camila pinheiro

Download Camila Pinheiro

Post on 21-May-2015

1.605 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1. UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIADEPARTAMENTO DE EDUCAOLICENCIATURA EM EDUCAO FSICA CAMILA PINHEIRO SANTOS PEREIRAUMA ANLISE DA PROPOSTA CURRICULAR DO CURSODE LICENCIATURA EM EDUCAO FSICA DA UNEB DE ALAGOINHAS. ALAGOINHAS2010

2. 1 CAMILA PINHEIRO SANTOS PEREIRAUMA ANLISE DA PROPOSTA CURRICULAR DO CURSODE LICENCIATURA EM EDUCAO FSICA DA UNEB DE ALAGOINHAS.Monografia apresentada ao Curso deLicenciatura em Educao Fsica daUniversidade do Estado da Bahia - UNEB,Campus II, Alagoinhas, como requisitoparcial para obteno de grau de licenciadaem Educao Fsica.Orientador Prof. Ms. Luiz Carlos Rocha.ALAGOINHAS 2010 3. 2 DEDICATRIAALucinalva, querida ME, obrigada pelo exemplo! 4. 3AGRADECIMENTOSA minha famlia pelo apoio e incentivo, pai, me e irmo.A minha me Lucinalva pelo exemplo que me deu ao se formar pela UNEB,superando expectativas, com duas crianas pequenas para criar e ainda assim tevemuita vontade para conseguir ter seu curso superior. Lembro vrias vezes de v-laestudando at tarde da noite debruada sobre os livros e uma maquina de escreverque comprou exclusivamente para que ela pudesse datilografar seus textos.Aos amigos que contriburam sempre com palavras de incentivo. Em especial a Leuque me ajudou muito durante todo o trajeto, ajudando seja com palavras ou comuma traduo ou correo para algum trabalho (risos).Aos colegas e hoje amigos de turma, pela dvida tirada, ajuda com algumaatividade, pelas viagens que foram da preocupao aos risos e principalmente porme ajudar a crescer como ser humano mais crtico e compreensivo.Aos professores pelo conhecimento passado, por me mostrarem como ser e no seruma boa professora.Ao meu orientador Luiz Carlos Rocha o qual me ensinou bastante no s nestemomento (monografia), mais foi da matria que ele me ensinou (Lazer e MeioAmbiente) que tive o primeiro trabalho aprovado em um evento acadmico.Obrigada! 5. 4[...] est centralmente envolvido naquilo que somos, naquilo que nos tornamos,naquilo que nos tornaremos. O currculo produz. O currculo nos produz. Silva, 2003 6. 5 LISTA DE SIGLASCFE Conselho Federal de EducaoCNE Conselho Nacional de EducaoCONFEFConselho Federal de Educao FsicaCREFConselho Regional de Educao FsicaEFEducao FsicaIES Instituio de Ensino SuperiorLDB Lei de Diretrizes e Bases da EducaoPROGRAD Pr Reitoria de GraduaoUNEBUniversidade do Estado da Bahia 7. 6 RESUMOO objetivo do estudo foi fazer uma analise da proposta curricular do Curso deLicenciatura em Educao Fsica da UNEB de Alagoinhas. A pesquisa documentalbuscou revisar todo o histrico das leis, resolues e pareceres que vigoraram nopas e que interferiram diretamente os moldes da Educao Fsica. Oesclarecimento do currculo de modo geral no s o da EF mais tambm aimportncia de sempre se discutir o currculo dos cursos das IES. Permeou-se pelosentraves da segregao da EF em bacharelado e licenciatura. Por fim chegamos aofoco principal anlise da proposta onde se procurou perceber a organizao doprojeto deste curso, o projeto poltico pedaggico, a concepo de Educao Fsicado curso e identificar as reas de atuao dos estudantes. Constatando que oprojeto do curso tem na sua proposta curricular formar professores de EducaoFsica capazes de problematizar e solucionar demandas sociais baseados numtrabalho pedaggico numa conjuntura de ensino pesquisa e extenso.Palavras chave: Proposta Curricular, Licenciatura em Educao Fsica, UNEB. 8. 7 SUMRIO1. INTRODUO82. CAPTULO TERICO112.1. CURRCULO: dialogando sua importncia 112.2. O histrico das Leis nos currculos da Educao Fsica172.3. Formao Profissional 243. METODOLOGIA 274. ANLISE DE DADOS294.1. Breve histrico da construo da Proposta do Curso294.2. Discutindo o projeto poltico-pedaggico e a proposta curricular. 324.3. Caracterizando a concepo de Educao Fsica do curso. 394.4. Quais as possibilidades de atuao no campo 40 profissional dos estudantes do curso.5. CONSIDERAES FINAIS41REFERNCIAS43 9. 81. INTRODUOO presente estudo tem como tema: Uma anlise da proposta curricular do curso deLicenciatura em Educao Fsica da UNEB de Alagoinhas, e estabeleceu comoproblemtica central da pesquisa uma investigao sobre Quais os processos quelevaram a organizao da proposta curricular do curso de Licenciatura em EducaoFsica da UNEB de Alagoinhas?.Portanto, a partir dessa perspectiva de discusso que surge o interesse depesquisar sobre a temtica na tentativa de compreender de maneira aprofundada osprocessos que orientaram a implantao e organizao desse curso, tomando comoponto de referncia para entendimento do objeto o documento que originou aproposta curricular.Pretende-se desta forma, identificar os motivos que levaram a idealizao, bemcomo, seus desdobramentos no desenrolar da implantao, diagnosticando asinfluencias sofrida pelo contexto histrico, pelo ordenamento legal, pelas condiesconcretas de implantao frente a uma instituio como a Universidade do Estadoda Bahia.Assim esperamos contribuir de maneira significativa para qualificar a propostacurricular do curso de Licenciatura em Educao Fsica do Departamento deEducao, Campus II, Alagoinhas da Universidade do Estado da Bahia UNEB, namedida em que ao nos debruarmos sobre os documentos legais, identificaremos aspotencialidades, mas tambm fragilidades, que permearam a implantao do curso,para que a partir de um processo discutido e coletivo se proponha aes paraqualificar a construo do conhecimento na formao dos professores da rea. Paratanto, necessrio analisar os pressupostos que orientam a formao e suasconseqncias acadmicas, criando possibilidades que nos coloquem diante deperspectivas de mobilizao e transformao dos sujeitos a partir de um consistenteprocesso formativo. 10. 9Considerando, portanto, a complexidade do objeto de estudo, o percursometodolgico trilhou pela pesquisa documental que buscar analisar no s aproposta curricular e o projeto poltico-pedaggico do curso, mas ainda, todo oconjunto legal que orientou a elaborao destes documentos naquele momentohistrico como as leis, resolues, diretrizes, regulamentos da instituio, etc. Destaforma, esperamos estabelecer uma discusso profunda e detalhada sobre o objetoem anlise.Justifica-se o presente estudo pelo interesse de se compreender quais os processosque orientaram a implantao e organizao da proposta curricular do curso deLicenciatura em Educao Fsica da UNEB de Alagoinhas. Decorre tambm danecessidade de se verificar o impacto proporcionado na regio com a formao denovos professores na rea e pela significativa relevncia social do tema.Espera-se ainda, contribuir com o processo de reflexo e avaliao da propostacurricular, identificando os pontos mais significativos e aqueles que necessitam deajustes para uma maior e melhor interveno junto s demandas da regio e daEducao Fsica.A pesquisa se estrutura em Introduo, captulo terico que se desmembra nosseguintes tpicos so eles: O Currculo: dialogando sua importncia, busca mostrara necessidade de avali-lo, bem como, analisar a educao fsica e seudistanciamento desta discusso, o currculo oculto, a pesquisa e extenso e ainfluncia da economia na construo de um currculo. O histrico das leis noscurrculos da Educao Fsica, propem relatar as leis que regem a Educao Fsicabrasileira e os acontecimentos que decorrem dela. O tpico Formao Profissionaltraz um breve debate entre as leis que regem a Educao Fsica. Em seguida ocaptulo metodolgico retrata a referncia metodolgica abordada e traa o percursoinvestigativo da pesquisa. Depois partimos para a apresentao dos dadoscoletados onde entre outras coisas analisamos os dados a luz dos autores citadosno referencial terico. E, por fim, trazemos as concluses preliminares do estudo.Desta forma, esperamos contribuir para uma reflexo sobre o processo de formaono campo da Educao Fsica, particularmente, no Curso de Educao Fsica do 11. 10Departamento de Educao - Campus II Alagoinhas, da Universidade do Estadoda Bahia UNEB, com a finalidade de atender aos objetivos do nosso trabalho, ouseja, qualificar a avaliao sobre a proposta do referido curso. 12. 112. CAPTULO TERICO2.1. CURRCULO: dialogando sua importncia.O que se pretende neste momento explicitar a importncia de se discutir oscurrculos educacionais, focando nos currculos universitrios. Estudos nesta reaso sempre pertinentes para que se possa questionar e sugerir mudanas naformao no s acadmica, mas tambm escolar. Discutir novas possibilidadespara um currculo ou redefinir as propostas j existentes tende a trazer melhorias noensino-aprendizagem de novos profissionais. Esses profissionais que iro atualizar ocampo do trabalho e da pesquisa na Educao Fsica. Iremos dialogar com autoresque falam sobre a pesquisa e extenso como forma de aprendizagem tantos outrosque dialogam a respeito do currculo oculto o qual est inserido no dia-dia das aulas.Enfim debater as diferentes formas de se adquirir e ampliar o conhecimento nagraduao.Mas a Educao Fsica possui um histrico de poucos debates relacionados aocurrculo acadmico, sem grandes produes acadmicas de qualidade, dcadas sepassaram e com poucos encontros realizados para se dialogar sobre o tema, aEducao Fsica tentou se legitimar como cincia por meio da sade, conformemenciona Taffarel citada por Prudente (2007). [...] relativamente afastada das discusses sobre as licenciaturas, o que evidenciado na produo acadmica e na apresentao de trabalhos em eventos cientficos da rea [...] (p.1-2). [...] graas a esta sua superficialidade terica e, na tentativa de uma real valorizao, buscou-se na sade motivos que a fortalecessem como cincia. (MOCKER apud PRUDENTE, 2007, p. 2) H quase trs dcadas que estudos rigorosos envolvendo o currculo da formao de professores tm despontado na literatura cientfica. Contudo, com uma presena bem tmida nos fruns acadmicos, os resultados de pesquisas sobre os currculos da formao para a docncia em Educao Fsica so ainda incipientes. (NEIRA, 2009, p. 121)Segundo Montenegro e Resende (2001), no fim da dcada de 80 representantes daelite acadmica da Educao Fsica se opuseram a uma abordag