Competências e Habilidades

Download Competências e Habilidades

Post on 04-Jun-2015

3.035 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

PERRENOUD

TRANSCRIPT

  • 1. COMPETNCIAS HABILIDADES

2. Philippe Perrenoud Competncia em educao a faculdade de mobilizar um conjunto de recursos cognitivos - como saberes, habilidades e informaes - para solucionar com pertinncia e eficcia uma srie de situaes. 3. Quem Philippe Perrenoud? Philippe Perrenoud nasceu na Sua, em 1944. Doutor em Sociologia e Antropologia, atualmente, professor da Faculdade de Psicologia e de Cincias da Educao, na Universidade de Genebra das reas de currculo escolar, prticas pedaggicas e instituies de formao. Tambm diretor do Laboratrio de Pesquisas sobre a Inovao na Formao e na Educao (Life), de Genebra. uma referncia para os educadores no Brasil pelo fato de suas ideias pioneiras sobre a profissionalizao de professores e a avaliao de alunos serem hoje consideradas fonte nica para todos pesquisadores em educao e assessores em polticas educacionais, estando na base, inclusive, dos Novos Parmetros Curriculares Nacionais e do Programa de Formao e Professores Alfabetizadores do MEC (PROFA), estabelecidos pelo MEC. autor de vrios ttulos importantes na rea de formao de professores, tais como: Avaliao da excelncia regulao das aprendizagens; Pedagogia Diferenciada; Construir as competncias desde a escola; Dez novas competncias para ensinar. Seu interesse em estudar as problemticas educacionais surgiu durante o seu doutorado em Sociologia, quando teve a oportunidade de estudar o processo de evaso escolar e suas referncias com as desigualdades sociais. Perrenoud prope, a partir de suas experincias na rea pedaggica, um modelo educacional baseado em ciclos de trs anos, no qual a criana dispe desse perodo para desenvolver as competncias de sua faixa etria. 4. Definies Competncias e Habilidades Competncia: entendida de trs modos: 1) Competncia como condio prvia do sujeito, herdada ou adquirida. 2) Competncia como condio do objeto, independente do sujeito que o utiliza. 3) Competncia interdependente, ou seja, no basta ser muito entendido em uma matria, no basta possuir objetos potentes e adequados, pois o importante aqui o "como esses fatores interagem". Habilidades " As habilidades esto associadas ao saber fazer: ao fsica ou mental que indica a capacidade adquirida. Assim, identificar variveis, compreender fenmenos, relacionar informaes, analisar situaes-problema, sintetizar, julgar, correlacionar e manipular so exemplos de habilidades. 5. COMPETNCIA Competncias mais especficas a trabalhar em formao contnua 1. Organizar e dirigir situa- es de aprendizagem i. Conhecer, para determinada disciplina, os contedos a serem ensinados e sua traduo em objetivos de aprendizagem. ii. Trabalhar a partir das representaes dos alunos. iii. Trabalhar a partir dos erros e dos obstculos aprendizagem. iv. Construir e planear dispositivos e sequncias didticas. v. Envolver os alunos em atividades de pesquisa, em projetos de Conhecimento 2. Administrar a progresso das aprendizagens i. Conceber e administrar situaes- problema ajustadas ao nvel e s possibilidades dos alunos. ii. Adquirir uma viso longitudinal dos objetivos do ensino. iii. Estabelecer laos com as teorias subjacentes s atividades de aprendizagem. iv. Observar e avaliar os alunos em situaes de aprendizagem, de acordo com uma abordagem formativa. v. Fazer balanos peridicos de competncias e tomar decises de progresso. COMPETNCIAS 6. COMPETNCIA Competncias mais especficas a trabalhar em formao contnua 3. Conceber e fazer evoluir os dispositivos de diferenciao i. Administrar a heterogeneidade no mbito de uma turma. ii. Abrir, ampliar a gesto de classe para um espao mais vasto. iii. Fornecer apoio integrado, trabalhar com alunos portadores de grandes dificuldades. iv. Desenvolver a cooperao entre os alunos e certas formas simples de ensino mtuo. 4. Envolver os alunos em suas aprendizagem e em seu trabalho i. Suscitar o desejo de aprender, explicitar a relao com o saber, o sentido do trabalho escolar e desenvolver na criana a capacidade de auto-avaliao. ii. Instituir um conselho de alunos e negociar com eles diversos tipos de regras e de contratos. iii. Oferecer actividades opcionais de formao, la carte. iv. Favorecer a definio de um projecto pessoal do aluno. COMPETNCIAS 7. COMPETNCIA Competncias mais especficas a trabalhar em formao contnua 5. Trabalhar em equipe i. Elaborar um projeto em equipe, representaes comuns. ii. Dirigir um grupo de trabalho, conduzir reunies. iii. Formar e renovar uma equipe pedaggica. iv. Enfrentar e analisar em conjunto situaes complexas, prticas e problemas profissionais. v. Administrar crises ou conflitos interpessoais. 6. Participar da administrao da escola i. Elaborar, negociar um projecto da instituio. ii. Administrar os recursos da escola. iii. Coordenar, dirigir uma escola com todos os seus parceiros. iv. Organizar e fazer evoluir, no mbito da escola, a participao dos alunos COMPETNCIAS 8. COMPETNCIA Competncias mais especficas a trabalhar em formao contnua 7. Informar e envolver os pais i. Dirigir reunies de informao e de debate. ii. Fazer entrevistas. iii. Envolver os pais na construo dos saberes. 8. Utilizar novas tecnologias i. Utilizar editores de texto. ii. Explorar as potencialidades didticas dos programas em relao aos objetivos do ensino. iii. Comunicar-se distncia por meio da telemtica. iv. Utilizar as ferramentas multimdia no ensino 9. Enfrentar os deveres e os dilemas ticos da profisso I. Prevenir a violncia na escola e fora dela. II. Lutar contra os preconceitos e as discriminaes sexuais, tnicas e sociais. III. Analisar a relao pedaggica, a autoridade e a comunicao em aula. COMPETNCIAS 9. COMPETNCIA Competncias mais especficas a trabalhar em formao contnua 10 Administrar sua prpria formao contnua i. Saber explicitar as prprias prticas. ii. Estabelecer seu prprio balano de competncias e seu programa pessoal de formao contnua. iii. Envolver-se em tarefas em escala de uma ordem de ensino ou do, sistema educativo. iv. Acolher a formao dos colegas e participar dela. COMPETNCIAS 10. Competncias mais especficas Sugestes/Indicaes 1.1. Conhecer os contedos a serem ensinados e sua traduo em objetivos de aprendizagem. - Relacionar os contedos com os objetivos e as situaes de aprendizagem. - Dominar os contedos com suficiente fluncia para constru-los em situaes abertas ou em tarefas complexas. - Os saberes e os saber-fazer so construdos em situaes mltiplas e complexas, cada uma delas dizendo respeito a vrios objetivos/disciplinas. - Explorar acontecimentos e interesses dos alunos para favorecer a apropriao ativa e a transferncia dos saberes. - O professor deve saber identificar noes-ncleo (Meirieu, 1989) ou competncias- chave (Perrenoud, 1998) para organizar as aprendizagens, orientar o trabalho em aula e estabelecer prioridades. 1.2. Trabalhar a partir das representaes dos alunos. - Uma boa pedagogia no ignora o que os alunos pensam e sabem. - errado trabalhar a partir das representaes dos alunos para a seguir as desvalorizar. - Resta trabalhar a partir das concepes dos alunos, dialogar com eles, fazer com que sejam avaliadas para aproxim-las dos conhecimentos cientficos a serem ensinados. 1.3. Trabalhar a partir dos erros e dos obstculos aprendizagem. - Aprender no primeiramente memorizar, retocar informao, mas reestruturar o seu sistema de compreenso do mundo. - A didctica das disciplinas interessa-se cada vez mais pelos erros e tenta compreend- los, antes de combat-los. - Astolfi prope que se considere o erro como uma ferramenta para ensinar, um revelador dos mecanismos de pensamento do aluno. COMPETNCIAS 11. Competncias mais especficas Sugestes/Indicaes 1.4. Construir e planear dispositivos e sequncias didticas - Uma situao de aprendizagem insere-se num dispositivo e numa sequncia didtica na qual cada tarefa uma etapa em progresso. - o dispositivo depende dos contedos, do nvel dos alunos, das opes do professor. - A competncia consiste na busca de um amplo repertrio de dispositivos e de sequncias de aprendizagem e na identificao do que eles/as mobilizam e ensinam. 1.5. Envolver os alunos em atividades de pesquisa, em projetos de conhecimento - O mais importante permanece implcito porque uma sequncia didtica s se desenvolve se os alunos a aceitarem e tiverem realmente vontade de saber. - A dinmica de uma pesquisa sempre simultaneamente intelectual, emocional e relacional. Da o delicado equilbrio entre a estruturao didtica e a dinmica da turma. - A competncia passa pela arte de comunicar, seduzir, encorajar, mobilizar, envolvendo-se como pessoa. 2.1.Conceber e administrar Situaes problema ajustadas ao nvel e s possibilidades dos alunos. - Caractersticas de uma situao-problema: (i) constituir um obstculo para a turma. (ii) estudo de 1 situao concreta, hipteses. (iii) 1 verdadeiro enigma para ser resolvido. (iv) necessidade de usar instrumentos com vista resoluo. (v) oferecer resistncia suficiente. (vi) situar-se na zona de desenvolvimento proximal (Vygotky). (vii) antecipao dos resultados precede a busca (viii) debate cientfico dentro da classe. (ix) a validao da soluo feita conjuntamente (no pelo prof). COMPETNCIAS 12. Competncias mais especficas Sugestes/Indicaes 2.2. Adquirir uma viso longitudinal Dos objetivos do ensino. - A massificao e a urbanizao generalizaram as classes de um nico nvel com prejuzo da viso longitudinal dos objetivos programticos. - Felizmente que nem todas as escolas funcionam assim, facilitando a construo de estratgias de ensino-aprendizagem a longo prazo. - No se pode pretender que os alunos alcancem num ano a capacidade de ler, escrever, refletir, argumentar, expressar-se pelo desenho ou pela msica, cooperar, realizar projetos. - Para colmatar esta insuficincia fundamental o trabalho em equipa entre os colegas que ensinam vrios nveis. - O verdadeiro desafio o domnio da totalidade da formao de 1 ciclo de aprendizagem e, se possvel, de todo o ensino bsico. 2.3. Estabelecer laos com as teorias subjacentes s atividades de aprendizagem. - As

Recommended

View more >