clique aqui para obter o artigo completo

Download Clique aqui para obter o artigo completo

Post on 10-Jan-2017

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Instituies Fiscais Independentes:

subsdios para a implantao de um

imperativo fiscal no pas

Paulo Roberto Simo Bijos

015

ORAMENTO EM DISCUSSO

ORAMENTO em discusso n. 15

SENADO FEDERAL

Consultoria de Oramentos, Fiscalizao e Controle CONORF Conselho Editorial

Diretor

Luiz Fernando de Mello Perezino

Conselho Editorial

Diego Prandino Alves

Flvio Diogo Luz

Joo Henrique Pederiva

Lvio Botelho Dantas

Luiz Fernando de Mello Perezino

Marcel Pereira

Odia Rossy Campos

Rafael Inacio de Fraia e Souza

Renan Bezerra Milfont

Rita de Cssia Leal Fonseca dos Santos

Rudinei Baumbach

Coordenadores

Joo Henrique Pederiva

Rita de Cssia Leal Fonseca dos Santos

Maria Liz de Medeiros Roarelli

Editores

Flavio Diogo Luz

Marcel Pereira

Maria Liz de Medeiros Roarelli

Oadia Rossy Campos

Renan Bezerra Milfont

Rudinei Baumbach

Boletim da Conorf

Diego Prandino Alves

Rafael Inacio de Fraia e Souza

Rita de Cssia Leal Fonseca dos Santos

Superviso do Portal de Oramento

Flvio Diogo Luz

Joo Henrique Pederiva

Lvio Botelho Dantas

Equipe Tcnica

Lvio Botelho Dantas

Endereo

Senado Federal, Ala Filinto Mller, Gabinete 9 Braslia, DF, BrasilCEP 70.165-900

Telefone: +55 (61) 3303-3318

Pgina da internet

http://www12.senado.gov.br/senado/institucional/orgaosenado?codorgao=1340

Email: conselho.editorial@senado.gov.br

O contedo deste trabalho de responsabilidade do autor e no representa

posicionamento oficial do Senado Federal.

permitida a reproduo deste texto e dos dados contidos, desde que citada a

fonte. Reprodues para fins comerciais so proibidas.

ORAMENTO

em discusso

n. 15

Instituies Fiscais Independentes: subsdios para a implantao

de um imperativo fiscal no pas

Paulo Roberto Simo Bijos*

2015

* Consultor Legislativo, Especialidade Assessoramento em Oramentos, do

Senado Federal (paulo.bijos@senado.leg.br)

mailto:paulo.bijos@senado.leg.br

Resumo

Este texto tem por objetivo contribuir para a discusso nacional voltada ao

estabelecimento de uma Instituio Fiscal Independente (IFI) no Brasil. Com esse

propsito, apresentada, inicialmente, uma caracterizao geral dessas instituies,

luz da literatura internacional especializada, com comentrios relativos a competncias,

estrutura e recursos das IFIs. Complementarmente, so analisadas questes especficas

do contexto nacional, pertinentes tanto instituio do Conselho de Gesto Fiscal

previsto pela Lei de Responsabilidade Fiscal como de um Escritrio Parlamentar de

Oramento. Por fim, como subsdio adicional para o debate nacional relacionado ao

tema, apresentado, como anexo, o conjunto de princpios aprovados pela OCDE, em

2014, destinados a orientar a instituio e o aprimoramento de Instituies Fiscais

Independentes.

Palavras-chave: Instituies Fiscais Independentes, Conselhos Fiscais, Conselho de

Gesto Fiscal, Escritrios Parlamentares de Oramento.

Sumrio

1- Introduo ................................................................................................................ 6

2- Caracterizao das IFIs ........................................................................................... 7

2.1- Competncias ........................................................................................................ 8

2.2- Modelos, Estrutura e Recursos .............................................................................. 9

2.3- IFIs e Instituies de Controle .............................................................................. 11

3- Desafios e Alternativas para a Implantao de uma IFI no Brasil ........................... 12

3.1- Instituio do Conselho de Gesto Fiscal previsto pela LRF ............................... 14

3.2- Escritrio Parlamentar de Oramento: possibilidades para o Brasil ..................... 16

4- Concluso .............................................................................................................. 19

Referncias bibliogrficas ........................................................................................... 20

ANEXO ....................................................................................................................... 21

ORAMENTO em discusso n. 15

6

Instituies Fiscais Independentes: subsdios para a implantao de

um imperativo fiscal no pas

Paulo Roberto Simo Bijos

1- Introduo

O estabelecimento de Instituies Fiscais Independentes (IFIs) tem representado

uma das principais tendncias globais1 de reformulao da arquitetura fiscal do Estado,

em resposta ao desajuste das finanas pblicas agravado pela recente crise econmica.

No mbito da Organizao para Cooperao e Desenvolvimento Econmico (OCDE),

por exemplo, pouco mais de metade das IFIs foram institudas nos ltimos seis anos

(OCDE, 2014).

Esse movimento visa robustecer o arcabouo institucional que se revelou

insuficiente para garantir o equilbrio duradouro das contas pblicas, bem como

sinalizar um compromisso de agir virtuosamente em prol da sustentabilidade fiscal

(OCDE, 2013).

Sob o mesmo panorama, o advento de uma IFI atuante, no Brasil, representa um

imperativo institucional para o resgate da credibilidade das finanas pblicas nacionais.

Instituies dessa natureza, afinal, contribuem, entre outros aspectos, para o processo de

consolidao fiscal e fortalecimento do sistema de freios e contrapesos que integra o

sistema de governana oramentria (BIJOS, 2014).

Vale destacar que, na qualidade de instituies de Estado apartidrias, as IFIs

exercem o relevante papel de mitigao do excesso de influncia poltica sobre a

conduo da poltica fiscal. Ao dar maior transparncia ao real estado das finanas

pblicas, por ilustrao, as IFIs tendem a impor maior custo poltico eventual

indisciplina fiscal de governo, estimulando, ao mesmo tempo, a adoo de polticas

fiscais mais slidas (FMI, 2013b).

Imprescindvel ressaltar, nesse contexto, a natureza do trabalho das IFIs, as quais

visam influenciar a poltica fiscal, e no operacionaliz-la. Suas previses, anlises e

avaliaes independentes, portanto, no so coercitivas, mas sim persuasivas. Da a

relevncia da repercusso miditica dos relatrios produzidos pelas IFIs, consoante

preconizado pelo princpio 8.1 da OCDE, anexo a este texto.

1 Em 1960, somente a Holanda tinha uma IFI atuante. At a dcada de 90, apenas quatro outros pases Alemanha,

Blgica, Dinamarca e Estados Unidos haviam estabelecido essas instituies. Esse nmero aumentou depois de

2005, chegando a 29 ao final de janeiro 2013 (FMI, 2013b).

Paulo Roberto Simo Bijos

7

2- Caracterizao das IFIs

Instituies Fiscais Independentes so rgos pblicos apartidrios,

independentes do Executivo e/ou do Legislativo, estabelecidos com a finalidade

precpua de supervisionar, avaliar e influenciar a poltica fiscal e seu desempenho, em

prol da transparncia, credibilidade e sustentabilidade fiscal.

Sob a lgica do sistema de freios e contrapesos, com efeito, se por um lado a

tomada de deciso fiscal de responsabilidade dos governos democraticamente eleitos,

por meio das autoridades fiscais, por outro as IFIs representam instituies de Estado

capazes de promover maior grau de transparncia fiscal, prestao de contas e

accountability democrtica, bem como elevar a qualidade do debate pblico sobre a

poltica fiscal, contribuindo para a mitigao do vis de gastos e dficits e para a

formulao e implementao de polticas fiscais mais consistentes e anticclicas

(OCDE, 2014).

De acordo com a OCDE, as IFIs podem assumir a forma de Conselhos Fiscais

(Fiscal Councils) ou Escritrios Parlamentares de Oramento (Parliamentary Budget

Offices), neste caso quando vinculadas ao Legislativo.

Segundo a classificao adotada pelo Fundo Monetrio Internacional (FMI),

todavia, o termo Conselho Fiscal utilizado como gnero equivalente s Instituies

Fiscais Independentes a que se refere a OCDE. Para o Fundo, ademais, h trs grandes

modelos de IFIs (ou Conselhos Fiscais em sentido amplo), conforme detalhado em

subtpico mais adiante, relativo estrutura e recursos das IFIs.

Variaes como essas, independentemente da tipologia utilizada, so reflexos de

razes histricas e de especificidades dos ambientes jurdicos, polticos e institucionais

de cada pas (FMI, 2013b). Enquanto num sistema parlamentarista, por exemplo, a IFI

deve ser independente tanto do Executivo como do Legislativo, sob o presidencialismo

a independncia em relao ao Poder Executivo j pode ser considerada suficiente

(KOPITS, 2011).

Instituies Fiscais Independentes, em resumo, no so entidades homogneas, e

h diversas perspectivas para agrup-las.

Do ponto de vista histrico, por ilustrao, as IFIs podem ser observadas como

veteranas, tal como o Congressional Budget Off