cartilha licenciamento ambiental

Download Cartilha Licenciamento Ambiental

Post on 04-Jun-2015

684 views

Category:

Education

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Cartilha Licenciamento Ambiental elaborada pelo Tribunal de Contas da União com participação do IBAMA. 2a Edição. Brasília, 2007

TRANSCRIPT

  • 1. CARTILHA DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL 2 Edio, Braslia - 2007 Trabalho elaborado com a colaborao do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renovveis

2. Copyright 2007, Tribunal de Contas da Unio SAFS, Quadra 4, Lote 01 CEP 70042-900 Braslia/DF Contedo disponvel em: http://www.tcu.gov.br http:// www.ibama.gov.br permitida a reproduo desta publicao, em parte ou no todo, sem alterao do contedo, desde que citada a fonte e sem fins comerciais. Brasil. Tribunal de Contas da Unio. Cartilha de licenciamento ambiental / Tribunal de Contas da Unio; com colaborao do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renovveis. -- 2.ed. -- Braslia : TCU, 4 Secretaria de Controle Externo, 2007. 83 p. : il. color. Imagens: acervo do Ibama. Contedo tambm disponvel em www.tcu.gov.br e www.ibama.gov.br. 1. Desenvolvimento sustentvel. 2. Impacto ambiental. 3. Licenciamento ambiental. I. Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renovveis (Ibama). II. Ttulo. Catalogao na fonte: Biblioteca Ministro Ruben Rosa Negcio Controle Externo da Administrao Pblica e da gesto dos recursos pblicos federais. Misso Assegurar a efetiva e regular gesto dos recursos pblicos em benefcio da sociedade. Viso Ser instituio de excelncia no controle e contribuir para o aperfeioamento da Administrao Pblica. 3. APRESENTAO O meio ambiente permeia diretamente a vida humana e no h como dissoci-los. No entanto, as foras de mercado nem sempre atingem o ponto de equilbrio ideal para atender s necessidades de todos os elementos envolvidos. Nesse momento, cabe a atuao do Estado, de forma a determinar limites e a preservar o bem comum. A Constituio Federal alou a direito fundamental do povo tanto o meio ambiente equilibrado como o desenvolvimento econmico e social. Esses trs elementos formam o trip do chamado desenvolvimento sustentvel. O equilbrio desses interesses resultar na prosperidade almejada. O licenciamento ambiental instrumento fundamental na busca do desenvolvimento sustentvel. Sua contribuio direta e visa a encontrar o convvio equilibrado entre a ao econmica do homem e o meio ambiente onde se insere. Busca-se a compatibilidade do desenvolvimento econmico e da livre iniciativa com o meio ambiente, dentro de sua capacidade de regenerao e permanncia. A presente cartilha de licenciamento ambiental tem por objetivo contribuir com a divulgao desse importante instrumento da Poltica Nacional de Meio Ambiente. A segunda edio traz nova legislao e jurisprudncia do Tribunal de Contas da Unio e amplia a discusso de conceitos e procedimentos. Neste trabalho, realizado em conjunto com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renovveis Ibama, busca-se difundir cada vez mais orientaes e informaes sobre o licenciamento, visando ao correto trato das questes ambientais e preservao do meio ambiente para as presentes e futuras geraes. Esta publicao, cujo contedo est disponvel para toda a sociedade nos endereos eletrnicos www.tcu.gov.br e www.ibama.gov.br, destina-se a prefeituras, governos estaduais, rgos e entidades pblicas e a interessados que lidam com questes relativas ao meio ambiente. Ministro Walton Alencar Rodrigues Presidente do TCU 4. PREFCIO com satisfao que o Ministrio do Meio Ambiente apia a iniciativa do Tribunal de Contas da Unio TCU, em conjunto com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renovveis IBAMA, de lanar a presente cartilha. Primeiramente, porque ambos os rgos cumprem uma misso de extrema relevncia, cada um em sua competncia legal. O IBAMA, que no ano em curso completa 19 anos, uma autarquia reconhecida por toda a sociedade, dada a sua presena no territrio nacional e o seu papel de principal agncia do governo federal no cumprimento da legislao ambiental brasileira, em especial no que concerne ao licenciamento. O TCU, por sua vez, exerce uma funo muito alm de simplesmente acompanhar e fiscalizar o gasto dos recursos pblicos: vem se tornando fundamental para traar caminhos que garantam transparncia e racionalidade destinao do recurso do povo e, com isso, apoiar a sociedade, e mesmo o governo, a identificar meios mais eficientes e eficazes de gesto. Em segundo lugar, porque tenho a impresso de que a presente cartilha ser til a vrios setores da sociedade, em especial aos empreendedores, sejam esses pblicos ou privados, e aos prprios rgos ambientais responsveis por esse instrumento estabelecido pela Poltica Nacional do Meio Ambiente, instituda pela Lei 6.938/1981. O Licenciamento Ambiental, de utilizao compartilhada entre a Unio e os estados da federao, o Distrito Federal e os municpios, em conformidade com as respectivas competncias, tem o objetivo de regular as atividades e os empreendimentos que utilizam os recursos naturais e podem causar degradao ambiental. Por meio dele, os rgos ambientais adquirem a estatura legal para avaliar os eventuais impactos ao meio ambiente de uma determinada atividade. Trata-se de um importante mecanismo de nossa sociedade e proporciona ganhos de qualidade ao meio ambiente e vida das comunidades numa melhor perspectiva de desenvolvimento. A qualidade do licenciamento ambiental depende, em grande parte, da disponibilidade e da produo de informao bsica acerca dos recursos naturais (solos, minerais, fauna, flora, ecossistemas etc) de uma determinada regio. Investir na produo de conhecimento fundamental, portanto. Tarefa que cabe a todas as instituies, em especial s de pesquisa e s universidades. Depende, tambm, do conhecimento pela maioria dos interessados quanto aos procedimentos e trmites requeridos para a sua concesso. E, sob esse aspecto, a presente iniciativa do TCU com o apoio do IBAMA ir suprir essa lacuna, na medida em que orienta os interessados e garante maior publicidade ao processo de licenciamento, por meio da divulgao de seu conceito, etapas e requerimentos. Alm disso, a cartilha louvvel porque divulga conhecimentos e compartilha experincias sobre as especificidades scio-econmicas inerentes ao licenciamento ambiental. Espero que os leitores encontrem aqui os subsdios necessrios para a correta aplicao desse instrumento de gesto ambiental que visa, em ltima instncia, a melhoria de qualidade de vida de todos ns e dos que esto por vir. Uma boa leitura, portanto. Marina Silva Ministra do Meio Ambiente 5. SUMRIO Introduo 7 Captulo I Conceito de licenciamento ambiental 8 Captulo II Caractersticas dos empreendimentos que necessitam de licenciamento ambiental 12 Captulo III Tipos de licena ambiental 16 Licena Prvia LP 17 Licena de Instalao LI 18 Licena de Operao LO 18 Captulo IV Procedimentos para a obteno da licena ambiental 20 1 Etapa - Identificao do rgo ambiental competente para licenciar 21 2 Etapa - Licena Prvia 23 3 Etapa - Elaborao do Projeto Bsico 26 4 Etapa - Licena de Instalao 26 5 Etapa - Licena de Operao 27 Regularizao de empreendimento no licenciado devidamente 28 Captulo V Estudos ambientais 30 Estudo de Impacto Ambiental 33 Relatrio de Impacto Ambiental Rima 34 6. Captulo VI Conseqncias da ausncia ou falha no licenciamento 36 Captulo VII Custo do licenciamento ambiental 40 Anexo I Principais acrdos do Tribunal de Contas da Unio sobre licenciamento ambiental 45 Anexo II Relao dos empreendimentos e atividades que necessitam de licenciamento ambiental (Anexo I da Resoluo Conama 237/97) 46 Anexo III Relao dos empreendimentos que podem vir a necessitar de EIA/Rima para o licenciamento ambiental (Resoluo Conama 01/86 e 11/86) 51 Anexo IV Exemplos de definio de competncia para licenciar 52 Anexo V Tribunal de Contas da Unio no Distrito Federal e nos estados 53 Anexo VI rgos Ambientais Estaduais 57 Anexo VII Legislao ambiental federal e nacional referente a licenciamento ambiental, por tema 62 Referncias Bibliogrficas 83 7. INTRODUO O licenciamento ambiental configura um relevante instrumento da Poltica Nacional de Meio Ambiente. O trabalho ora apresentado em sete captulos tem como objetivos fornecer informaes teis elaborao dos pedidos de licenas ambientais e orientar sobre os respectivos processos de licenciamento, alm de relacionar os principais conceitos inseridos nos normativos aplicveis matria. O cuidado que se deve dedicar questo do licenciamento resulta em benefcios para o empreendedor. Espera-se, com esta edio, ampliar o conhecimento sobre o assunto, contribuindo para que uma quantidade maior de empreendedores atente para a necessidade e importncia do cumprimento da legislao a respeito. Nesta segunda edio foram includas atualizaes de legislao e jurisprudncia do Tribunal de Contas da Unio, alm de ter sido ampliada a anlise de conceitos importantes. A cartilha no tem a pretenso de esgotar o tema mas sim trazer orientaes sobre os assuntos mais relevantes acerca do licenciamento ambiental. Os Captulos I, II e III apresentam aspectos tericos das licenas ambientais, tais como conceito, natureza, tipos e as caractersticas dos empreendimentos que necessitam de licenciamento ambiental. O Captulo IV fornece informaes para a solicitao e a obteno das licenas ambientais, inclusive com orientaes para a definio do rgo ambiental para o qual deve ser destinada a solicitao. O Captulo V aborda os estudos ambientais, com maior destaque ao Estudo de Impacto Ambiental e ao Relatrio de Impacto Ambiental. 8. CAPTULO I CONCEITO DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL 9. 9 n n A Constituio Federal previu, em seu art. 225, que todos tm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Pblico e coletividade o dever de defend-lo e preserv-lo para as presentes e futuras geraes. Com isso, o meio ambiente tornou-se direito fundamental do cidado, cabendo tanto ao governo quanto a cada indivduo o dever de resguard-lo. A defesa do meio ambiente apresenta-se tambm como princpio norteador e inseparvel da atividade econmica na Constituio Federal1 . Desse modo, no so

Recommended

View more >