cdigo civil de 2002 ttulo ii das pessoas jurdicas ...? (maria helena diniz) 17 pessoa jurdica -...

Download Cdigo Civil de 2002 TTULO II DAS PESSOAS JURDICAS ...? (Maria Helena Diniz) 17 PESSOA JURDICA - RESPONSABILIDADE JURDICA RESPONSABILIDADE ADMINISTRATIVA

If you can't read please download the document

Post on 06-Feb-2018

218 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Cdigo Civil de 2002

    TTULO II DAS PESSOAS JURDICAS

    CAPTULOS I, II e III

    ARTIGOS 40 a 69

  • Unidade de pessoas

    naturais ou de

    patrimnios, que visa

    consecuo de certos

    fins, reconhecida pela

    ordem jurdica como

    sujeito de direitos e

    obrigaes.

    entidade abstrata,

    criada pelo homem,

    qual se atribui

    personalidade jurdica.

    PESSOA JURDICA (PJ) - CONCEITO

  • Conjunto de pessoas ou bens, dotado de personalidade jurdica prpria e

    constitudo na forma da lei.

    REQUISITOS PARA EXISTNCIA

    1) Organizao de pessoas ou bens; 2) Liceidade de propsitos ou fins; 3) Capacidade jurdica reconhecida

    por norma.

  • PESSOA JURDICA: QUADRO RESUMO

    Estados Nacionais

    Santa S

    Organiz. Internac.

    Qto

    nacionalidade

    Nacional

    Estrangeira

    Qto funo e

    capacidade

    Pessoa Jurd. de Dir. Pbl.

    Pessoa Jurd. de Dir. Priv.

    Associao

    Sociedade

    Fundao

    Partidos Polticos

    Interno

    Externo Art. 40, CC/02

    Da Adm Pbl Direta (U,

    E, M, DF)

    Da Adm Pbl Indireta

    (Aut., Emp. Pbl., Soc.

    Econ. Mista, Fund.

    Pbl.)

    (Universalidade de pessoas)

    Qto

    estrutura

    interna

    Corporao

    Fundao

    Sociedade

    Associao Simples

    Empresarial

    (Universalidade de bens)

  • ESTRANGEIRA Organizada de acordo com legislao de outro Estado;

    Somente pode funcionar no Brasil se autorizada;

    Sujeio s leis e aos tribunais brasileiros, quanto aos atos aqui

    praticados.

    PESSOA JURDICA (PJ) - classificao

    Quanto NACIONALIDADE:

    NACIONAL Organizada em conformidade com a legislao nacional;

    Sede da administrao, no Brasil.

  • Pessoa jurdica de direito pblico Art. 41 a 43, CC/2002

    PESSOA JURDICA

    Quanto FUNO e CAPACIDADE

    Pessoa jurdica de direito privado Art. 44 e 45, CC/2002

  • PESSOA JURDICA DE DIREITO PBLICO Art. 41 a 43, CC/2002 Instituies ou as entidades criadas pela ordem jurdica, como

    elementos fundamentais da organizao poltica de um povo e

    indispensveis ao objetivo do Estado.

    Quanto FUNO e CAPACIDADE (cont.)

    PESSOA JURDICA

    PJ de Direito Pblico INTERNO (Art. 41, CC/2002)

    Adm Pbl. Direta Entes Federados (U, E, DF, M) (incisos I a III)

    Execuo centralizada das atividades administrativas do Estado

    Adm. Pbl. Indireta autarquias, empresas pblicas,

    sociedade de economia mista e fundaes pblicas execuo

    de forma descentralizada (incisos IV e V).

    PJ de Direito Pblico EXTERNO Estados estrangeiros e

    instituies regidas pelo DIP

  • Administrao Indireta

    . 3 Poderes da Repblica: Legislativo, Executivo e Judicirio

    . 3 nveis da Federao: Unio, Estados e DF, e Municpios

    . Ministrios e Secretarias

    Administrao Direta

    . Autarquia

    . Empresa Pblica

    . Sociedade de Economia Mista

    . Fundaes Pblicas

  • PESSOA JURDICA

    Quanto FUNO e CAPACIDADE (cont.)

    PESSOA JURDICA DE DIREITO PRIVADO - Arts. 44 e 45, CC/2002

    toda entidade originria da vontade individual, destinando-se

    realizao de interesses e fins privados, em benefcio dos

    prprios instituidores ou de determinada parcela da

    coletividade.

  • ESPCIES de PJ de Direito Privado (Art. 44, CC/2002):

    I - ASSOCIAES (Art. 5, XVII a XXI, CF/88) (Art. 53 e s/s,

    CC/2002): unio de pessoas (estatuto), com fins no econmicos

    (educacional, esportivo, religioso, recreativo,...);

    II - SOCIEDADES (Art. 981 e s/s , CC/2002): simples ou

    empresariais, para o exerccio de ativid. econ (contrato social);

    III - AS FUNDAES PARTICULARES: por escritura pblica ou

    testamento (Art. 62 e s/s, CC/2002). Uma universalidade de bens

    personalizados pela ordem jurdica, em prol de um fim estipulado

    pelo fundador (religioso, moral, cultural, assistencial);

    IV - AS ORGANIZAES RELIGIOSAS: por vnculo associativo ou

    fundacional;

    V - OS PARTIDOS POLTICOS (estatuto) (Art. 17 e , CF/88): so

    espcie de associao.

  • PESSOA JURDICA: QUADRO RESUMO

    Estados Nacionais

    Santa S

    Organ. Internac.

    Qto

    nacionalidade

    Nacional

    Estrangeira

    Qto funo e

    capacidade

    Pessoa Jurd. de Dir. Pbl.

    Pessoa Jurd. de Dir. Priv.

    Associao

    Sociedade

    Fundao

    Partidos Polticos

    Interno

    Externo Art. 40, CC/02

    Da Adm Pbl Direta (U,

    E, M, DF)

    Da Adm Pbl Indireta

    (Aut., Emp. Pbl., Soc.

    Econ. Mista, Fund.

    Pbl.)

    (Universalidade de pessoas)

    Qto

    estrutura

    interna

    Corporao

    Fundao

    Sociedade

    Associao Simples

    Empresarial

    (Universalidade de bens)

  • 1. DE DIREITO PBLICO

    Em razo de fatos histricos, de criao constitucional, de lei especial

    e de tratados internacionais [...] (Maria Helena Diniz)

    2. DE DIREITO PRIVADO

    Na Vontade Humana est o ponto de partida;

    E vm duas fases distintas:

    1) A elaborao do ATO CONSTITUTIVO ESCRITO;

    2) A inscrio desse ATO, no registro pblico (Art. 45, CC/2002).

    Obs: Partidos polticos, alm do registro pblico, devem fazer registro

    no TSE (Art. 17, 2, CF/88).

    PESSOA JURDICA - INCIO LEGAL

  • Decorre da personalidade que a ordem jurdica lhe

    reconhece, por ocasio do registro

    1. Direito personalidade;

    2. Direito prpria existncia;

    3. Direito ao segredo, honra objetiva ou boa reputao;

    4. Direito aos direitos patrimoniais, substanciais ou reais;

    5. Direito aos direitos industriais;

    6. Direito aos direitos obrigacionais;

    7. Direito sucesso.

    PESSOA JURDICA - CAPACIDADE

  • EM RAZO DA NATUREZA No pode praticar, diretamente, atos da vida jurdica,

    necessitando de um representante legal.

    (Art. 46 a 49, CC/2002)

    EM RAZO DA LEI Pessoa jurdica estrangeira, por questes de

    segurana pblica, no pode receber concesses

    para o aproveitamento de recursos minerais, nem

    adquirir propriedades no pas, exceto edifcios-sede.

    (Art. 190, 176, 1, e 222, CF/88)

    PESSOA JURDICA - LIMITAES

  • PESSOA JURDICA REPRESENTAO EM JUZO

    U/E/DF/T?

    Respectivos procuradores (inciso I);

    Municpios?

    Prefeito ou procurador (inciso II).

    Pessoas jurdicas de Direito

    privado?

    Quem o estatuto designar ou um

    diretor (inciso VI).

    Pessoa jurdica estrangeira?

    Gerente, representante ou

    administrador da filial, agncia ou

    sucursal do Brasil (inciso VIII).

  • ESPCIES DE RESPONSABILIDADE

    civil, administrativa e penal

    RESPONSABILIDADE CIVIL: aplicao de medidas que obriguem a reparao de danos causados a terceiros, em razo de ato praticado. ( o nexo causal ou de causalidade)

    PESSOA JURDICA - RESPONSABILIDADE JURDICA

    Surge, quando ocorre infrao de norma civil ou penal, causando

    danos perturbadores da paz social, que tais normas buscam

    preservar (Maria Helena Diniz)

  • 17

    PESSOA JURDICA - RESPONSABILIDADE JURDICA

    RESPONSABILIDADE ADMINISTRATIVA responsabilidade do

    Estado correspondente obrigao de reparar danos causados a

    terceiros em decorrncia de comportamentos comissivos ou

    omissivos, materiais ou jurdicos, lcitos ou ilcitos, imputveis aos

    agentes pblicos. (Di Pietro, 2009)

    RESPONSABILIDADE PENAL tem como fundamento e objetivo

    a manuteno da paz social. semelhante s anteriores, com a

    diferena de que o bem atingido ou o dano causado consiste em

    um delito, isto , um fato social reprovvel, previsto na legislao

    penal.

  • DE DIREITO PBLICO

    Com a ocorrncia de fatos histricos, por norma

    constitucional, lei especial ou tratados internacionais.

    DE DIREITO PRIVADO

    a. Por deliberao dos membros (EXTINO CONVENCIONAL)

    b. Por motivo estabelecido em lei (falncia, morte dos scios,...)

    EXTINO LEGAL:

    Por cassao de autorizao do Poder Pblico, quando pr-

    requisito para o funcionamento (EXTINO ADMINISTRATIVA);

    Em razo de deciso judicial (EXTINO JUDICIAL).

    PESSOA JURDICA extino

  • PESSOAS JURDICAS DE DIREITO PBLICO INTERNO

    A sede de seu governo: U ( no DF); E (na capital); M

    (no local onde funciona a Adm Municipal); outras PJDP

    (no local da respectiva administrao) (Art. 75, CC/2002).

    PESSOAS JURDICAS DE DIREITO PRIVADO

    Lugar onde funcionar a diretoria/administrao ou

    em domiclio especial eleito, no estatuto ou ato

    constitutivo (Art. 75, CC/2002)

    PESSOA JURDICA - DOMICLIO

    Local onde os credores podem demandar o cumprimento de

    obrigaes; local a partir do qual se desenvolvem as relaes

    jurdicas habituais, sejam de governo, direo, administrativas ou o

    local estipulado pelo ato constitutivo da entidade.

  • DESCONSIDERAO DA PERSONALIDADE JURDICA

    Sociedades empresrias personalidade distinta da dos membros; campo frtil para atos ilegais fraudes

    contra credores...

    O instituto permite ao juiz desconsiderar a autonomia jurdica da sociedade e responsabilizar scios e seus

    patri

Recommended

View more >