compartilhamentos em gravura: o instituto de anpap.org.br/anais/2015/simposios/s4/maristela_...

Click here to load reader

Post on 23-Dec-2018

215 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

2690 COMPARTILHAMENTOS EM GRAVURA: O INSTITUTO DE ARTES DA UFRGS NO PROJETO RHINOS ARE COMING Maristela Salvatori / Universidade Federal do Rio Grande do Sul Simpsio 4 Compartilhamentos na gravura: redes e conexes

COMPARTILHAMENTOS EM GRAVURA: O INSTITUTO DE ARTES DA UFRGS NO PROJETO RHINOS ARE COMING Maristela Salvatori / Universidade Federal do Rio Grande do Sul

RESUMO So aqui abordados alguns aspectos da participao do Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul no projeto Rhinos are Coming, uma rica parceria entre quatro escolas de arte. A partir da proximidade das celebraes dos 500 anos do rinoceronte de Drer, a Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa props o projeto que, contando tambm com a participao da Akademia Sztuk Pieknych, em Lodz, Polnia, e a Michaelis School of Fine Art, University of Cape Town, frica do Sul, buscou apresentar e confrontar experincias destas instituies na produo de gravuras e instalaes grficas na contemporaneidade. PALAVRAS-CHAVE Ganda; Drer; gravura; instalao; arte contempornea. SOMMAIRE

Ici sont discuts certains aspects de la participation de l'Instituto de Artes de l'Universidade Federal de Rio Grande do Sul dans le projet Rhinos are coming projet, un partenariat entre quatre coles d'art. la proximit des clbrations du 500e anniversaire du rhinocros de Drer, l a Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa a propos le projet, comptant galement avec la participation de Akademia Sztuk Pieknych Lodz, en Pologne, et la Michaelis School of Fine Art, Universit de Cape Town, Afrique du Sud, qui a cherch prsenter et de confronter les expriences de ces institutions dans la gravure et installations graphiques de nos jours. MOTS-CLS

Ganda; Drer; gravure; installation; art contemporain.

2691 COMPARTILHAMENTOS EM GRAVURA: O INSTITUTO DE ARTES DA UFRGS NO PROJETO RHINOS ARE COMING

Maristela Salvatori / Universidade Federal do Rio Grande do Sul Simpsio 4 Compartilhamentos na gravura: redes e conexes

Rhinos are coming celebrou de forma antecipada as comemoraes dos 500 anos

do rinoceronte de Albrecht Drer que, imortalizado em xilogravura, tornou-se uma

das imagens mais emblemticas na histria da cultura e das artes grficas.

O convite para realizar uma curadoria junto ao projeto, proposto pela Faculdade de

Belas-Artes da Universidade de Lisboa (FBAUL), decorreu do estreitamento de laos

com pesquisadores desta instituio. Sua concepo, estrutura e funcionamento

tiveram aspectos semelhantes ao projeto The Rape of Europe1, desenvolvido um

ano antes. Com coordenao central da FBAUL, reuniu artistas pesquisadores de

diferentes instituies de ensino de artes para realizarem curadorias locais em torno

de um eixo comum com vistas realizao de exposies concomitantes e

seminrios com a participao de acadmicos de cada instituio.

Quatro escolas de arte participaram do Projeto, alm da propositora, Faculdade de

Belas-Artes da Universidade de Lisboa (FBAUL), o Instituto de Artes da

Universidade Federal do Rio Grande do Sul (IA/UFRGS), em Porto Alegre, a

Akademia Sztuk Pieknych, em Lodz, Polnia, e a Michaelis School of Fine Art,

University of Cape Town, frica do Sul.2

Em cada pas professores e estudantes, vinculados s instituies, elaboraram

gravuras e instalaes grficas a partir das referncias histricas do rinoceronte

gravado em xilogravura por Albrecht Drer. Tratando-se de obras mltiplas,

exemplares dos trabalhos produzidos foram expostos simultaneamente em Lisboa,

Lodz, Cidade do Cabo3 e Porto Alegre. Em paralelo, previu-se, e foram a realizados,

seminrios internacionais com artistas e pesquisadores das instituies parceiras,

em Lisboa e em Porto Alegre.

No escopo do projeto ainda foi previsto que, aps as exposies, os exemplares

expostos em cada pas passariam a fazer parte do Acervo Artstico da instituio de

ensino participante4. Finalmente, uma publicao foi editada incluindo reproduo de

todas as obras e textos de pesquisadores de cada escola.5

Um rinoceronte e muitas histrias

A oferta de animais exticos como presentes diplomticos decorreu da ocupao

portuguesa na ndia. O rinoceronte Ganda, como ficou conhecido6, aportou em

2692 COMPARTILHAMENTOS EM GRAVURA: O INSTITUTO DE ARTES DA UFRGS NO PROJETO RHINOS ARE COMING

Maristela Salvatori / Universidade Federal do Rio Grande do Sul Simpsio 4 Compartilhamentos na gravura: redes e conexes

Lisboa como presente diplomtico do sulto indiano Muzafar II ao rei portugus Dom

Manuel I, pouco antes disto, o rei havia presenteado o Papa Leo X com numerosos

animais procedentes das colnias portuguesas, dentre os quais destacou-se o

elefante albino Hanno.7 Conforme Francisco Marshall: Desta embaixada advieram

muitos benefcios diplomticos para Portugal. Igualmente, a presena de Hanno em

Roma gerou fecunda iconografia no mesmo gnero do rinoceronte, teratolgico, no

qual confundem-se relato, fantasia e retrato.8

A chegada de Ganda Europa, portanto, veio a somar-se aos efeitos causados por

seus antecessores, trazidos um ano antes e que, ainda segundo Marshall,

cooperavam na composio do mesmo imaginrio, a histria de animais

extraordinrios no continente europeu, derivada de mitos, bestirios e relatos

variados.9

H relatos de que houve em Lisboa a expectativa que Ganda protagonizasse um

esperado confronto contra elefantes10 no Terreiro do Pao da Ribeira, porm a

prometida batalha no teria ocorrido, visto que os elefantes fugiram. Aps esta luta

frustrada Ganda teria sido embarcado para Roma como presente do monarca

portugus ao Papa Leo X.

De acordo com Jorge Nascimento Rodrigues e Tessaleno Devezas,11 o destino e fim

de Ganda permanecem incertos, mas a histria mais provvel seria de que o

paquiderme no teria chegado vivo em Roma devido a um naufrgio no

Mediterrneo. Se Ganda, o animal, desapareceu sem rastro certo, a representao

de rinoceronte, gravado em madeira por Drer, permanece como um dos smbolos

mais marcantes da histria da reprodutibilidade.

2693 COMPARTILHAMENTOS EM GRAVURA: O INSTITUTO DE ARTES DA UFRGS NO PROJETO RHINOS ARE COMING

Maristela Salvatori / Universidade Federal do Rio Grande do Sul Simpsio 4 Compartilhamentos na gravura: redes e conexes

A gravura de Drer, 1515, no British Museum

Fonte: http://www.rhinoresourcecenter.com/pictures/o/1218990307/Durers-rhino-1515.jpg

Precedida por um desenho, esta imagem de fora extraordinria, teria sido

construda por Drer a partir de fontes literrias, relatos e imaginao. Como aponta

Francisco Marshall, o texto que consta na gravura de Drer, incomum em sua obra,

baseado no verbete rinoceronte da Histria Natural de Plnio o velho (VIII, 29).

No entanto, ainda segundo Marshall, sintetizou o fascnio pelo monstruoso extico e

a curiosidade cientfica, o que deu ilustrao de Ganda impacto cultural com

imagem pseudo-naturalista.12

A participao da UFRGS no projeto Rhinos Are Coming

Conforme o convite recebido, cada curador-artista participava do projeto como

artista expositor, e deveria convidar, alm de um outro colega, professor-artista, oito

estudantes vinculados instituio. A curadoria feita em Porto Alegre fez um

pequeno recorte, entre estudantes de graduao e ps-graduao, num amplo

universo de jovens talentosos.

2694 COMPARTILHAMENTOS EM GRAVURA: O INSTITUTO DE ARTES DA UFRGS NO PROJETO RHINOS ARE COMING

Maristela Salvatori / Universidade Federal do Rio Grande do Sul Simpsio 4 Compartilhamentos na gravura: redes e conexes

Aps estudos iconolgicos preliminares e leituras de textos histricos e

contemporneos, o grupo trabalhou alguns meses na preparao das obras que

apresentaram formas e abordagens bastante diferenciadas.

Angela Venturella Alves

Portugal e o Rinoceronte, 2014 Impresso digital e placa recortada,

36 x 50 cm Fotografia: F. Zago/Studio Z

Helena Kanaan AD.rhinos.HK, 2014

Serigrafia e litografia, 56 x 76,5 cm

Fotografia: F. Zago/Studio Z

A professora convidada, Helena Kanaan, especialmente vinculada prtica da

litografia, nos ltimos anos, tem se dedicado ao cruzamento de diferentes meios e

tomou como principal motivao o carter de enunciao presente na ideia do

projeto. No anncio dos 500 anos da chegada de Ganda, Lisboa o receber,

novamente, mas desta vez pela reinterpretao de artistas de 4 cantos do mundo.

Assim, seu trabalho AD.rhinos.HK configura-se semelhana de um pster, nele

vrias tcnicas se cruzam e constituem esta imagem que, segundo suas palavras,

mantm elementos da gravura tradicional, mas se desloca, se repete e se mistura,

numa condio do impresso como imagem hbrida.13

Na imagem, conforme Helena,

Os tipos revelam letras desde o gtico antigo s criaes feitas para o computador, indicando datas e locais onde se podero apreciar os rinocerontes deste evento. A reprografia permite que o mesmo rinoceronte de Drer, animal forte e pr-histrico, tenha sua imagem transferida para a pedra litogrfica, matriz pesada e com origens

2695 COMPARTILHAMENTOS EM GRAVURA: O INSTITUTO DE ARTES DA UFRGS NO PROJETO RHINOS ARE COMING

Maristela Salvatori / Universidade Federal do Rio Grande do Sul Simpsio 4 Compartilhamentos na gravura: redes e conexes

muito a