. Comunicao. Redao e Correspondncias Oficiais: qualidades de linguagem, formas de tratamento (pronomes, empregos e abreviaturas) e documentos (ata, ofcio, edital, memorando, requerimento e relatrio). Servio de protocolo e arquivo: tipos de arquivo; acessrios do arquivo; fases do arquivamento: tcnicas, sistemas e mtodos. Protocolo: recepo, classificao, registro e distribuio de documentos. Expedio de correspondncia: registro e encaminhamento. Noes da Lei de licitaes (8.666/93) e Prego Presencial e Eletrnico (10.520/02). Estrutura da Administrao Pblica: natureza jurdica, conceito e rol de pessoas jurdicas de direito pblico e privado, caractersticas e posio no ordenamento jurdico da Administrao Direta e Indireta. Conceito e forma de efetivao da centralizao, descentralizao, concentrao e desconcentrao da Administrao Pblica. Princpios Administrativos: Conceito, base legal e aplicao dos princpios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficincia.

    TCNICO EM INFORMTICA Computao 20 (vinte) questes Fundamentos de computao. Organizao e arquitetura de computadores. Componentes de um computador (hardware e software). Conceitos da arquitetura cliente-servidor. Sistemas operacionais; funcionamento e configurao do Windows, Windows Server, Noes de Linux, Android e IOS. Redes de computadores; princpios e fundamentos de comunicao de dados; principais meios de transmisso de dados; noes sobre operao e manuteno de redes. Estaes e servidores. Hardware; histrico, arquitetura e funcionamento dos microcomputadores; mapeamento de memria e I/O, placas-me e chipsets, tipos de memria, memria RAM (esttica e dinmica), barramentos ISA, EISA, MCA, PCI, PCMCIA, AGP, USB e FireWire, discos rgidos (SCSI e IDE), interfaces e monitores de vdeo; dispositivos de entrada e sada; instalao, configurao e utilizao de perifricos (scanner, kit multimdia, Blu-ray) e de modems/routers; instalao, montagem, configurao e manuteno de microcomputadores, monitores e impressoras (matriciais, jato de tinta e laser). Segurana; senhas, criptografia, backup e arquivamento, vrus e programas de proteo e remoo. Microsoft Word. Microsoft Excel. Internet Explorer. Outlook. Intranet e Internet (web e correio eletrnico).

  • EDIEDITAL 001/2018 Pgina 17

    ANEXO VI DECLARAO DE HIPOSSUFICINCIA FINANCEIRA

    DECLARAO DE HIPOSSUFICINCIA FINANCEIRA

    INFORMAES DO CANDIDATO Nome: _______________________________________________________________________________________________ RG: ____________________________ CPF:__________________________________________________________________ Endereo completo: ____________________________________________________________________________________ CEP: ____________________________ Cidade: _______________ Estado: ________________________________________ Cargo a que Concorre __________________________________________________________________________________ E-mail (endereo para correio eletrnico): __________________________________________________________________ Composio Familiar Devem ser informados os dados de todas as pessoas que residem no mesmo endereo que o candidato: (obrigatoriamente esposa e filhos dependentes do Imposto de Renda)

    Nome CPF Parentesco Salrio / Renda mensal

    Declaro, sob as penas da lei e para efeito de concesso de iseno de pagamento de taxa de inscrio no Concurso Edital 001/2018, do Conselho Regional de Medicina do Estado de Santa Catarina - CRM-SC, que atendo s condies e aos requisitos estabelecidos no referido Edital. _______________________, _________/__________/2018. (Local) (data) ____________________________________________ (Assinatura) Observaes: 1. Juntar cpia do boleto bancrio. 2. Leia com ateno o item 3.3 e seus subitens, no deixe de atender a estes dispositivos.

  • EDIEDITAL 001/2018 Pgina 18

    ANEXO VII MODELO / FORMULRIO PARA REQUERER CONDIO ESPECIAL DE PROVA

    INFORMAES DO CANDIDATO Nome: _______________________________________________________________________________________________ RG: ____________________________ CPF:__________________________________________________________________ Endereo completo: ____________________________________________________________________________________ CEP: ____________________________ Cidade: _______________ Estado: ________________________________________ Cargo a que Concorre __________________________________________________________________________________ E-mail (endereo para correio eletrnico): __________________________________________________________________ O candidato acima qualificado, candidato do Concurso Pblico para provimento de empregos no Edital 001/2018, do Conselho Regional de Medicina do Estado de Santa Catarina - CRM-SC, vem requerer condio especial para realizao das provas, conforme o respectivo item abaixo que assinala: [ ] Condio Fsica Sala de fcil acesso (rampa ou elevador) [ ] Condio Fsica Carteira de fcil acesso e/ou com maior espao ao seu redor [ ] Condio de Lactante Sala especial para amamentao [ ] Condio Visual Prova ampliada (fonte 20) [ ] Condio Visual Prova em braile [ ] Tempo Adicional, apresentando a respectiva justificativa de especialista na rea de deficincia [ ] Outro (especifique nos termos do item 3.14.5 do Edital, a deciso dos requerimentos previstos no item 3.14 caber ao

    IESES, dentro da razoabilidade e disponibilidade): ___________________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________________

    _______________________, _________/__________/2018. (Local) (data) ____________________________________________ (Assinatura) Observaes: 1. Juntar cpia do boleto bancrio, seu pagamento ou indicao de iseno. 2. Leia com ateno o item 3.14 e seus subitens, no deixe de atender a estes dispositivos. 3. Este pedido deve ser utilizado pelos candidatos que necessitem condies especiais de prova, quer sejam pessoas com

    deficincia ou no. 4. Este requerimento no tem qualquer relao com o requerimento destinado a concorrer a vagas reservadas a Pessoas

    com Deficincia.

  • EDIEDITAL 001/2018 Pgina 19

    ANEXO VIII MODELO / FORMULRIO PARA REQUERIMENTO DE PESSOA COM DEFICINCIA,

    PARA CONCORRER AS VAGAS RESERVADAS

    INFORMAES DO CANDIDATO Nome: _______________________________________________________________________________________________ RG: ____________________________ CPF:__________________________________________________________________ Endereo completo: ____________________________________________________________________________________ CEP: ____________________________ Cidade: _______________ Estado: ________________________________________ Cargo a que Concorre __________________________________________________________________________________ E-mail (endereo para correio eletrnico): __________________________________________________________________ O candidato acima qualificado, candidato do Concurso Pblico para provimento de vagas conforme Edital n 001/2018, do Conselho Regional de Medicina do Estado de Santa Catarina - CRM-SC, vem requerer sua inscrio para concorrer a vagas reservadas a Pessoa com Deficincia PcD, anexando: 1. Cpia do boleto bancrio; 2. Atestado mdico emitido expedido no prazo mximo de 90 (noventa) dias antes do trmino das inscries, no qual

    estejam atestados a espcie e o grau ou nvel de deficincia, com expressa referncia ao cdigo correspondente da Classificao Internacional de Doena CID, bem como a provvel causa da deficincia.

    3. obrigatria a indicao do CRM do mdico. _______________________, _________/__________/2018. (Local) (data) ____________________________________________ (Assinatura) Observaes: 1. Leia com ateno o item 7 e seus subitens, no deixe de atender a estes dispositivos. 2. Este requerimento no tem qualquer relao com o requerimento destinado a solicitar condies especiais de prova.

  • EDIEDITAL 001/2018 Pgina 20

    ANEXO IX MODELO / FORMULRIO PARA REQUERIMENTO DE NEGROS PARA CONCORRER AS VAGAS RESERVADAS

    INFORMAES DO CANDIDATO Nome: _______________________________________________________________________________________________ RG: ____________________________ CPF:__________________________________________________________________ Endereo completo: ____________________________________________________________________________________ CEP: ____________________________ Cidade: _______________ Estado: ________________________________________ Cargo a que Concorre __________________________________________________________________________________ E-mail (endereo para correio eletrnico): __________________________________________________________________ O candidato acima qualificado, candidato do Concurso Pblico para provimento de vagas conforme Edital n 001/2018, do Conselho Regional de Medicina do Estado de Santa Catarina - CRM-SC, vem requerer sua inscrio para concorrer a vagas reservadas a Negros, anexando:

    1. Cpia do Boleto bancrio impresso; 2. Auto declarao do candidato de ser preto ou pardo, nos termos do artigo 2 da Lei Federal n 12.990, de 09 de

    junho de 2014. _______________________, _________/__________/2018. (Local) (data) ____________________________________________ (Assinatura) Observaes: 1. Leia com ateno o item 7 e seus subitens, no deixe de atender a estes

    dispositivos.

    FOTO 5 X 7

Recommended

View more >