ciências da natureza -...

Download Ciências da Natureza - evl.com.brevl.com.br/enem/wp-content/uploads/2013/08/Enem_2011_Simulado... ·

Post on 21-Jan-2019

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1

    Instrues1. Esta prova contm 45 questes, cada uma com 5 alternativas, das quais

    somente uma correta. Assinale, na folha de respostas, a alternativa que voc julgar correta.

    2. Ser anulada a questo em que for assinalada mais de uma alternativa ou que estiver totalmente em branco. Assinale apenas uma alternativa para cada questo.

    3. Assinale na folha de respostas o tipo de prova correspondente s questes.

    4. Ao receber a folha de respostas, preencha cuidadosamente com os dados solicitados.

    5. No rasure nem amasse a folha de respostas. No escreva nada na folha de respostas fora do campo reservado.

    Colgio:

    Nome:

    Nmero: Turma:

    ENEM

    2011 Simulado

    Cincias da Naturezae suas Tecnologias

  • 2

    1. Em uma fazenda, um morador da colnia observou que as aves locais comearam a bicar uma regio acima da cauda e passar cuidadosamente o bico sobre as penas. A partir dessa observao, o morador disse a um amigo: Aposto que vai chover!!!. Em que se baseou o morador para se posicionar dessa forma?a) No fato de as aves aninharem suas cabeas na regio da cauda

    em situaes de chuva; portanto, as aves estavam posicionando as penas para esse comportamento.

    b) No fato de as aves apresentarem nessa regio uma glndula que secreta um leo utilizado para impermeabilizar as penas, evitando, assim, o encharcamento em caso de chuva.

    c) No fato de as aves ajustarem as penas para melhorar as condi-es de voo em caso de fuga no momento da chuva.

    d) No fato de as aves retirarem o excesso de gua absorvido pelas penas do corpo em situaes em que a umidade relativa do ar aumente, indicando a possibilidade de chuva.

    e) No fato de as aves modificarem seu comportamento em situa-es associadas possibilidade de chuva, no sentido de melho-rar seu nvel de observao e percepo prvia do fenmeno.

    2. Os vrus desafiam a cincia, pois se posicionam em uma situa-o indefinida em relao a sua classificao como seres vivos. Esses seres, apesar de gerarem certas dvidas sobre sua identidade biolgica, apresentam a capacidade de produzir novos vrus, o que os aproxima da condio vital. Em uma conferncia de virologia, cujo cartaz exibia claramente um laboratorista carregando uma quantidade de ovos de galinha onde os vrus estavam sendo incu-bados, alguns cientistas contestaram a capacidade reprodutiva dos vrus como condio vital, baseando-se na ausncia da autonomia desses seres nesse processo reprodutivo. Pensando no cartaz da conferncia e na contestao dos cientistas, escolha a justificativa mais adequada associao da figura apresentada e posio dos cientistas.a) No cartaz, o uso dos ovos pelo laboratorista demonstra a ne-

    cessidade da utilizao de um meio extremamente rico para o desenvolvimento de geraes virais, pois esses ovos apresentam grande quantidade de vitelo.

    b) No cartaz, o uso dos ovos pelo laboratorista demonstra a difi-culdade de conseguir geraes virais, pois o processo exige a presena de clulas vivas embrionrias como incubadoras na reproduo desses seres.

    c) No cartaz, o uso dos ovos pelo laboratorista demonstra a neces-sidade da utilizao de um meio extremamente hidratado no de-senvolvimento de geraes virais, apresentando esses ovos grande quantidade de albumina associada gua para formar a clara.

    d) No cartaz, o uso dos ovos pelo laboratorista demonstra a difi-culdade de conseguir geraes virais, pois o processo exige a presena de clulas vivas de aves devido ao fato de essa classe de animais ser reconhecidamente suscetvel infeco viral.

    e) No cartaz, o uso dos ovos pelo laboratorista demonstra a facilidade de conseguir geraes virais a partir de materiais simples, no necessitando de nada mais elaborado no processo reprodutivo dessas criaturas.

    3. Numa prova olmpica de patinao sobre o gelo, um casal faz uma demonstrao. O rapaz de 80 kg desloca-se com velocidade constante de 6 m/s em direo moa de 60 kg que se encontra parada. Ento a abraa e permanecem unidos, deslizando.Podemos afirmar que:a) a energia cintica inicial do rapaz 1.640 J.b) a quantidade de movimento inicial do sistema 560 kg .m/s.c) a coliso entre eles perfeitamente elstica.

    d) a velocidade do casal aps o encontro 5,2 m/s.e) houve uma perda de aproximadamente 630 J durante a coliso.

    4. O grfico a seguir refere-se porcentagem de nucldios que foram encontrados em Prypiat, na regio de Chernobyl, por ocasio da exploso do reator de uma usina nuclear em 1986, em funo do tempo.

    XeI-131

    100

    90

    80

    70

    60

    50

    40

    30

    20

    10

    1 10 100Tempo (dias)

    % c

    ontr

    ibui

    o

    para

    o n

    vel

    de

    radi

    ao

    1.000 10.0000

    Te-132 / I-132Ba-140 / La-140Zr-95 / Nb-95OutrosRuCs-134Cs-137

    Fonte: http://en.wikipedia.org/ (acesso em 5 jun. 2011)

    A quantidade e o tipo de nucldio variam porque so dependentes de diversos fatores, como tipo de decaimento e tempo de meia-vida, portanto, o nvel de radiao tambm ser varivel. A respeito desse assunto so feitas as seguintes afirmaes: I. No ano de 2014, a atividade radioativa na regio ser prove-

    niente, praticamente, somente do 137Cs. II. Aps 10 dias do acidente, os nucldios que mais contribuam

    para nvel de radioatividade eram o 95Zr, 95Nb, 140Ba, 140La e 131I.

    III. Decorridos 2 meses da exploso do reator nuclear, a porcenta-gem de 95Zr/95Nb era 5 vezes maior que a porcentagem de Xe.

    Das afirmaes apresentadas, so corretas:a) somente I.b) somente II.c) somente I e II.d) somente I e III.e) todas.

    5. Uma fbrica de placas de acrlico quer lanar um produto novo no mercado. A inteno produzir placas bem lisas, que apresentem atrito praticamente desprezvel. Para testar a rugosidade dessas placas, utiliza um plano inclinado. No teste, um bloco de 1 kg abandonado do repouso do ponto mais alto do plano, situado a 1 m do cho, e desliza por ele chegando parte mais baixa com velocidade de 1m/s. Nesse teste, podemos concluir que:a) o objetivo da fbrica no foi atingido, pois ocorreu uma dissi-

    pao de energia de 9,5 J.b) no ocorre dissipao de energia na descida do bloco.c) a energia potencial do bloco antes de deslizar era de 20 J.d) a energia mecnica do sistema se conserva.e) a energia cintica do bloco ao atingir o cho de 10 J.

    6. Quando a instalao eltrica na residncia no feita com muito critrio, comum observarmos uma diminuio no brilho das lm-padas quando o chuveiro ligado. A explicao para esse fato que:a) o chuveiro ligado em srie com as lmpadas, consumindo a

    maior parte da corrente total.

  • 3

    b) a corrente total no circuito permanece inalterada e como a maior parte dela passa pelo chuveiro sobra menos corrente para as lmpadas.

    c) a corrente que percorre cada aparelho a mesma e como a potncia do chuveiro maior, o brilho das lmpadas diminui.

    d) a corrente total no circuito aumenta, ocorrendo uma diminuio da ddp e da corrente nas lmpadas.

    e) a corrente total no circuito aumenta, aumentando a resistncia das lmpadas e diminuindo a corrente atravs delas.

    7. Nos ltimos 50 anos, as temperaturas de inverno na penn-sula Antrtica subiram quase 6 C. Ao contrrio do esperado, o aquecimento tem aumentado a precipitao de neve. Isso ocorre porque o gelo marinho, que forma um manto impermevel sobre o oceano, est derretendo devido elevao de temperatura, o que permite que mais umidade escape para a atmosfera. Essa umidade cai na forma de neve.

    Logo depois de chegar a essa regio, certa espcie de pinguins precisa de solos nus para construir seus ninhos de pedregulhos. Se a neve no derrete a tempo, eles pem seus ovos sobre ela. Quando a neve finalmente derrete, os ovos se encharcam de gua e goram.

    Adaptado de Scientific American Brasil, ano 2, n. 21, 2004. p. 80.

    A partir da leitura do texto, analise as afirmativas a seguir e sele-cione a mais abrangente a respeito das informaes fornecidas.a) Segundo o texto, podemos inferir sobre as consequncias

    climticas em reas perturbadas pelo aquecimento global.b) Segundo o texto, podemos inferir sobre as consequncias

    climticas e ecolgicas associadas interferncia sobre a bio-diversidade atravs da diminuio da capacidade reprodutiva em reas perturbadas pelo aquecimento global.

    c) Segundo o texto, podemos inferir sobre as consequncias sociais e ecolgicas associadas interferncia sobre a biodi-versidade em reas perturbadas pelo aquecimento global.

    d) Segundo o texto, podemos inferir sobre as consequncias clim-ticas, econmicas e ecolgicas associadas interferncia sobre a biodiversidade em reas perturbadas pelo aquecimento global.

    e) Segundo o texto, podemos inferir sobre as consequncias cli-mticas e ecolgicas associadas aos reflexos na biodiversidade atravs da interferncia na fecundidade dos pinguins em reas perturbadas pelo fenmeno do aquecimento global.

    8. Assinale a alternativa que apresenta a correspondncia correta entre as colunas a seguir.

    Evento cotidiano Nome cientfico

    Aspirar o p dos mveisem um cmodo

    Preparar um suco de frutaa partir de um suco concentrado

    Fazer um bolo com fermento base de bicarbonato de sdio

    Esquecer uma garrafa comvinho aberta por vrios dias

    Adicionar gotas de suco de limo ao suco de pra, tornando-o vermelho.

    I.

    II.

    III.

    IV.

    V.

    a) Reao qumica com liberao de gs carbnico

    b) Reao de oxidao/reduo

    c) Filtrao

    d) Deslocamento de equilbrio

    e) Diluio

    Assinale a alternativa que apresenta a correspondncia correta:a) I c; II d; III a; IV b; V eb) I a; II b; III e; IV c; V dc) I c; II e; III b; IV d; V ad) I c; II e; III a; IV b; V de) I a; II b; III c; IV d; V e

    9. A evoluo dos modelos atmicos sempre est ligada evolu-o do conhecimento cientfico. Assim, ideias so

Recommended

View more >