Comunicando com Maria-ABR 2013

Download Comunicando com Maria-ABR 2013

Post on 18-Mar-2016

220 views

Category:

Documents

6 download

DESCRIPTION

Informativo da Parquia N. S. de Ftima So Jos dos Campos-SP

TRANSCRIPT

  • Domingo de Ramos - pginas 4 Teatro da Paixo - Pgina 6

    Informativo da Parquia Nossa Senhora de FtimaAltos de Santana - Diocese de So Jos Dos Campos

    Ano 8 - n 80 - Abril de 2013

  • 2MariaComunicandocom Ano 8 - n 80Abril de 2013Palavra do Proco

    Expediente Comunicando com Maria - Distribuio Gratuita - www.pnsenhoradefatima.org.br - facebook.com/pnsenhoradefatimaPublicao mensal da Parquia Nossa Senhora de Ftima - Rua Serra Dourada, 180 - Altos de Santana - So Jos dos Campos - SP - CEP: 12214-130 - Telefone: (12) 3942-4226 Jornalista Responsvel: Ana Cristina da Costa Silveira MTB(PA): 1.317 - Reviso: Pe. Thiago Dias - Edio, Projeto Grfico e Editorao: Ana Cristina da C. Silveira Colaboram nesta edio: Lus Daniel, Marcio Roberto de Paula, Luizinho, Geruza Souza, Gabriel Santana, Quitria Farias, Mrio Santos, Rogria Machado. Impresso: Jac Editora (12) 3928 1555 - Tiragem: 1.500 exemplares

    Editorial

    Pe. Thiago Dias

    Uma paixo que no decepciona!

    Assim vivenciamos os melho-res dias de nossa histria de F: a manifestao do amor de Deus que se doa e se entrega na pessoa de seu Filho. Deus no nos abandonou, no nos decepcionou. Nesta Santa Semana pudemos sen-tir o conforto de Deus, pois antes de nos curar Ele nos tomou pela mo e nos resgatou e nos mostrou a luz, nos arrancou das trevas e iluminou nossa existncia.

    Agora o desafio ser manter a

    luminosidade. Iremos vivenciar 50 dias do Tempo Pascal. Oportuni-dade que se apresenta a ns. Em nossa parquia, somos mais que privilegiados, pois neste tempo vi-venciaremos a Festa de Maria. Ser a oportunidade de confessar com ela e rezar como Ela, pois: Feliz Aquela que acreditou.

    Aproveito para manifestar mi-nha gratido aqueles que vivenciaram e nos possibili-tou vivenciar esta paixo que nos con-fortou.

    Deus abenoe a todos.

    Estamos na Pscoa. Na tradio judaico-crist, Pscoa significa passagem. A festa da Pscoa , antes de tudo, a representao do acontecimento chave da humanidade: a Ressurreio de Jesus depois de sua morte consentida por Ele para o resga-te e a reabilitao do homem aprisio-nado pelo pecado. Pscoa vitria, o homem chamado a sua maior dignida-de. a ocasio de realizarmos mudan-a e afastamento de situaes que, de alguma maneira nos escravizam, pois, a redeno e libertao do pecado da humanidade pelo Filho de Deus.

    A Ressurreio de Cristo a alegria imensa depois da dor, do sofrimento, da cruz. O homem no pode perder jamais a esperana na vitria do bem sobre o mal.

    A mensagem redentora da Pscoa no outra coisa que a purificao total do homem, a libertao de seus egosmos, de seus complexos, de sua pequenez. Purificao que, ainda que implique em uma fase de limpeza in-terior, contudo se realiza de maneira positiva com dons de plenitude, com a iluminao do Esprito, a revitalizao do ser por uma vida que transborda alegria e paz, em outras palavras: a presena do Senhor ressuscitado. o que So Paulo expressou neste texto: Se ressuscitastes com Cristo, ento vos manifestareis gloriosos com Ele.

    Ento vivamos a Pscoa intensa-mente com Jesus ressuscitado.

    Revitalizao em Cristo

    Adorao ao Santssimo - Pastoral VocacionalData: 21 de abril - Hora: 16hLocal: Matriz-Capela do Santssimo

    Festa de Santa Catarina de Sena - Vila Unidos e Jd. Minas GeraisTrduo: 25 a 27 de abril Hora: 19hFesta: 28 de abril 11h

    Encontro de BatismoData: 27 de abril - Hora: 16h30Local: Centro Pastoral Pe. Wagner

    Formao para os catequistasData: 28 de abril Hora: 8h s 11hLocal: Centro Pastoral Trs Pasto-rinhos

    Despertar Vocacional IIData: 28 de abril Hora: 8h s 11hLocal: Centro Pastoral Pe. Wagner

    Missa do Trabalhador e envio da Festa de MariaData: 1 de maio - Hora: 19h30Local: Matriz

    Agende-se

  • MariaComunicandocom

    3

    Ano 8 - n 80Abril de 2013

    O Dicono Entre Ns

    Eis-me aqui, envia-me!

    A primeira Campanha da Fra-ternidade foi realizada na ar-quidiocese de Natal em abril de 1962, por iniciativa do ento ad-ministrador apostlico, dom Eugnio de Arajo Sales. O objetivo era fazer uma coleta em favor das obras so-ciais e apostlicas da arquidiocese. A comunidade rural Timb, no munic-pio de Nsia Floresta (RN) foi o lugar onde a campanha ocorreu pela pri-meira vez.

    A experincia foi adotada, logo em 1963, por 19 dioceses do Regional Nordeste 2, nos estados de Pernam-buco, Paraba, Rio Grande do Norte e Alagoas. Em 1964, a CNBB assumiu a Campanha da Fraternidade.

    Em 1992, o tema Juventude, Ca-minho Aberto j havia discutido e refletido sobre a incluso dos jovens na evangelizao. Este ano, o tema trata da juventude de forma geral e abrangente.

    Pela segunda vez em 50 anos, a Campanha da Fraternidade, pro-movida pela Igreja Catlica, coloca a juventude no foco das discusses. Com o tema Fraternidade e Juven-tude e o lema Eis-me aqui, envia-me, prope, segundo a prpria Igre-ja, discutir a realidade dos jovens, acolhendo-os com a riqueza de suas diversidades, propostas e potenciali-dades; entend-los e auxili-los neste contexto de profundo impacto cultu-

    ral e fazer-se solidria em seus sofri-mentos e angstias, especialmente junto aos que mais sofrem com os desafios desta mudana de poca e com a excluso social; reavivar-lhes o potencial de participao e transfor-mao. A evangelizao implica no testemunho, anncio, adeso a Jesus Cristo e a Igreja. A Juventude fonte perene de renovao da Igreja e da Sociedade.

    A reflexo deste tema quer ser uma oportunidade especial para que a nossa Igreja renove a sua opo afetiva e efetiva pelos (as) jovens. Com isto buscam-se orientaes que possam animar, iluminar e motivar a todos no trabalho com a juventude.

    Os jovens no devem ter medo de avanarem para as guas mais profundas(Lucas 5,4), sem fazer restries ao chamado, tornando sementes de norte a sul/leste a oes-te e de todo lugar que um dia Deus na terra semeou. Devem ser fonte de vida, conhecimento, paz e justia para aqueles que vivem a margem da nossa nao.

    Ser um (a) jovem missionrio (a), batendo de porta em porta, ter a certeza de que no est sozinho (a), Jesus est com voc.

    A Igreja quer que os jovens sejam verdadeiros missionrios e mission-rias no sentido de jovens evangelizan-do jovens:Eis-me aqui! Envia-me.

    Dicono Valdair Donizeti Adriano

    (Isaas 6,8)

    Visita da Me Rainha Peregrina

    M i s s i o n -rios do Mo-v i m e n t o Apostl ico de Schoens-tatt, rezaram o tero, na

    manh do dia 16 de maro, na igreja Matriz, na despedida da visita anual da Capela diocesana da Me Rainha, que esteve na Parquia por 10 dias. Daqui a imagem peregrina seguiu para a parquia de Santana.

    No dia 14 de maro, na igreja Nossa Senhora Auxiliadora, no Telespark, Padre Chico, vigrio paroquial, presidiu a missa em ao de graas pelos seus 28 anos de vida. Aps a celebrao, o aniversariante recebeu o carinho e os cumprimentos dos paroquianos.

    Aniversrio do PAdre ChiCo

  • 4MariaComunicandocom Ano 8 - n 80Abril de 2013

    BICICLETARIADO

    ALEXANDRE

    Dedicao total em qualidade a voc!!!

    Bicicletas novas e usadas

    em geral Peas e acessrios Servios

    Av. Pico das Agulhas Negras, 600 - Altos de Santana - SJC - SP

    Fone: (12) 3913-1757 / 9764-3695

    DEPSITO DO LUIZODEPSITO DO LUIZOMateriais para Construo

    Vila Unidos:

    Vila So Geraldo:

    Rua Jaguari, 1210

    Estrada Juca de Carvalho, 1049

    Fones: 3921-0136 e 3922-9125

    Fone: 3922 7419

    A cerimnia tem a finalidade de restaurar e aprofundar nos fiis a reconciliao com Deus. Gislaine Rosa acredita que esta celebrao prepara melhor a pessoa para viver o trduo

    Celebraes penitenciais

    pascal (paixo, morte e ressurreio de Jesus Cristo). Para ela participar poder aprofundar mais a minha f. Eu creio num Deus maravilhoso que deu seu Filho para nossa salvao.

    Na Matriz: no dia 23, como os jovens e no dia 25 para os homens

    No Telespark: no dia 23, com as Crianas e no dia 26 para as mulheres

    O Domingo de Ramos lembra a entrada triunfal de Jesus em Je-rusalm. Pela manh, no dia 24 de

    Domingo de Ramos maro, os fiis saram em procisso cantando hinos e carregando ramos. Ao chegar igreja, uma missa foi cele-brada com leitura de trechos bblicos sobre o sacrifcio de Jesus Cristo.

    No Telespark

    No Altos de Santana

    Na Quarta-Feira Santa, os homens saram da igreja Matriz com a imagem do Se-nhor dos Passos e as mulheres, da igreja do Telespark, com Nossa Senhora das Dores, e seguiram at ao centro poliesportivo do Al-tos de Santana, onde foi celebrada a Missa.

    Procisso do Encontro

    Na Quinta-Feira Santa, a Igreja celebra a ceia do Senhor em aluso ltima ceia entre Jesus Cristo e os 12 discpulos, antes da crucificao. Nela, Jesus instituiu

    Cerimnia do Lava-Ps

    Na Matriz, com os idosos e enfermos

    No Telespark, com jovens

    A paixo de Cristo nos conforta

  • MariaComunicandocom

    5

    Ano 8 - n 80Abril de 2013

    a Eucaristia. Neste dia acontece a cerim-nia do lava-ps, na qual 12 pessoas so escolhidas para que o padre lave seus ps, em referncia ao momento em que Jesus ensina a humildade aos discpulos lavan-do os ps deles.

    No Olaria

    Na Matriz, com jovens

    Na Sexta-Feira Santa no h cele-brao da missa. s 15h, conside-rada a hora nona pela Bblia, os fiis se renem para celebrar a paixo e a morte de Cristo. Entre os ritos da ce-rimnia h o momento da paixo ve-nerada, quando os fiis, um a um, vo beijar a imagem de Cristo crucificado.

    Sexta-Feira da Paixo

    Viglia Pascal e a Procisso da Ressurreio

    A Viglia Pascal, no sbado noite, tem um rito especial de entrada: a bno do fogo que acender o crio pascal, uma grande vela que representa o Cristo ressuscitado.

    A liturgia da palavra desta celebra-o diferenciada, comeando pela nar-

    rao da criao do mundo e terminan-do com o evangelho da ressurreio de Cristo. Entre os rituais da noite h ainda a bno da gua e a renovao dos compromissos batismais e aps a missa, os fiis realizam a procisso da ressur-reio pelas ruas da parquia.

    noite, ainda houve a procisso do enterro

    Ao Litrgica na Matriz

    Ao Litrgica no Telespark

  • 66

    MariaComunicandocom Ano 8 - n 80Abril de 2013

    Parquia na JMJ 2013

    Teatro da Paixo de Cristo

    Os jovens da nos-sa parquia estavam muito animados para o Bote F. Era conta-giante ver a alegria estampada no rosto de cada um deles. O contato com a cruz peregrina e o cone de Nossa Senhora forta-leceu ainda mais a f de cada um deles. O relato da jovem Elisangela Faria, uma entre as mais de 18 mil pessoas que es-tiveram no Bote F So Jos, na tarde de domingo, 17 de maro.

    Antes de sarem em caminhada para a Igreja Matriz de So Jos, os paroquia-nos fizeram um momento de partilha na Matriz da parquia. Cada jovem levou algo para o lanche comunitrio.

    O evento comeou em frente Igre-

    Bote F So Jos

    ja Matriz So Jos, com uma grande concentrao. Em caminhada pelas ruas do centro, os jovens levaram os smbo-los da JMJ at o Parque da Cidade. L Dom Moacir Silva presidiu a missa. Aps a celebrao, teve msica com os DJs Atos 29 e show do Ministrio Adorao e Vida. Padre Thiago Dias, organizador do Bote F, encerrou o evento agrade-cendo a participao e concedendo a bno a todos.

    Com passagens que evidenciaram o arrependimento, a segunda edio da Paixo de Cristo emocio-nou mais uma vez quem esteve pre-sente ao Poliesportivo do Altos de Santana, na Sexta-Feira Santa.

    O arrependimento de Judas, com direito a um momento musical, e as dvidas de Pncio Pilatos, ao mandar Jesus ser julgado por He-rodes mostraram que todos tm os seus mo-mentos de arrependimento.

  • 7MariaComunicandocom

    7

    Ano 8 - n 80Abril de 2013

    Espao da Sobriedade

    Renascer!

    E se hoje eu fizesse um convite para nascer de novo? E se fos-se hoje o dia de recomear uma nova vida? No pense que voc est velho demais, vivido demais, que tarde demais. Velho no quem tem muita idade, mas quem pensa velho, quem no quer mudar, quem se aco-moda. Quem pensa que nasceu as-sim e vai morrer assim. Podemos ser velhos com pouca idade, com a alma enrugada.

    s vezes necessrio se despir da velha carcaa e vestir roupa nova. Se dar novas oportunidades. Uma nova chance. Isso pode ser tremendamen-te dolorido. Porm um alvio imen-so quando conseguimos! Carregamos durante tantos anos nossos concei-tos, ideias e preconceitos, que isso se molda ao nosso corpo. E quando pre-cisamos nos liberar, impossvel que uma parte da gente no saia junto, impossvel no doer e no sangrar.

    Jesus disse que deveramos nascer de novo. Mas Ele no acrescentou que seria fcil. Nascer de novo no quer dizer voltar a ser pequeno, mas voltar a ter a humildade e simplicidade de uma criana para se ter mais f, mais confiana, mais coragem. voltar a acreditar no que o mundo acabou nos roubando com tanto materialismo.

    Nascer de novo quer dizer reco-mear, reaprender a andar, vacilante, talvez, no incio, mas cada vez mais firme e seguro at que nossas pernas suportem nosso corpo e nos dem equilbrio. cair e se levantar cada vez

    com pacincia e perseverana. Nascer de novo quer dizer se dar uma nova chance. Dar-se um presente a si mes-mo. Tentar, pelo menos uma vez na vida, ser realmente feliz.

    Tudo isso no utopia, uma rea-lidade. Mas uma realidade para aque-les que acreditam. Eu posso, porque a bblia diz que eu posso. Jesus nunca mentiu. Se Ele disse: necessrio vos nascer de novo porque no s ne-cessrio, mas possvel. possvel ser-mos pessoas melhores. No sozinhos, mas nunca estamos sozinhos se temos Deus ao nosso lado. Ento, hoje, quan-do o dia amanhecer, amanhea com ele. E quando o sol se pr, se ponha com ele. Renasa cada dia um pouqui-nho mais.

    Libere-se do que te faz mal e aproveite mais das coisas que te do felicidade. Seja jovem no seu cora-o e vista uma roupa nova. Olhe-se no espelho. Se todo mundo decidisse mudar, o mundo mudaria tambm. Comece fazendo a sua parte. Quando as pessoas notarem coisas positivas acontecendo na sua vida, vo sentir vontade de mudar tambm. E quem sabe no ser voc o primeiro elo de uma grande corrente que vai tornar a humanidade mais feliz?

  • 8888

    MariaComunicandocom Ano 8 - n 80Abril de 2013

    Com o tema Feliz Aquela que Acreditou (Lc 1,45), a Festa de Maria deste ano ser realizada de 3 a 26 de maio. A Novena de Nossa Senhora de Ftima acontece no pero-do de 3 a 11 de maio. Com missas de segunda a sexta s 19h30 e no sbado e domingo s 18h. No domingo, 12, as atividades da festa da padroeira da Parquia comeam s 16h, com mis-sa, procisso e coroao de Nossa Se-nhora. E no dia 13, como de costume, haver o louvor a Maria, a partir das 18h.

    A padroeira do Telespark ter no-vena no perodo de 17 a 25 de maio. J a Festa de Nossa Senhora Auxiliadora acontecer no dia 26 de maio.

    A Festa da Divina Misericrdia celebrada sempre no segundo domingo da Pscoa, este ano, no dia 7 de abril. Neste dia, as leitu-ras bblicas e oraes litrgicas esto centradas no perdo dos pecados e na infinita misericrdia de Deus. Como preparao especial a esta celebrao, a Parquia realizou nos dias 4, 5 e 6 de abril, adorao ao Santssimo e o Ter-o da Misericrdia, s 15h, e missa s 19h30, na igreja Matriz.

    Festa de Maria 2013 Trduo da Festa da Divina Misericrdia

    O bingo da Festa de Maria deste ano ser realizado no dia 5 de maio. A carte-la j est venda com os agentes das pastorais, movimentos e repre-sentantes de setores, por apenas R$5,00. Os cinco prmios so: uma moto, uma TV, um tablet, um fogo

    Bingo Paroquial

    e um vdeo game XBox. Adquira j sua cartela. O evento comear s 14 horas no ptio da Matriz. Haver tambm rodadas extras.

    No dia 7 de abril, lideranas da Pastoral da Criana na Dioce-se de So Jos dos Campos se reuniram no encontro anual para re-flexo e formao, no centro Pastoral de Santana. As 180 lderes presentes puderam assistir palestra sobre a Campanha da Fraternidade e apro-fundar seus conhecimentos sobre a Pastoral, com o coordenador estadual, Jos de Anchieta, alm de tirar suas dvidas e falar de suas necessidades com a coordenadora diocesana, Elisa Fernandes Fileno Matias. O assessor da Pastoral, padre Jos Bento Vichi de Paula (Bentinho) presidiu a missa, no encerramento do encontro.

    Pastoral da Criana