Concurso conselho regional de contabilidade do amapa 2013

Download Concurso conselho regional de contabilidade do amapa 2013

Post on 01-Jul-2015

472 views

Category:

Documents

3 download

TRANSCRIPT

  • 1. ___________________________________________________________________________O PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO AMAP, no uso de suas atribuies legais, TORNAPBLICA a realizao do CONCURSO PBLICO, destinado a selecionar candidatos para provimento das vagas existentes noQuadro de Pessoal dessa Autarquia Federal e para formao de cadastro reserva, sendo realizado sob a responsabilidade daCONED- Consultoria e Assessoria Educacional S/C Ltda, com a participao da Comisso de Concurso do CRC/AP, conforme asnormas e condies estabelecidas neste Edital e a seguir especificadas:I DAS DISPOSIES PRELIMINARES1.1. A seleo para os cargos de que trata este edital consistir de exames de habilidades e conhecimentos, mediante aplicaode provas objetivas, de carter eliminatrio e classificatrio, para todos os cargos.1.2. O Concurso Pblico destina-se a selecionar candidatos para preenchimento de cargos vagos e para manter cadastro reservapara os que vierem a vagar ou forem eventualmente criados durante o prazo de validade do certame.II - DOS CARGOSOs cargos ofertados, os pr-requisitos exigidos, o salrio inicial, o valor da taxa de inscrio, o nmero de vagas, a sntese dasatividades e a carga horria semanal de trabalho so identificados a seguir: PR- REQUISITOS REMUNERAO N DE VAGASCARGO( a serem comprovados no ato daINICIALTAXA DE CADASTROcontratao)(R$)INSCRIO IMEDIATAS RESERVA TOTAL 678,00 + 246,00 em Servios GeraisEnsino Fundamental Completo vale alimentao R$ 50,000115 16 Assistente900,00 + 246,00 em Administrativo Ensino Mdio Completo vale alimentao R$ 60,000110 11 Graduao em Cincias Contbeis, Contador FiscalC.N.H. B, disponibilidade para 1.350,00 + 246,00 emR$ 75,000110 11 viagens e registro no CRC vale alimentao2.1. BENEFCIOS E VANTAGENS OFERECIDAS PEL0 CRC/AP: Vale alimentao no valor de R$ 246,00, Vale Transporte e Plano de Sade, custeado em 70% do seu valor.2.2. CARGO: SERVIOS GERAIS2.2.1. Carga horria semanal de trabalho: 40 horas2.2.2.Sntese das Atividades: Atividades relacionadas a servios de copa/cozinha e servios gerais de limpeza nas dependncias da Sede; zelar pelo atendimento corts aos setores e ao pblico em geral, bem como servir perante as reunies e cursos; executar demais atividades inerentes ao cargo.2.3. CARGO: ASSISTENTE ADMINISTRATIVO2.3.1. Carga horria semanal de trabalho: 40 horas2.3.2.Sntese das Atividades: Realizar atividades administrativas, prestar atendimento ao pblico, efetivar ligaes telefnicas; atender as solicitaes dos diversos setores; operacionalizar os sistemas informatizados; participar de reunies e fornecer suporte necessrio; elaborar atas, ofcios e demais correspondncias; executar outras atividades inerentes ao cargo.2.4. CARGO: CONTADOR FISCAL2.4.1. Carga horria semanal de trabalho: 40 horas2.4.2. Sntese das atividades: Fiscalizao do exerccio da profisso contbil e do cumprimento dos postulados ticos da profisso; fiscalizao de empresas ou instituies que atuam na rea contbil e orientao aos profissionais e dirigentes de empresas ou instituies; lavratura de termos ou notificaes e realizaes de diligncias com vistas ao seu cumprimento; anlise de processos de registro de pessoas jurdicas e requerimento para expedio de Certides de Responsabilidade Tcnica; verificao e apurao de denncias; dirigir veculos do CRC/AP, quando no exerccio de suas funes; realizar outras atividades inerentes ao cargo.III - DOS REQUISITOS PARA CONTRATAO3.1. So requisitos indispensveis para contratao dos candidatos aprovados: 1- Ser brasileiro nato ou naturalizado ou, ainda, nocaso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo pargrafo primeiro do Art. 12 da Constituinte Federal de 1988; 2-Apresentar documentao comprobatria da escolaridade e dos pr-requisitos exigidos para o cargo, que se encontramespecificadas no item II deste Edital; 3- Ser considerado apto para o exerccio da funo referente ao cargo, atravs do examemdico, pelo qual sero avaliadas as condies fsicas e mentais do candidato, procedido por determinao do CRC/AP; 4-Comprovao da idade mnima (18 anos); 5- Comprovao de estar quite com o servio militar e com as obrigaes eleitorais; 6-No ter sofrido, no exerccio de funo pblica, penalidade incompatvel com a contratao em cargo/emprego pblico.3.2 No ato da admisso apresentar os seguintes documentos, em original e cpia: Carteira de Trabalho e Previdncia Social;Carteira de Identidade; Ttulo de eleitor e comprovante de votao na ltima eleio; PIS/PASEP; CPF; Certificado de reservistapara os candidatos do sexo masculino; Certido de regularidade profissional do seu conselho de classe ( se aplicvel).3.3. O diploma ou certificado, devidamente registrado, comprovante de concluso de curso, dever ser fornecido por Instituiode ensino devidamente reconhecida pelo rgo competente, nos termos da legislao vigente.3.4. O documento relacionado a curso realizado no exterior somente ser considerado quando devidamente reconhecido porinstituio educacional brasileira, na forma da lei, e dever vir acompanhado pela correspondente traduo efetuada portradutor juramentado.1

2. ___________________________________________________________________________IV- DAS INSCRIES4.1. A inscrio no presente Concurso Pblico implica no conhecimento e tcita aceitao das condies estabelecidas nesteEdital, das quais o candidato no poder alegar desconhecimento, sob hiptese nenhuma.4.2. Para efetivar sua inscrio, o candidato dever:a) Solicitar a inscrio, preenchendo corretamente o formulrio eletrnico disponibilizado no site www.coned.com.br, noperodo compreendido entre 10 horas de 25 (vinte e cinco) de fevereiro e 18 horas de 21 (vinte e um) de maro de 2013, eenviando-o atravs da internet . A seguir, dever imprimir o boleto de pagamento bancrio com cdigo e barras;b) Realizar o pagamento, em qualquer agncia bancria ou correspondentes bancrios (Casas Lotricas, Banco Postal dosCorreios, etc), utilizando esse boleto com cdigo de barras, impreterivelmente, at o dia 22 de maro de 2013.4.2.1. No sero aceitos pagamentos de inscrio por meio de transferncia bancria, agendamento, cheque, carto de crditoou depsito bancrio. Os pagamentos realizados sem a utilizao do boleto com cdigo de barras no geram a inscrio.4.2.2. As solicitaes de inscries somente sero validadas aps a confirmao do pagamento da taxa de inscrio, encaminhadapelo Banco. Guarde, para apresentao, quando solicitado, o comprovante de pagamento da taxa.4.2.3. Para efetivar sua inscrio, imprescindvel que o candidato possua nmero de Cadastro de Pessoa Fsica (CPF)regularizado.4.2.3.1. O candidato que no possuir n do CPF dever obt-lo nos postos credenciados (Banco do Brasil, Caixa Econmica,Agncias dos Correios, Receita Federal), em tempo de realizar sua inscrio.4.2.4. de inteira responsabilidade do candidato as informaes prestadas quando do preenchimento da ficha de inscrio.4.2.5. Efetivada a inscrio, no haver alterao de cargo e local de prova.4.2.6. A CONED no se responsabilizar por solicitao de inscrio no recebida por motivos de ordem tcnica doscomputadores, falhas de comunicao, congestionamento das linhas de comunicao, bem como outros fatores de ordemtcnica que impossibilitem a transferncia de dados. O candidato dever antecipar sua inscrio para evitar problema de ltimahora.4.2.7. Os candidatos com mais de uma inscrio para cargos com dias/horrios coincidentes das respectivas provas devero optarpor uma nica delas.4.3. No ser acatada inscrio formulada por correspondncia, via postal, fax e em desacordo com as demais clusulas econdies deste Edital.4.4. Antes de efetuar o recolhimento da taxa, o candidato dever certificar-se de que possui todas as condies e pr-requisitospara participar do certame. Em nenhuma hiptese haver devoluo da taxa de inscrio, salvo se o Concurso Pblico no forrealizado.4.5. O Edital com os contedos programticos somente ser obtido por meio da execuo de download a partir do endereoeletrnico www.coned.com.br4.6. O candidato que, eventualmente, teve participao efetiva como jurado em Tribunal do Jri dever indicar essa participaoem campo especfico do formulrio de requerimento de inscrio, e proceder conforme dispe o item 8.2, alnea b, deste Edital.4.7. De acordo com o Decreto n 6.593, de 02 de outubro de 2008, aplicvel s autarquias federais, haver iseno dopagamento da taxa de inscrio para os candidatos que, satisfazem, simultaneamente, s duas condies seguintes:a) esto inscritos no Cadastro nico para Programas Sociais do Governo Federal Cadnico, de que trata o Decreto n 6.135, de26 de junho de 2007;b) so membros de famlia de baixa renda.ATENO: Entende-se por famlia de baixa renda, conforme o Decreto n 6.135/2007, aquela com renda familiar mensal percapita de at meio salrio mnimo ou que possua renda familiar mensal de at 3 salrios mnimos.4.7.1. O interessado que preencher os requisitos previstos no item 4.7. e desejar iseno de pagamento da taxa de inscrio,neste concurso pblico, dever acessar o site www.coned.com.br e realizar o preenchimento completo do Requerimento deIseno de Pagamento da taxa de Inscrio, disponibilizado nesse site. Em seguida, dever reunir os documentos listados abaixo:a) N de Identificao Social (NIS), atribudo pelo Cadnico, do Governo Federal;b) Cpia da Solicitao de Inscrio, contendo o respectivo Boleto Bancrio;c) Cpia do documento de identidade do requerente;d) Cpia de documento contendo o CPF do requerente;e) Comprovante de residncia do requerente; 4.7.2. O requerimento de solicitao de iseno, totalmente preenchido, e os documentos constantes do item anterior, 4.7.1.,devero ser encaminhados, em envelope lacrado, no perodo entre 00h00min do dia 25 de fevereiro de 2013 e 23h59 min do dia27 de fevereiro de 2013, pelos Correios, via SEDEX, com Aviso de Recebimento (AR), sede do Conselho Regional deContabilidade do Amap, Rua Hamilton Silva, 1180, Bairro Centro, CEP 68.900-068, em Macap Estado do Amap,mencionando Solicitao de Iseno - Concurso Pblico do CRC/AP Cargo: .................................4.7.3. O simples envio da documentao no garante ao interessado a iseno de pagamento da taxa de inscrio.4.7.4. Para efeito de verificao da validade do requerimento de iseno ser considerada a data de postagem do envelopecontendo os documentos enviados, que dever, obrigatoriamente, ser at o dia 27 de fevereiro de 2013.4.7.5. Aqueles que desejarem, podero entregar a documentao solicitada, na forma acima definida, diretamente na Sede doCRC/AP, no endereo citado em 4.7.2, at o dia 27 de fevereiro de 2013, no perodo de 08 s 12 horas.4.7.6. A CONED e o CRC/AP, no se responsabilizam por eventual extravio, desaparecimento, ou qualquer dano correspondncia, que impea a chegada da documentao a seu destino.4.7.7. A CONED consultar o rgo gestor do Cadnico, vinculado ao Ministrio do Desenvolvimento Social e Combate Fome, arespeito da veracidade das informaes prestadas pelo candidato, no requerimento de iseno.2 3. ___________________________________________________________________________4.7.8. No sero aceitos, aps o envio da documentao, acrscimos ou alteraes das informaes prestadas.4.7.9. No ser aceita solicitao de iseno de pagamento de taxa de inscrio via fax ou via correio eletrnico.4.7.10. No ser concedida iseno da taxa para mais de uma solicitao de inscrio do mesmo candidato. No caso do candidatorealizar mais de uma solicitao de inscrio, ser considerada somente aquela cuja cpia for entregue conforme prev o item4.7.1 deste edital. Se o candidato entregar cpia de mais de uma solicitao de inscrio, somente ser considerada aquela,dentre as entregues, com maior nmero de protocolo.4.7.11. O candidato responsvel pela veracidade das informaes prestadas e pela autenticidade da documentaoapresentada, sob as penas da lei, cabendo CONED a anlise do preenchimento dos requisitos e eventual indeferimento dospedidos em desacordo com o aqui estipulado.4.7.12. O no cumprimento de uma das etapas fixadas, a falta de alguma informao ou documentao ou a solicitaoapresentada fora do perodo fixado implicar o indeferimento do pedido de iseno da taxa de inscrio.4.7.13. O resultado da anlise dos pedidos de iseno de taxa de inscrio ser divulgado at o dia 13 de maro de 2013, pelaInternet, no endereo eletrnico http://www.coned.com.br.4.7.14. Aos candidatos cujas solicitaes tiverem sido indeferidas ser facultado o pagamento da taxa de inscrio at a data devencimento contida na 2 via do boleto, disponibilizado no site da CONED www.coned.com.br. O candidato que no efetuar opagamento at a data estabelecida no participar do Concurso Pblico.4.8. O Edital com os contedos programticos somente ser obtido por meio da execuo de download a partir do endereoeletrnico www.coned.com.brV- DA CONFIRMAO DA INSCRIO5.1 Confirmao da inscrio via internet: O candidato dever confirmar sua inscrio atravs da Internet, a partir do dia 10 deabril de 2013, acessando o site www.coned.com.br, Concurso Pblico do CRC/AP, e imprimindo o seu Carto de Confirmao daInscrio, devendo preencher os dados solicitados, exatamente como foram informados por ocasio da inscrio. Neste Carto deConfirmao esto fixados o dia, hora, local e sala de realizao da prova.5.1.1 O candidato que no confirmar sua inscrio poder, a critrio da CONED, ser considerado desistente do Concurso Pblico.5.1.2. Caso o candidato, ao consultar a Confirmao da Inscrio, verifique que sua inscrio no consta como realizada, deverentrar em contato com a CONED pelo telefone (0xx91) 3242.6034, no horrio das 8:00 s 14:00 horas, ou atravs da Internet,coned@coned.com.br para verificar o ocorrido, impreterivelmente at o dia 16 de abril de 2013.5.2. de responsabilidade exclusiva do candidato a identificao correta de seu local de realizao da prova e o comparecimentono dia e horrio determinados.5.3. Eventuais erros corrigveis, cometidos quando do preenchimento da ficha de inscrio, devero ser comunicados ao fiscal desala, no dia e durante a realizao da prova objetiva.VI- DA FORMA E DO CONTEDO DAS PROVAS OBJETIVAS6.1. A prova objetiva, de carter eliminatrio e classificatrio, ter o tempo mximo de durao fixado em 03( trs) horas.6.2 - As Provas Objetivas constaro de questes de mltipla escolha e apresentaro os seguintes desdobramentos: NMERO DEVALOR DE CADACARGOS DISCIPLINASQUESTESQUESTOLngua Portuguesa1002 Contador FiscalConhecimentos de Informtica 1002Conhecimentos Especficos1504Lngua Portuguesa1002 Assistente AdministrativoMatemtica 0502Conhecimentos de Informtica 1003Conhecimentos Especficos1004Lngua Portuguesa1504 Servios GeraisMatemtica 2002 VII - DA REALIZAO DAS PROVAS OBJETIVAS7.1. A aplicao da prova objetiva est prevista para ser realizada no dia 21 (vinte e um) de abril de 2013, na cidade de Macap.7.1.1. A confirmao da data e a informao sobre horrio, escola e sala constaro no Carto de Confirmao da Inscrio.7.1.2. de exclusiva responsabilidade do candidato a identificao correta de seu local de realizao da prova e ocomparecimento no horrio determinado, sendo vedada a realizao da prova fora do local e horrio designado.7.1.3. A prova ter inicio 15 (quinze) minutos aps o horrio fixado para o fechamento dos portes de acesso aos locais de prova.Aps o fechamento dos portes, no ser permitido, o acesso aos candidatos, em hiptese alguma.7.1.4. O candidato dever comparecer ao local destinado realizao da prova com antecedncia mnima de 30 (trinta) minutosdo horrio definido para o fechamento do porto de acesso ao local de prova, munido do CARTO DE CONFIRMAO DAINSCRIO, DO DOCUMENTO DE IDENTIDADE (conforme o item 7.2) E DE CANETA ESFEROGRFICA, com tinta azul ou preta,preferentemente preta.7.1.5. Sessenta minutos antes do horrio previsto para o inicio da prova, ser aberto o porto para entrada dos candidatos.3 4. ___________________________________________________________________________7.2. Sero considerados documentos de identidade: carteiras expedidas pelos Comandos Militares, pelas Secretarias deSegurana Pblica, pelos Institutos de Identificao e pelos Corpos de Bombeiros Militares; carteiras expedidas pelos rgosfiscalizadores de exerccio profissional (ordens, conselhos etc.); passaporte; carteiras funcionais do Ministrio Pblico; carteira detrabalho; carteira nacional de habilitao (somente o modelo aprovado pelo artigo 159 da Lei n. 9.503, de 23 de setembro de1997).7.3. Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia de realizao da prova, documento de identidade original, pormotivo de perda, roubo ou furto, dever ser apresentado documento que ateste o registro da ocorrncia em rgo policial,expedido h, no mximo, sessenta dias, ocasio em que poder ser submetido identificao especial, compreendendo coleta deassinaturas e de impresso digital em formulrio prprio.7.3.1. A identificao especial poder ser exigida, tambm, do candidato cujo documento de identificao ocasione dvidasrelativas fisionomia e/ou assinatura do portador.7.4. No sero aceitos como documentos de identidade: certides de nascimento, CPF, ttulos eleitorais, carteiras de motorista(modelo antigo), carteiras de estudante, carteiras funcionais sem valor legal de identidade, nem documentos ilegveis, noidentificveis e/ou danificados.7.5. No ser aceita cpia de documento de identidade para a realizao da prova.7.6. O candidato, ao ingressar no recinto do prdio, dever dirigir-se para a sala na qual prestar prova, onde, aps seridentificado, aguardar seu incio.7.7. O candidato receber o Caderno de Prova com as questes j impressas, no sendo permitido pedido de esclarecimentosobre seu enunciado ou modo de resolv-las.7.8. O candidato receber tambm o Carto Resposta, devendo cobrir inteiramente com caneta esferogrfica, tinta azul ou preta,o espao correspondente alternativa escolhida.7.9. A avaliao da prova objetiva ser realizada por sistema eletrnico de processamento de dados e levar em considerao,exclusivamente, as respostas transferidas para o Carto Resposta.7.10. No haver reviso ou vista de prova.7.11. No haver segunda chamada da Prova do Concurso Pblico, assim como designao especial de locais e horriosdiferentes dos que forem estabelecidos para realizao da mesma.7.12. Anulada alguma questo da prova Objetiva, os pontos correspondentes sero creditados a todos os candidatos querealizaram prova contendo a referida questo.7.13. Ser atribudo 0 (zero) ponto s questes da prova no respondidas, com marcao lpis (grafite), que contenhamemenda ou rasura, inclusive com o uso de corretivo, que contenham mais de uma resposta assinalada ou que no forammarcadas no carto-resposta.7.14. A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realizao das provas dever necessariamente levar umaacompanhante, que ficar em local indicado pela coordenao do Concurso Pblico e que ser responsvel pela guarda dolactente.7.15. No haver prorrogao do tempo previsto para a aplicao da prova em razo do afastamento de candidato da sala deprova, qualquer que seja o motivo desse afastamento.7.16. A entrega da prova s poder ocorrer, transcorrido o mnimo de 60 minutos do seu incio.7.17. Em cada sala, os trs ltimos candidatos a terminar a prova s podero deixar o local juntos.7.18. No dia da realizao da prova objetiva no ser permitido ao candidato permanecer com armas ou aparelhos eletrnicos(mquinas calculadoras, agendas eletrnicas ou similares, telefones celulares, smartphones, tablets, iPod, gravadores,pendrive, mp3 player ou similar, qualquer receptor ou transmissor de dados e mensagens, bip, notebook, netbook, palmtop,walkman, mquina fotogrfica,etc...), culos escuros, protetor auricular, bem como quaisquer acessrios de chapelaria (bon,chapu, boina etc). Caso o candidato leve algum aparelho eletrnico, este dever ser colocado embaixo da carteira, desligado,incluindo os sinais de alarme. O descumprimento da presente instruo implicar a eliminao do candidato, caracterizando-setentativa de fraude.7.19. A Coordenao do Concurso Pblico no se responsabilizar por perdas ou extravios de objetos ou de equipamentoseletrnicos durante a realizao da prova, nem por danos neles causados.7.20. Se a qualquer tempo, for constatado, por meio eletrnico, visual, grafolgico ou por investigao policial, ter o candidato seutilizado de processo ilcito, suas provas sero anuladas e ele ser automaticamente eliminado do Concurso Pblico.7.21. Ser excludo do Concurso Pblico o candidato que; 1- deixar de comparecer para realizao da prova na data, no local e nahora estabelecidos; 2- comparecer aps o horrio de fechamento dos portes da escola; 3- recusar-se a prestar a prova ouretirar-se do recinto durante a realizao da mesma, sem a devida autorizao; 4- for surpreendido na prtica de qualquer formade comunicao com outros candidatos ou pessoas estranhas, assim como, na utilizao de livros, dicionrios, notas, mquinas,impressos e equipamentos eletrnicos de comunicao; 5- no devolver o caderno de questes e/ou o CARTO RESPOSTA,assim como, se negar a assinar na lista de presena prova.7.22. No perodo de 22 a 28 de abril de 2013 o candidato poder acessar o site www.coned.com.br para imprimir cpia daprova que realizou.7.23. No sero dadas por telefone, informaes a respeito de datas, de locais, e de horrios de realizao de provas, sendo deinteira responsabilidade do candidato observar os Editais e comunicados publicados no Quadro de Avisos do CRC/AP e no sitewww.coned.com.br.4 5. ___________________________________________________________________________ VIII- DA CLASSIFICAO DOS CANDIDATOS8.1. Os candidatos sero classificados por cargo, em ordem decrescente, obedecendo ao total de pontos obtidos na ProvaObjetiva.8.2. Para a classificao, ficam estabelecidos, em seqncia, os critrios de desempate a seguir discriminados:a) candidato idoso, ou seja, com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, considerando dia, ms e ano do nascimento,completados at o dia de realizao da prova objetiva (Estatuto do Idoso);b) participao efetiva como jurado em Tribunal do Jri, conforme o disposto no art. 440 do Cdigo Processual Penal, comredao dada pela Lei n 11.689, de 09/06/2008. A comprovao ser mediante original, ou cpia autenticada em cartrio, decertido de participao em jri ocorrido aps a vigncia da Lei (09/08/2008), expedida pelo respectivo juzo, que ser entregueao fiscal de sala no dia e horrio de realizao da prova objetiva.c) candidato com maior nmero de pontos nas questes de Conhecimentos Especficos, se houver;d) candidato com maior nmero de pontos nas questes de Lngua Portuguesa;e) candidato com maior nmero de pontos nas questes de Matemtica, se houver;f) candidato mais idoso, considerando dia, ms e ano de nascimento, dentre aqueles com idade inferior a 60 (sessenta) anos. IX DA APROVAO9.1. Ser considerado APROVADO NO CONCURSO PBLICO o candidato que satisfizer, simultaneamente, s duas condiesseguintes:a) obtiver como nmero representativo da ordem de sua classificao um nmero menor ou igual ao nmero de vagas totalfixado (imediatas + cadastro reserva), no item I, deste Edital, para o cargo a que concorre.b) obtiver um mnimo de 50% (cinqenta por cento) do total de pontos da Prova Objetiva.9.2. Ser considerado ELIMINADO, o candidato que no obtiver a classificao e o rendimento mnimo estabelecidos no item 9.1.deste Edital.9.3. O candidato eliminado no ter classificao.1. candidato mais idoso, considerando dia/ms/ano de nascimento. X DOS RECURSOS10.1 Caber recurso:a) sobre o Gabarito Preliminar, o contedo e a aplicao da Prova Objetiva de mltipla escolha;b) sobre os Resultados Preliminares.10.1.1. O prazo para interposio de recurso ser de 2 (dois) dias, contados a partir da data seguinte da divulgao ou do fatoque lhe deu origem, e at s 18 horas do ltimo desses dias.10.2 Sero rejeitados liminarmente os recursos que no estiverem fundamentados ou aqueles a que se der entrada fora dosprazos estabelecidos.10.3 Admitir-se- um nico recurso para cada candidato.10.4. Os recursos devero ser encaminhados CONED, via Internet, atravs do e-mail coned@coned.com.br, preenchido oformulrio disponvel no site www.coned.com.br. O candidato dever conferir se o recurso foi recebido, atravs do fone91.32426034 ou pelo site da CONED.10.5- Se o exame dos recursos resultar em anulao de questo da prova, a pontuao correspondente a essa questo seratribuda a todos os candidatos que realizaram prova contendo essa questo, independentemente de terem recorrido. Se houveralterao de gabarito oficial preliminar de qualquer questo da prova, essa alterao valer para todos os candidatos querealizaram prova contendo essa questo, independentemente de terem recorrido.10.6. A CONED constitui ltima instncia para recurso, sendo soberana em suas decises, razo pela qual no cabero recursosadicionais. Em hiptese alguma sero aceitos pedidos de reviso de recurso, recurso do recurso ou recurso do gabarito finaldefinitivo. XI- DAS DISPOSIES FINAIS11.1. A inscrio do candidato neste Concurso implica no conhecimento das normas e condies estabelecidas no presente Editale na aceitao das mesmas.11.2 A CONED e o CRC/AP, a qualquer momento, podero proceder a autenticao digital do carto de respostas personalizadoou de outros documentos pertinentes, inclusive no momento da contratao de candidato aprovado.11.3. Pessoas portadoras de deficincia, nos termos do Art 4 do Dec. N 3.298, de 20/12/99, alterado pelo Decreto Federal n5296/2004, tem assegurado o direito de se inscreverem no presente Concurso Pblico para os cargos cujas atribuies sejamcompatveis com a deficincia de que so portadoras, ficando reservadas 5% (cinco por cento) das vagas totais (imediatas +cadastro reserva) fixadas para o cargo, de acordo com o artigo 37, inciso VIII da Constituio Federal.11.3.1. Na aplicao do percentual acima referido, se o clculo resultar em nmero fracionado o resultado ser arredondado parao nmero inteiro imediatamente superior. 5 6. ___________________________________________________________________________11.3.2. As pessoas portadoras de deficincia participaro do Concurso Pblico em igualdade de condies com os demaiscandidatos, no que se refere ao contedo das provas, avaliao e aos critrios de aprovao, ao horrio, ao local de aplicaodas Provas e quantidade mnima de pontos exigida.11.3.3. As vagas reservadas para candidatos deficientes, que no forem preenchidas, sero revertidas aos candidatos nodeficientes.11.3.4. No sero considerados como deficincia os distrbios de acuidade visual, passveis de correo simples do tipo miopia,astigmatismo, estrabismo e congneres.11.3.5. Os candidatos portadores de deficincia devem declarar, na ficha de inscrio, se necessitarem de atendimentodiferenciado para a realizao da prova.11.3.6. Os candidatos portadores de deficincia esto obrigados a entregar ao fiscal de sala, no dia e horrio de realizao daprova objetiva, o original ou cpia autenticada em cartrio do atestado mdico, emitido h no mximo 90 dias, declarandoexpressamente que o candidato portador de deficincia, nos termos do Art. 4 do Dec n 3.298, de 20/12/99, alterado peloDecreto Federal n 5296/2004, e informando a espcie e o grau de deficincia, com expressa referncia ao cdigocorrespondente da CID, sem o que passaro a concorrer somente s vagas dos no deficientes.OBS. (Ver abaixo modelo do Atestado Mdico).Atesto para fins de inscrio no Concurso Pblico 001/2013 do CRC/AP que o Sr(a) ____________________ portador(a) dadeficincia _____________________, CID n ____________, enquadrando-se assim no que estabelece o Art. 4 do Decreto 3.298/99, alterado pelo Decreto Federal n 5296/2004, sendo compatvel a deficincia apresentada pelo paciente com as atribuies docargo de _______________________, disponibilizado no referido Concurso Pblico, conforme Edital 001/2012. Data __________________ (no superior a 90 dias)Nome, assinatura, n do CRM do mdico e carimbo11.3.7. Os candidatos que se declararem portadores de deficincia, se aprovados no Concurso Pblico, sero submetidos aexame mdico oficial pelo CRC/AP, que ter deciso terminativa sobre a sua condio como portador de deficincia ou no, bemcomo sobre a compatibilidade da deficincia com o exerccio do cargo pretendido.11.3.8. Caso o candidato no seja qualificado no exame mdico oficial como portador de deficincia, nos termos do Dec3.298/99, alterado pelo Decreto Federal n 5296/2004, passar a concorrer unicamente s vagas de ampla concorrncia,observada a ordem de classificao.11.3.9. Aps a contratao, o candidato que utilizar a prerrogativa de que trata o item 11.3 no poder argir a deficinciaconstatada para justificar a concesso de licena ou aposentadoria por invalidez.11.4. As disposies contidas no presente Edital podero sofrer alteraes, atualizaes ou acrscimos, enquanto no consumadaa providncia ou a etapa que lhe disser respeito.11.5. Os candidatos devero acompanhar as convocaes, avisos e/ou comunicados, atravs da divulgao no Quadro de Avisosdo CRC/AP e, at a publicao do resultado final, no site www.coned.com.br.11.6. A contratao de candidato aprovado ocorrer pelo regime da Consolidao das Leis do Trabalho- CLT, e ser realizada peloCRC/AP, de acordo com a necessidade, disponibilidade oramentria e convenincia da Instituio pelo prazo de 90 (noventa)dias, a ttulo de experincia, podendo ser prorrogado por igual perodo. Ao final desse perodo, mesmo no tendo havidoprorrogao, ser realizada a avaliao e sendo de interesse das partes, o contrato ser por tempo indeterminado.11.7. O resultado deste Concurso Pblico ser publicado pelo CRC/AP no quadro de Avisos e pela CONED, via Internet, no site daempresa www.coned.com.br.11.8. O Concurso Pblico ter validade de 02 (dois) anos, a contar da data da homologao do resultado, podendo serprorrogado por igual perodo, a critrio do CRC/AP.11.9. Os casos omissos sero submetidos apreciao e deciso da Comisso de Concurso Pblico do CRC/AP ouvido a CONED-Consultoria e Assessoria Educacional, empresa responsvel pelo planejamento e execuo do certame.11.10. Aps 30 dias da homologao do resultado deste Concurso Pblico e no havendo qualquer pendncia com relao a esseresultado, facultado aos executores do certame a incinerao das provas aplicadas e demais registros escritos, mantendo-se,todavia, os registros eletrnicos pelo prazo de validade do concurso.11.11. Os contedos programticos a serem observados para elaborao das provas encontram-se no Anexo I, deste Edital.11.12. O presente Edital entra em vigor nesta data, com a publicao no Quadro de Avisos do CRC/AP e no site da CONED. Macap-AP, 18 de fevereiro de 2013. MRCIO LLIO DA PAIXO NASCIMENTOPresidente do Conselho Regional de Contabilidade do Amap6 7. ___________________________________________________________________________ANEX0 ICONTEDOS PROGRAMTICOS CARGO DE NVEL FUNDAMENTAL SERVIOS GERAISI. LNGUA PORTUGUESA1. Compreenso e Interpretao de Texto. 2. Ortografia: grafia das palavras; acentuao grfica. 3. Pontuao: identificao eemprego dos sinais grficos. 4. Fontica: fonema e letra; classificao das palavras quanto ao nmero de slabas e tonicidade;encontro voclico, consonantal e dgrafo. 5. Morfologia: classes das palavras variveis: classificao e flexo; classe das palavrasinvariveis: classificao. 6. Sintaxe: frase, orao e perodo; termos da orao e classificao das oraes de um perodo.II. MATEMTICAAritmtica: sistema de numerao decimal; divisibilidade; m.d.c. e m.m.c.; operaes com nmeros naturais e com nmerosfracionrios; problemas envolvendo operaes com nmeros racionais. Forma decimal dos nmeros racionais. Mdias: aritmticasimples, aritmtica ponderada e geomtrica. Conjuntos: conceito e representao, relao de pertinncia, relao de incluso,igualdade de conjuntos; operaes com conjuntos. Geometria: estudo dos ngulos, tringulos, quadrilteros e crculo. Unidadesde Medidas: comprimento, superfcie, volume, tempo, massa, capacidade. Matemtica Comercial: razo e proporo; divisoproporcional; regra de trs simples; porcentagem; juros simples. lgebra: expresses algbricas; equaes, inequaes esistemas de 1 e 2 graus; problemas de 1 e 2 graus.CARGO DE NVEL MDIO ASSISTENTE ADMINISTRATIVOI. LNGUA PORTUGUESA Compreenso e Interpretao de textos. 2. Morfologia: classes de palavras variveis e invariveis: conceito, classificao e emprego. Sintaxe: frase, orao, perodo simples e composto; termos da orao; discurso direto e discurso indireto; concordncia nominal e verbal; regncia nominal e verbal; colocao dos pronomes tonos. Semntica: sinonmia, antonmia, homonmia, paronmia; conotao e denotao; figuras de sintaxe, de pensamento e de linguagem. Vcios de linguagem: barbarismos, solecismos e arcasmos. Documentos Oficiais: estrutura e organizao do requerimento, da certido, do atestado, da declarao, da ata, do ofcio, do memorando, da circular, da ordem de servio, da exposio de motivos, do relatrio, da portaria, do parecer; da carta; do aviso. Formas de tratamento.II. MATEMTICAGeometria: ngulos, tringulos, quadrilteros e crculo. Matemtica Comercial: razo e proporo; diviso proporcional; regrade trs simples e composta; porcentagem; juros simples e composto. lgebra: inequaes; equaes e sistemas de 1 e 2 graus;problemas de 1 e 2 graus; Funes: linear, quadrtica, exponencial, logartmica e trigonomtricas. Anlise combinatria,matrizes, determinantes e sistemas lineares. Noes de Estatstica e Probabilidade. Problemas de raciocnio lgico.III. CONHECIMENTOS DE INFORMTICA I- Noes de Informtica: Hardware: componentes bsicos de um microcomputador e seu funcionamento. Principais perifricos.Software: Sistema Operacional Microsoft Windows 7: principais comandos e funes. Conhecimentos dos aplicativos doMicrosoft Office 2007. Segurana: Requisitos bsicos; cpia de segurana; vrus e antivrus. Internet: Conceitos bsicos eutilizao de ferramentas de navegao.IV. CONHECIMENTOS ESPECFICOS1. Arquivstica: arquivos, teoria das trs idades/ ciclo vital dos documentos/ estgios; classificao dos arquivos e documentos;organizao e administrao de arquivos; material de arquivo, mtodos de arquivamento; tipos de arquivos; preparao domaterial a ser arquivado. 2. Rotinas do Setor de Pessoal: Jornada de trabalho, Registro do empregado, Folha de pagamento,Dcimo terceiro salrio, Resciso de contrato de trabalho, Frias, encargos sociais. 3. Noes de Administrao Geral:Planejamento, organizao, direo, controle, sistemas e mtodos. 4. Noes de Administrao de Recursos Materiais: Tcnicasde identificao, registro e controle de material em geral; Normas tcnicas e administrativas de controle de entrada e sada dematerial. 5. Noes de Administrao de Pessoas: treinamento e desenvolvimento; avaliao de desempenho. 6. Noes deAdministrao Financeira: planejamento e oramento, concepo de oramento/programa; programao e elaboraooramentria; classificao das receitas e despesas. 7. Legislao atualizada (ver no site www.cfc.org.br): Decreto-Lei n. 9.295 de 27 de maio de 1946 e suas alteraes- Cria o Conselho Federal de Contabilidade; Resoluo CFC n 1.390/2012 OrganizaesContbeis. Resoluo CFC n 1.389/2012 - Registro Profissional. Resoluo CFC n 1.373/2011 - Exame de Suficincia. Decreto Lein 9.295/46. Lei n 12.249/2010. 7 8. ___________________________________________________________________________CARGO DE NVEL SUPERIORCONTADOR FISCALI. LNGUA PORTUGUESA Compreenso e Interpretao de textos. 2. Morfologia: classes de palavras variveis e invariveis: conceito, classificao e emprego. Sintaxe: frase, orao, perodo simples e composto; termos da orao; discurso direto e discurso indireto; concordncia nominal e verbal; regncia nominal e verbal; colocao dos pronomes tonos. Semntica: sinonmia, antonmia, homonmia, paronmia; conotao e denotao; figuras de sintaxe, de pensamento e de linguagem. Vcios de linguagem: barbarismos, solecismos e arcasmos. Documentos Oficiais: estrutura e organizao do requerimento, da certido, do atestado, da declarao, da ata, do ofcio, do memorando, da circular, da ordem de servio, da exposio de motivos, do relatrio, da portaria, do parecer; da carta; do aviso. Formas de tratamento.II- CONHECIMENTOS DE INFORMTICAI- Noes de Informtica: Hardware: componentes bsicos de um microcomputador e seu funcionamento. Principais perifricos.Software: Sistema Operacional Microsoft Windows 7: principais comandos e funes. Conhecimentos dos aplicativos doMicrosoft Office 2007. Segurana: Requisitos bsicos; cpia de segurana; vrus e antivrus. Internet: Conceitos bsicos eutilizao de ferramentas de navegao.III- CONHECIMENTOS ESPECFICOS ( ver no site www.cfc.org.br, a legislao atualizada)1. Contabilidade Geral: 1.1 Princpios contbeis (Resolues CFC ns 750/93 e 1.282/2010) ; 1.2 Escriturao contbil (ResoluesCFC ns 1.283/2010 e 1.330/2011); 1.3 Estrutura e elaborao das demonstraes Contbeis (Resolues CFC ns 1.185/2009 e1.255/2009). 2. Contabilidade aplicada s entidades pblicas (Resolues CFC ns 1.128, 1.129, 1.131, 1.132, 1.133 e1.135/2008). 3. Legislao: 3.1 Atribuies do Contador e Tcnico em Contabilidade (Decreto-Lei n 9.295/46); 3.2 Eleies demembros do CFC e CRCs (Decreto-Lei n 1.040/69), 3.3. Cdigo de tica do profissional contabilista ( Resoluo CFC n 803/96),3.4 Manual de fiscalizao ( resolues CFC ns 827/98 e 886/00), 3.5 Certido de regularidade profissional (Resoluo CFC n1402/12), 3.6 Declarao comprobatria de percepo de rendimentos ( Resoluo CFC n 1354/12), 3.7 Regulamento deprocedimentos processuais dos conselhos de contabilidade (resoluo CFC n 1309/10), 3.8 Regulamento geral dos conselhos decontabilidade (Resoluo CFC n 130/11), 3.9 Contrato de prestao dos servios contbeis ( resoluo CFC n 987/03) 3.10Registro cadastral das organizaes contbeis (Resoluo CFC n 1390/12), 3.11 Registro profissional dos contadores e tcnicosem contabilidade (Resoluo CFC n 1389/12).FIM8

Recommended

View more >