como desenhar esforço para combater a de˜ciência de ...· como desenhar esforço para combater

Download Como desenhar esforço para combater a De˜ciência de ...· Como desenhar esforço para combater

Post on 27-Jan-2019

219 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Como desenhar esforo paracombater a Decincia de VitaminaA Usando a BDPA na Africa Sub-Saariana

A BDPA teve um impacto positivo em muitas comunidades portoda a frica, e uma fonte bem vinda de vitamina A na dieta,que especialmente apreciada pelas crianas

O teatro comunitrio pode efetivamente gerar interesse (Foto: J. Low)

Dez passos so fundamentais na concepo de uma interveno da BDPA bem-sucedida:

1. Entender como a batata-doce se encaixa no actual sistema alimentar. Recolher informaes sobre: como a batata-doce se encaixa nos sistemas agrcolas dominantes; a sua importncia relativa a outras culturas; a extenso em que comercializada; os papis de gnero na produo, marketing da batata-doce e tomada de deciso; percepes do consumidor e agricultores sobre esta cultura (que pode ser visto como inferior), e o seu status no pas ao nvel da segurana alimentar e polticas de nutrio.

2. Decubra se j existem variedades adoptadas de BDPA, livres de doena.

Foram oficialmente lanadas as variedades disponveis de BDPA? Existe um programa desenvolvimento de novas variedades de BDPA? Como se comparam as as variedades de BDPA com as variedades mais populares locais, em termos de rendimento e gosto. Para serem competitivas, as variedades de BDPA devem

comportar-se pelo menos to bem, como as variedades locais dominantes.

Se no tiver acontecido a disseminao, de variedades de BDPA competitivas, vo ser necessrios 18-24 meses para introduzir e selecionar variedades, antes de iniciar um esforo maior de divulgao. Solicite material para testar a partir do centro de pesquisa nacional ou contacte o Centro Internacional da Batata (CIP).

Mesmo se houver uma boa variedade de BDPA disseminada, se nunca foi introduzida na rea que se pretende trabalhar, investir em uma temporada de estudos no campo aconselhvel no incio do projeto.

Descubra se o programa nacional tem material de base a liver de doena. Setal no acontecer, necessrio construir um componente para obter material "limpo" (que pode demorar at um ano), enquanto se usa o melhor material disponvel neste nterim.

3. Determinar a extenso da decincia de vitamina A (DVA), como est o conhecimento generalizado do papel da vitamina A e se o combate DVA e melhorar a nutrio so prioridades para o governo. Obter os dados mais recentes, desde a menor unidade administrativa possvel, sobre a prevalncia de DVA e as taxas de baixa estatura (desnutrio crnica) entre crianas menores de 5 anos de idade, o grupo com maior risco de DVA. Se constatar que as abordagens baseadas em alimentos no combate DVA no fazem parte das estratgias existentes, construir um componente de advocacia visando os principais decisores. Se o conhecimento da vitamina A e sua importncia baixa ao nvel da comunidade, levar isso em conta na concepo da campanha de educao nutricional. Prioritizar distritos de interveno que tm altas taxas de desnutrio crnica ou DVA e onde a batata doce j bem conhecida na comunidade.

4. Decida que estratgia de diseminao faz sentido para o seu ambiente. A batata doce propagada por ramas que perecem em 2 dias se no cuidadas adequadamente.

Existem duas abordagens de divulgao principais: 1) multiplicao e disseminao em massa para um grande nmero de famlias em um determinado dia em um determinado local e 2) estabelecer multiplicadores treinados de rama de qualidade ao nvel da comunidade, de quem agricultores obtenham ramas quando eles esto prontos para o plantio. O primeiro mtodo pode atingir um maior nmero de famlias mais rapidamente, com menor custo por unidade, mas se no for bem organizado, pode conduzir a uma grande perda de material. O segundo mtodo o preferido em reas propensas a secas, onde so necessrios mecanismos para manter o acesso ao material de plantio de qualidade uma vez que o projeto longo. O custo por benecirio depender de factores tais como densidade popula-cional, qualidade da infra-estrutura e disponibilidade de bom pessoal de extensionista.

5.Entender a existente conservao da rama e sistemas de troca para decidir como e quando subsidiar a dissseminao da rama.

Saiba como os agricultores conservam as suas ramas durante a estao seca e se os agricultores que no tm ramas compram material. Se as ramas to a ser vendidoas, descobrir o preo e volumes tpicos comprados

Estimar o custo de produo da ramas. Isso ajuda a determinar quanto custaria o projecto para subsidiar total ou parcialmente a disseminao da rama.

Para ter impacto na produo, um mnimo de 200 ramas (cerca de 4 kg) deve ser fornecida a cada agrgado familiar.

6.Decida se deseja incluir uma componente de marketing. Normalmente leva 4-5 anos para se construir projetos de marketing de sucesso. Se o tempo curto (2-3 anos), deve considerar concentrar-se na produo e consumo da BDPA por grupos vulnerveis.

7.Escolha os principais elementos a incluir na campanha de promoo. Desenvolver uma imagem de marca e uma campanha para promover e sensibilizar para a BDPA, aproveitando a cor laranja. Escolha um slogan. Use vrias abordagens promocionais para reforar as principais mensagens considerar a rdio ou jingles, outdoors, teatro comunitrio, msicas e materiais promocionais como

camisetas, dependendo do seu pblico-alvo e oramento

8. Basear-se nos materiais existentes no desenvolvimento de mensagens nutricionais e de utilizao

Desenvolver mensagens nutricionais que se concentrar em como a BDPA fornece vitamina A e reduz a decincia entre crianas pequenas e mulheres grvidas e lactantes. No ter muitas mensagens e mant-las simples. Enfatizar a importncia da diversicao da dieta.

Verifique com nutricionistas do governo e de ONGs para saber o que outros materiais de treinamento em nutrio esto disponveis e podem ser facilmente adaptados para atender s suas necessidades especcas. Saiba o que estratgia para mudar comportamentos teve xito ao nvel da comunidade.

As mensagens de nutrio devem tambm ser direccionadas aos homens e outros inuenciadores das prticas alimentares (lderes comunitrios, sogras), dado que desempenham importantes papis na tomada de deciso na alimentao da criana e cuidados de sade.

9. Descubra quem so os outros actores na arena da nutrio e agricultura e decida se quer fazer parcerias com os mesmos. Construir programas multi-sectoriais exige trazer diferentes parceiros. Considere se a BDPA pode ser incorporada numa interveno existente de agricultura ou nutrio / sade, ou abord-la como um projeto autnomo. Promotores da aldeia podme ser efetivamente utilizados para ampliar o alcance do pessoal extensionista, mas abrangir mais de 30 pessoas por promotor no recomendado.

10. Determine o pacote essencial de mensagens agronmicas, ps-colheita e utilizao.Considere os seguintes tpicos:

caractersticas das novas variedades remoo de plantas com sintomas de vrus adopo de prcticas culturais para controlo do

gorgulho colheita cuidada para aumentar a vida til conservao e multiplicao da rama armazenamento de razes frescas ou ou batatas

fritas secas produzir diversos produtos

O Mtodo Triplo S uma nova forma de conservar razes, como uma fonte futura de ramas, que faz sentido quando a estao seca dura mais de 3 meses. Manifestaes, ao contrrio de palestras, so mais ecazes para convencer os agricultores a mudar.

HervestPlus lidera um esforo global para a produo de alimentos bsicos, ricos em nutrientes com vista a reduzir a fome escondida. HarvestPlus parte do Programa de Pesquisa em Agricultura para uma Nutrio e Sade Melhoradas do CIGIAR

3. Determinar a extenso da decincia de vitamina A (DVA), como est o conhecimento generalizado do papel da vitamina A e se o combate DVA e melhorar a nutrio so prioridades para o governo. Obter os dados mais recentes, desde a menor unidade administrativa possvel, sobre a prevalncia de DVA e as taxas de baixa estatura (desnutrio crnica) entre crianas menores de 5 anos de idade, o grupo com maior risco de DVA. Se constatar que as abordagens baseadas em alimentos no combate DVA no fazem parte das estratgias existentes, construir um componente de advocacia visando os principais decisores. Se o conhecimento da vitamina A e sua importncia baixa ao nvel da comunidade, levar isso em conta na concepo da campanha de educao nutricional. Prioritizar distritos de interveno que tm altas taxas de desnutrio crnica ou DVA e onde a batata doce j bem conhecida na comunidade.

4. Decida que estratgia de diseminao faz sentido para o seu ambiente. A batata doce propagada por ramas que perecem em 2 dias se no cuidadas adequadamente.

Existem duas abordagens de divulgao principais: 1) multiplicao e disseminao em massa para um grande nmero de famlias em um determinado dia em um determinado local e 2) estabelecer multiplicadores treinados de rama de qualidade ao nvel da comunidade, de quem agricultores obtenham ramas quando eles esto prontos para o plantio. O primeiro mtodo pode atingir um maior nmero de famlias mais rapidamente, com menor custo por unidade, mas se no for bem organizado, pode conduzir a uma grande perda de material. O segundo mtodo o preferido em reas propensas a secas, onde so necessrios mecanismos para manter o acesso ao material de plantio de qualidade uma vez que o projeto longo. O custo por benecirio depender de factores tais como densidade popula-cional, qualidade da infra-estrutura e disponibilidade de bom pessoal de extensionista.

5.Entender a existente conservao da rama e sistemas de troca para decidir como e quando subsidiar a dissseminao da rama.

Saiba como os agricultores conservam as suas ramas durante a estao seca e se os agricultores que no tm ramas compram material. Se as ramas to a ser vendidoas, descobrir o preo e volumes tpicos comprados

Estimar o custo de produo da ramas. Iss