ciclo celular e divisão celular. ciclo celular etapas intérfase + divisão...

Click here to load reader

Post on 18-Apr-2015

173 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Slide 1
  • CICLO CELULAR E DIVISO CELULAR
  • Slide 2
  • CICLO CELULAR
  • Slide 3
  • ETAPAS INTRFASE + DIVISO CELULAR INTRFASE + DIVISO CELULAR
  • Slide 4
  • Slide 5
  • DURAO MDIA DO CICLO CELULAR G1 (antes da sntese de DNA) - 9 a 11 horas - Sntese de RNA - Crescimento da clula S (durante a sntese de DNA) - 8 a 10 horas - Duplicao dos cromossomos G2 (depois da sntese de DNA) - 4 a 5 horas - Pouca sntese de DNA e protenas MITOSE - 30 min a 1 hora Total: 24 horas
  • Slide 6
  • NEURNIOS E HEMCIAS No se dividem Permanecem paradas durante G1 em uma fase conhecida como G0 CLULAS HEPTICAS Entram em G2 e aps um dano ao fgado voltam a G1 e continuam o ciclo celular
  • Slide 7
  • FASES DA INTRFASE FASE G1 FASE G1 Intensa sntese de RNA e protenas Intensa sntese de RNA e protenas Aumento do citoplasma Aumento do citoplasma Pode durar horas, meses ou ser permanente (neurnios) Pode durar horas, meses ou ser permanente (neurnios) FASE S FASE S Duplicao do DNA Sntese proteica FASE G2 FASE G2 Pequena sntese de RNA e protenas Pequena sntese de RNA e protenas
  • Slide 8
  • MITOSE
  • Slide 9
  • FASES DA MITOSE PrfaseMetfaseAnfaseTelfase (PROMETI A ANA TELEFONAR)
  • Slide 10
  • PRFASE
  • Slide 11
  • - Fase mais longa;
  • Slide 12
  • - Cromossomos comeam a se condensar; - Centrolo duplica-se.
  • Slide 13
  • - Formao do fuso acromtico e steres
  • Slide 14
  • METFASE
  • Slide 15
  • Slide 16
  • ANFASE
  • Slide 17
  • Slide 18
  • Slide 19
  • Slide 20
  • Slide 21
  • TELFASE
  • Slide 22
  • Slide 23
  • CITOCINESE ou PLASMODIERESE
  • Slide 24
  • - Citocinese a diviso do citoplasma no final da mitose; centrpeta.
  • Slide 25
  • Slide 26
  • OBSERVAES
  • Slide 27
  • PRFASE FASE MAIS LONGA DA MITOSE
  • Slide 28
  • ANFASE FASE MAIS CURTA DA MITOSE
  • Slide 29
  • METFASE FASE DE MELHOR VISUALIZAO CROMOSSMICA
  • Slide 30
  • TIPOS DE FIBRAS NO FUSO CONTNUAS De centrolo a centrolo, CROMOSSMICAS De centrolo a centrmero.
  • Slide 31
  • Slide 32
  • OBSERVAES
  • Slide 33
  • Sem centrolo
  • Slide 34
  • Slide 35
  • Slide 36
  • Slide 37
  • MITOSE REPLICAO DO DNA DIVISO DA CLULA Uma duplicao dos cromossomos e uma diviso do citoplasma.
  • Slide 38
  • Slide 39
  • MEIOSE: FONTE DA BIODIVERSIDADE A clula inicial diplide, com cromossomos dispostos aos pares,cada um constitudo por duas cromtides unidas pelo centrmero.Os cromossomos do mesmo par chamaremos de homlogos. Entre a metfase I e a anfase I separam-se os homlogos sem ocorrer duplicao dos centrmeros,o que origina clulas haplides, onde os cromossomos no formam pares. Entre a metfase II e a anfase II duplicam-se os centrmeros e cromossomos filhos migram para os plos opostos originando 4 clulas haplides diferentes entre si. Portanto,ocorrero duas divises do citoplasma para uma s duplicao dos cromossomos. MEIOSE
  • Slide 40
  • CROMOSSOMAS HOMLOGOS Cada par de cromossomos, homlogos,apresenta um de origem materna e outro de origem paterna. Cada cromossomo formado por duas metades chamadas cromtides, produzidas pela duplicao do DNA durante a interfase. materno paterno quiasma centrmeros Cromtides irms
  • Slide 41
  • Meiose - Processo de produo de clulas germinativas (vulos e espermatozides): - Duplicao dos cromossomos duas divises celulares clulas com 23 cromossomos, 1 de cada par - Primeira diviso celular = meiose I separao de cromossomos homlogos - Segunda diviso celular = meiose II separao das cromtides-irms por meio da diviso do centrmero
  • Slide 42
  • Durante a meiose: Clulas-me com 2n: 2 homlogos separam-se clulas filhas com n: 1 cromtides separam-se 4 clulas filhas com n: 1. Uma duplicao dos cromossomos e 2 divises da clula.
  • Slide 43
  • Slide 44
  • MEIOSE I e II. REDUCIONAL EQUACIONAL
  • Slide 45
  • MEIOSE: PRFASE I Nesta fase ocorrer o mais importante dos fenmenos biolgicos, o crossing- over, fonte da biodiversidade,da evoluo e da sobrevivncia das espcies. Cromtides homlogas, no irms, trocam segmentos entre si, recombinando genes.
  • Slide 46
  • LEPTTENO: os cromossomos, j duplicados iniciam sua condensao; ZIGTENO: cada cromossomo emparelha-se com seu homlogo - a isto denominamos sinapse - sendo que cada par homlogos chamado bivalente ou ttrade; PAQUTENO: entre as cromtides de cromossomos homlogos podem ocorrer trocas de fragmentos. a permutao ou crossing-over. DIPLTENO: inicia-se a separao das cromtides, com possvel visualizao dos pontos de ocorrncia da permutao: os quiasmas. DIACINESE: os quiasmas deslizam para as extremidades das cromtides - a terminalizao dos quiasmas. Os centrolos duplicados na interfase, migram para plos opostos e surge o fuso acromtico. Desaparecem o nuclolo e a carioteca. Os cromossomos homlogos ligam-se s fibras do fuso acromtico pelo centrmero.
  • Slide 47
  • Par de cromossomos na Prfase I.
  • Slide 48
  • Crossing over Par de cromossomos homlogos
  • Slide 49
  • recombinao cromtides recombinantes
  • Slide 50
  • MEIOSE: METFASE I No ocorrer duplicao dos centrmeros e cada cromossomo do par iniciar, depois, a migrao para plos opostos da clula.
  • Slide 51
  • METFASE IANFASE I
  • Slide 52
  • METFASE IANFASE I 2n: 6 Centrmeros no se duplicam.
  • Slide 53
  • MEIOSE: ANFASE I Os cromossomos, cada um deles ainda constitudo por duas cromtides unidas pelo centrmero migram para plos opostos da clula. Observa-se a separao dos pares de homlogos. Plano equatorial Centrmeros no duplicados
  • Slide 54
  • Cromtides permanecem unidas pelo centrmero. fuso plo
  • Slide 55
  • ANFASE I
  • Slide 56
  • MEIOSE: TELFASE I e INTERCINESE Divide-se o citoplasma (citocinese) e as duas clulas resultantes j sero haplides pois apresentam um s dos cromossomos de cada par, embora cada cromossomo tenha duas cromtides unidas pelo centrmero.
  • Slide 57
  • Meiose I Prfase: Interfase: duplicao dos cromossomos Condensao progressiva dos cromossomos duplicados Emparelhamento dos cromossomos homlogos Permutas cromossmicas (crossing-over) entre os homlogos emparelhados (recombinao entre o material gentico materno e paterno) Afastamento dos homlogos na regio do centrmero (permanecem unidos nas regies onde ocorreram permutas os quiasmas) Desaparece a membrana nuclear
  • Slide 58
  • Meiose I Metfase I: Os homlogos unidos pelos quiasmas se alinham no equador da clula e se unem pelo centrmero s fibras do fuso Anfase I: Os cromossomos homlogos migram para plos opostos Telfase I: Reaparece a membrana nuclear Divide-se o citoplasma Os cromossomos permanecem condensados Metfase I: Os homlogos unidos pelos quiasmas se alinham no equador da clula e se unem pelo centrmero s fibras do fuso Anfase I: Os cromossomos homlogos migram para plos opostos Telfase I: Reaparece a membrana nuclear Divide-se o citoplasma Os cromossomos permanecem condensados
  • Slide 59
  • MEIOSE: PRFASE II Os cromossomos iniciam o deslocamento para a placa equatorial,em cada uma das clulas, j haplides e j diferentes entre si, como resultado do crossing-over que ocorreu na prfase I.
  • Slide 60
  • MEIOSE: METFASE II Somente agora, novamente no plano equatorial da clula, os centrmeros iro duplicar-se do que resultar a separao das cromtides, agora denominadas cromossomos-filhos.
  • Slide 61
  • MEIOSE: ANFASE II e TELFASE II Cromtides irms,antes unidas pelo centrmero, deslocam-se para plos opostos de cada clula, ocorrendo ento a diviso do citoplasma das duas clulas. Originam-se 4 clulas haplides e diferentes entre si.
  • Slide 62
  • Meiose II Prfase II: Desaparece a membrana nuclear Forma-se o fuso Metfase II: Os cromossomos se alinham no equador da clula e se unem pelo centrmero s fibras do fuso Anfase II: Diviso dos centrmeros As cromtides migram para plos opostos Telfase II: Forma-se nova membrana nuclear e divide-se o citoplasma Prfase II: Desaparece a membrana nuclear Forma-se o fuso Metfase II: Os cromossomos se alinham no equador da clula e se unem pelo centrmero s fibras do fuso Anfase II: Diviso dos centrmeros As cromtides migram para plos opostos Telfase II: Forma-se nova membrana nuclear e divide-se o citoplasma
  • Slide 63
  • 2n: 4 2 pares. crossing over Meiose I (reducional) Anfase I n: 2 Meiose II (equacional)
  • Slide 64
  • As conseqncias genticas da Meiose Mantm constante o nmero cromossmico da espcie Reduo do nmero diplide (2n=46) para haplide (n=23) nos gametas fertilizao do vulo pelo espermatozide zigoto 2n=46 Aumenta a variabi