cei-magistratura e - pblico federal. ... para os concursos da magistratura e ministrio pblico, ......

Download CEI-MAGISTRATURA E -   Pblico Federal. ... para os concursos da Magistratura e Ministrio Pblico, ... O primeiro passo  ter uma boa bibliografia

Post on 27-May-2018

215 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • pg. 1

    ESPELHO DE CORREO DA 1 RODADA

    CEI-MAGISTRATURA EMINISTRIO PBLICO

    ESTADUAIS

    MATERIAL NICOQuestes Totalmente Inditas.

    ACESSVELComputador, Tablet, Smartphone.

    30 QUESTES OBJETIVASPor rodada.

    1 PEA PRTICAPor rodada.

    20/01/2016 A 19/04/2016DURAO

    IMPORTANTE: proibida a reproduo deste material, ainda que sem fins lucrativos. O CEI possui um sistema de registro de dados que marca o material com o seu CPF ou nome de usurio. O descumprimento dessa orientao acarretar na sua excluso do Curso. Agradecemos pela sua gentileza de adquirir honestamente o curso e permitir que o CEI continue existindo.

    CEI-MAGIS-TRATURA

    E MP ESTADUAIS

    1 ED.2016

    ESPELHO DE CORREO DA 1 RODADA

    2 QUESTES DISSERTATIVASPor rodada.

    CEI-MAGISTRATURA E MINISTRIO PBLICO

    ESTADUAIS

  • pg. 2

    ESPELHO DE CORREO DA 1 RODADA

    CEI-MAGISTRATURA EMINISTRIO PBLICO

    ESTADUAIS

    PROFESSORES

    JOO PAULO LORDELO - Coordenador do Curso, Professor de Direito Processual Civil, Direito do Consumidor, Direito Ambienal e Humanstica.

    Procurador da Repblica (aprovado em 1 lugar no 27CPR). Ex-Defensor Pblico Federal. Aprovado em diversos concursos e selees: Tcnico Administrativo da Universidade Federal da Bahia, Tcnico Administrativo do Ministrio Pblico do Estado da Bahia, Tcnico Administrativo e Analista Judicial do Tribunal Regional Eleitoral do Estado da Bahia, Procurador do Estado de Pernambuco, Defensor Pblico Federal (7 colocao final, tendo obtido a 1 colocao na primeira fase), Mestrado em Processo Civil na Universidade Federal da Bahia (1 colocao), Juiz de Direito do Estado da Bahia (1 colocao na primeira fase), Procurador da Repblica (1 colocao na classificao geral). graduado e mestre em Direito Pblico pela Universidade Federal da Bahia e especialista em Direito do Estado. Editor do website: http://www.joaolordelo.com.

    E-mail: joao.lordelo@cursocei.com

    BRUNO DOS ANJOS - Professor de Direito Eleitoral e Direito Empresarial.

    Procurador do Estado de Rondnia. Aprovado (37 lugar) para Juiz de Direito do Estado do Cear; Aprovado (75 lugar) para Juiz de Direito do Estado do Espirito Santo; Ex Analista Judicirio do Tribunal Regional Eleitoral de Rondnia; Nomeado para Analista Judicirio no Tribunal Regional Federal da 1 Regio; Ex Tcnico Judicirio do Tribunal Regional Eleitoral de Rondnia; Nomeado para Tcnico Judicirio do Tribunal Regional do Trabalho da 14 Regio; Ps Graduado em Direito Eleitoral e Processo Eleitoral pela FARO em parceria com o TRE/RO; Ps Graduado em Direito Processual Civil pela Rede de Ensino Luiz Flvio Gomes LFG.

    E-mail: bruno.anjos@cursocei.com

    DOUGLAS DELLAZARI - Professor de Direito Constitucional e Execuo Penal.

    Aprovado em diversos concursos pblicos, dentre eles Promotor de Justia do MP-PR, Procurador Federal da AGU, Delegado de Polcia Civil do PR, Analista do TRE-SC, Analista do MPU-SC, Analista do TRF4, Analista do TJSC, Tcnico Judicirio do TJSC. Graduao em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina.

    E-mail: douglas.dellazari@cursocei.com

    MARCELO SANTOS CORREA - Professor de Direito Penal e Processo Penal.

    Procurador da Repblica em Imperatriz/MA, aprovado em 27 lugar no 27 CPR. Ex-Juiz Federal do TRF5 (aprovado em 4 lugar no XII Concurso). Ex-Juiz Federal do TRF4 (aprovado em 4 lugar no XV concurso). Ex-Advogado da Unio. Aprovado em diversos outros concursos, entre eles: Procurador do Estado do Par (4 lugar), Procurador do Estado do Tocantins, Analista do TRF1.

    E-mail: marcelo.correa@cursocei.com

  • pg. 3

    ESPELHO DE CORREO DA 1 RODADA

    CEI-MAGISTRATURA EMINISTRIO PBLICO

    ESTADUAIS

    KHERSON MACIEL GOMES SOARES - Professor de Direito Civil e Direito Administrativo.

    Procurador do Estado de Rondnia, lotado na Procuradoria do Contencioso Geral, em Porto Velho/RO. Graduado em Direito pela Universidade de Fortaleza (Unifor). Ps graduando em Direito Constitucional. Aprovado nos Concursos Pblicos de Juiz de Direito do Estado do Rio Grande do Norte; Analista Processual do MPU; Procurador do Municpio do Euzbio/CE.

    E-mail: kherson.soares@cursocei.com

    FERNANDO CARDOSO FREITAS - Professor de Direito Tributrio e Direito da Criana e do Adolescente.

    Juiz de Direito do Tribunal de Justia do Estado do Esprito Santo (aprovado em 2 lugar), Ex Juiz Substituto do Tribunal de Justia do Estado do Rio de Janeiro, Ex Juiz Substituto do Tribunal de Justia do Distrito Federal e Territrios, duas vezes aprovado at a etapa da prova oral do concurso de Juiz Substituto do Tribunal de Justia de Minas Gerais, aprovado at a etapa da prova oral do Ministrio Pblico do Estado do Esprito Santo, ex tcnico judicirio do TRT 17 Regio, ex analista judicirio do Tribunal de Justia do Estado do Esprito Santo, aprovado no concurso para Auditor do Estado do Esprito Santo Especialidade Direito, aprovado no concurso de tcnico judicirio do Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Esprito Santo. Graduado pela Universidade de Vila Velha. Ps-Graduao em Direito Pblico.

    E-mail: fernando.freitas@cursocei.com

  • pg. 4

    ESPELHO DE CORREO DA 1 RODADA

    CEI-MAGISTRATURA EMINISTRIO PBLICO

    ESTADUAIS

    QUESTES DISSERTATIVAS

    ORIENTAO: Procure responder com consulta to somente legislao seca e com agilidade, a fim de simular a situao encontrada em prova.

    PROFESSOR: JOO PAULO LORDELOE-mail: joao.lordelo@cursocei.com

    DIREITO AMBIENTAL

    1. Discorra acerca do poder de polcia e o licenciamento ambiental, tocando necessariamente nos seguintes pontos:

    - Conceito e critrios definidores da competncia ambiental adotados no Brasil;

    - Peculiaridades e espcies de licena ambiental;

    - Competncia para o poder de polcia ambiental.

    MXIMO DE LINHAS: 20.

    COMENTRIO

    Caros amigos, os temas do poder de polcia e do licenciamento ambiental so extremamente relevantes para os concursos da Magistratura e Ministrio Pblico, exigindo ateno dos candidatos.

    Fiz, de propsito, algo que certamente os deixou muito irritados comigo: coloquei uma questo que cobra muita informao em pouco espao de linhas. uma tarefa ingrata apertar a letra nas provas subjetivas, mas vocs precisam treinar isso, pois acontece com frequncia!

    Uma dica importante tentar, ao menos, tangenciar todos os pontos exigidos na questo, indicando os dispositivos legais aplicveis (especialmente em questes do CESPE, em que os corretores se utilizam de um gabarito-espelho fixo).

    Vejamos o espelho, com uma resposta ideal para a questo da forma mais reduzida possvel (perceba que at eu mesmo extrapolei o limite de linhas, o que, obviamente, NUNCA deve ser feito em provas subjetivas):

    ESPELHO:

    Entende-se por poder de polcia a atividade da administrao pblica que, limitando ou disciplinando

  • pg. 5

    ESPELHO DE CORREO DA 1 RODADA

    CEI-MAGISTRATURA EMINISTRIO PBLICO

    ESTADUAIS

    direito, interesse ou liberdade, regula a prtica de ato ou absteno de fato, com fundamento no interesse pblico.

    Com efeito, na linha do art. 23, VI, da Constituio da Repblica (CRFB/88) - que dispe ser competncia comum dos entes polticos proteger o meio ambiente e combater a poluio em qualquer de suas formas -, tanto os municpios quanto os Estados, a Unio e o Distrito Federal possuem o dever constitucional de exercer o poder de polcia ambiental. A mesma concluso pode ser extrada do art. 17, 3, da Lei Complementar n. 140/2011, que acrescenta que, na hiptese de haver mais de um auto de infrao sobre um mesmo fato, prevalecer aquele lavrado por rgo que detenha a atribuio de licenciamento.

    Entende-se por licena ambiental o ato administrativo pelo qual o rgo ambiental estabelece as condies, restries e medidas de controle ambiental a serem obedecidas pelo empreendedor. A respeito da sua natureza, prevalece, na doutrina e na jurisprudncia, a peculiaridade do seu carter autorizativo, ou seja, precrio, ante o no reconhecimento do direito subjetivo degradao ambiental.

    Conforme disposto na Resoluo n. 237/1997 do CONAMA, em regra, as licenas ambientais so de trs espcies: licena prvia (concedida preliminarmente, apenas aprovando o projeto, com condicionantes e requisitos bsicos), licena de instalao (autoriza a instalao do empreendimento, com condicionantes) e licena de operao (permite o incio das atividades, com condicionantes).

    No que concerne sua competncia, a disciplina da Lei Complementar n. 140/2011 se utilizou de dois principais critrios: o da dimenso do impacto (v.g., no art. 9, XIV, que reconhece aos municpios a competncia para licenciar empreendimentos que causem ou possam causar impacto ambiental de mbito local) e o da dominialidade do bem pblico afetvel (v. g., art. 7, XIV, que atribui Unio a competncia para licenciar empreendimentos localizados no mar territorial, na plataforma continental ou na zona econmica exclusiva; em terras indgenas; em unidades de conservao institudas pela Unio; em 2 (dois) ou mais Estados etc.).

    MELHOR RESPOSTA

    ALESSANDRA BUENO DE CASTRO

    Estabelece a Constituio Federal, em seu art. 225, caput, que todos tm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial qualidade de vida, impondo-se ao Poder Pblico e coletividade o dever de defend-lo e preserv-lo para as presentes e futuras geraes. O exerccio desse poder-dever se d atravs do poder de polcia e trata-se de competncia material, em regra, concorrente entre a Unio, os Estados, o Distrito Federal e os Municpios, que a exercero em cooperao (convnios e consrcios pblicos) ou isoladamente por meio de seus rgos pertencentes ao SISNAMA. J a competncia legislativa , em regra, comum. Diferentemente do que ocorre no Direito Administrativo, em que ele discricionrio, de acordo com a doutrina majoritria, o poder de polcia ambiental