caf educacao

Download Caf educacao

Post on 30-May-2015

346 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

CAF educação

TRANSCRIPT

  • 1. Estrutura Comum de Avaliao Adaptada ao setor da EducaoDireo-Geral da Administrao e do Emprego Pblico Janeiro 2012

2. Ficha Tcnica Titulo: CAF Educao Edio: Direo-Geral da Administrao e do Emprego Pblico Data: Janeiro 2012 Traduo Portuguesa: Direo-Geral da Administrao e do Emprego Pblico Verso Original: CAF Education, European Institute for Public AdministrationEdio Portuguesa: Coordenao: Lus Evangelista Reviso: Cristina Evaristo Traduo base (Captulos novos e adaptados): Paulo Saraiva Capa: Elsa Ho Disponvel para download em www.caf.dgaep.gov.pt 3. ndicePrefcio ....................................................................................................................... 4 Introduo .................................................................................................................. 6 Critrios de Meios Critrio 1: Liderana ................................................................................................. 14 Critrio 2: Planeamento e Estratgia. ....................................................................... 18 Critrio 3: Pessoas .................................................................................................... 21 Critrio 4: Parcerias e Recursos ................................................................................ 24 Critrio 5: Processos .................................................................................................. 29 Critrios de Resultados Critrio 6: Resultados Orientados para os Cidados/Clientes ................................. 34 Critrio 7: Resultados relativos s Pessoas .............................................................. 37 Critrio 8: Impacto na sociedade .............................................................................. 40 Critrio 9: Resultados do Desempenho Chave ......................................................... 43 Sistema de Pontuao .............................................................................................. 46 Linhas de Orientao ................................................................................................ 56 Glossrio ................................................................................................................... 73 Anexo I O que devemos saber sobre a aplicao da TQM (Total Quality Management/Gesto pela Qualidade Total) e a CAF? .......................................... 96 Anexo II Declaraes europeias referentes garantia da qualidade no ensino. ............................................................................................................. 123 4. Prefcio No final da dcada de 1990, os Ministros da UE responsveis pela administrao pblica convidaram a Rede Europeia de Administrao Pblica (EUPAN) a promover a permuta e cooperao entre os Estados Membros da UE e a criar instrumentos comuns na rea da gesto de qualidade. Em maio de 2000, foi apresentado o primeiro resultado da cooperao entre os peritos nacionais da UE: a Estrutura Comum de Avaliao (CAF) um verdadeiro instrumento europeu de gesto de qualidade, comum a todo o setor pblico. A CAF teve um grande sucesso. Nos ltimos 10 anos desde o seu lanamento, mais de 2000 organizaes do setor pblico em toda a Europa registaram a utilizao do referido modelo, e o nmero de utilizadores da CAF est a aumentar. Nos primeiros anos, o modelo foi principalmente usado para introduzir os princpios da Gesto de Qualidade Total nas organizaes do setor pblico, comeando por fazer um diagnstico da organizao luz desta filosofia de gesto. Como a CAF pretende ser uma ferramenta genrica, aplicvel a todos os tipos de organizaes do setor pblico, e a todos os nveis institucionais (Europeu, federal ou nacional, regional e local), o contedo do modelo teve de ser formulado a um nvel bastante terico, e algumas vezes abstrato. Apesar deste facto pretendeu-se, logo no incio, que a CAF fosse um instrumento simples, acessvel e fcil de implementar, em comparao com outros modelos de qualidade. Muitos pases aproveitaram o momento da traduo da verso me inglesa da CAF para adaptar os termos, a redao e os exemplos para o seu prprio ambiente administrativo. Nalguns pases, os peritos em gesto de qualidade total e peritos em setores especficos comearam a elaborar verses da CAF para os seus setores, tais como as administraes locais (Blgica) ou Justia (Itlia) e muitos mais. Em muitos casos tal foi realizado numa base nacional. Neste contexto, o Centro de Recursos CAF foi informado que em alguns pases se estava a desenvolver uma verso especfica da CAF para o setor da educao. Em primeiro lugar, a Comunidade de Lngua Francesa e Belga informou sobre a sua verso CAF sobre Educao e Institutos de Formao. Criaram um grupo de trabalho composto por cinco peritos na rea do ensino e formao, que refletiu durante vrios encontros sobre a adaptao da CAF para o seu setor: Grard Alard, Christine Defoin, Grard Reynders, Pascale Schellens e Annette Verbeke. O grupo foi presidido pelo Correspondente Nacional Belga Jean-Marc Dochot. O trabalho deste grupo contribuiu fortemente para a verso europeia da CAF para estabelecimentos de ensino e formao. Na Noruega, Even Fossum Svendsen desenvolveu exemplos e documentao ajustados ao setor educacional a nvel do pas. Em Portugal, realizou-se trabalho sobre o desenvolvimento da CAF para o setor do ensino a nvel universitrio por Hugo Caldeira, Rodrigo Queiroz e Melo e Sofia Reis. Na Itlia, criou-se um grupo diretor da Educao, promovido pelo Ministrio da Administrao Pblica em colaborao com o Ministrio da Educao. Este grupo foi incumbido de adaptar o Modelo CAF para o setor da educao partindo de experincias precedentes da CAF que tm sido espontaneamente realizadas em Itlia por departamentos de escolas regionais em Veneto e na Lombardia. Graas reflexo de peritos independentes em todas as escolas facilitou-se a utilizao do modelo em questo. 4 5. O Grupo diretor foi composto pelo Ministrio da Administrao Pblica, Formez, Ministrio da Educao, INVALSI (Centro Nacional para a Avaliao do Sucesso Escolar), pelos departamentos de escolas regionais (de Veneto e Lombardia), pelos mais reputados peritos italianos em gesto da qualidade total. O Grupo de Trabalho inclua, ainda todos aqueles internamente envolvidos no processo, a saber: Diretores de escolas da Itlia do Norte, Central e Sul, os quais foram selecionados pela sua, grande experincia na implementao do modelo CAF, garantindo, por conseguinte, o prprio desenvolvimento do trabalho de adaptao. Estas experincias, permitiram que a correspondente nacional, Sabina Bellotti e os peritos do Formez, Rino Bertorelli e Clara Alemanni, dessem o seu contributo verso europeia da CAF para a educao. Quando se decidiu formar um grupo de trabalho que reunisse competncias tcnicas na CAF europeia e no grupo de peritos sobre educao, o objetivo consistiu em desenvolver uma verso europeia CAF para o setor da educao e formao, destinada a todos os estabelecimentos de ensino e formao existentes nos pases europeus, independentemente do seu nvel, isto , do pr-escolar ao ensino superior, passando pela formao contnua. Todos os Estados Membros foram convidados a aderir ao grupo, que foi inicialmente composto pelos seguintes pases: Luxemburgo Jutta Wirtz e Frderic Joly do CRP Henri Tudor; Grcia Poppy Oikonomou do Instituto Interbalkan de Administrao Pblica em Thessaloniki; Polnia Andrzej Kurkiewicz do Ministrio da Cincia e Ensino Superior; e Eslovquia Miroslav HRNCIAR da Sociedade Eslovaca para a Qualidade. Os encontros foram preparados e presididos pelo Centro de Recursos CAF: Lena Heidler, Ann Stoffels e Patrick Staes. Realizaram-se nas instalaes da Funo Pblica P&O Federal Belga e Ministrio da Comunidade de Pases de Lngua Francesa em Bruxelas. Gostaramos de lhes expressar o nosso agradecimento pela sua hospitalidade. Em nome de todos os Estados Membros, o Centro de Recursos CAF deseja agradecer aos participantes deste grupo de trabalho pelos esforos realizados. Efetuaram-se intensos debates no sentido de se criar esta nova ferramenta europeia, e finalmente poderemos estar orgulhosos do trabalho realizado. Os correspondentes nacionais CAF debateram este documento durante o seu encontro em Maastricht a 18 de fevereiro tendo o mesmo sido aprovado pelo IPSG Grupo de Trabalho EUPAN responsvel por todas as atividades CAF no seu encontro em Madrid a 19 e 20 de abril, 2010.Este documento foi aprovado no 54 Encontro de Diretores Gerais durante a Presidncia Espanhola. Madrid, junho 20105 6. Introduo Origem e evoluo A Estrutura Comum de Avaliao (Common Assessment Framework ou CAF) uma ferramenta da Gesto da Qualidade Total inspirada no Modelo de Excelncia da Fundao Europeia para a Gesto da Qualidade (European Foundation for Quality Management ou EFQM) e no modelo da Speyer, Universidade Alem de Cincias Administrativas. A CAF baseia-se na premissa de que as organizaes atingem resultados excelentes ao nvel do desempenho, bem como na perspetiva dos cidados/clientes, colaboradores e sociedade quando tm lideranas que conduzem a estratgia, o planeamento, as pessoas, as parcerias, os recursos e os processos, pelo que este modelo analisa a organizao simultaneamente por diferentes ngulos, promovendo uma anlise holstica do desempenho da organizao. A verso piloto da CAF foi apresentada em maio de 2000 e em 2002 foi apresentada a primeira verso revista. O Centro de Recursos CAF (CAF Resource Centre ou CAF - CRC) foi criado no Instituto Europeu de Administrao Pblica (European Institute of Public Administration ou EIPA), em Maastricht, de acordo com uma deciso dos Diretores-Gerais responsveis pela AP. Em conjunto com a rede dos correspondentes nacionais da CAF, e com a colaborao da EFQM e da Universidade de Speyer, o Centro de Recursos CAF ministrou formao na implementao do modelo e avaliou a sua utilizao. Entre 2000 e 2009, cerca de 1800 servios pblicos europeus utilizaram a CAF para a sua melhoria. De igual modo, fora da Europa, existe muito interesse em ut