ciclo hidrológico e bacia hidrográfica

Download Ciclo Hidrológico e Bacia Hidrográfica

Post on 11-Oct-2015

24 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Ciclo Hidrolgico e Bacia Hidrogrfica

TRANSCRIPT

  • CICLO HIDROLGICO E BACIA HIDROGRFICA

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOISDEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL

    HIDROLOGIA APLICADA

    HIDROGRFICA

    Prof. Heber Martins de Paula

  • 1. CICLO HIDROLGICO

  • DefinioDefinioDefinioDefinio:::: Fenmeno global de circulao fechada da gua entre asuperfcie terrestre e a atmosfera, impulsionado fundamentalmentepela energia solar, associada gravidade e rotao da Terra (TUCCI,2000).

    36363636%%%% de toda a energia solar que chega a terra utilizada para aevaporao na terra e do mar;

    O tempo mdio na atmosfera da gua evaporada para a atmosfera de O tempo mdio na atmosfera da gua evaporada para a atmosfera dedez dias;

    As vazes nos rios so o resultado positivo do fluxo sobre a superfcieterrestre, o que gera uma precipitao maior do que aevapotranspirao (conjunto evaporao do solo e transpirao dasplantas);

    Nos oceanos ocorre maior evaporao do que precipitao, por isso ofluxo negativo;

  • A gua em forma de vapor presente na atmosfera volta a superfcie daterra na forma de chuva, granizo, neve, orvalho e geada.

    InterceptaoInterceptaoInterceptaoInterceptao quando parte do volume precipitado cai sobre um solocom cobertura vegetal (folhas e caules), de onde evapora.

  • Quando os charcos enchem e transbordam, a gua comea a se moversobre a superfcie, e chamada de chuvachuvachuvachuva excedente,excedente,excedente,excedente, podendo formarvrios cursos.

    A gua que chega ao solo segue vrios caminhos. O solo por ser porosopermite a infiltrao da gua, caso a intensidade de chuva superar aporo de infiltrao e evaporao, forma-se um charco, que chamado de armazenamentoarmazenamentoarmazenamentoarmazenamento emememem depressodepressodepressodepresso.

    vrios cursos.

    Entretanto, deve haver a formao de uma lmina dgua que cubratoda a trajetria do movimento, trata-se de armazenamentoarmazenamentoarmazenamentoarmazenamento dededededetenodetenodetenodeteno.

    Parte desse escoamento pode infiltrar ou evaporar retornando atmosfera antes de alcanar o rio.

  • A gua que infiltra e permanece armazenada na camada de soloprximo as raizes chamada de CapacidadeCapacidadeCapacidadeCapacidade dededede CampoCampoCampoCampo;;;;

    A gua que ultrapassa esta camada atinge a Zona de saturao ouzona de escoamento subterrneo (Recarga de Aqifero).

    ReservatriosReservatriosReservatriosReservatriosReservatriosReservatriosReservatriosReservatrios

    Oceanos 1.350 x 1015 m3

    Geleiras 25 x 1015 m3

    guas subterrneas 8,4 x 1015 m3

    Rios e Lagos 0,2 x 1015 m3

    Biosfera 0,0006 x 1015 m3

    Atmosfera 0,0130 x 1015 m3

  • CICLO HIDROLGICO

  • VOLUME DE CONTROLE PARA APLICAO DA EQUAO HIDROLGICA

    PRECIPITAOPRECIPITAOPRECIPITAOPRECIPITAO EVAPORAOEVAPORAOEVAPORAOEVAPORAO

    ESCOAMENTO ESCOAMENTO ESCOAMENTO ESCOAMENTO SUPERFICIALSUPERFICIALSUPERFICIALSUPERFICIAL

    ESCOAMENTO ESCOAMENTO ESCOAMENTO ESCOAMENTO SUPERFICIALSUPERFICIALSUPERFICIALSUPERFICIAL

    ESCOAMENTO ESCOAMENTO ESCOAMENTO ESCOAMENTO SUBTERRNEOSUBTERRNEOSUBTERRNEOSUBTERRNEO

    ESCOAMENTO ESCOAMENTO ESCOAMENTO ESCOAMENTO SUBTERRNEOSUBTERRNEOSUBTERRNEOSUBTERRNEOI I I I O = O = O = O = SSSSSUBTERRNEOSUBTERRNEOSUBTERRNEOSUBTERRNEO SUBTERRNEOSUBTERRNEOSUBTERRNEOSUBTERRNEOI I I I O = O = O = O = SSSS

    I = Inflow - incluindo todo o escoamento superficial, o escoamento subterrneo, e a precipitao sobre a superfcie do solo.

    O = Outflow Sada de gua do volume de controle, devido ao escoamento superficial, ao escoamento subterrneo, evaporao e transpirao das plantas.

    S = variao no armazenamento nas vrias formas de reteno, no volume de controle.

  • AO DO HOMEM SOBRE O CICLO HIDROLGICO

    A aoaoaoao dodododo homemhomemhomemhomem sobre o ecossistema pode geraralteraes em parte do ciclo hidrolgico tanto naquantidade quanto qualidade da gua.

    AAAA nvelnvelnvelnvel globalglobalglobalglobal as emisses de gases para a atmosferaproduz aumento no efeito estufa, alterando as condiesproduz aumento no efeito estufa, alterando as condiesdas emisses da radiao trmica, poluio area etc.;

    AAAA nvelnvelnvelnvel locallocallocallocal as obras hidrulicas atua sobre o rios, lagos eoceanos; a urbanizao tambm produz alteraeslocalizadas nos processos do ciclo hidrolgico terrestre,contaminao das guas etc.

  • 2. BACIA HIDROGRFICA

  • BACIA DO PARANABA

    Catalo localizaCatalo localizaCatalo localizaCatalo localiza----se dentro da Bacia Hidrogrfica do Rio Paranaba.se dentro da Bacia Hidrogrfica do Rio Paranaba.se dentro da Bacia Hidrogrfica do Rio Paranaba.se dentro da Bacia Hidrogrfica do Rio Paranaba.

  • SUB-BACIA DO RIO PIRAPETINGA

  • BACIA HIDROGRFICA

    O ciclo hidrolgico normalmente estudado com maior interesse nafase terrestre, em que o elemento fundamental da anlise a BaciaBaciaBaciaBaciaHidrogrficaHidrogrficaHidrogrficaHidrogrfica.

    a rea de captao natural da gua da precipitao que faz convergiros escoamentos para um nico ponto de sada, seu exutrio.

    composta por um conjunto de superfcies vertentes e de uma rede dedrenagem formada por cursos de gua que confluem at resultar umleito nico no exutrio.

    A Bacia Hidrogrfica uma rea definida topograficamente.

  • 2.1 DIVISORES DE UMA BACIADefinida por uma seo de rio

    Representa toda a rea de contribuio superficial que a guaescoa por gravidade at a seo do rio;

    A bacia hidrogrfica do escoamento subterrneo pode serdiferente. O erro pode diminuir com o aumento da bacia ou adiferente. O erro pode diminuir com o aumento da bacia ou aescala da informao;

    Delimitao grfica ou atravs de geoprocessamento.

    Os terrenos de uma bacia so delimitados por dois tipos dedivisores de gua:

    divisordivisordivisordivisor topogrficotopogrficotopogrficotopogrfico - condicionado pela topografia, fixa a reada qual provm do deflvio superficial da bacia.

    divisordivisordivisordivisor freticofreticofreticofretico ouououou subterrneosubterrneosubterrneosubterrneo determinado pela estruturageolgica dos terrenos.

  • 700

    700

    700

    700

    695

    695

    695

    690

    690

    Exutrio

    690

    685

    685

    680

    680

    675

    675680

    680

    670

    670

    665

    665

    660655

    685

    680

    685

    700

  • 700

    700

    700

    700

    695

    695

    695

    690

    690

    Exutrio

    690

    685

    685

    680

    680

    675

    675680

    680

    670

    670

    665

    665

    660655

    685

    680

    685

    Divisor de guas

    700

  • Rocha Rocha Rocha Rocha ImpermevelImpermevelImpermevelImpermevel

    DIVISOR TOPOGRFICODIVISOR TOPOGRFICODIVISOR TOPOGRFICODIVISOR TOPOGRFICO

    DIVISOR FRETICODIVISOR FRETICODIVISOR FRETICODIVISOR FRETICO

    LENOL FRETICO NA LENOL FRETICO NA LENOL FRETICO NA LENOL FRETICO NA ESTAO DAS CHUVASESTAO DAS CHUVASESTAO DAS CHUVASESTAO DAS CHUVAS

    LENOL LENOL LENOL LENOL FRETICO NA FRETICO NA FRETICO NA FRETICO NA

    ESTIAGEMESTIAGEMESTIAGEMESTIAGEM

    ImpermevelImpermevelImpermevelImpermevel

    RIO XRIO XRIO XRIO X RIO YRIO YRIO YRIO Y RIO ZRIO ZRIO ZRIO Z

    Mais alto estiver o nvel do lenol fretico, mais prximos entre si estaro os Mais alto estiver o nvel do lenol fretico, mais prximos entre si estaro os Mais alto estiver o nvel do lenol fretico, mais prximos entre si estaro os Mais alto estiver o nvel do lenol fretico, mais prximos entre si estaro os divisores.divisores.divisores.divisores.A porcentagem de precipitao que se escoa para as bacias adjacentes tanto A porcentagem de precipitao que se escoa para as bacias adjacentes tanto A porcentagem de precipitao que se escoa para as bacias adjacentes tanto A porcentagem de precipitao que se escoa para as bacias adjacentes tanto menor quanto maior for a rea da bacia.menor quanto maior for a rea da bacia.menor quanto maior for a rea da bacia.menor quanto maior for a rea da bacia.Em bacias pequenas, o vazamento devido a no coincidncia dos divisores pode Em bacias pequenas, o vazamento devido a no coincidncia dos divisores pode Em bacias pequenas, o vazamento devido a no coincidncia dos divisores pode Em bacias pequenas, o vazamento devido a no coincidncia dos divisores pode ser um fator importante.ser um fator importante.ser um fator importante.ser um fator importante.Nas grandes bacias, a magnitude dos vazamentos ou acrscimos usualmente Nas grandes bacias, a magnitude dos vazamentos ou acrscimos usualmente Nas grandes bacias, a magnitude dos vazamentos ou acrscimos usualmente Nas grandes bacias, a magnitude dos vazamentos ou acrscimos usualmente pequena.pequena.pequena.pequena.

  • 2.2 CLASSIFICAO DOS CURSOS DGUAOs tipos de curso de gua que drenam as Bacias Hidrogrficas,normalmente, so classificados com base na constncia do escoamento:

    AAAA.... PerenesPerenesPerenesPerenesEstes cursos dgua contm gua durante todo o tempo, o lenolsubterrneo mantm uma alimentao contnua e no descenunca abaixo do leito do curso dgua, mesmo durante as secasmais severas.mais severas.

    BBBB.... IntermitentesIntermitentesIntermitentesIntermitentesEstes cursos dgua, em geral, escoam durante as estaes dechuva e secam nas de estiagem. Durante a estao chuvosa,transportam todo tipo de deflvio (superficial e subterrneo).

    CCCC.... EfmerosEfmerosEfmerosEfmerosEstes cursos dgua existem apenas durante ou imediatamenteaps os perodos de precipitao e s transportam escoamentosuperficial.

  • Prof. Doutorando Rivanildo Dallacort

    Fontes de