Comunicando com Maria-OUT 2012

Download Comunicando com Maria-OUT 2012

Post on 09-Mar-2016

219 views

Category:

Documents

4 download

DESCRIPTION

Informativo da Parquia N. S. de Ftima So Jos dos Campos-SP

TRANSCRIPT

Informativo da Parquia Nossa Senhora de FtimaDiocese de So Jos Dos Campos Ano 8 - n 76- Outubro de 2012Festa de Nossa Senhora Aparecida Pginas 4 e 5Gincana BblicaPgina 82MariaComunicandocom Ano 8 - n 76Outubro de 2012Palavra do ProcoExpediente Comunicando com Maria - Distribuio Gratuita - www.pnsenhoradefatima.org.br - www.facebook.com/pnsenhoradefatimaPublicao mensal da Parquia Nossa Senhora de Ftima - Rua Serra Dourada, 180 - Altos de Santana - So Jos dos Campos - SP - CEP.: 12214-130 - Telefone: (12) 3942-4226 Equipe PASCOM: Bianca, Cristina, Daniel, Gabriel, Gabrielle, Geruza, Isaias, Janete, Johnny, Jorge, Luizinho, Mrio, Pollyana, Quitria, Rafaela e Rogria - Fotos: Equipe PASCOM Jornalista Responsvel: Ana Cristina da Costa Silveira MTB(PA): 1.317 - Reviso: Pe. Thiago Dias - Edio, Projeto Grfico e Editorao: Ana Cristina da Costa Silveira Impresso: Jac Editora (12) 3928 1555 - Tiragem: 1.500 exemplaresEditorialAcredito que todos se recordam da cano do padre Zezinho: Eu era pequeno nem me lembro, s lem-bro que a noite aos ps da cama, jun-tava as mozinhas e rezava apressado, mas rezava como algum que ama.As mos postas a pura manifes-tao da singeleza da criana que ma-nifesta sua f. F pura, f limpa, f que ainda ser amadurecida a partir do conhecimento adquirido no ambiente eclesial. Ns j estamos no Ano da F. Ano dedicado para a meditao e apro-fundamento de uma das virtudes mais importantes. Virtude esta dada e in-fundida por Deus e a f nos introduz na vida de comunho com Deus. Olhando para f, poderia dizer: todos a tm, mas pode ser que alguns ainda no a desenvolveram. A maioria de ns veio de um contexto cuja f herana dada dos pais e avs. Mas a f mais do que herana, pela f tra-zemos ao mundo um pouco do divino, pela f lapidamos a beleza da criao muitas vezes escondida pelo pecado.Penso que seria difcil descrever a F. O que ns podemos vivenci-la. No d para medir, mensurar, empirica-mente peg-la, mas penso que d para experiment-la. Como experimentar? No como sentimentalismo, mas com a inteligncia. Da, queremos falar de uma f: F professada - F celebrada - F vivida - F rezada.Pela f professada, eis neste ano a grande oportunidade de entender o CREDO. De mos postas manifestamos nossa F.Pela F ce-lebrada, eis o reconhecimento das devoes e de-vocionrios, das procisses, da devo-o popular, das oraes, no como alienao, mas uma celebrao livre, consciente, renovada, inteligente. F celebrada tambm pelos sacramen-tos, e por isso faz-lo com f. Da, por exemplo, a F nos leva a um dom su-perior e no a superioridade. Quando comungamos deveramos nos sentir um Mximo, como dizemos na missa o nosso corao est em Deus. Pela f vivida, depois de vivermos os sacramentos, samos em misso. Da a comunho pela f no como algo ro-tineiro, mas sempre algo novo, porque a f quando acolhida e cultivada nos oferece uma lente que permite per-ceber a realidade com o corao de Deus. Voc j pensou em ter o corao de Deus. E por fim a f rezada, no basta celebrar a f preciso desenvol-v-la, usando da inteligncia e estu-dando sempre para compreend-la.O papa nos diz na carta a porta da f: a f companheira de vida, que permite perceber, com um olhar sempre novo, as maravilhas que Deus realiza por ns. Solcita a identificar os sinais dos tempos no hoje da histria. A f obriga cada um de ns a tornar-se sinal vivo da presena do Ressuscitado no mundo. Queremos pela f guardar no corao e na mente a luminosa pre-sena de Deus. Da no d para escon-der a f, manifeste-a.Pe. Thiago DiasAgende-seEncontro de BatismoData: 10 de novembro Local: Centro Pastoral Pe. Wagner Telespark - Hora: 16h30Encontro de NoivosData: 10 e 11 de novembroLocal: Parquia de SantanaHora: s 12h30 (sbado) s 7h (domingo)Romaria da Juventude a AparecidaData: 15 de novembro Valor: R$ 20,00Passagens na secretaria paroquial4 Ch BingoData: 24 de novembroLocal: Matriz - Hora: 14hCartelas venda com as pastorais e movimentos a R$5,00Neste ms a Igreja no Brasil re-flete o tema Brasil missionrio partilha tua f. Diferentemente do que ocorreu nos anos anteriores, as Pontifcias Obras Missionrias (POM) re-alizam esta Campanha Missionria sem seguir a temtica da Campanha da Fra-ternidade da Conferncia Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), para estar em consonncia com os temas do 3 Con-gresso Missionrio Nacional, que aconte-ceu em Palmas (TO) de 12 a 15 de julho e do 4 Congresso Missionrio Americano que tambm o 9 Congresso Mission-rio Latino-Americano (CAM 4/Comla 9) que se realizaro em Maracaibo, Vene-zuela, em 2013, com o tema Amrica Missionria partilha a tua f.O objetivo desta campanha cha-mar a ateno da Igreja para a impor-tncia da universalidade da misso que deve ser pensada para alm das frontei-ras do ser cristo, sejam elas geogrfi-cas ou no, ou seja, a Igreja missionria aquela que est onde necessrio. Por isso, a Igreja Catlica no Brasil e na Amrica Latina convida, atravs da Campanha Missionria deste ano, toda a comunidade crist a repensar o seu pa-pel enquanto anunciadora do mandato de Jesus Cristo, Ide, pois, fazer disc-pulos entre todas as naes, e batizai-os em nome do Pai, do Filho e do Esprito Santo (Mt 28, 19-20).Outubro: Ms Missionriofonte: www.pom.org.brMariaComunicandocomAno 8 - n 76Outubro de 20123O Dicono Entre NsA MO DE DEUS EM NOSSA VIDADicono Valdair Donizeti Adriano Sejam todos humildes uns para com os outros, porque Deus se ope aos orgu-lhosos, mas concede graa aos humildes. Portanto, humilhem-se debaixo da pode-rosa mo de Deus, para que ele os exalte no tempo devido. Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocs. (1 Pedro 5.5-7)Muitas vezes no entendemos nos-sos pais, mas esquecemos que eles querem o nosso bem. Suas mos a mo de Deus aqui na terra que sabe cuidar bem dos seus filhos, desde que nascemos. A mo de Deus assim, uma mo protetora, a mo que abenoa. a mo do Pai que ama a seu filho/filha e que os guia pelos caminhos corretos. Mes-mo num simples namoro, que s vezes no sabemos a diferena entre apaixonar-se e amar.Um pai, em seu verdadeiro juzo, no deseja que algo ruim ocorra com seu filho (a), por isso, procura lev-lo pelos cami-nhos corretos, pelos caminhos em que no se ache nada em que o filho possa trope-ar, cair e se perder.O filho, ento, tem essa sensao de paz e de tranquilidade: ele caminha por lugares em que nunca andou, mas confia na mo do pai que segura o seu filho e o guia. O Senhor est falando em Sua Pala-vra da potente e poderosa mo de Deus mo que nos segura e d proteo.Devemos ser humildes e nos subme-ter debaixo da poderosa mo de Deus. E quando Deus fala dessa sujeio, desse nosso humilhar-se debaixo da sua pode-rosa mo, o Senhor est dizendo: confie em mim, porque com a minha poderosa mo Eu sei o que fao, Eu cuido de voc, querido filho e filha.Lancemos toda a nossa ansiedade so-bre o Pai, enquanto ficamos livres, porque Ele sabe o que fazer.Num trnsito intenso com nibus, carros e motocicletas num vai-e-vem da agitao das pessoas, um pai procura-va atravessar uma avenida, segurando a mo da filha de sete anos. Depois de alguns minutos de espera e de deciso, se dava ou se no dava para atravessar, o pai pode chegar ao outro lado da ave-nida tendo sempre a filha segura em sua mo. E depois de feita aquela travessia, a garotinha comentou: - Papai, aquele edifcio ali, tem 10 andares. Eu contei direitinho!Como a meninazinha conse-guiu essa despreocupao, visto o perigo da rua e dos carros? ah! Ela estava se-gura na mo do pai! assim que pode se dar conosco tambm: longe de ficarmos ansiosos, afobados, com medo de atraves-sar uma situao ou de passar por uma di-ficuldade, ns podemos desfrutar de paz, quando nos colocamos debaixo da mo de Deus. isso que significa a mo de Deus: aquele que se coloca humildemente de-baixo da poderosa mo de Deus, a Bblia diz, esse ser honrado no tempo certo, ser exaltado no tempo devido. Muitas vezes, passamos por circuns-tncias, em que necessitamos confiar nessa mo protetora de Deus. Por isso o Senhor nos diz: No temas. Eu te levo. Eu te tomo por minha mo direita e no te deixarei at que chegue e tenha contigo aquilo que prometi fazer. Para sermos honrados, pela mo de Deus, (versculo 6), no tempo certo ou exaltados no tempo devido, preciso que ns nos sujeitemos humildemente debai-xo da mo de Deus e agarrar nela.Querido filho/filha comece a mudar a sua maneira de falar. Se voc falava em: desgraa, medo, preocupao e ansieda-de, agora falem palavras de f. Deus no se esqueceu de voc, nem de sua casa. Sujeitemos humildemente as Mos de Deus, atravs dos gestos de nossos pais em nossa vida.O Rio de Janeiro o destino da prxima excurso paro-quial. De 24 a 27 de janei-ro, o viajante ter a oportunidade de visitar os pontos tursticos na capital fluminense, como o Cristo Redentor, Catedral, Arcos da Lapa, Po de Acar, Lagoa Rodrigo de Freitas, alm de conhecer os prin-cipais atrativos de Niteri e Petr-polis. Valor R$1.300,00. Mais infor-maes na secretaria paroquial ou pelo telefone 3942 4226.Viagem Paroquial 2013Arcos da Lapa Lagoa Rodrigo de Freitas44MariaComunicandocom Ano 8 - n 76Outubro de 2012BICICLETARIADOALEXANDREDedicao total em qualidade a voc!!! Bicicletas novas e usadasem geral Peas e acessrios ServiosAv. Pico das Agulhas Negras, 600 - Altos de Santana - SJC - SPFone: (12) 3913-1757 / 9764-3695DEPSITO DO LUIZODEPSITO DO LUIZOMateriais para ConstruoVila Unidos:Vila So Geraldo:Rua Jaguari, 1210Estrada Juca de Carvalho, 1049Fones: 3921-0136 e 3922-9125Fone: 3922 7419As homenagens a Nossa Senhora Apareci-da, no dia 12 de outubro, na parquia, iniciaram-se s 9h, com uma carreata que saiu de frente da igreja Nossa Senhora Auxiliadora, no Telespark, at a comunidade A Festa de So Benedito, na co-munidade Olaria, foi realizada de 20 a 23 de setembro com celebraes da palavra, procisso e missa. De quinta a s-bado aconteceram s celebraes do trduo, s 19h. No domingo, aps a procisso da imagem capela, Pa-dre Thiago celebrou a missa festiva, s 11h. Aps o almoo teve bingo e leilo. A ren-da da Festa foi desti-nada para o forro da capela.Olaria fez festa para So BeneditoA Festa de Nossa Senhora Aparecida na ParquiaEncenada pelas crianas da catequese no final da missa das 19h30, na Matriz, a co-roao da imagem de Nossa Senhora Apa-Aps a missa das 19h30, na Matriz, no dia 12 de outubro, o padre Thiago abenoou as instalaes do Centro Pastoral Trs Pastorinhos. Agora completo, o pr-dio possui 9 salas (as antigas salas da Matriz foram reformadas e in-corporadas ao centro), auditrio e banheiros, no andar superior, alm da cozinha, banheiros, fraudrio e a secretaria paroquial, no trreo. Construda com recursos do dzimo e de quermesses, bingos, rifas e di-Inaugurao do Centro Pastoral Trs Pastorinhosversas campanhas e iniciativas pro-movidas pela Parquia nos ltimos 3 anos, a obra fruto da generosidade dos paroquianos e do empenho dos agentes de pastorais e movimentos.Coroao de Nossa Senhora na MatrizO auditrio que em breve receber equipamentos e cadeirasO vitral prximo a escadaO pedreiro, Joo Paulo, cortando a fita de inaugu-rao5MariaComunicandocomAno 8 - n 76Outubro de 2012A Festa de Nossa Senhora Aparecida na ParquiaRepresa. L, a festa prosseguiu com uma pro-cisso de barco pela represa do rio Jaguari e depois os fiis seguiram a p. De mos em mos, a imagem da padroeira foi conduzida pelos devotos at a capela onde foi celebra-da a missa festiva, s 11h. No final da missa, crianas das comunidades fizeram a coroao de Nossa Senhora. Em seguida, houve almo-o, bingo e leilo. De 9 a 11, a comunida-de participou das celebraes da Palavra, s 19h, em preparao a esta festa.Sessenta e quatros crianas do ncleo Catequtico do Telespark receberam, no dia 16 de setem-bro, o sacramento da Eucaristia pela primeira vez. A missa foi celebrada s 10h, pelo padre Thiago, na igreja Nossa Senhora Auxiliadora. Esses cate-quizandos foram preparados pelos ca-tequistas Cristiane, Rosrio e Eliana, Sheila e Wander.Primeira Eucaristia no Telesparklouvor a Nossa Senhora de Ftima, iniciou-se com a reza do tero diante do Santssi-mo conduzida pelo padre Thiago e as dezenas das Ave-Marias rezadas pelas crianas da Infncia e Ado-lescncia Missionria (IAM). Aps a leitura do Evangelho houve a apresentao das Adolescentes sobre as mis-ses no mundo, falando dos cinco continentes.Mas o ponto alto deste ms o Dia Mundial das Misses, celebrado em 21 de outubro. Neste dia, todo catlico chamado a dar sua oferta para as Misses.As Celebraes do Ms MissionrioNo dia 1 de outubro, Dia de Santa Teresi-nha do Menino Jesus, Padroeira das Misses, Padre Thiago presidiu na Matriz, s 19h30, a missa de abertura do Ms Missionrio. No final da missa a parquia distribui rosas aos fiis.No dia 13 de outubro, oCoroao de Nossa Senhora na Matrizrecida foi organizada pela Catequese e Liturgia. Ao final, o Padre Thiago chamou ao presbitrio, as crianas presentes na missa, entregou-lhes saquinhos de doces e concedeu-lhes a bno.66MariaComunicandocom Ano 8 - n 76Outubro de 2012Os primeiros a receberem o Catecismo Jovem YouCat em nossa parquia foram alguns crismandos que nos dias 16 e 23 de se-tembro participaram de um retiro vi-vencial em preparao para a Crisma. Como um instrumento fcil, compre-ensvel e de fcil consulta, o YouCat visa acompanhar os jovens numa fas-cinante e entusistica descoberta: Parquia na JMJ 2013Crismandos reCeberam o YouCatns no estamos ss. O homem nes-ta belssima aventura que chamamos vida, no esta sozinho, mas tem um Pai: Deus, do qual ele provm, e tem uma Me, a Igreja, na qual chamado a viver. Para isso, em preparao a JMJ queremos acolher com alegria o estudo do YouCat fazendo dele nosso livro de cabeceira. Retiro da CrismaO Retiro Vivencial dos cris-mandos aconteceu no Par-que da Cidade nos dias 16 e 23 de setembro. Aps a missa das 7h no Telespark os jovens fo-ram caminhando at o parque. L a vivncia aconteceu por meio dos smbolos do Esprito Santo, atribu-dos atravs da gua, do leo, do vento e do fogo. Cerca de 170 jovens rezaram e viveram a fraternidade durante o perodo da manh.O Casal coordenador da Pastoral Familiar na Parquia, Santo e Clia, participou do XVI Congres-so Regional da Pastoral Familiar Sul 1, realizado em Botucatu (SP) nos dia 28, 29 e 30 de setembro, com o tema: A fa-mlia, o trabalho, a festa e a f. O con-gresso foi um momento oportuno para animar, formar e enviar com renovado ardor evanglico os participantes. Para o casal, a famlia merece um olhar especial, porque um lugar e uma escola de comunho. Em primeiro lugar para a iniciao vida crist das crianas, no seio da qual os pais so os primeiros catequistas. Tamanha sua importncia que precisa ser considera-da um dos eixos transversais de toda a evangelizao.Congresso Regional da Pastoral Familiar O Conselho Particular Santo Ivo realizou de 9 a 16 de setem-bro a Festa de So Vicente de Paulo em nossa Parquia com o tema A opo preferencial pelos pobres e excludos.As celebraes do trduo prepa-ratrio nos dias 13 e 14 aconteceram s 19h30, na sede dos Vicentinos, na Vila Sinh, e no dia 15, s 18h na igreja Nossa Senhora Auxiliadora, no Telespark. No domingo, 16 de se-tembro, a missa festiva foi celebra-da pelo Padre Thiago s 9h, na sede dos Vicentinos, em seguida houve assembleia em louvor a So Vicente de Paulo e, a partir das 14h show de prmios com sorteio de rifa e bingo.Festa de so Vicente de Paulo7MariaComunicandocomAno 8 - n 76Outubro de 2012Espao da SobriedadeFonte: livro Pastoral da Sobriedade - Formao e capacitao de agentesAutores: Pe. Joo Roberto Ceconello, Sivane Villanova Cecato e Ernestina Bites FloresO Programa de Vida Nova recupera todos os que perseveram na vivncia dos 12 Passos nas reunies semanais do Grupo de Autoajuda.O Grupo de Autoajuda a meto-dologia adotada pela Pastoral da Sobriedade para o trata-mento das dependncias. considera-do pela cincia um recurso eficaz para esse tratamento por ser utilizado com objetivo de restaurar o equilbrio emo-cional das pessoas que compartilham as mesmas dificuldades.No Grupo de Autoajuda, as pesso-as aprendem a lidar e a resolver seus problemas atravs da ajuda mtua. Durante a partilha das experincias de vida os participantes con-seguem identificar parte de sua prpria historia pelo sofri-mento, pela experi-ncia e pelos anseios dos outros. Atravs do relato das experincias do outro, cada um tem maior possibilidade de perceber a si mesmo e de entender as pessoas com as quais convive. No Grupo de Autoajuda as pessoas orien-tam suas vidas, buscam o autoconhe-cimento e novas formas de solucionar os problemas que as afligem. O Grupo de Autoajuda da Pastoral da Sobriedade utiliza o modelo sist-mico para ajudar as famlias a encon-trarem solues aos abalos que sofrem quando um ou mais membros esto afetados pela dependncia qumica. O paradigma sistmico no est restrito psicologia, mas a uma nova forma de pensar da cincia, que auxilia o sis-tema familiar na busca do equilbrio. A dificuldade de um dos membros compartilhada por todos e cada um, tem sua participao e responsabili-dade no processo de mudana. O Grupo de Autoajuda da Pastoral da Sobriedade desenvolvido atravs de reunies semanais. Essas reunies esto baseadas na reflexo e na vivn-cia de 12 temas bblicos que preten-dem levar a uma converso, a um Pro-grama de Vida Nova. Isto porque a Pastoral da Sobriedade no se limita apenas em blo-quear o uso da droga e o abuso do lcool, mas prope a redes-coberta do verdadeiro sentido da vida. O ob-jetivo da reunio tratar o problema da dependncia qumica abrangen-do o grupo familiar, sem, no entanto, promover um confronto entre eles. Enquanto o dependente participa bus-cando a libertao, a sobriedade, o fa-miliar participa para orientar e ajudar de maneira efetiva na recuperao de seu(a) dependente. Assim, atravs de uma interao dinmica pela partilha da experincia de vida de cada parti-cipante que acontece nos grupos de partilha, dependentes e familiares to-mam conscincia dos problemas que esto prejudicando o bom relaciona-mento entre eles.A IDENTIDADE DA PASTORAL DA SOBRIEDADE O GRUPO DE AUTOAJUDA (Parte 1)Reunio dos Grupos de Autoajuda:Toda sexta-feira, s 19h15, na igreja Ma-triz (Altos de Santana)88MariaComunicandocom Ano 8 - n 76Outubro de 2012Esta chegando o 4 Disco Dan-ce de nossa parquia. Neste ano a novidade ser FANTASY. Ser uma oportunidade de colocar uma fantasia referente poca dos anos 60,70 e 80 e rolar na pista at amanhecer. Os convites avulsos j esto disponveis ao preo de R$ 26,00 na secretaria da parquia. As mesas so para 10 pessoas. A melhor fantasia e a mesa mais ani-mada ganharo brindes. Ento no fique fora dessa! Mais informaes pelo telefone 3942 4226. A terceira Gincana Bblica da Per-severana, no dia 30 de setem-bro, iniciou-se com a missa das 9h, na Matriz. Aps a missa, cerca de 110 crianas e adolescentes realiza-ram as atividades na quadra coberta do poliesportivo do Altos de Santana. Houve premiao com medalhas para os 1, 2 e 3 lugares e certificado para o 4 colocado. A mesa de jurados foi composto por 4 agentes de diferentes pastorais. O evento foi organizado pe-los catequistas da perseverana com ajuda de catequistas da etapa 1. Dois profissionais de educao fsica ani-maram os participantes. Foi distribu-do lances aos catequizandos. Terceira Gincana Bblica da Catequese Disco Dance Fantasy5 Ch Bingo ParoquialNo encerramento, padre Thiago reali-zou um momento de reflexo, uma di-nmica e a entrega das medalhas para as equipes vencedoras. As crianas realizando uma das provas da gincanaA equipe que ficou em 3 lugarA equipe vencedoraA equipe que ficou em 2 lugar Venha degustar um delicioso ch, se divertir e viver mais um momento de comunho na parquia. O nosso famoso ch bingo acontece no dia 24 de novem-bro, tarde, com a premiao de um fogo, um forno micro-ondas, um moedor eltrico, um forno el-trico e uma batedeira. Cartelas venda com as pastorais e movimen-tos a R$5,00.