carlos eugênio clemente 4019

Download Carlos Eugênio Clemente 4019

Post on 28-Jun-2015

765 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1. Na guerraCarlos EugnioClemente com as armas da guerra, na paz com as armas 1 D E M O C R T I C A n0 da paz,4019Combatente daGuerra e da Pazcomo o militante e comandante da ALN vem defendendo em inmeras palestras e debates com a juventude brasileira. O ano de 1968 marcante para ele e o grupo de militantes que formaram a ALN no Rio de Janeiro. Os aprendizes de guerrilheiro assumem responsabilidades que mudam suas vidas completamente. Ao mesmo tempo, a lutaREDE poltica no Brasil no seColigao: Frente de Mobilizao Socialista PSB / PMN restringia ao movimento de crtica ao regime, mas deixava um legado de luta, de propostas comportamentais e um patrimnio cultural expressivo tanto namsica, como no http://www.facebook.com/carloseclemente teatro, no cinema e http://eugenioclemente.blogspot.com/nas artes plsticas.twitter - @clemente4019

2. Carlos Eugnio Um mandato?Clemente 4019 Combatente daGuerra e da Paz Desde que decidi candidatar-me aum mandato de deputado federal naseleies de outubro prximo, algunsamigos e companheiros das novas edas velhas fornadas me perguntam:por qu? Afinal a primeira vez queme candidato, e luto desde os quinzeanos de idade. A resposta pode ser dada emartigos imensos, talvez mesmo um Um pas que tem livro, ou pela publicao de umprograma extenso de mandato, mas 8, 5 milhes de metros no seria meu jeito. evidente,por exemplo, que um programa quadrados, que tem o povode mandato existir, mas eleser construdo junto com os que a gente tem, a mistura companheiros que se agregarem campanha e com os movimentosde etnias, a mistura de sociais com os quais tenho contato. Prefiro dar essa resposta falandocredos, a gente j do dia a dia, mostrando o que pensodos problemas que a vida nos colocafadado democracia desde pela frente, para que as pessoasme escolham como candidato pelaque a gente nasce, desdeminha histria de luta e pelas minhasconcepes. Como fcil construir que no venham os tanquesum programa que no ser jamaiscumprido! No esperem isso de mim. a tomarem as nossas ruas, Sou candidato agora porquesou brasileiro, socialista, acho quearrombarem as portas de aprofundar a democracia hojenossa tarefa revolucionria, defendonossas casas e no venham liberdade, igualdade e fraternidade,e me considero pronto para assumirtorturar nossas mes eessa tarefa. Sou msico, escritor,no preciso de outra carreira, preciso nossas irms. sim, de um mandato para poder falarpara muitos e legislar no sentidodo aprofundamento da democracia,essa nossa democracia que ainda domesticada, mas um dia serpopular.Aos poucos irei deixandoaqui minhas propostas. Ade hoje : pela aberturados arquivos da ditadura epela Comisso Nacional daVerdade! 3. Uma obraO terrorismo neste pas foi um terrorismo feita de de Estado.Continuamos vivendo numa democraciacoragem domesticada.Conquistamos liberdades democrticas? Sim. Assim a define o jornalista Expedito Filho nasdocumentrio bra- Acabamos com a pginas amarelas da Revista Veja, em matria quesileiro no Festival tortura? No. Acabamos antecipou a publicao de Viagem Luta Armada tudo Verdade de no Brasil ano de 1996.2010, no qual Cle-com a tortura poltica Em Viagem Luta Armada e Nas trilhas da ALN, publicados respectivamente nos anos de 1996 e mente d uma en- trevista essencial. mas em qualquer 1997, Carlos Eugnio Clemente relata sua experi- Carlos Eugnio delegacia desse pas ncia poltico-militar, desde sua participao no mo- Clemente foi o pri- vimento estudantil secundarista entre 1966 e 1968,meiro Ouvidor docontinua-se praticando a at sua chegada a comandante de uma organizao armada, a Ao Libertadora Nacional ALN. Trabalho do Rio de Janeiro (SETRAB) tortura. Sua experincia uma importante fonte de co- no binio 2000/ nhecimento dos mecanismos internos da ALN, sua2002. Participa de formao, seus ideais e suas prticas, lanando luz fruns de discussoComo se pode falar sobre um perodo pouco conhecido na histria do Brasil. Mais em particular, em relao prpria poltica promovidos pelo PSB (Partido que h uma democracia histria da Organizao, dada quase inexistnciaSocialista Brasilei-no domesticada de obras que fazem referncia ALN depois do as- ro) e figura pre- sassinato de seus fundadores, Carlos Marighella e sente em congres- quando h o monoplio Joaquim Cmara Ferreira. Clemente assumiu com 19 anos o comando mi- sos realizados na temtica sobre ditadura militar e memria poltica da informao nesse litar da organizao em So Paulo, permanecendo do perodo. pas, monoplio das como seu principal comandante at final do ano deNa entrevista Veja no dia 31 de julho de 1996, sob 1972 quando, por uma votao realizada na Coor- o ttulo Memria do Terror, Expedito Filho afirma-telecomunies, denao Nacional da ALN, foi enviado para Cuba, onde viveu nove meses estudando e aprimorando va o mais curioso personagem da luta armada no Brasil tambm o menos estudado (...). Expedito monoplio da seus conhecimentos, num curso de Estado Maior Filho destaca a postura rara at o momento, de nar- comunicao em geral? oferecido pelo governo cubano. Era a forma de rar experincias e assumir responsabilidades. Car- assegurar a sobrevivncia daquele que estava em los Eugnio, como poucos, assumiu integralmente primeiro da lista dos procurados pela represso po- ltica brasileira. sua militncia, defendendo a legitimidade de sua luta, e da luta de sua gerao em contraposio aSe um brasileiro t A histria de vida de Carlos Eugnio continua muitos, que por motivos vrios, tentaram negarcomendo frango ou t motivo de interesse. Entrevista sobre o militante foi essa experincia como um sinal de voluntarismo publicada pela revista Carta Capital e muitos depoi-inconsequente ou colocando-se ao lado de comba- comendo carne, isso mentos de Carlos Eugnio tm sido utilizados para tentes arrependidos.Sua luta e a luta de sua gerao foi a conse- no quer dizer que diversos fins acadmicos e polticos. Seus livros inspiraram tambm documentrios quncia de uma parte de jovens que optou noacabou a explorao e filmes sobre esse perodo, como o caso da pro-por uma morte moral, submetendo-se passiva- duo de Renato Tapajs e Toni Venturi No olhomente, mas daqueles que escolheram outro tipo da mais-valia. do Furaco , o filme Cabra-Cega de Toni Venturi,de morte, aquela que recupera a dignidade do e mais recentemente o documentrio Cidado Boi- indivduo, sua liberdade, e acima de tudo, a li- lesen de Chaim Litewski, premiado como melhor berdade de seu povo. 4. Refns do sistema Rede Democrtica Renato da Farmacia Sou morador h 34 anos da Favela da Mar e conheo bem de perto a necessidade e o sofrimento de cada morador. Os jovens, principalmente, no tm perspectivas de vida e as mes no sabem como proceder com Coligao: Frente de Mobilizao Socialista PSB / PMN CNPJ do candidato: 2168356/0001-18 CNPJ da Grfica: Jornal do Commercio - 33267642/0001-00 - Tiragem: 10 mil exemplares os filhos, que aos poucos vo se desajustando. Os idosos ficam refns do sistema. Falta apoio na rea da sade. A esperana de mudanas, a melhoria na qualidade de vida me levam a apoiar Carlos Eugnio Clemente - 4019 para Deputado Federal.A noo de rede est presente em vrios momentos da Histria. Nas lutas de Espetculo contra corrente libertao durante o sculo XX, redes de ajuda foram criadas, sempre para compensar o poderio dos inimigos com uma atuao coordenada e eficaz. Durante a luta armada contra a ditadura, tivemos inclusive uma Organizao, liderada pelo companheiro Eduardo Leite, o Bacuri, chamada Rede. Resistncia Democrtica. Naquele momento, a luta era de resistncia, o nome traduzia muito claramente os propsitos e a prtica de nossos companheiros.Hoje, quando j conquistamos as liberdades democrticas, precisamos de uma rede que nos permita ter voz ativa no aprofundamento e radicalizao da democracia. Um movimento que se espalhe pela sociedade para conscientizar, aglutinar e organizar os A Cia. Razes do Mundo compareceu festa de lanamento da candidatura de Carlos Eugnio - Clemente mais amplos setores interessados na paz e na construo de um projeto nacional que inclua Contra Corrente um espetculo cujo nome inspirado na msica Roda todo o povo brasileiro. Viva de Chico Buarque, que contar a verdadeira histria de vrios grupos Minha candidatura s tem sentido se ajudar a organizados durante a ditadura militar no Brasil, entre eles o movimentocosturar essa rede. O prprio mandato tambm. sindical, guerrilheiro, artstico e estudantil, mostrando aquilo que no Quando comeamos a fazer o jornal de apresentado nos livros de histria e no nos contado pela mdia atual.campanha uma questo se imps: qual seria A Cia. Razes do Mundo feita de teatro engajado nos processos polticos,o nome? Pedi sugestes e recebemos vrias. sociais e culturais, ns no nos limitamos a um determinado assunto e o Nomes fortes e que poderiam ser usados, que no estiver certo ser demonstrado atravs da arte, os projetos futuros mas s vezes datados ou ento chamativos, abordaro assuntos polmicos e fatos atuais e passados. mas que no deixavam claro o carter do Carlos Eugnio Clemente representa uma gerao de jovens que foram capazesjornal, da campanha e do mandato. Estvamos de abrir mo de sua vida para se dedicar luta contra a ditadura militar.preocupados, at que minha companheira Portanto, um sobrevivente que hoje se dispe, atravs do voto, a continuar suaMaria Cludia props Rede Democrtica. luta. uma testemunha viva de um fundamental momento histrico onde se Gostei e sa perguntando aos companheiros, escolhia o caminho entre a adaptao ou a luta. encontrando uma excelente receptividade. 5. Refns do sistema JoRGE Coutinho Renato da Farmacia Sou morador h 34 anos da Favela Deputado Estadual da Mar e conheo bem de perto a necessidade e o sofrimento de cada morador. Os jovens, Resgatar o principalmente, no tm perspectivas de vida e as messamba carioca Carlos Apoio a candidatura do companheiro no sabem como proceder com Coligao: Frente de Mobilizao Socialista PSB / PMN CNPJ do candidato: 2168356/0001-18 CNPJ da Grfica: Jornal do Commercio - 33267642/0001-00 - T