comissأƒo organizadora das conferأٹncias ... comissأƒo organizadora das conferأٹncias...

Download COMISSأƒO ORGANIZADORA DAS CONFERأٹNCIAS ... COMISSأƒO ORGANIZADORA DAS CONFERأٹNCIAS REGIONAIS DE PROMOTORAS

Post on 24-Jul-2020

0 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1

    COMISSÃO ORGANIZADORA DAS CONFERÊNCIAS REGIONAIS DE PROMOTORAS E PROCURADORAS DE JUSTIÇA Raquel Elias Ferreira Dodge Presidente do Conselho Nacional do Ministério Público e Procuradora- geral da República

    Ivana Farina Navarrete Pena Secretária de Direitos Humanos e Defesa Coletiva do Conselho Nacional do Ministério Público (SDH/CNMP)

    Cristina Nascimento de Melo Secretária-Geral do CNMP

    Valter Shuenquener de Araújo Presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Fundamentais do CNMP

    Jacqueline Orofino da Silva Zago de Oliveira Representante do Grupo de Trabalho sobre combate à violência doméstica e defesa dos direitos sexuais e reprodutivos da Comissão de Defesa dos Direitos Fundamentais do Conselho Nacional do Ministério Público (CDDF/CNMP)

    Dulce Helena de Freitas Franco Representante do Grupo Nacional de Direitos Humanos da Comissão Permanente de Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher do Conselho Nacional de Procuradores-gerais dos Ministérios Públicos dos Estados e da União

    Ana Teresa Silva de Freitas Representante da Escola Nacional do Ministério Público (ENAMP)

    Mariana Seifert Bazzo Representante do Movimento Nacional de Mulheres do Ministério Público

    Adriana Zawada Melo Secretária-geral do Conselho Nacional do Ministério Público

    Angela Salton Rotunno Representante do Grupo Nacional de Direitos Humanos, da Comissa ̃o Permanente de Combate a ̀ Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais dos Ministérios Pu ́blicos dos Estados e da Unia ̃o

    Maria Gabriela Prado Manssur Trabulsi Representante do Movimento Nacional de Mulheres do Ministério Pu ́blico

    Laiís Glauce Antonio dos Santos Representante do Grupo Nacional de Direitos Humanos, da Comissa ̃o Permanente de Combate a ̀ Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais dos Ministérios Pu ́blicos dos Estados e da Unia ̃o

    Solange Linhares Barbosa Representante do Movimento Nacional de Mulheres do Ministério Pu ́blico

    Valéria Diez Scarance Fernandes Representante do Grupo Nacional de Direitos Humanos, da Comissa ̃o Permanente de Combate a ̀ Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais dos Ministérios Pu ́blicos dos Estados e da Unia ̃o

    Maria Clara Azevedo Representante do Movimento Nacional de Mulheres do Ministério Pu ́blico

    COLABORAÇÃO ESPECIAL João Akira Omoto Diretor-geral da Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU)

    DELEGAÇÃO DA UNIÃO EUROPEIA NO BRASIL Ministra Claudia Gintersdorfer Encarregada de Negócios a.i. da Delegação da União Europeia no Brasil

    Conselheira Domenica Bumma Chefa da Seção Política, Econômica e de Informação da Delegação da União Europeia no Brasil

    Primeira Secretária Maria Rosa Sabbatelli Chefa de Equipe Regional do Instrumento de Política Externa da Delegação da União Europeia no Brasil

    Primeira Secretária Cecile Merle Oficial Política da Delegação da União Europeia no Brasil

    Adido Civil Costanzo Fisogni Gerente de Projetos da Delegação da União Europeia no Brasil

    AUTORA

    Antónia Martin Barradas Perita Sénior Europeia de Igualdade de Género dos Diálogos Setoriais União Europeia-Brasil

    CONTATOS

    DIREÇÃO NACIONAL DA INICIATIVA

    + 55 61 2020.8698

    dialogos.setoriais@planejamento.gov.br

    www.sectordialogues.org

    CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO + 55 61 3366-9100 http://www.cnmp.mp.br/portal/

    USO E DIVULGAÇÃO DOS DADOS

    Os dados da presente proposta não deverão ser divulgados e

    não deverão ser duplicados, utilizados ou divulgados, no todo

    ou em parte, para qualquer outra finalidade que não a de

    avaliar a proposta.

    As opiniões emitidas nesta publicação são de exclusiva e

    inteira responsabilidade dos autores, não representam,

    necessariamente, o ponto de vista do Governo Brasileiro e da

    União Europeia.

  • 2

    Conteúdo

    A- BRASIL

    1- Metodologia das Oficinas dos seis Eixos Temáticos

    1.1. Objetivo das Oficinas

    1.2. Oficinas dos Eixos Temáticos

    1.3. Composição das Oficinas

    1.4. Estrutura das Oficinas

    a) Primeira parte das Oficinas

    b) Segunda parte das Oficinas

    2- Resultados mais relevantes dos dados analisados das

    Oficinas dos seis Eixos Temáticos das cinco regiões:

    I. Ingresso na carreira: recrutamento, seleção e capacitação

    II. Condições de trabalho: saúde, segurança e reconhecimento profissional interno e externo

    III. Permanência na carreira: políticas institucionais, cursos, capacitações, treinamentos e boas práticas

    IV. Movimentação na carreira: critérios, dificuldades e políticas de equidade

    V. Carreira e outras jornadas: Gênero e Família

    VI. Empoderamento, lideranças e participação político-institucional: igualdade de gênero e políticas de equidade

    B-UNIÃO EUROPEIA

    1- Compilação dos discursos e contributos científicos

    apresentados pela União Europeia nas cinco

    conferências regionais no Brasil e conclusões

    1.1. Introdução

    1.2. A promoção da equidade de gênero dentro da União Europeia – desafios e avanços

    1.3. Respostas da União Europeia a esses desafios

    1.4. Conclusões

  • 3

    3- Introdução e resumo da situação da igualdade de

    gênero no judiciário na União Europeia

    4- Panorama das mulheres nas carreiras jurídicas na União

    Europeia e objetivos da pesquisa

    3.1. Resumo

    3.2. Metodologia

    a) Alguns dos instrumentos utilizados para angariar informação e

    bases em que se fundam os dados

    b) Análise da literatura existente relativamente ao tema

    c) Dados relativos a profissões jurídicas

    3.3. Contexto Histórico

    3.3.1. Fatores de impacto na situação de gênero nas carreiras jurídicas

    5- Revisão da literatura existente sobre igualdade de gênero

    no setor jurídico

    4.1.Argumentos a favor da igualdade de gênero no judiciário

    4.2.Barreiras à igualdade de gênero nas profissões jurídicas

    4.3. Medidas para promover a igualdade de gênero nas profissões

    jurídicas

    4.3.1. Quotas na área jurídica

    6- Casos de estudo

    7- Análise dos dados e resultados principais

    6.1. Método utilizado para a recolha de dados

    6.2. Panorama da situação de igualdade de gênero no judiciário

    8- Conclusões e recomendações de políticas

    7.1. Conclusões

    7.2. Recomendações de políticas

  • 4

    Lista de acrónimos, siglas e abreviaturas de Estados-Membros da EU

    ACA- Europa

    AT

    BE

    BG

    CY

    CZ

    DE

    DELBRA

    DK

    CCBE

    CEPEJ

    CNDH

    Associação de Conselhos de Estado e das Supremas Jurisdições Administrativas da União Europeia

    Áustria

    Bélgica

    Bulgária

    Chipre

    República Checa

    Alemanha

    Delegação da União Europeia no Brasil

    Dinamarca

    Conselho das Ordens dos Advogados da União Europeia

    Comissão Europeia para a Eficiência da Justiça

    Conselho Nacional de Direitos Humanos

    CNMP

    CNUE

    CSM

    ECLA

    EE

    EIGE

    EJTN

    ENCJ

    ERA

    ES

    Conselho Nacional do Ministério Público

    Conselho dos Notários da União Europeia

    Conselho Superior da Magistratura

    Associação Europeia de Advogados de Empresa

    Estônia

    Instituto Europeu para a Igualdade de Gênero

    Rede Europeia de Formação Judiciária

    Rede Europeia dos Conselhos de Justiça

    Academia de Direito Europeu

    Espanha

    ESPMU

    EUA

    EWLA

    FEMM

    FI

    FR

    GR

    HR

    HU

    IE

    IT

    JURI

    Escola Superior do Ministério Público da União

    Estados Unidos da América

    Associação Europeia de Mulheres Juristas

    Comissão para os Direitos das Mulheres e para a Igualdade de Gênero

    Finlândia

    França

    Grécia

    Croácia

    Hungria

    Irlanda

    Itália

    Comissão de Assuntos Jurídicos do Parlamento Europeu

  • 5

    LT

    LU

    LV

    Lituânia

    Luxemburgo

    Letônia

    MP

    MT

    MPDFT

    NL

    PL

    PT

    RO

    SE

    SI

    SK

    TEDH

    TFUE

    TJUE

    TPI

    Ministério Público

    Malta

    Ministério Público do Distrito Federal e Territórios

    Holanda

    Polônia

    Portugal

    Romênia

    Suécia

    Eslovênia

    Eslováquia

    Tribunal Europeu dos Direitos Humanos

    Tratado sobre o Funcionamento da União Europeia

    Tribunal de Justiça da União Europeia

    Tribunal Penal Internacional

    UE

    UK

    União E

Recommended

View more >