Capa Dicas Exportação 2015 .pdf 1 05/01/2015 20:00:40 ?ão.pdf · ROTEIRO DE EXPORTAÇÃO..... 77…

Download Capa Dicas Exportação 2015 .pdf 1 05/01/2015 20:00:40 ?ão.pdf · ROTEIRO DE EXPORTAÇÃO..... 77…

Post on 11-Nov-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

TRANSCRIPT

<ul><li><p>Paulo Narcizo Rodrigues</p><p>Rua Cndido Carneiro, 273 - CEP. 15014-200Tel: PABX - (17) 3302 - 8400 - Fax: (17) 3234 2968 SO JOS DO RIO PRETO - SPPraa Mau, 42 - 5. andar Cj. 53 - CEP. 11010-901Tel: (13) 3219-9014 - 3219-9333 - 3219-3261 - Fax: (13) 3219-8546 - SANTOS - SPwww.caribbeanexpress.com.brcaribbean@terra.com.br</p><p>Capa Dicas Exportao_2015_.pdf 1 05/01/2015 20:00:40</p></li><li><p>Dicas para Exportao - 1 - </p><p>Rua Cndido Carneiro, 273 - CEP. 15014-200Tel: PABX - (17) 3302 - 8400 - Fax: (17) 3234 2968 </p><p>SO JOS DO RIO PRETO - SP</p><p>Praa Mau, 42 - 5. andar Cj. 53 - CEP. 11010-901Tel: (13) 3219-9014 - 3219-9333 - 3219-3261 - Fax: (13) 3219-8546</p><p>SANTOS - SP www.caribbeanexpress.com.br - e-mail: caribbean@terra.com.br</p><p>Capa, Diagramao: Flvio S. Damasceno (17) 98115-6734(Vivo) / 99216-6599(Claro)</p></li><li><p>- 2 - Paulo Narcizo Rodrigues</p></li><li><p>Dicas para Exportao - 3 - </p><p>PAULO NARCIZO RODRIGUES Consultor de Comrcio Exterior </p><p>Despachante Aduaneiro - REG. 7D.00.737</p><p>PAULA SERRA NEGRA RODRIGUES Consultora e Professora de Comrcio Exterior </p><p>Despachante Aduaneiro - REG. 8D.04.354</p><p>Nossa Misso</p><p>Levar informao necessria sobre importao e exportao, visando dar conhecimento aos nossos clientes para que possam realizar uma operao </p><p>de comrcio exterior com sucesso.</p></li><li><p>- 4 - Paulo Narcizo Rodrigues</p></li><li><p>SUMRIODICAS PARA EXPORTAR ..........................................................................9EXPORTAO .......................................................................................11MODALIDADES DE EXPORTAO ........................................................16COMISSO DE AGENTE ......................................................................18EXPORTAO VIA CORREIO ................................................................19RECEBIMENTO DAS DIVISAS DE EXPORTAO ...................................21FORMAO DE PREO PARA EXPORTAO ......................................23PLANILHA PARA FORMAO DE PREO NA EXPORTAO ...............24DETERMINAO DO PREO ................................................................25CERTIFICADO DE ORIGEM ....................................................................26EMBARQUE DAS MERCADORIAS .........................................................28POTENCIAIS IMPORTADORES ..............................................................29HABILITAO DA EMPRESAPARA IMPORTAR/EXPORTAR ...................30CAPTULO I - DAS MODALIDADES DE HABILITAO ..........................32DTE (DOMICLIO TRIBUTRIO ELETRNICO) ......................................35CERTIFICADO DIGITAL E-CPF .............................................................37DESPACHANTE ADUANEIRO .................................................................38CLASSIFICAO FISCAL DE MERCADORIAS ........................................39NCM - NOMENCLATURA COMUM DO MERCOSULEXTRUTURA - XXI SEES - 96 CAPTULOS .........................................40SISCOMEX SISTEMA INTEGRADO DE COMRCIO EXTERIOR .............41SISCOMEX NA EXPORTAO ...............................................................42INCOTERMS ..........................................................................................43DRAWBACK ...........................................................................................51DRAWBACK VERDE AMARELO .............................................................52COMO SER UM PROFISSIONAL DE COMRCIO EXTERIOR .................55MODELO DE CARTA EM ESPANHOL.....................................................67MODELO DE CARTA EM INGLS ...........................................................68CONTAINERS .........................................................................................69FUSO HORRIO DO BRASIL EM RELAO S PRINCIPAIS CAPITAIS DO MUNDO: .........................................................................71PORTOS NO MUNDO ...........................................................................72ROTEIRO DE EXPORTAO ..................................................................77SITES PARA PESQUISA EM COMRCIO EXTERIOR ...............................78</p></li><li><p>- 6 - Paulo Narcizo Rodrigues</p></li><li><p>Dicas para Exportao - 7 - </p><p>Uma das sadas do Brasil o aeroporto, mas a sada para o Brasil a exportao.</p><p>Podemos constatar a afirmao acima tendo em vista o desempenho das da China, pas que vem crescendo com suas exportaes.</p><p>Desta forma elaboramos este material que acreditamos possa contribuir para transmitir informao no que diz respeito exportao.</p><p>Na hora de importar ou exportar, no deixe de nos consultar.</p><p>A Caribbean Express, desde 1992, oferece sua empresa uma assessoria completa em comrcio exterior, sem nus, para que voc saiba quais os passos para importar ou exportar com segurana.</p><p>Contamos com profissionais competentes e o principal os despachantes aduaneiros da Caribbean Express fazem parte do quadro societrio da empresa, assim nossos clientes tm maior credibilidade e segurana em suas operaes com o mercado internacional.</p><p>Dispomos de escritrio prprio no porto de Santos e contamos com parceiros nos principais pontos de entrada e sada de mercadorias do Brasil.</p><p>Nossa equipe composta por quatro despachantes aduaneiros e cinco ajudantes de despachantes, alm de tcnicos em exportao e importao.</p><p>Somos Centro Autorizado de Envio da FedEx Express, desde agosto de 2000, em So Jos do Rio Preto, para envio de documentos, amostras e encomendas para mais de 220 pases.</p><p>Confira nossa capacidade profissional, em sua prxima importao ou exportao, consulte-nos. Recomendamos uma visita em nossa home page: www.caribbeanexpress.com.br , alm da apresentao de nossos servios V.S., poder transferir para seu microcomputador, inteiramente grtis, o livro IMPORTAO &amp; EXPORTAO SEM COMPLICAO, sendo este um instrumento auxiliar para seus colaboradores.</p><p>http://www.caribbeanexpress.com.br/</p></li><li><p>- 8 - Paulo Narcizo Rodrigues</p></li><li><p>Dicas para Exportao - 9 - </p><p>DICAS PARA EXPORTAR</p><p>Quando da iniciativa pelo mercado de exportao a empresa ter que buscar uma srie de informaes, as quais esto disponveis em sites governamentais e comerciais, visando agrupar dados estatsticos e comportamento de exportao </p><p>da linha de produo de todos os seus produtos ou daqueles definidos para o mercado externo.</p><p>No necessariamente ter uma empresa que produz para ser exportador a exemplo das Tradings Companies e Comerciais Exportadoras as quais compram produtos no mercado interno e vendem no exterior.</p><p>No caso de se vender um produto a uma Trading Company, empresa que ser sempre uma S/A, os produtos devero ser entregues em local alfandegado para serem exportados e quando se negocia com essa empresa como se de fato tivesse exportado, pois a responsabilidade pela sada ao exterior da Trading Company.</p><p>Quando se negocia com uma Empresa Comercial Exportadora comum (Ltda.), deve-se observar alguns cuidados, o produto vendido comercial exportadora que ter que comprovar ao fabricante/produtor, atravs de um documento chamado MEMORANDO DE EXPORTAO a sada para o exterior, sem este poder ser intimado pelos rgos federais e estaduais para a comprovao ou pagamento dos tributos desde a emisso da nota fiscal para exportao, uma vez que neste caso a Comercial Exportadora e o fabricante respondem solidariamente pela suspenso dos tributos at a exportao propriamente dita, ficando assim isento dos impostos incidentes no mercado interno.</p><p>Salvo algumas excees, seja qual for atividade da empresa, produo ou comercializao ter que previamente obter informaes acerca do comportamento do mercado internacional e mercado interno para garantir o fornecimento aos importadores.</p></li><li><p>- 10 - Paulo Narcizo Rodrigues</p><p>Trataremos, em primeiro plano, a iniciativa da empresa que produz e busca o mercado externo e em segundo as empresas intermedirias que podem ser uma alternativa para produtores e fabricantes para escoar seus produtos via exportao.</p><p>Ao optar pelo mercado de exportao a empresa, no importando o seu porte, ter que reunir informaes visando definir o mercado de atuao para suas primeiras incurses sejam elas em visita ao pas alvo, via internet, participao de feiras, ou misses internacionais, tanto no Brasil quanto no exterior, ou com envio de prospectos e catlogos. </p><p> imprescindvel que o site da empresa esteja em ingls e espanhol.</p><p>O ideal se a empresa no exporta ou pretende ampliar sua atuao na exportao recomendado utilizar-se em primeiro plano das informaes disponveis pelo Ministrio das Relaes Exteriores, Ministrio do Desenvolvimento, Indstria e Comrcio Exterior.</p><p>Definindo um produto para exportao, pode-se obter dados e chegar a concluso de qual ser o ponto de partida. Acessar o site http://alice-web2. mdic.gov.br/ o interessado dever estar de posse da classificao fiscal de mercadorias, que no Brasil a NCM Nomenclatura Comum do Mercosul, composta de 08 dgitos, sendo os seis primeiros de utilizao universal a mesma classificao que se usa para definir o IPI ou seja a TIPI. Tabela de Incidncia sobre Produtos Industrializados.</p><p>Poder tambm acessar o site da Unio Europeia http://ec.europa.eu/ta-xation_ customs/dds2/taric/taric_consultation.jsp?Lang=pt para o busca de dados estatsticos e outras informaes como para saber os impostos que se paga para produtos no Mercado Comum Europeu. Link para o idioma portugus.</p><p>J para o mercado americano as informaes podem ser obtidas no site www.usitc.gov/taffairs.htm - Harmonized Tariff Schedule of the United States HTSUS -</p><p>Acessando os sites, seja no Brasil ou no exterior, poder obter dados estatsticos do ano corrente e de outros anos passados, volume de exportao etc.</p><p>http://aliceweb2/http://aliceweb2/http://ec.europa.eu/taxation_http://ec.europa.eu/taxation_http://www.usitc.gov/taffairs.htm</p></li><li><p>Dicas para Exportao - 11 - </p><p>No Aliceweb do MDIC pode-se obter dados atravs de uma pesquisa de quanto o Brasil exporta de determinado produto, qual o volume global ou definir determinado pas alvo ou ainda por Blocos a exemplo do MERCOSUL (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai) - NAFTA (USA, Mxico e Canad) e Unio Europia - Luxemburgo, Irlanda, Blgica, Dinamarca, ustria, Pases Baixos, Alemanha, Frana, Sucia, Reino Unido, Finlndia, Itlia, Espanha, Portugal, Grcia, Estnia, Eslovquia, Hungria, Repblica Tcheca, Chipre, Malta, Eslovnia, Litunia, Letnia, Polnia entre outros.</p><p>Aps anlise dos dados contidos na pesquisa dever passar para a prxima etapa, a busca de importadores.</p><p>EXPORTAO</p><p>Ao se decidir pelo mercado externo, principalmente voltado para exportao, a empresa estar frente de uma srie de perguntas, que a princpio parecem no ter respostas precisas a curto prazo.</p><p>Um dos itens mais importante a formao do preo para exportao, o empresrio tem que saber qual o preo em dlares do seu produto, desonerado dos tributos que no iro incidir sobre a exportao, os quais incidem normalmente na venda de mercado interno, fato que em muitos casos so realizados maus negcios, ou se perde a oportunidade em certos momentos.</p><p>Ao se chegar a esta deciso implica na certeza de ter um produto com ampla aceitao no mercado interno, sendo este um fator referencial e tambm um preo competitivo. Estar de posse de um catlogo das mercadorias que pretende exportar.</p><p>Um catlogo que pode ser preparado tanto para atender o mercado interno como o mercado externo, o qual dever ser em, neste caso, ingls/portugus/espanhol, atendendo assim a necessidade de vrios pases, e estando preparado para atender solicitao de vrios mercados.</p></li><li><p>- 12 - Paulo Narcizo Rodrigues</p><p>Os detalhes na confeco de um catlogo para exportao devem ser observados, para no incorrer em falhas que podero ser negativas em determinado mercado, como por exemplo utilizao de cores, smbolos, traduo errnea, etc.</p><p>Para iniciar a busca de informaes, que comea por dados que proporcionem identificar qual o comportamento de sua linha no mercado internacional. As pesquisas iro apresentar um perfil que ir nortear, em primeiro plano, os passos para atingir o mercado externo. Recomenda-se que a pesquisa seja realizada com um perodo dos ltimos trs anos e a mesma poder ser obtida junto ao Ministrio do Desenvolvimento, Indstria e Comrcio Exterior MDIC, no site http://aliceweb.desenvolvimento.gov.br, o interessado dever acessar o site, preencher informaes cadastrais para obter senha de acesso.</p><p>Deve-se buscar informaes do tipo, quem exporta, quanto exporta, para onde exporta, neste caso ir se valer da experincia de quem j atua no seg- mento idntico ao de sua empresa. Por outro lado, estas pesquisas tambm iro indicar, alm dos exportadores tradicionais, produtores e fabricantes, as empresas que compram no mercado interno e exportam, as chamadas Empresas Comerciais Exportadoras ou Trading Company, que podem ser uma alternativa para aqueles que esto iniciando na exportao. A pesqui-sa poder ser realizada no site http://www.vitrinedoexportador.gov.br</p><p>Empresas Comerciais Exportadoras ou Trading Company utilizar-se desse tipo de empresa para atingir o mercado internacional tem suas vantagens, mas tambm suas desvantagens. Como vantagem poderamos citar que a nica preocupao da empresa ser o de efetuar uma venda no mercado interno, fato que no implicar em maiores conhecimentos e investimentos, uma vez que tais empresas conhecem profundamente os mercados e toda a legislao tanto em nosso pas quanto no pas do importador, e mantm escritrios e agentes no exterior, como desvantagem o vendedor no ir saber para onde seus produtos esto sendo exportados, o preo a que se est vendendo, e qual a aceitao no mercado internacional.</p><p>Quando a deciso for a de exportao direta, a empresa aps analisar os dados do comportamento de seu produto no mercado externo, saber imediatamente quais os pases potenciais compradores. O prximo passo </p><p>http://aliceweb.desenvolvimento.gov.br/http://www.vitrinedoexportador.gov.br/</p></li><li><p>Dicas para Exportao - 13 - </p><p> a busca dos importadores no mercado selecionado, que se d atravs de consultas ao Ministrio das Relaes Exteriores, Embaixadas, Cmaras de Comrcio e Indstria, Trade Point, revistas especializadas, ou at mesmo com viagem ao exterior na participao de feiras internacionais e eventos ligados ao segmento da empresa.</p><p>Poder tambm, o exportador, recorrer a empresas especializadas em consultoria de comrcio exterior para obter as informaes que necessita, so empresas que prestam servios para aqueles que no dispem de departamento prprio, ou ainda, que iriam onerar os custos com a contratao de pessoal com conhecimentos necessrios, assim a terceirizao muito comum. Cadastrar a empresa e seus produtos junto ao Ministrio das Relaes Exteriores - Diviso de Informao Comercial - http://www.brasilglobalnet.gov.br de vital importncia, pois desta forma estar mostrando ao mundo que sua empresa existe, bem como o segmento em que atua, o mesmo procedimento deve ser feito junto ao site do Ministrio do Desenvolvimento, Indstria e Comrcio Exterior-MDIC, Vitrine do Exportador - http://www.vitrinedoexportador.gov.br, como potencial exportador, pois no momento em que houver uma exportao direta da empresa a mesma ser automaticamente inserida no site.</p><p>Aps a realizao deste cadastro, como potencial exportador, o mesmo ir estar em todas as representaes comerciais do Brasil no exterior, de modo que se um importador em qualquer pas quiser saber sobre determinado produto, junto as Embaixadas, sua empresa ser indicada e poder receber solicitaes de vrias partes do mundo e passar a receber a relao dos Boletins de Oportunidades Comerciais (BOCs) disponveis da DIC. Tanto a BrasilGlobalNet quanto a Vitrine do Exportador so amplamente divulgados, no exterior, visando a dar conhecimento aos importadores das empresas brasileiras e seus produtos de exportao.</p><p>O SEBRAE outro parceiro extremamente importante para o exportador, pois o mesmo oferece a oportunidade de contatos com interessados, auxiliando at em reunies previamente agendadas, no s no Brasil como no exterior. A Ficha de Cadastro para a Bolsa de Negcios poder ser adquirida junto ao posto do SEBRAE mais prximo de sua empresa.</p><p>http://www.vitrinedoexportador.gov.br/http://www.vitrinedoexportador.gov.br/</p></li><li><p>- 14 - Paulo Narcizo Rodrigues</p><p>Quanto ao pas para onde existe a determinao de investir na exportao, dever o exportador registrar sua marca no pas do importador, mesmo que as exportaes sejam realizadas atravs de agente, representante, comercial ou comercial exportadora, no importa qual a modalidade, se no houver o registro previamente, o risco de algum ter registrado e ser o detentor da mesma no pas alvo poder trazer srios prejuzos, at mesmo com a inviabilidade de exportar.</p><p>Existem vrios exemplos de empresas que tiveram que comprar sua prpria marca no exterior ou alterar para exportao, uma vez que a mesma estava registrada em nome de outro sendo garantida pela legislao vigente naquele pas.</p><p>Identificado o importador, o passo seguinte apresentao da empresa, mostrando que ela existe atravs de um perfil da mesma, bem como sua linha de produtos, porm no se pode esquecer de mencionar detalhes a cerca dos produtos como descrio, aplicao, utilidade, e em determinados casos detalhes tcnicos, quantidade disponvel, prazos de entrega, etc.</p><p>Na preparao de um perfil, a empresa deve mencionar o ano de fundao, tecnologia disponvel, mquinas e equipamentos utilizados na produo do bem a ser exportado, empresas para as quais j fornece no mercado externo, e na impossibilidade desta, mencionar empresas no mercado interno com renome internacional, caso exista, visando obter credibilidade junto ao importador.</p><p>Quando da primeira incurso junto ao importador selecionado, aguardar seu retorno, verificando se despertou interesse, de onde surgem os passos seguintes como envio de catlogos, amostras e outras informaes que sejam solicitadas. Toda empresa que pretende atuar com exportao dever obrigatoriamente ter um site de sua linha de produtos de preferncia em ingls, espanhol e o portugus para mercado interno.</p><p>Havendo solicitao do envio de amostras, esta dever ser idntica a que se pretende exportar, de nada adiantar maquiar uma amostra se no conseguir produzir em quantidade e qualidade ao que foi apresentado anteriormente ao importador. No item quantidade dever tomar as devidas </p></li><li><p>Dicas para Exportao - 15 - </p><p>precaues para informar corretamente sua capacidade de atender a um pedido, para no correr o risco de se deparar com algo impossvel de ser atendido.</p><p>Nunca dever o exportador, em seu primeiro contato, enviar todas as informaes pertinentes mercadoria, como catlogo, lista de preo e amostra, pois em caso de no obter resposta, no poder avaliar se o contato foi ou no positivo, gerando inclusive custos com envio de material a um importador que poder no estar mais atuando.</p><p>Quando os resultados so extremamente positivos na exportao, a empresa no poder se descuidar do mercado interno, a exportao deve ser encarada como mais um mercado e no como nico mercado para escoar a produo. Da mesma forma, sendo o mercado interno extremamente atraente em determinadas ocasies, nunca o exportador dever deixar de atender a um pedido vindo do exterior, pois se assim o fizer correr o risco de perder o cliente para outro fornecedor.</p><p>No ficar descartada a possibilidade no transcorrer da negociao para o exportador de ter que adaptar o produto uma exigncia do importador, ou uma embalagem adequada, fato que tem que ser considerado quando se iniciam os contatos.</p><p>As informaes neste estgio so imprescindveis para a realizao de um bom negcio, o conhecimento das regras aplicadas no comrcio internacional so uma obrigao para todo aquele que

Recommended

View more >