citricultura e melhoramento genético de citrus

Download Citricultura e Melhoramento Genético de Citrus

Post on 15-Apr-2017

91 views

Category:

Science

6 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Citricultura

Citricultura2016Lucas Alexandre Batista

1

Importncia EconmicaPoucos anos aps a descoberta do Brasil, entre 1530 e 1540, os portugueses introduziram as primeiras sementes de laranja doce nos Estados da Bahia e So Paulo.

A rea plantada est ao redor de 1 milho de hectares e a produo de frutas supera 19 milhes de toneladas, a maior no mundo h alguns anos.

ClimaO clima exerce grande influncia sobre o vigor e longevidade das plantas ctricas, qualidade e quantidade de frutos.

Os elementos climticos exercem influncia sobre os citros, destacando-se dentre esses a temperatura que, alm de ter efeito acentuado sobre a qualidade do fruto.A altitude mais adequada aos pomares varia de 20 a 500m e o regime pluviomtrico de 1.000 a 1.800mm.

Solos

Profundidade efetiva do solo deve ser de 1,0 a 1,2 m.

Adaptao

- Profundidade efetiva do solo deve ser de 1,0 a 1,2 m.

5

Variedades:

Porta-EnxertosA escolha do porta-enxerto to importante quanto a escolha da variedade copa, existindo, contudo, em todas as regies citrcolas do mundo tendncia de emprego de um nico.

Alguns porta-enxertos: Limoeiro Cravo;Limo. Volkameriano;Limoeiro Rugoso;Tangerinas Clepatra e Sunki;Citranges Troyer e Carrizo;Citrumelo Swingle;

Mudas CtricasA muda ctrica o insumo mais importante na implantao do pomar ctrico e como ela constituda de dois indivduos, o porta-enxerto e a copa.

Plantio e Mtodos de IrrigaoO plantio deve ser feito no perodo chuvoso de cada regio ou em outra poca, desde que exista gua suficiente para irrigar ou regar as mudas.

Os mtodos de irrigao por superfcie so considerados de baixa eficincia e demandam grandes volumes de gua. A irrigao por asperso sobrecopa, e subcopa proporciona 100% de molhamento da rea cultivada.

Doenas Doenas Causadas por Fungos: Estiolamento (damping-off) Gomose Cancro do tronco do limo Tahiti Verrugose Melanose Pinta preta Estrelinha ou queda de frutos jovens

Doenas causadas por bactrias: Cancro ctricoAmarelinho ou clorose variegada dos citros - CVC

Doenas causadas por vrus ou virides:LeproseTristezaSoroseExocorteCachexia (Xiloporose)Doenas de menor importncia econmica: Mancha de graxa/Falsa melanose Mancha aureolada Feltro ou camura Fumagina Podrido estilar do Tahiti Rachadura dos frutos Bolores

Doena de causa desconhecida:Declnio

Leprose

Melanose

Cancro Ctrico

Pragas Primrias

So aquelas que ocorrem todos os anos, em altas populaes, provocando danos econmicos e por isso requer medidas de controle.

caro da ferrugem /Plyllocoptruta oleivoraOrtzia dos citros /Orthezia praelongaMinador das folhas dos citros MFC /Phyllocnistis citrelaBroca da laranjeira /Cratossomus flavofasciatus

Pragas Secundrias

Moscas-das-frutascaro da leprose dos citros /Brevipalpus phoenicisCochonilha escama farinha /Unaspis citri e Pinnaspis aspiditraeMosca Branca /Aleurothrixus floccosusPulgo Preto /Toxoptera citricidusCochonilha verde /Coccus viridisCochonilha cabea-de-prego /Crysomphalus ficusCigarrinhas de xilema associadas CVC - Clorose Variegada dos Citros

Melhoramento Gentico de Citrus

Botnica Gnero: Citrus, Poncirus, Fortunella, Microcitrus, Eremocitrus e ClymeniaCitrus: Laranjas doces C. sinensis (L.) Osb.,Tangerinas (diversas espcies), Laranjas azedas C. aurantium L.,Pomelos C. paradisi Macf.,Toranjas C grandis Osb.,Limas cidas C. aurantifolia Swing., Limas doces C. limettioides Tan.,Limes C. limon Burm.,Cidras C. medica L. e outros tipos, incluindo hbridos naturais

As verdadeiras frutas ctricas pertencem aos gneros Citrus, Poncirus, Fortunella, Microcitrus, Eremocitrus e Clymenia, dos quais somente os trs primeiros apresentam maior interesse comercial, sendo Citrus o de importncia mais relevante. A esse gnero relacionam-se as laranjas doces C. sinensis (L.) Osb., tangerinas (diversas espcies), laranjas azedas C. aurantium L., pomelos C. paradisi Macf., toranjas C grandis Osb., limas cidas C. aurantifolia Swing., limas doces C. limettioides Tan., limes C. limon Burm., cidras C. medica L. e outros tipos, incluindo hbridos naturais (Chapot, 1975). 18

CidrasLimas ToranjasPomelosTangerinas

Laranjas

ORIGEM E DISPERSO DOS CITRUSAustrlia a mais de 20 milhes de anos;Sua origem atribuda ao Sudoeste da sia;No Brasil, os relatos mais antigos datam 1540;

O gnero Citrus representa o ponto mais alto de um longo perodo evolutivo, cujo incio remonta a mais de 20 milhes de anos, na Austrlia, quando esta ainda estava conectada com a sia e Nova Guin, antes da separao dos continentes (Swingle, 1967). Sua origem atribuda ao Sudoeste da sia, particularmente ao Este da ndia, apresentando relaes filogenticas que se estendem pelas ndias Orientais, Austrlia, Centro da China, Japo e frica.

Cristovo Colombo, por ocasio de sua segunda viagem ao Novo Mundo, em 1493, trouxe para o Haiti sementes de laranjas, limes e cidras procedentes da Ilha de Gomera, pertencente ao grupo das Canrias. Introdues adicionais foram feitas nas Amricas por portuguses e espanhis, em princpios do sculo XVI (Webber et al., 1967; Soost & Cameron, 1975). No Brasil, os relatos de cultivo dos citros mais antigos datam de 1540, na Ilha de Canania, Estado de So Paulo, e de 1549, com a chegada de padres jesutas a Salvador, Estado da Bahia (Webber et al., 1967; Chapot, 1975; Campos,1976).20

VARIABILIDADE GENTICAMutaes espontneas X

Mutaes espontneas, constatadas por mudanas repentinas em caracteres herdveis, so freqentes em citros, sendo observadas sob a forma de variaes em ramos ou setores em frutos, podendo tambm ser ocasionalmente detectadas em seedlings nucelares, situao esta em que toda a planta afetada.

A variabilidade gentica presente nesses gneros bastante expressiva, podendo ser de grande utilidade particularmente em programas de melhoramento gentico dirigidos obteno de novos porta-enxertos.

21

Poliplides identificadas ou produzidas; Haplide;Diplide predominante;CITRUS

O nmero haplide de cromossomos de todas as espcies de Citrus, bem como dos gneros Poncirus e Fortunella, nove, sendo a condio diplide predominante, embora formas poliplides sejam identificadas ou produzidas, mostrando-se teis em programas de gentica e de melhoramento.22

Objetivos Dos Programas De Melhoramento De Citrus Longevidade dos pomares brasileiros Tolerncia seca e ao alumnioProdutividadeResistncia a Doenas

Mtodos de Melhoramento de Citrus Convencional: cruzamentos (Hibridaes)No convencional: Embriognese in vitro;Fuso de protoplastos

Embriognese in vitroGerminao de sementes ou embries Oque ?Pra que serve?Como Fazer?

Embriognese Somtica in vitroDesorganizar Clulas Organizadas Oque ?Pra que serve?Como Fazer?

Seleo De Hbridos Do Programas De Melhoramento De Citrus Tolerncia seca e ao alumnioResistncia a Doenas

Seleo De Hbridos Do Programas De Melhoramento De Citrus ProdutividadeLongevidade dos pomares brasileiros

28

Breve Anlise Da Citricultura Alta Importncia econmicaDificuldades dos programas de Melhoramento

Obrigado!

Se voc encontrar um caminho sem obstculos, ele provavelmente no leva a lugar nenhum. Frank Clark.