código de proteção e defesa do consumidor - bb.com.br ?· código de proteção e defesa do...

Download Código de Proteção e Defesa do Consumidor - bb.com.br ?· Código de Proteção e Defesa do Consumidor…

Post on 29-Dec-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Cdigo de Proteo e Defesa doConsumidor

2 3

CDIGO DE DEFESADO CONSUMIDOR

O Cdigo de Defesa do Consumidor CDC, regulamentado pela Lei 8.078, de 11 de setembro de 1990, estabelece normas de proteo e direito do consumidor.

Tais normas representam avanos e relevantes conquistas para a educao de consumidores e fornecedores, sendo uma ferramenta importante na melhoria do relacionamento entre as partes.

O Banco do Brasil (BB) reconhece e respeita os direitos dos consumidores e entende que a sua participao no processo contribui tambm para gerar melhorias na qualidade de seus produtos e servios. Para tanto, o BB disponibiliza diversos canais de atendimento aos seus clientes e usurios, buscando o estmulo comunicao, sendo receptivo s opinies do pblico, considerando-as na busca constante pela excelncia no atendimento.

O tratamento pontual das demandas dos clientes e usurios do BB, com independncia, imparcialidade e

3

4 5

transparncia, em consonncia com princpios ticos e as normas do CDC, fundamenta o trabalho da Ouvidoria do Banco do Brasil.

Ao disponibilizar o Cdigo de Defesa do Consumidor CDC nos seus pontos de atendimento, o BB refora a divulgao da informao e conscientizao dos consumidores quanto aos seus direitos, reafirmando assim o respeito aos seus clientes e usurios

Ouvidoria BB.

54

NDICECdigo de Proteo e Defesado Consumidor

TTULO I Dos Direitos do Consumidor .......................9

CAPTULO I Disposies Gerais .........................9

CAPTULO II Da Poltica Nacional de Relaes de

Consumo ................................................................. 11

CAPTULO III Dos Direitos Bsicos do

Consumidor .............................................................15

CAPTULO IV Da Qualidade de Produtos e

Servios, da Preveno e da Reparao dos

Danos ......................................................................18

Seo I Da Proteo Sade e Segurana ...18

Seo II Da Responsabilidade Pelo Fato do

Produto e do Servio .......................................20

Seo III Da Responsabilidade por Vcio do

Produto e do Servio .......................................23

6 7

Seo IV Da Decadncia e da Prescrio...29

Seo V Da Desconsiderao da

Personalidade Jurdica .....................................30

CAPTULO V Das Prticas Comerciais .............32

Seo I Das Disposies Gerais ..................32

Seo II Da Oferta ........................................33

Seo III Da Publicidade ..............................35

Seo IV Das Prticas Abusivas ..................36

Seo V Da Cobrana de Dvidas ...............40

Seo VI Dos Bancos de Dados e Cadastros

de Consumidores .............................................41

CAPTULO VI Da Proteo Contratual ..............43

Seo I Disposies Gerais..........................43

Seo II Das Clusulas Abusivas .................45

Seo III Dos Contratos de Adeso .............50

CAPTULO VII Das Sanes Administrativas ....52

TTULO II Das Infraes Penais ...............................58

TTULO III Da Defesa do Consumidor em Juzo .....66

CAPTULO I Disposies Gerais .......................66

CAPTULO II Das Aes Coletivas Para a Defesa

de Interesses Individuais Homogneos ................72

CAPTULO III Das Aes de Responsabilidade

do Fornecedor de Produtos e Servios .................76

CAPTULO IV Da Coisa Julgada .......................78

TTULO IV Do Sistema Nacional de Defesa

do Consumidor ..............................................................81

TTULO V Da Conveno Coletiva de Consumo....84

TTULO VI Disposies Finais ..................................86

DECRETO N 6.523 NORMAS GERAIS SOBRE O

SAC ...............................................................................90

RESOLUO 3.849 NORMAS GERAIS SOBRE

OUVIDORIA ................................................................100

8 9 9

Ttulo IDos Direitos do Consumidor

Captulo IDisposies Gerais

PRESIDNCIA DA REPBLICA

Casa CivilSubchefia para Assuntos Jurdicos

LEI N 8.078, DE 11 DE SETEMBRO DE 1990.

Dispe sobre a proteo do consumidor e d outras providncias.

O PRESIDENTE DA REPBLICA, fao saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte lei:

6

10 11

Art. 1 O presente cdigo estabelece normas de proteo e defesa do consumidor, de ordem pblica e interesse social, nos termos dos arts. 5, inciso XXXII, 170, inciso V, da Constituio Federal e art. 48 de suas Disposies Transitrias.

Art. 2 Consumidor toda pessoa fsica ou jurdica que adquire ou utiliza produto ou servio como destinatrio final.

Pargrafo nico. Equipara-se a consumidor a coletividade de pessoas, ainda que indeterminveis, que haja intervindo nas relaes de consumo.

Art. 3 Fornecedor toda pessoa fsica ou jurdica, pblica ou privada, nacional ou estrangeira, bem como os entes despersonalizados, que desenvolvem atividade de produo, montagem, criao, construo, transformao, importao, exportao, distribuio ou comercializao de produtos ou prestao de servios.

1 Produto qualquer bem, mvel ou imvel, material ou imaterial.

2 Servio qualquer atividade fornecida no mercado de consumo, mediante remunerao, inclusive as de natureza bancria, financeira, de crdito e securitria, salvo as decorrentes das relaes de carter trabalhista.

98

Captulo IIDa Poltica Nacional de Relaesde Consumo

12 13

Art. 4 A Poltica Nacional das Relaes de Consumo tem por objetivo o atendimento das necessidades dos consumidores, o respeito sua dignidade, sade e segurana, a proteo de seus interesses econmicos, a melhoria da sua qualidade de vida, bem como a transparncia e harmonia das relaes de consumo, atendidos os seguintes princpios: (Redao dada pela Lei n 9.008, de 21.3.1995).

I reconhecimento da vulnerabilidade do consumidor no mercado de consumo;

II ao governamental no sentido de proteger efetivamente o consumidor:

a) por iniciativa direta;

b) por incentivos criao e desenvolvimento de associaes representativas;

c) pela presena do Estado no mercado de consumo;

d) pela garantia dos produtos e servios com padres adequados de qualidade, segurana, durabilidade e desempenho.

III harmonizao dos interesses dos participantes das relaes de consumo e compatibilizao da proteo do

consumidor com a necessidade de desenvolvimento econmico e tecnolgico, de modo a viabilizar os princpios nos quais se funda a ordem econmica (art. 170, da Constituio Federal), sempre com base na boa-f e equilbrio nas relaes entre consumidores e fornecedores;

IV educao e informao de fornecedores e consumidores, quanto aos seus direitos e deveres, com vistas melhoria do mercado de consumo;

V incentivo criao pelos fornecedores de meios eficientes de controle de qualidade e segurana de produtos e servios, assim como de mecanismos alternativos de soluo de conflitos de consumo;

VI coibio e represso eficientes de todos os abusos praticados no mercado de consumo, inclusive a concorrncia desleal e utilizao indevida de inventos e criaes industriais das marcas e nomes comerciais e signos distintivos, que possam causar prejuzos aos consumidores;

VII racionalizao e melhoria dos servios pblicos;

VIII estudo constante das modificaes do mercado de consumo.

14 15

Art. 5 Para a execuo da Poltica Nacional das Relaes de Consumo, contar o poder pblico com os seguintes instrumentos, entre outros:

I manuteno de assistncia jurdica, integral e gratuita para o consumidor carente;

II instituio de Promotorias de Justia de Defesa do Consumidor, no mbito do Ministrio Pblico;

III criao de delegacias de polcia especializadas no atendimento de consumidores vtimas de infraes penais de consumo;

IV criao de Juizados Especiais de Pequenas Causas e Varas Especializadas para a soluo de litgios de consumo;

V concesso de estmulos criao e desenvolvimento das Associaes de Defesa do Consumidor.

1 (Vetado).

2 (Vetado).

1312

Captulo III Dos Direitos Bsicos do Consumidor

16 171514

Art. 6 So direitos bsicos do consumidor:

I a proteo da vida, sade e segurana contra os riscos provocados por prticas no fornecimento de produtos e servios considerados perigosos ou nocivos;

II a educao e divulgao sobre o consumo adequado dos produtos e servios, asseguradas a liberdade de escolha e a igualdade nas contrataes;

III a informao adequada e clara sobre os diferentes produtos e servios, com especificao correta de quantidade, caractersticas, composio, qualidade e preo, bem como sobre os riscos que apresentem;

IV a proteo contra a publicidade enganosa e abusiva, mtodos comerciais coercitivos ou desleais, bem como contra prticas e clusulas abusivas ou impostas no fornecimento de produtos e servios;

V a modificao das clusulas contratuais que estabeleam prestaes desproporcionais ou sua reviso em razo de fatos supervenientes que as tornem excessivamente onerosas;

VI a efetiva preveno e reparao de danos patrimoniais e morais, individuais, coletivos e difusos;

VII o acesso aos rgos judicirios e administrativos com vistas preveno ou reparao de danos patrimoniais e morais, individuais, coletivos ou difusos, assegurada a proteo jurdica, administrativa e tcnica aos necessitados;

VIII a facilitao da defesa de seus direitos, inclusive com

Recommended

View more >