check-list's nr' 2009s

Click here to load reader

Post on 25-Jun-2015

416 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Unidade: COLOMBO

reas Auditadas: SESMT

Auditor: LUIZ Data:26/06/2009 Acompanhantes da Auditoria No houve.REQUISITOS 2.2 O rgo regional do MTb, aps realizar a inspeo prvia, emitir o Certificado de Aprovao de Instalaes - CAI, conforme modelo anexo. Evidncias de auditoria (Campo de preeenchimento CAI emitido em 05/11/07 No aten dido No aten dido, mas com inici ativa Aten s de, mas h resal vas No aplic vel Aten de X

2.3 A empresa poder encaminhar ao rgo regional do MTb uma declarao das instalaes do estabelecimento novo, conforme modelo anexo, que poder ser aceita pelo referido rgo, para fins de fiscalizao, quando no for possvel realizar a inspeo prvia antes de o estabelecimento iniciar suas atividades.

Houve reforma e ampliao das instalaes que no foram encaminhados ao MTE. Moldagem, PW, Mquinas,

X

2.4 A empresa dever comunicar e solicitar a aprovao do rgo regional do MTb, quando ocorrer modificaes substanciais nas instalaes e/ou nos equipamentos de seu(s) estabelecimento(s)

Houve reforma e ampliao das instalaes que no foram comunicados ao MTE. Moldagem, PW, Mquinas,

X

Unidade: Colombo reas Auditadas: administrao/RH Auditor:Katia Acompanhantes da AuditoriaNo atend ido No aplic vel

Data:22/05/2009No atend ido, mas com inicia tivas Aten de, mas h resal vas

REQUISITOS4.1 A empresa mantm, obrigatoriamente, Servios Especializados em Engenharia de Segurana e em Medicina do Trabalho, com a finalidade de promover a sade e proteger a integridade do trabalhador no local de trabalho?

x4.3.4-4.4 - O Quadro de profissionais que compem o SESMT est dimensionado conforme exigncia legal (Quadro II da NR4)?

x4.4.1 O SESMT exige dos profissionais que os integram comprovao de que satisfazem os seguintes requisitos: a) Engenheiro de Segurana do Trabalho - engenheiro ou arquiteto portador de certificado de concluso de curso de especializao em Engenharia de Segurana do Trabalho, em nvel de psgraduao; b) Mdico do Trabalho - mdico portador de certificado de concluso de curso de especializao em Medicina do Trabalho, em nvel de ps-graduao, ou portador de certificado de residncia mdica em rea de concentrao em sade do trabalhador ou denominao equivalente, reconhecida pela Comisso Nacional de Residncia Mdica, do Ministrio da Educao, ambos ministrados por universidade ou faculdade que mantenha curso de graduao em Medicina; c) Enfermeiro do Trabalho - enfermeiro portador de certificado de concluso de curso de especializao em Enfermagem do Trabalho, em nvel de ps-graduao, ministrado por universidade ou faculdade que mantenha curso de graduao em enfermagem; d) Auxiliar de Enfermagem do Trabalho auxiliar de enfermagem ou tcnico de enfermagem portador de certificado de concluso de curso de qualificao de auxiliar de enfermagem do trabalho, ministrado por instituio especializada reconhecida e autorizada pelo Ministrio da Educao; e) Tcnico de Segurana do Trabalho: tcnico portador de comprovao de Registro Profissional expedido pelo Ministrio do Trabalho.

x

Aten de

4.4.1.1 Em relao s Categorias mencionadas nas alneas "a" e "c", observar-se- o disposto na Lei no 7.410, de 27 de novembro de 1985?

4.8 O tcnico de segurana do trabalho e o auxiliar de enfermagem do trabalho devero dedicar 8 (oito) horas por dia para as atividades dos Servios Especializados em Engenharia de Segurana e em Medicina do Trabalho, de acordo com o estabelecido no Quadro II, anexo?

x4.9 O engenheiro de segurana do trabalho, o mdico do trabalho e o enfermeiro do trabalho devero dedicar, no mnimo, 3 (trs) horas (tempo parcial) ou 6 (seis) horas (tempo integral) por dia para as atividades dos Servios Especializados em Engenharia de Segurana e em Medicina do Trabalho, de acordo com o estabelecido no Quadro II, anexo, respeitada a legislao pertinente em vigor?

x4.10 Ao profissional especializado em Segurana e em Medicina do Trabalho vedado o exerccio de outras atividades na empresa, durante o horrio de sua atuao nos Servios Especializados em Engenharia de Segurana e em Medicina do Trabalho?

x

4.12 Compete aos profissionais integrantes dos Servios Especializados em Engenharia de Segurana e em Medicina do Trabalho:

a) aplicar os conhecimentos de engenharia de segurana e de medicina do trabalho ao ambiente de trabalho e a todos os seus componentes, inclusive mquinas e equipamentos, de modo a reduzir at eliminar os riscos ali existentes sade do trabalhador

xb) determinar, quando esgotados todos os meios conhecidos para a eliminao do risco e este persistir, mesmo reduzido, a utilizao, pelo trabalhador, de Equipamentos de Proteo Individual EPI, de acordo com o que determina a NR 6, desde que a concentrao, a intensidade ou caracterstica do agente assim o exija.

xc) colaborar, quando solicitado, nos projetos e na implantao de novas instalaes fsicas e tecnolgicas da empresa, exercendo a competncia disposta na alnea "a"

xe) manter permanente relacionamento com a CIPA, valendo-se ao mximo de suas observaes, alm de apoi-la, trein-la e atend-la, conforme dispe a NR 5

xh) analisar e registrar em documento(s) especfico(s) todos os acidentes ocorridos na empresa ou estabelecimento, com ou sem vtima, e todos os casos de doena ocupacional, descrevendo a histria e as caractersticas do acidente e/ou da doena ocupacional, os fatores ambientais, as caractersticas do agente e as condies do(s) indivduo(s) portador(es) de doena ocupacional ou acidentado(s);

x

i) registrar mensalmente os dados atualizados de acidentes do trabalho, doenas ocupacionais e agentes de insalubridade, preenchendo, no mnimo, os quesitos descritos nos modelos de mapas constantes nos Quadros III, IV, V e VI, devendo a empresa encaminhar um mapa contendo avaliao anual dos mesmos dados Secretaria de Segurana e Medicina do Trabalho at o dia 31 de janeiro, atravs do rgo regional do MTb.

xj) manter os registros de que tratam as alneas "h" e "i" na sede dos Servios Especializados em Engenharia de Segurana e em Medicina do Trabalho ou facilmente alcanveis a partir da mesma, sendo de livre escolha da empresa o mtodo de arquivamento e recuperao, desde que sejam asseguradas condies de acesso aos registros e entendimento de seu contedo, devendo ser guardados somente os mapas anuais dos dados correspondentes s alneas "h" e "i" por um perodo no inferior a 5 (cinco) anos.

x4.12 (i-j) - Os quadros III, IV,V e VI so preenchidos e encaminhados DRT regularmente e dentro do prazo (at 31 de janeiro de cada ano)?

x4.13 Os Servios Especializados em Engenharia de Segurana e em Medicina do Trabalho devero manter entrosamento permanente com a CIPA, dela valendo-se como agente multiplicador, e devero estudar suas observaes e solicitaes, propondo solues corretivas e preventivas, conforme o disposto no subitem 5.14.1. da NR 5.

x4.17 - O SESMT est registrado no rgo Ministrio do trabalho - MTb? e O(s) tcnico(s) de segurana e auxiliares de enfermagem dedicam 8 horas por dia para as atividades do SESMT?

x

4.17.1 O registro referido no item 4.17 dever ser requerido ao rgo regional do MTb e o requerimento dever conter os seguintes dados: a) nome dos profissionais integrantes dos Servios Especializados em Engenharia de Segurana e em Medicina do Trabalho; b) nmero de registro dos profissionais na Secretaria de Segurana e Medicina do Trabalho do MTb; c) nmero de empregados da requerente e grau de risco das atividades, por estabelecimento; d) especificao dos turnos de trabalho, por estabelecimento; e) horrio de trabalho dos profissionais dos Servios Especializados em Engenharia de Segurana e em Medicina do Trabalho.

xno confromidades

1

total itens 19

5/2009Evidncias de auditoria (Campo de preeenchimento obrigatrio quando o requisito for aplicvel)

Conforme o quadro II da NR 04: 03 tec. seg. do trabalho; 01 medico do trabalho em tempo parcial de trs horas; 01 eng de seg. trabalho em tempo integral Conforme documento protocolado no ministerio do trabalho sob n 46212.000048/2009-70

no evidenciado no RH certifiado de especializao em medicina do trabalho do medico. tambem no foi evidenciado certificado de especializao em enfermagem do trabalho do aux. de enfermagem. Obs. o quadro II desta norma no requer este profissional em nosso quadro do SESMT

Medico do trabalho: Dr. Jos luiz Bello CRM 12560 Eng de seg. do trabalho, curso de Especializao pela Universidade Federal do Paran, CREA n PR83155/D

conforme ficha de registro disponivel no RH, contendo carga horaria de trabalho destes profissionais

medico do trabalho atende em tempo parcial de 3 horas e engenheiro do trabalho em tempo integral de 8 horas. conforme ficha de registro disponivel no RH, contendo carga horaria de trabalho destes profissionais.

Conforme descrio de cargos: Eng de segurana do trabalho: Superviso tcnica dos tcnicos de segurana, elaborao de normas e procedimentos de segurana do trabalho para as fbricas, elaborao e gerenciamento do PPP, alm de laudos e documentos exigidos pelas atuais legislaes. Mdico do Trabalho: Cuidar da sade e preveno de doenas ocupacionais de todos os colaboradores da empresa, bem como efetuar tratamento clinico; Realizar exames peridicos, pr-admissionais, demissionais e mudana de funo; Avaliar exames complementares, tanto da rea clinica como na medicina do trabalho; Auxiliar dna preveno de acidentes do trabalho, orientando os colaboradores; Verificar as condies de trabalho para que no causem danos a sade do colaborador. Tcnico de Segurana: Realiza trabalhos relativos a segurana e preveno de acidentes de trabalho, analisa e entrega EPIs aos funcionrios, realiza a integrao de novos funcionrios, fiscaliza a correta utilizao dos EPIs nas reas de produo.

planilha de aspectos e impactos ocupacionais disponivel no Isosysten

para PPRA