CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS ?· CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS – ESTADO DO PARANÁ…

Download CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS ?· CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS – ESTADO DO PARANÁ…

Post on 26-Dec-2018

215 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<p>CMARA MUNICIPAL DE SO JOS DOS PINHAIS ESTADO DO PARAN </p> <p>CONTROLADORIA INTERNA </p> <p>1 </p> <p>INSTRUO NORMATIVA N 05/2008 </p> <p>Dispe sobre os procedimentos a serem adotados pela Diretoria Contbil Financeira e pelo Departamento Financeiro desta Cmara Municipal, na prtica de suas atividades. </p> <p> O Controlador Interno da Cmara Municipal de So Jos dos Pinhais, no uso de suas atribuies conferidas pela Resoluo n 36/2007, de 27/02/2007, em seu art. 2, 1 e os artigos 31, 70 e 74 da Constituio Federal e; CONSIDERANDO a necessidade de padronizao dos procedimentos a serem adotados pela Diretoria Contbil Financeira e pelo Departamento Financeiro desta Cmara Municipal, na prtica de suas atividades, objetivando a melhoria de suas funes e a efetivao das aes de controle interno em atendimento legislao pertinente RESOLVE: </p> <p>Art. 1. Ficam estabelecidos os procedimentos a serem adotados pela Diretoria Contbil Financeira e pelo Departamento Financeiro desta Cmara Municipal, na prtica de suas atividades, a seguir definidas: </p> <p> I - manter a movimentao financeira da Cmara Municipal em instituio oficial, nos </p> <p>termos do 3 do art. 164 da Constituio Federal; </p> <p>II - manter, durante o exerccio, o equilbrio entre o repasse das liberaes e a despesa </p> <p>realizada, de modo a reduzir ao mnimo eventuais insuficincias de saldos na Tesouraria, </p> <p>adotando como instrumento de controle o cronograma de desembolso, nos termos do art. 8 </p> <p>da Lei Complementar 101/2000; </p> <p>III - o regime de caixa dever ser observado quando tratar do reconhecimento das </p> <p>possveis receitas que envolverem esta instituio. </p> <p>IV - os pagamentos das despesas devero ser efetuados exclusivamente pela </p> <p>Tesouraria mediante cheques nominativos ou autorizao de pagamentos de dbitos atravs de </p> <p>estabelecimentos bancrios oficiais ou credenciados; </p> <p>V - efetuar a escriturao diria do livro de tesouraria com fechamento de saldos, </p> <p>VI - observar os estgios das despesas: fixao, programao, licitao, empenho, </p> <p>liquidao, suprimento e pagamento; </p> <p>VII - manter controle da seqncia numrica dos cheques emitidos, bem como dos </p> <p>CMARA MUNICIPAL DE SO JOS DOS PINHAIS ESTADO DO PARAN </p> <p>CONTROLADORIA INTERNA </p> <p>2 </p> <p>cheques cancelados; </p> <p>VIII - emitir cheques somente aps a aprovao dos processos de pagamento pelo </p> <p>Presidente da Cmara; </p> <p>IX - enviar ao Presidente da Cmara cheque com cpia para assinatura, acompanhados </p> <p>dos processos de pagamento; </p> <p> X - realizar conciliaes bancrias; </p> <p>XI - adotar programao de pagamento de fornecedores em dias alternados ou </p> <p>calendrio especfico informando os setores afetos; </p> <p>XII - guardar os tales de cheques em lugar seguro; </p> <p>XIII - no efetuar pagamento sem o fornecimento de recibos e/ou nota fiscal com </p> <p>quitao pelo favorecido; </p> <p>XIV - conferir atravs de relatrios resumos os comprovantes de pagamento com os </p> <p>cheques emitidos no dia; </p> <p>XV - manter controle de dbitos automticos, duplicatas ou outras obrigaes por data </p> <p>de vencimento; </p> <p>XVI - revisar os documentos comprobatrios no que se refere a clculos, somas e </p> <p>pagamentos; </p> <p>XVII - controlar, tempestivamente, os depsitos em contas bancrias de valores que </p> <p>possam ser recebidos pela Tesouraria e a efetiva sada da disponibilidade; </p> <p>XVIII - anexar cpia de depsito bancrio junto com a documentao da </p> <p>contabilidade; </p> <p>XIX - manter as informaes de saldos bancrios com os controles contbeis; </p> <p>XX - elaborar e conferir os balancetes financeiros mensais, com os movimentos </p> <p>dirios; </p> <p>XXI - manter controle das retenes efetuadas nos recebimentos dos servidores e </p> <p>prestadores de servios, quando for o caso; </p> <p>XXII - manter controle das exigncias contidas em Instrues Normativas do Tribunal de Contas; </p> <p>XXIII - verificar se no processo recebido para quitao constam as certides de </p> <p>regularidade perante o FGTS e INSS; </p> <p>XXIV - efetuar os pagamentos das obrigaes previdencirias e remuneraes dos servidores ativos desta Cmara Municipal, Vereadores e Presidente da Cmara; </p> <p>3 </p> <p>CMARA MUNICIPAL DE SO JOS DOS PINHAIS ESTADO DO PARAN </p> <p>CONTROLADORIA INTERNA </p> <p>XXV - efetuar os pagamentos de encargos, contribuies e tributos, com incidncia de multas, juros, correo monetria e outros acrscimos, quando for o caso; </p> <p>XXVI manter registro e controle dos saldos das ordens de pagamento e demais atos contbeis; </p> <p>XXVII - elaborar relatrio mensal de pagamentos de fornecedor, por categoria econmica, e encaminhar para o controle interno; </p> <p>XXVIII - encaminhar ao Controle Interno at o dia 10 do ms subseqente relatrio prestando informaes dos pagamentos realizados, balancetes financeiros, extratos bancrios com as respectivas conciliaes e demonstrativo da situao das verbas oramentrias ocorridas no ms de competncia; </p> <p> Art. 2 - Os procedimentos constantes nesta instruo sero de competncia da Diretoria contbil Financeira, a qual responsabilizar os seus Departamentos para a sua execuo. Pargrafo nico. Os relatrios sero assinados pelo Diretor Contbil Financeiro e pelo Chefe do Departamento. </p> <p>Art. 3 - O servidor responsvel pelo setor, no poder escusar-se de decidir em assuntos de sua competncia, sob pena de responsabilizar-se pelas conseqncias de sua recusa ou omisso. </p> <p>Art. 4 - O descumprimento do disposto nesta instruo importar na aplicao de penalidades ao responsvel, nos termos do Estatuto dos Servidores Pblicos Municipais vigente, sem prejuzos de medidas legais com comunicao ao TCE/PR. </p> <p> Art. 5 Esta instruo normativa entra em vigor na data de sua publicao. Controladoria Interna da Cmara Municipal de So Jos dos Pinhais, 17 de junho de 2008. </p> <p>Jairo Luiz Chiuratto da Silva Controlador Interno CMSJP </p> <p>Gabinete da Presidncia </p> <p>APROVO, PUBLIQUE-SE. </p> <p>Em 17 de junho de 2008 </p> <p> __________________________ ASSIS MANOEL PEREIRA </p> <p>Presidente da Cmara Municipal </p>